FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Ligado Entrevista: Naveen Andrews e Miguel Ángel, de Sense8

[youtube video=https://www.youtube.com/watch?v=tDPS-OJqKTw]

Estava eu lá sentado aguardando para ser chamado para uma das várias entrevistas que a Netflix nos convidou para fazer, conforme já contei aqui. De repente, do nada, vejo um sujeito vestido de jaqueta preta caminhando num ritmo acelerado até uma das salas e aí me toco que o “Sayid” acabara de passar por mim.

sayidjunketNaveen Andrews era um dos talentos com quem eu iria falar e foi só naquele momento que eu me dei conta de que iria conversar com um artista que interpretou um dos meus personagens favoritos de uma de minhas séries favoritas de todos os tempos, LOST. Junto dele, Miguel Ángel Silvestre, ator que eu não conhecia, mas que já havia me tornado fã graças ao maravilhoso trabalho feito por ele em Sense8 como Lito.

E para completar meu nervosismo, a produtora havia me dito que esta seria a minha primeira entrevista do dia. Gelei. Entrei na sala e não sabia como sequer começar (e isso é visível no início do vídeo acima), mas optei por exclamar o quanto eu gostei de Sense8. Lembro que Naveen e Miguel comemoraram e, a partir daí – juro – não me recordo de mais nada e só depois que entregaram o arquivo é que vi que deu tudo certo. Miguel Ángel falou bastante (ele estava muito empolgado com a série e de poder conversar com tanta gente diferente, que praticamente dominou todo o tempo).

Fato é que cinco minutos com esses dois é muito pouco pela quantidade de coisas e assuntos para tratar, desde LOST, a experiência com os Wachowski e, claro, a maravilhosa  Sense8. Por sorte em um dos breaks eu acabei conversando fora das câmeras com Naveen. Cruzamos perto do banheiro e ele fez questão de me perguntar se eu havia gostado de Sense8 mesmo (e como ele ficou grato por isso) e aproveitamos também para falar de LOST.


Leia a crítica de Sense8


Disse que ao contrário da maioria, fui um dos que não apenas gostou, como também se emocionou com o final da série e mantenho minha posição até hoje, anos depois, tendo reassistido à série duas vezes. E a reação dele foi memorável. “Sabe quem mais sente assim sobre o final de LOST também?”, ele exclamou. “Marylin Manson! Ele é um grande entusiasta da série e árduo defensor do final”. Uau! Inusitado. O papo terminou rapidamente, pois precisávamos seguir com o dia, mas ele foi gentil o bastante para tirar uma foto comigo para registrar o momento e autografar o meu box da primeira temporada.

São pequenos e memoráveis momentos como este que tornam uma simples junket uma experiência imprevisível e maravilhosa. Espero que gostem do papo, apesar de curto!

sayidjunket2

Esse dia foi massa!

5 respostas para “Ligado Entrevista: Naveen Andrews e Miguel Ángel, de Sense8”

  1. Como fã apaixonado de LOST, consigo entender um pouco de como deve ter sido incrível esse bate papo com Naveen, e seu relato consegue passar bem isso. Parabéns, Bruno! Que bacana!

  2. M Boni disse:

    Imagino a emoção que vc sentiu ao se deparar com esse cara, que ao que parece, é muito simpático! Amo Lost, já vi e revi e ainda quero ver de novo! Ainda não vi Sense8, mas verei! Parabéns pela entrevista e pelo seu trabalho!

  3. Rossane Merat disse:

    Achei bem legal a entrevista e essa divulgação que a Netflix vem promovendo. Como fã de Lost imagino como deve ter se sentido.
    Que muitas outras entrevistas possam vir.

  4. Samuel Bezerra disse:

    Parabéns pela excelente e emocionante entrevista!!!

  5. Bruno, parabéns pela curta, mas importante entrevista. Imagino sua reação, tanto por estar próximo a um ídolo de uma série que você ama, quanto presenciar dois grandes artistas, de outra série que, assim como LOST, veio para revolucionar o mundo da “televisão”: Sense8. Muito bom!

Deixe um comentário

ss