FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

AXN transmite episódio de American Crime com legendas de Internet

powersubs_americancrime

Espectadores do canal AXN se surpreenderam com um episódio da série American Crime. A legenda em tela indicava que a tradução foi feita pelo grupo “Power Subs“, famoso por legendas amadoras de títulos na Internet através de sites populares como o Legendas.TV. Assim, começaram a circular prints “denunciando” o ocorrido: um canal de TV estaria utilizando do trabalho voluntário dos tradutores online, exibindo-o como oficial. O episódio em si é o 2×04, e somente esse, disponível no NET Now dentro do menu do AXN pra quem quiser conferir. A referência aparece logo no início do episódio, antes do título da série entrar, veja:

Primeiramente, vale ressaltar que hoje quase nenhum canal legenda ou dubla suas próprias atrações. Esse é um serviço terceirizado e conduzido por estúdios especializados. Assim, antes de demonizar a emissora, é importante considerar que ela também pode ter sido lesada, neste caso pelo próprio fornecedor da tradução. Isso não retira, contudo, a responsabilidade do canal pelo dever de fiscalizar seus prestadores. Se confirmada a prática, alguma medida precisará ser tomada.

Entramos em contato com a assessoria do AXN para eles explicarem o ocorrido e atualizaremos a nota com a declaração.

[Atualização] O AXN se posicionou acerca do caso, abaixo a declaração do canal na íntegra:

O AXN tem como missão levar entretenimento e diversão a seus telespectadores, se comunicando de forma transparente com os seus fãs. As legendas correspondentes ao 4ª episódio da 2ª temporada da série American Crime, exibido originalmente no último dia 24 de agosto e disponível em suas plataformas On Demand, não correspondem aos padrões do AXN e nem aos procedimentos operacionais habituais. O canal já identificou o problema ocorrido durante o processo junto a um terceiro, responsável pela legendagem da série, e está revisando e substituindo o arquivo pelo aprovado e dentro das normas. O AXN reforça o compromisso de seguir levando as melhores séries para os seus telespectadores, prezando sempre pela qualidade e legitimidade do conteúdo.

Legalidade x Moralidade.x264

A situação levanta questões interessantes envolvendo a legalidade e a moralidade de ambas as práticas. O trabalho dos tradutores de internet, embora de qualidade, é legalmente questionável e envolve questões de direitos autorais protegidos. Mas um erro não pode justificar o outro. As empresas que usam os arquivos .srt disseminados livremente na Internet como base para traduções “oficiais” esbarram em questões morais e éticas ao utilizá-las, pois apropriam-se de um esforço alheio para prestar um serviço remunerado.

Prática Comum-INTERNAL.HDRip

Conversamos com alguns tradutores profissionais, que não quiseram se identificar, e a maioria confirmou que usam sim os arquivos de Internet em traduções oficiais e é o que ocorre na prática:

“A gente usa [como base], sim. Já tá pronto e geralmente a qualidade é boa. Basicamente a gente revisa, corrige alguns erros e coloca dentro dos padrões de tempo em tela e extensão que são exigidos pelas TVs. Em outros casos a gente não usa, ou porque está muito ruim ou muito fora do padrão.”

Outro profissional, que já trabalhou legendando títulos de forma amadora para a Internet como hobby, confirmou:

“Eles traduzem ‘de ouvido’. No geral é pouca coisa que a gente precisa mudar, a maioria é alguma coisa específica que a gente tem no roteiro, uma expressão idiomática ou coisa assim. Mas a gente usa, quando dá.”

Infelizmente, aos tradutores rotulados como “piratas” não há recurso legal contra a apropriação indevida de seu trabalho, pois ele próprio é “apropriado” indevidamente de uma obra autoral protegida por Lei. Há quem enquadre a tradução de Internet como “livre interpretação” e, por isso, “legítima”, mas essa é uma corrente minoritária. O trabalho de tradução formal pode render de R$ 200,00 a R$ 1.000,00 por título legendado, algo que os tradutores de Internet – muitas vezes fãs das séries que legendam – fazem de graça.

legendas_powersubs

Outros dizem, ainda, que se o canal deu “créditos”, pelo menos é uma coisa boa. Mas esse não parece ser o caso, já que os “créditos dados” aparecem apenas na legenda do episódio 2×04 e não está presente nas demais. Isso, por si só, que em algum momento a legenda de Internet foi utilizada como base para a que foi ao ar. Além disso, por padrão da indústria o crédito de legendas é dado ao final do episódio e não durante a abertura. Essa prática de creditar antes, aliás, é característica dos grupos de Internet.

