FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Sete dicas para quem namora fãs de Game of Thrones

namorados game of thrones

Eu sei e vocês sabem que fãs de séries podem ser bastante, hmm, envolvidos com as produções que assistem – principalmente quando falamos de uma tão intensa e surpreendente quanto Game of Thrones. Assim, visando evitar conflitos românticos em casais onde uma das partes não assiste à série da HBO, segue uma série de dicas que vão facilitar o dia-a-dia do relacionamento:

1. Domingo é um dia com 23 horas
Apenas aceite. Entre as 22h e 23h da noite de domingo, seu namorado ou namorada é jogado no porta-malas de um carro e levado até Westeros, onde a possibilidade de resgate, assim como churrasco de domingo nas terras ao norte da Muralha, não existe. Não interessa se está um dia lindo lá fora ou a bolsa de água estourou e os gêmeos estão querendo vir ao mundo. Então, aproveite a hora extra para relaxar, ouvir música, meditar, fazer algo para si – como olhar para o box de DVDs de Game of Thrones mumurando “um dia ele(a) vai me amar tanto assim“.

2. Depressão pós-chacina
Relacionamentos são complexos e, muitas vezes, um comportamento diz mais do que as palavras conseguem. Mas Game of Thrones é uma série corajosa, que não tem medo de matar personagens importantes (talvez “não tem medo” não seja a expressão ideal, e sim “entra em júbilo completo e gargalha diabolicamente”) – assim, pode ser que a indiferença do seu par perfeito seja apenas ele ou ela tentando se recuperar de uma cena onde, sei lá, dois ou todos personagens da série morreram durante um chá de bebê ou qualquer coisa do gênero. É importante ter a sensibilidade para saber diferenciar o momento de perguntar “o que eu fiz de errado?” do momento de perguntar “o que os Lannisters fizeram de errado?“.

3. Animais de estimação: um assunto complexo
É possível que o seu par fã de Game of Thrones queira adotar um cachorro. Um cachorro grande, de pêlo claro, lustroso, porte atlético e com o típico elo mental sobrenatural entre dono e cão. Nesse caso, apenas dê apoio e vá com a pessoa até as dezenas de pet shops e canis, segurando sua mão enquanto passa horas encarando os olhos dos cachorros com uma intensidade de 21 quilotons e tentando se comunicar com eles. Pode parecer cansativo e até um pouco patológico, mas lembre-se: você está no lucro enquanto a pessoa não chegar e falar “amor, vamos adotar um dragão?“.

game of thrones lobo

4. Tente se manter em clima tropical
A maioria das pessoas prefere o verão ao inverno, e, nesse aspecto, fãs de Game of Thrones são como a maioria das pessoas – exceto que, para eles, “preferir o verão” significa “temer de forma incontrolável o inverno e sentir arrepios de medo na primeira necessidade de usar uma manga comprida”. A verdade é que, conforme a temperatura for caindo, você vai perceber que o nível de sanidade do seu par é diretamente proporcional aos números no termômetro. Isso ficará claro quando ele ou ela decidir fazer uma muralha com pedrinhas de gelo no meio da cozinha ou acordar durante a madrugada aos gritos de “Patrulha da Noite!” enquanto arremete contra o cabide de roupas porque tem um roupão branco pendurado ali. A solução é levar sua alma gêmea para as Bahamas, Ibiza ou algum outro lugar inquestionavelmente tropical. Não tem dinheiro? Ora, jogue tudo no cartão de crédito. Afinal, você não é um Lannister – e, portanto, não precisa pagar sempre suas dívidas.

5. Após começar a assistir a Game of Thrones, seu namorado ou namorada mudou de ideia quanto a casamento e deita no chão em posição fetal sempre que o assunto vem à tona
Acredite: na cabeça da pessoa, ela está apenas zelando pelo bem-estar de todos.

6. Só mostre interesse se tiver tempo disponível
É legal se mostrar interessado pelas coisas que seu namorado ou namorada gosta. Entretanto, pense bem antes de fazer isso com Game of Thrones, pois as tramas e políticas são extremamente intrincadas e interligadas – ou seja, mesmo uma pergunta simples como “quem é esse?” vai envolver a desconstrução de pelo menos três ou quatro árvores genealógicas, a história de uma meia dúzia de reinos, muito romance com detalhes sexuais, discussões e, se bobear, até mesmo a análise da vegetação de algum lugar específico. Sabe quando sua mãe volta de algum evento com toda a família e você pergunta a ela como anda o pessoal? É isso, mas com dragões.

7. Não é pornografia
Se você acordar e ouvir a TV da sala reproduzindo gemidos, sons ofegantes e qualquer outra coisa que indique cenas de sexo explícito, desenfreado, selvagem, descenessário na trama, destituído de quaisquer pudores, enfim, a luxúria televisiva absoluta, confira a programação antes de sair julgando squem está lá assistindo: pode ser apenas uma maratona de Game of Thrones. Se ainda assim ficar em dúvidas, fique atenta aos diálogos – qualquer “eu te quero aqui e agora, maninho!” vai indicar que se trata da série.

Dica Bônus
Os dois assistem à série, mas só você já leu os livros e seu namorado ou namorada não? Então ABAFA o spoiler a todo e qualquer custo porque isso é motivo pra término, divórcio e muita dor de cabeça na separação de bens (especialmente os boxes com as temporadas passadas)!

Mais alguma dica? Deixe nos comentários. Afinal, no amor e na guerra (dos tronos) vale tudo.

Deixe um comentário

ss