FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Netflix explica nova forma de classificação de títulos em vídeo

As estrelas da Netflix nunca foram bem compreendidas. Elas nunca significaram o “voto” médio dos usuários da plataforma acerca da popularidade de um título. Na verdade elas representavam a cotação que o sistema julga que você, assinante, escolheria para aquele título. Essa métrica é obtida cruzando dados das obras que o usuário mais assiste e as próprias classificações pessoais, entregando na forma de estrelas.

Mas isso não será mais assim.

No lugar de estrelas entram um objetivo “gostei / não gostei”, bem como um percentual de compatibilidade daquele título com o usuário. Assim, se a Netflix entende que você estaria propenso a curtir Orange is the New Black, por exemplo, o percentual será alto. Se ela acha que determinado título não é do seu agrado, o percentual vai ser baixo.

Muito mais simples do que antes, verdade. Abaixo o vídeo explica a mudança, que deve começar a aparecer para os assinantes:

3 respostas para “Netflix explica nova forma de classificação de títulos em vídeo”

  1. Mariana A. disse:

    Eu gostava das estrelas, eu sempre entendi como funcionavam e as indicações 90% das vezes previam corretamente qual nota eu iria dar pro filme. Espero que a mudança não piore o nível de acerto pra mim.

  2. Jair Romagnoli disse:

    Agora eu não consigo saber se vale a pena ver um filme. Os com uma estrela eu nem perdia tempo assistindo.
    Não gostei do novo modo.
    Agora sou obrigado a ver sem saber a opinião de quem já viu.
    Me dá mais trabalho porque terei que pesquisar no Google.

  3. hudson disse:

    Realmente esse novo formato de classificação é péssimo. Antes a Netflix nunca errava meu gosto, nas poucas vezes que arrisquei assistir filmes com até 2 estrelas, eu me arrependia, concordando de fato com a classificação. Agora nunca sei. Sempre perco uns 20 minutos de filme até perceber que não é bom.

Deixe uma resposta

ss