Estúdios de tradução alegarão que são os tradutores freelancers que fazem isso, muitos deles trabalhando em regime de home office e que não dá pra fiscalizar. A diferença é que dessa vez a referência passou e, mesmo assim, dificilmente a prática será suspensa e continuará tolerada por todos os envolvidos.

O lado de lá.720p.Team

“Ah, mas por que eles não contratam os caras?”, alguns questionam. O que descobri é que vários desses tradutores de Internet hoje também trabalham como freelancers para estúdios de tradução e por isso a prática de usar os arquivos online em versões “oficiais” não é tão condenada por eles: “economiza tempo e permite que a gente pegue mais jobs“.

Em uma matéria da Folha, o diretor de uma empresa de tradução popular no mercado disse em 2014 que cerca de 20% de seus profissionais freelancers começaram na Internet. Hoje o número pode ser ainda maior. Grupos como o InSUBS possuem mais de 100 colaboradores fazendo legendas informais.

Tema polêmico.PROPER.srt

A questão das legendas de Internet é sempre um tema polêmico que polariza discussões e envolve muita hipocrisia de todos os lados. Quem baixa ou já baixou séries de Internet, comprou um DVD pirata ou até recebeu aquele pendrive emprestado já se beneficiou do trabalho dos tradutores amadores, assim como os canais que, mesmo não sabendo, viram a cara para a procedência das traduções de seus prestadores.

Serviços como a Netflix e o fato de hoje muita coisa chegar “day & date” ajuda a diminuir a busca por conteúdo ilegal na rede, mas também é fato que a turma baixa, sim. Seja um episódio porque perdeu a exibição na TV, seja porque não quer assinar HBO na época de Game of Thrones ou porque nem tem TV a cabo mais. Até as TVs de hoje em dia possuem entrada para pendrives e rodam perfeitamente arquivos de legenda digital. Virou, inclusive, padrão da indústria e te desafio a ir numa Ricardo Eletro e encontrar uma TV sem isso.

Não dá pra fugir e fingir que isso não existe. Esse é um tema que seguirá em voga enquanto existir o mundo digital e regras a serem quebradas.

Pelos dois lados.

15 respostas para “AXN transmite episódio de American Crime com legendas de Internet”

  1. Juliana Correa disse:

    Já fiz muita legenda de CSI nos áureos tempos e digo com toda certeza que já vi legenda minha em episódio oficial. Não fiquei chateada, achei ótimo porque consideraram meu trabalho amador de ótima qualidade.

  2. Eduardo Soares disse:

    Em parte é legal, mas se você pensar tem uma pessoa ganhando dinheiro com o trabalho voluntário que você fez e vendendo como dele. Isso é triste.

  3. biellebrunner disse:

    Já vi legenda minha de “Castle” no AXN e fiquei bem puta sim, porque um merdinha por aí tá lucrando em cima de um trabalho que eu ajudei a fazer – sem ganhar nada por isso.

  4. Mariana Rodrigues disse:

    Que absurdo isso. Fora que o trabalho do pessoal que traduz na internet de graça cansa de ser superior a versões de traduções que vão ao ar em canais que pagaram por elas.

  5. Kara disse:

    Rarbg, PrivateHD + Legendas.TV, Já foi :)

  6. Kara disse:

    Seja Feliz
    Free :)

  7. Jeferson disse:

    O Canal Sony Brasil exibe Teen Wolf com legenda da internet desde a 3ª temporada (Há pouco tempo terminou de exibir a 5ª temporada). Já assisti a vários episódios com o SRT aberto no notebook para confirmar.
    O que a gente pode fazer a respeito? Absolutamente nada, infelizmente.

  8. Marcelo Pontes Farhat disse:

    Muito bom o artigo. Parabéns

  9. "V" disse:

    Tem convite aí?

  10. Ricardo-Shura disse:

    Vejo muita hipocrisia…

  11. Kara disse:

    PrivateHD?

  12. Os Defensores disse:

    situação complicada

  13. xtrmntr28 disse:

    “hipocrisia, eu quero uma pra viver.”

  14. Tiagoseiyapb disse:

    mas se bem que todo que se vende na internet tipo animes em dvds legendados duvido que foi o cara que criou os discos fez essas legendas,um lado agente tem que perde também so que se comparar agente perde menos que ele

  15. Spa1977 disse:

    Uma mão lava a outra e as duas juntas tampam nossos olhos para o xis da questão: pirataria.
    Não sejamos hipócritas, usamos torrentes e baixamos conteúdos disponibilizados sem autorização. Por que pagar??? Por que receber então???

Deixe um comentário

TOP.05
ss