FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Glee faz episódio sobre tragédia em escola e gera polêmica

Famílias de vítimas de tiroteio disseram que capítulo veio “cedo” demais

gleeParece que falta tato ou sobra oportunismo a Ryan Murphy. A série Glee exibiu ontem à noite nos EUA um episódio que aborda o tema “tiroteio em escolas”, poucos meses após o crime em Newtown que deixou 20 crianças mortas. Com o título (de péssimo gosto) “Shooting Star“, o capítulo foi descrito pelo criador da série no Twitter como um dos episódios “mais fortes e emocionais de todos“. [A descrição adiante pode conter spoilersNo capítulo, uma arma na escola dispara por acidente. Os membros do coral ficam presos na sala de canto, enquanto outros se espalham pela escola e, amedrontados, e revelam suas “palavras finais” ao Artie, que filmava tudo, pois achavam que iriam morrer. O episódio ainda teve direito a SWAT invadindo a escola atrás da arma e até mesmo uma menção indireta de Sue Sylvester à tragédia de Newtown. As famílias das vítimas contaram à CNN que a abordagem ocorreu “cedo demais” e que ninguém da Fox os contatou para avisá-los sobre a exibição, o que gerou desconforto na cidade. Não é de hoje que Ryan Murphy tem tendência em capitalizar em cima de tragédias. Pouco tempo após a morte da cantora Whitney Huoston, Glee tratou de veicular um “tributo”, assim como também aconteceu com Michael Jackson.

Deixe uma resposta

ss