FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

A Estreia do The X Factor US

Por Davi Garcia

Estou longe de ser fã de reality shows. Tenho completa antipatia pelo Big Brother e todos os seus derivados e não vejo a menor graça em Survivor e Amazing Race, por exemplo. Por outro lado, tenho certa simpatia pelo realities de competição musical ainda que não nutra qualquer paixão que me faça acompanhar cada uma das variações do American Idol, cujo formato da versão original se mostra desgastado há pelo menos 3 temporadas. Dito isso, conhecendo The X Factor, programa criado no Reino Unido por Simon Cowell em 2004, apenas pelos muitos clipes disponíveis no youtube, fiquei curioso para ver como seria a versão americana liderada pelo próprio Simon. E se não chega a ser espetacular, a primeira impressão deixada pelos dois episódios que abriram a exibição do programa foi boa porque, apesar da ausência de uma edição mais ágil como a do Idol, a dinâmica do formato que mescla idades e estilos além de permitir apresentações em grupo, acaba rendendo um efeito surpresa mais interessante que aliado às sempre eficientes tiradas do Cowell, mostra potencial para fazer dessa versão de The X Factor uma bela opção para o gênero. Se o programa se consolidará como uma alternativa realmente divertida que revelará um artista (ou grupo) relevante são outros quinhentos, mas julgando pelo primeiro contato, já posso dizer que pretendo acompanhar o restante da brincadeira, e vocês?

The X Factor US estreou na Fox americana em 21 de setembro e no dia 11 de outubro no Brasil pelo Sony que promete exibir o programa sempre às terças e quartas às 22h.

9 respostas para “A Estreia do The X Factor US”

  1. Tiago Brugnera disse:

    Digo assim, eu acompanho o X Factor US a 2 temporadas, e o britanico a 3…. o do US eu digo que ainda não emplacou, na minha opiniao. Talvez por ser novo, e os auditados (auditados?) nao tenham confiança neste novo programa… mas o modo é bastante interessante, principalmente na parte do Judge’s House e Live shows, onde os jurados FINALMENTE podem mandar embora alguem diferente do que o publico vota!

    Mas ainda assim, não bateu The Voice. =D

  2. João Paulo disse:

    Como vc acompanha X Factor US há 2 temporadas, se essa é a primeira?

  3. Davi Garcia disse:

    Hehe eu ia perguntar a mesma coisa. Tiago, quem ganhou a 1a temporada? :p

  4. mariana disse:

    Ele com certeza se confundiu e quis dizer X Factor Australia.

  5. orsomwelles disse:

    Estou acompanhando desde o primeiro episódio e digo: Vale a pena!
    Hoje sai o episódio 8.

  6. Tiago Brugnera disse:

    hauehaue desculpem gente, falhou o “A”

    eu quis dizer X Factor AUS =P

  7. Davi Garcia disse:

    Hehe tá valendo, Tiago :)

  8. Alonso disse:

    Não vi graça. Curiosamente, o que mais gostei dos realities de música foi aquele que o pessoal não apostava muito… The Voice. Fiquei ansioso em todos os testes cegos, doido pra ver se ninguém ia virar para descobrir o rosto por trás da voz. Gostei do conceito das batalhas em que um candidato duela com outro nas eliminações. E por fim, os shows ao vivo foram um espetáculo a parte!

Deixe uma resposta

ss