FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

Breaking Bad: Gliding Over All, por Davi Garcia

[com spoilers do episódio 5×08] Quando já não precisava, ele quis o poder de um Império e quando teve tudo, descobriu o vazio numa vitória que não trouxe qualquer prazer ou significado e que agora lhe custará não só a liberdade, mas também sua família. De maneira geral, é assim que dá para resumir a trajetória de Walter White transformado em Heisenberg no agora encerrado arco inicial desta 5ª e última temporada de Breaking Bad que só retorna em julho de 2013. 

Neste “Gliding Over All”, episódio que manteria a sequência perfeita da temporada não fosse o forçadíssimo artifício utilizado para expor o segredo do protagonista de maneira irreversível (na cena final em que Hank descobre a ligação do cunhado com Gale Boetticher), a série volta a destacar a desumanização de Walter e sua inteligência a partir do plano executado para eliminar, de uma só vez, as ameaças que circundavam seu negócio e sua segurança. Mais do que isso, o mid season finale consolidou, através de uma elaborada elipse (com direito a belos raccords) pontuada pelo som de Crystal Blue Persuasion, a breve expansão internacional do ‘império’ de Walter, ao mesmo tempo em que o revela consumido física e mentalmente por suas escolhas e considerando a real necessidade de continuar na operação.

A partir daí, o que se vê é uma tentativa de desconstrução do personagem até então temido por aqueles que se mantiveram mais próximos a ele, e o aparente retorno de um Walter que busca se reconciliar com Skyler e até mesmo Jesse, com quem divide uma cena em que relembra, de forma nostálgica, o início da relação que estabelera com ele. Sob esse prisma, poderíamos até dizer que Vince Gilligan e os roteiristas de Breaking Bad erraram a mão ao buscar um caminho que tivesse a intenção de representar qualquer possibilidade de redenção para Walter, mas fazer essa crítica seria ignorar as várias vezes em que a série se provou genial no instante seguinte em suas muitas lições de que nem tudo é o que parece à primeira vista.

E por que digo isso? Porque particularmente não acredito que Hank, a partir de sua chocante descoberta, vá tomar qualquer ação imediata contra Walter, uma vez que este ao ser confrontado (e daqui para frente me lanço num exercício de pura especulação), revelará que seu câncer voltou num estágio ainda mais agressivo e apelando para os poucos meses de vida que lhe restam, tentará negociar sua liberdade e a preservação de sua família com Hank em troca de todas as informações de seu envolvimento na produção e no tráfico de metanfetamina. Contudo, isso não vai adiantar nada, já que por ter abandonado os negócios de forma repentina, seus sócios distribuidores, pouco dispostos a perder a mina de ouro, irão atrás dele desencadeando os eventos futuros que vimos brevemente na abertura dessa temporada final.

Seja lá como for, a espera de quase um ano para descobrirmos como terminará essa fascinante história será extremamente torturante.

14 respostas para “Breaking Bad: Gliding Over All, por Davi Garcia”

  1. Seu comentário foi perfeito, mas cabe uma ressalva: O livro pode ter sido ‘plantado’ pelo Walter. Porquê? Por que Walter quer Hank consigo. Esse é o meu ‘exercício de especulação’. (;

  2. Robsonejs disse:

    Li um comentário num blog, que o livro tinha sido deixado no criado-mudo pelo próprio Walter no episódio 03 e portanto, poderia muito bem ter sido deixado ou “plantado” pela Skyler…revi o episódio e confere.

  3. gmcouto disse:

    Não seria interessante que o livro realmente tivesse sido plantado pelo Walter, exatamente para que Hank descubra de tudo… e aproveitando da ligação familiar, Walter consiga uma maneira de exterminar todos que ainda sabem de Heisenberg, manipulando o DEA…. para então 1: terminar seu império; ou 2: sair do mercado

  4. Vitor disse:

    Próxima parte vai ser Walt fugindo da polícia e indo atrás dos traficantes! será fantástico! que parte do 3 capítulo aconteceu isso? valeu!

