FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

True Blood: Somebody That I Used to Know

[com spoilers do episódio 5×08] Se o objetivo da 2ª metade da temporada for transformar True Blood em algo tão ruim quanto a “saga” Crepúsculo, já dá para dizer que o objetivo está perto de ser alcançado. Afinal, se nos 6 primeiros episódios havia a sensação de que uma história minimamente relevante poderia ganhar forma, o episódio 7 e principalmente esse oitavo, “Somebody That I Used to Know”, trouxeram apenas um emaranhado de cenas/tramas desconexas e desinteressantes que descontruiu personagens negativamente e diminuiu ainda mais a perspectiva da temporada ter um final pelo menos razoável. Não há mais arco central. Apenas historinhas soltas como a de Sookie, por exemplo, que passou do conflito de questionar sua natureza para a introdução de um novo mistério (que vampiro matou os pais da garçonete) que dificilmente renderá algo que empolgue. Aliás, de útil daquilo ali, só mesmo o fato de descobrirmos que Albert Einstein, quem diria, era metade fada… E como se esses ‘empolgantes’ desenvolvimentos já não fossem ruins o bastante, ainda tivemos a cena aleatória de sexo protagonizada por Alcide (que só serviu para cumprir a quota de nudez dos episódios, imagino); Jessica capturada pelos haters amigos do Hoyt que a salvou depois de soltar uma das piores frases da história da série (“você fodeu com meu amigo, chupou o pau dele e partiu meu coração.”); além da roda mediúnica liderada por Lafayette que incorporou ifrit, o fogo demoníaco controlado pela iraquiana morta, só para revelar que a maldição só acaba quando Terry ou Patrick morrerem (como se nos importássemos por qualquer um deles, né?). E que tal a turma da Autoridade que agora se resume a reunião de vampiros alucinados e sádicos (Bill virou um sanguinista sem qualquer explicação aparente) que limitou o outrora divertido Russell Edington ao patamar de um personagem que, ao que tudo indica, voltou para a série só para dizer frases como “Deus tem os peitos mais lindos que eu já vi” e para arrumar um novo namorado na figura do ex-reverendo Steve Newlin? Já defendi True Blood muitas vezes, mas tô cada vez mais perto de repetir a decisão do Allan Ball e abandonar a série.

10 respostas para “True Blood: Somebody That I Used to Know”

  1. Sinceramente, True Blood terrível por True Blood terrível, pelo menos esse episódio avançou um pouco com as histórias e não gastou meu tempo com cenas ridículas como a aparição do Ifrit na semana passada. O problema é que a série não sabe o que faz com seu elenco e com todas as suas subtramas… toda aquela enrolação com o Alcide serviu só pra… isso? Só pra um interesse amoroso novo que apareceu do nada? E Sam e Luna, que serviram como nada além de um comic relief fail?
    No lado bom, gostei de três coisas: Tara e Pam, que apesar de desnecessárias, são divertidas; Sookie e as fadas (Sim!) pois já que não temos como fingir que essa parte de TB nunca aconteceu, que pelo menos ela desperte o interesse em saber o que acontecerá na próxima semana; e a idéia do Bill, que provavelmente levará a momentos no mínimo divertidos de caos em rumo ao season finale.
    E que, por favor, a responsável pelos atentados contra metamorfos não seja a mãe do Hoyt. Até True Blood é melhor que isso.

    Obs: Interessante notar que por pior que essa temporada esteja, pelo menos os episódios não tem sido completamente monótonos como na temporada passada. Acho que se não tem nada melhor pra dar crédito à série, isso deve ser dito. Hahaha

  2. hmmm algumas correções.. o Lafayette incorporou a mulher que eles mataram e nao a fumaça assassina… e a maldição acaba se um deles matar o outro, esse que matou se salva… mas mesmo com esses pequenos erros, não posso discordar de vc… vc só esqueceu de dizer que o Eric virou um bundão e que a Pam está sendo uma agradavel surpresa, talvez a TB tenha alguma chance se der mais chances para ela…

    agora fica a duvida, a Tara que ficou legalzinha ou os outros que ficaram super chatos?????????

  3. Mariana Lima disse:

    True Blood me decepciona mais a cada episódio. Do jeito que vai, essa vai ser a última temporada que irei assistir.

  4. Rodolfo Costa disse:

    Eu achei melhor que o episódio anterior.

  5. Achei melhor do que semana passada. Embora…
    Todo o plot da autoridade tah um porre. Eric, Nora, Russel e cia não estão conseguindo fazer eu me envolver com a história.
    Sookie e as fadas até que foi interessante, mas como sempre, poderia ser bem melhor…
    Alcide e a matilha continuam entediantes e com cenas desnecessárias.
    Jessica sendo desperdiçada com esse plot do Hoyt.

