Você Decide: Netflix quer tecnologia para usuário escolher o rumo das histórias!
Você Decide: Netflix quer tecnologia para usuário escolher o rumo das histórias!

Você Decide: Netflix quer tecnologia para usuário escolher o rumo das histórias!

Que a Netflix revolucionou a maneira como filmes e séries são assistidas pelo público, isso todos já sabem. Porém, parece que agora o serviço de streaming está disposto a dar um salto ainda mais ousado… De acordo com fontes do The Daily Mail, a Netflix estaria brincando com a ideia de certas produções filmarem múltiplas versões, e permitir que o espectador escolhesse a sua própria história.

Caso você não tenha entendido bem, aqui está um exemplo: os produtores poderão filmar vários finais alternativos, e o espectador irá escolher a sua versão favorita e decidir as escolhas e os destinos dos personagens no decorrer da trama. O público poderia escolher, por exemplo, se uma personagem de Orange is The New Black iria ou não se unir à uma determinada gangue, se uma personagem de The Crown se casará com alguém ou não, e por aí vai.

É uma espécie de Você Decide, programa de sucesso exibido na Rede Globo na década de 90, mas 100% interativo, imediato e customizado para cada usuário.

De acordo com as fontes do The Daily Mail, a tecnologia pode ser inicialmente testada com uma futura série infantil: “Todo o conteúdo estará lá, e então as pessoas poderão seguir por caminhos diferentes… Nós veremos como isso funcionará. É um experimento. Nós veremos se fará muito sucesso. Para os criadores, é um novo território“. Aparentemente, o presidente da Netflix, Reed Hastings, também gostou da ideia, afirmando que “Uma vez que você tenha interatividade, você pode tentar qualquer coisa“.

Com certeza, tanto os especialistas quando o público questionarão as possíveis consequências dessa estratégia, do ponto de vista artístico e financeiro: seria certo dar ao público exatamente o que ele quer? E o que os showrunners acham disso? Eles concordariam em criar diversos caminhos alternativos para as suas histórias, cientes de que isso iria exigir uma demanda de produção e complexidade nas próximas temporadas?

Ou seria melhor optar por deixar as veteranas (como House of Cards e Stranger Things) de lado e testar em séries inéditas ou produções infantis como as já mencionadas? Inovador!

2 comentários

  1. Filipe Degani

    Sou completamente contra e acho perigoso. Vai contra a função autoral da arte e contra sua propriedade de questionar nossos conceitos e valores.
    Imagina um bolsominion podendo decidir o final de Orange Is The New Black, p.ex.!!!

  2. Stevan Lemes

    Faz bastante sentido. Acho que depende muito do impacto da serie tambem. Acho que mudar algo no final de friends nao seja algo tao impactante agora mudar o final de series impactantes como breaking bad seria algo assustador. Acho que dependendo da serie a ferramenta ate que pode ter sucesso.

Deixe um comentário