  5. Jack disse:

    “Bom drama!. o ruim e ter que esperar ate julho de 2012. ”

    …esperar ate
    esperar ate julho de 2012. .

    …julho de 2012.

    Mother of God!!!

    De volta no tempo.

  6. Thiago disse:

    No episódio 03-06 “Sunset”… já aparece o Walt lendo esse livro, na cena que o Hank liga pra ele pra perguntar se ele sabe alguma coisa sobre o Jesse ter um trailer.

    Quando o celular toca, o Walt está lendo esse livro.

  7. Leonardo Kopa disse:

    Não entendi o seu “forçadíssimo artifício”.

  8. kennedy disse:

    Não entendo, muita gente ta criticando achando que forçaram na “redenção” do Walter. Como assim? O primeiro episódio dessa temporada foi um flashback do que vai acontecer no futuro em seu aniver de 52 anos. Ele totalmente diferente, comprando armas etc. A série tem esse poder de mostrar que nem tudo que parece é o que realmente é …

  9. dudenews disse:

    Haviam diversas formas melhores do Hank descobrir que o Walt e o Heisenberg são a mesma pessoa. Usar o acaso de um livro que estava embaixo de uma revista num banheiro foi forçado pra mim.

  10. Gustavo disse:

    Pra mim, foi porque enfiaram tudo em uns 20 minutos desse último episódio. O Walt, que estava numa espiral, caindo mais e mais na escuridão, se tornando o vilão de BBad, DO NADA resolve parar uma organização poderosa que tem, inclusive, negócios internacionais e que movimenta milhões de dólares? Dado o estado em que ele se encontrava, cínico, calculista e frio, é difícil de acreditar que o apelo de Skyler iria funcionar dessa vez.

    Claro que há possibilidade de ele ter mentido, mas a direção de arte e fotografia naquela última cena à beira da piscina aparenta o contrário. Pareceu uma tentativa forçada de nos fazer simpatizar pelo Walt, ao invés de refletirmos sobre tudo que ele fez e como foi triste sua transformação.

  11. Bruno Cesar disse:

    Acho Breaking Bad a melhor série que já vi. Arrisco dizer que gostei mais até do que de Lost. Mas esse final de mid season me decepcionou bastante. E foram três coisas me incomodaram. Uma é o que foi dito por Davi: o acaso forçado do livro. Outra foi a desnecessária exibição do diálogo entre Hank e Walter sobre o W. W. para que tivéssemos a certeza de que Hank descobriu o segredo de seu cunhado. E a principal foi a desconstrução de Heinsenberg. Pode até ser que Walt esteja mais uma vez fingindo (como em vários momentos da série), mas a fotografia e direção de arte dizem o contrário (tudo iluminado, cores vivas…). Caso ele esteja enganando realmente sua família, isso implicaria em estarmos também sendo enganados, mas não pelo personagem e sim pelos realizadores do programa. Agora é aguardar até Junho do ano que vem, mas confesso que ficou um gosto amargo nesse episódio final. Uma pena.

  12. Jonas disse:

    Para mim ele vai jogar na cara do Hank que salvou sua vida, que deu todo tratamento para ele voltar a andar e fará um acordo onde entregará todo mundo em troca de que seu nome jamais seja revelado, terá a grana do depósito para sumir e viver sua vida, mas para mim no final ele irá morrer na mão do Pinkman, mas é só um palpite.

  13. Marcelo disse:

    kkkk vcs viajam demais com essa parada de “direção de arte e fotografia”. Aquela cena não diz absolutamente nada. Ficou mais do que óbvio que o Walter está mentindo. E também não achei nada forçado o Hank ter descoberto sobre Walter daquele jeito.

  14. Analisando o teaser inicial da primeira cena do S01E01, deixa claro que W.W chegará aos 52 anos; que o câncer retornará; que ele está em uma nova cidade, fugiu do Novo México; está com outro nome; e outro detalhe interessante é a frase na placa do carro onde ele pega as armas “Live free or die”. O final dessa série será épico pode ter certeza.

Deixe uma resposta

ss