    Por outro lado, Laffayete estava sensacional resgatando um pouco do ótimo humor do personagem que conhecemos no início.
    Bill foi o único do núcleo da autoridade que conseguiu me cativar essa semana.
    Sam conseguiu me entreter com seu tempo em tela como há muito tempo não acontecia… palmas pro trabalho do Sam Trammel que mandou bem no episódio.
    Tara teve um plotzinho meio filler nesse episódio, mas valeu pela (sempre) ótima presença da Pam e a interação entre as duas que tem sido bem legal nessa temporada…
    E por fim, parabéns pro Stephen Moyer que conseguiu me surpreender com uma direção bem legal, bem feita e diferenciada… gostei! ;)

  6. vitorresende disse:

    A situação está tão precária que eu estou mais ansioso pela trama do Ifrit e da Pam+Tara do que pelo resto.

  7. é tá cada vez mais difícil assistir true blood, os episodios estão muito fracos, e sem nenhuma empolgação, antes esperavamos a semana toda pra sair um novo episodio na ansiedade porque era boa, hoje em dia nem faz diferença, mas a esperança é a ultima que morre, tomara que salve pelo menos o final dessa temporada coisa que acho dificil

  8. marcos disse:

    ”Já defendi True Blood muitas vezes, mas tô cada vez mais perto de repetir a decisão do Allan Ball e abandonar a série.” – nossa então por favor,larga logo essa série,assim voce poupa muita gente de ler suas criticas mal feitas :3 não desrespeitando o seu trabalho(alias,estou falando com todo o respeito) mas a série tá melhorando muito em questões de qualidade nessa 5° temporada e voce faz uma critica dessas? sua critica praticamente só esculachou a série no lugar de criticar mesmo,por favor,se não sabe ver uma série em tom de critico sério(não levar em conta suas opniões pessoais sobre a série e sim criticar sobre o que ela esta passando) peço em nome de todos os fãs de True Blood que voce não faça mais criticas,por que se for para fazer assim com má vontadade é melhor nem fazer,pois pelo menos,assim voce nos poupa de ler a sua opnião pessoal,já que uma opnião séria(sem ficar esculachando)sobre o seriado voce não sabe fazer,boa noite

  9. marcos disse:

    ”Já defendi True Blood muitas vezes, mas tô cada vez mais perto de repetir a decisão do Allan Ball e abandonar a série.” – nossa então por favor,larga logo essa série,assim voce poupa muita gente de ler suas criticas mal feitas :3 não desrespeitando o seu trabalho(alias,estou falando com todo o respeito) mas a série tá melhorando muito em questões de qualidade nessa 5° temporada e voce faz uma critica dessas? sua critica praticamente só esculachou a série no lugar de criticar mesmo,por favor,se não sabe ver uma série em tom de critico sério(não levar em conta suas opniões pessoais sobre a série e sim criticar sobre o que ela esta passando) peço em nome de todos os fãs de True Blood que voce não faça mais criticas,por que se for para fazer assim com má vontadade é melhor nem fazer,pois pelo menos,assim voce nos poupa de ler a sua opnião pessoal,já que uma opnião séria(sem ficar esculachando)sobre o seriado voce não sabe fazer,boa noite

  10. Eric Godoy disse:

    Pessoal, deveríamos admitir que por mais que alguns aqui ameacem, o que esta acontecendo com frequência, ninguém teria coragem, mesmo, de deixar de assistir a série, pois a curiosidade humana, mesmo para assuntos supérfluos, é maior que qualquer indignação relacionada à suas próprias divagações sobre o que deveria ou não acontecer. Sejam honestos consigo mesmos e admitam que seria mais fácil vocês deixarem de comer do que deixar de assistir o final de TB, mesmo que a sexta não seja a última temporada. E complementando a minha opinião, não achando que ela tenha valia para vocês, sinto-me obrigado a dizer, a série ficou melhor a cada temporada, eu mesmo pensei que me arrependeria se continuasse depois do primeiro episódio da primeira temporada. E ao contrário de algumas séries como Lost e Smallville que na metade eu já sabia o que aconteceria no final, fiquei intrigado, e nunca imaginaria que Bill pudesse fazer o que fez. E agora aqui estou eu desejando que a Aninha tenha uma gravidez prematura e que gozando de plena saúde, é claro, ela volte logo às gravações. E concluindo acho que True Blood ainda tem mais um pouco para oferecer a nós fanáticos por Série. Fica aí a minha opinião e até a sexta temporada.

Deixe uma resposta

ss