FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Crítica | O maravilhoso final de The Leftovers

“Nada será respondido, tudo será respondido. E aí acaba.”

Essa era a sinopse do episódio final de The Leftovers intitulado The Book of Noraescrito por Damon Lindelof, Nick Cuse e Tamara P. Carter. Anos após o LOST, com um final celebrado por muitos e amargurado por tantos outros, Lindelof encontrou aqui uma forma não apenas de se redimir, como também de não cair nas armadilhas que ele mesmo como roteirista poderia ter armado pelo caminho.

Nesse belíssimo episódio merecidamente estendido que cuidadosamente nos entreteve e nos surpreendeu, eles basicamente fazem duas coisas: oferecem uma explicação convincente e coerente dentro do universo da série e, ao mesmo tempo, fornecem elementos de questionamento.

Se tal como Kevin Garvey acreditaremos ou não na história de Nora Durst – no livro de Nora -, isso verdadeiramente caberá a cada espectador e intérprete. É por isso que como realizador ele sabiamente quebrou a regra básica do audiovisual (“não conte, mostre”) para atingir esse objetivo. Nós ouvimos Nora, mas não vimos o que aconteceu desde a hora que ela foi mergulhada naquela bolha. Ela foi até o fim? Ela pediu pra sair? Por que ela voltaria pra Austrália? Temos elementos para qualquer teoria.

E por que fazer desta forma? Simples. Como eles iriam, afinal, concluir uma história que já nasceu absurda em seu conceito: “2% das pessoas desapareceram no ar sem explicação?” O livro de Tom Perrotta certamente não traz essa resposta (a obra cobre apenas a primeira temporada). Assim, em vez de simplesmente deixar um final aberto e focar “na jornada” (algo que seria criticado por muitos), The Leftovers fez os dois e encerrou a série de forma brilhante, tocante e digna da crescente que foi essa série.

Repleta de personagens fortes, definidos e queridos – cada um à sua maneira – a série jogou pra lá aquela máxima de “estudo de personagens” e focou no desenvolvimento de sua narrativa, com começo, meio e fim, sempre apontando pra frente (tanto que a temporada abre com a ~resposta de uma de suas maiores perguntas, sem a gente saber).

Não importa se Nora realmente foi para o outro lado ou não. Se foi, faz todo o sentido do mundo que ela estivesse em uma dimensão paralela em que 98% das pessoas do mundo sumiram e apenas os 2% ficaram. Seria o mundo abandonado que ela descreveu, sem até pilotos para voar aviões. Se ela não foi, significa que ela teve tempo de sobre pra fantasiar sobre como teria sido sua jornada e o que ela teria feito uma vez que tivesse encontrado seus filhos. Afinal, se ela perdeu os filhos e o marido, os filhos e o marido só perderam ela. Talvez essa foi a forma de aceitação dela, para eventualmente parar de sofrer pela perda.

Com isso, The Leftovers encerrou sem o grande apocalipse (que nunca veio, como o episódio The Book of Kevin indicou), mostrando que as pessoas estão sempre em busca de algo que às vezes está ali na sua própria frente (como as respostas da série). Tem gente que percebe logo, tem quem leve décadas para descobrir sua paz. Kevin e Nora precisaram desse tempo, mas finalmente encontraram.

Que bela série, que belo final.

49 respostas para “Crítica | O maravilhoso final de The Leftovers”

  1. João Vitor disse:

    AAAAAH COMO VAI DEIXAR SAUDADES!!!! :( Não poderia estar mais satisfeito com esse final. (ótima crítica)

  2. Também fiquei aliviado!

  3. Matheus Ramos disse:

    Foi lindo do início ao fim!

  4. Ronaldo Gallo disse:

    Minha impressão é que o episódio trouxe a narrativa de volta por mundo real, cotidiano: o bode e os pombos são exemplos disso.
    Genial foi o flerte com o absurdo (“Kevin está numa realidade paralela?”), pra no fim encerrar a história da maneira mais humana possível.
    Belíssimo final.

  5. Marilise Soares De Zotti disse:

    Belo, emocionante, atuações de último episódio extraordinárias. …pensando até agora….e quando relembro o monólogo de Nora , dá vontade de chorar novamente. Poucas vezes uma série me tocou tanto

  6. MayB disse:

    E eu achando que a Laurie tinha morrido!
    Eles conseguiram explicar tudo numa conversa simples. GENIAL.

  7. miguel disse:

    gostei muito do final, mas fiquei com a forte impressão de que, quem realmente sumiu foram os 98% e estamos acompanhando suas vidas na dimensão paralela, enquanto os 2% permaneceram na nossa dimensão.

  8. Angela disse:

    Também tive esta sensação…mas se os 98% sumiram, como eles continuaram nas suas casas…na mesma cidade…ou já esqueci a primeira temporada, estou fazendo confusão…

  9. Giovani disse:

    Começou com The Book of Kevin e terminou de forma linda e perfeita com
    The Book of Nora. Entrou para a história como uma das melhores series de todos os tempos!

  10. Alex NetCoder disse:

    Aqui de coração partido com o fim de uma das melhores séries de todos os tempos. E que final maravilhoso!

  11. Guilherme Gonçalves disse:

    dá pra extrapolar pensando em dimensões/tempos distintos num mesmo espaço, como em universos paralelos criados a partir da departure.

    Aí os 2% teriam ficado no “mundo original/normal” e os 98% no mundo louco de the leftovers…
    mas n acredito mt nisso nessa teoria n, pq um mundo onde só sobram 2% da população acho que se tornaria um mundo bem mais disfuncional que o dos 98%

  12. Marco Gonçalves disse:

    Tem coisa que é melhor não mexer

  13. miguel disse:

    Acho que eles não notariam que foram transportados, como as duas dimensões são iguais, eles teriam ” aparecido ” no mesmo local, o fato de estar em outra dimensão explicaria em parte as habilidades de Kevin, mais é só minha opinião.

  14. Adolfo Brás Sunderhus Filho disse:

    Propositalmente eu deixei para ver todos os episódios da terceira temporada de uma tacada só. Uma senhora maratona que comecei hoje as 10 horas da manhã e fui desenrolando durante a tarde, e terminei agora. O que posso dizer?

    Coração apertado, nó na garganta, olhos marejados. Impressionante! Fantástico! Perfeita! A melhor série que já vi em minha vida, não tenho dúvidas disso!

  15. Cleber disse:

    Belíssimo final!

  16. Ednaldo Moreira disse:

    Que final maravilhoso, vc decide o que quer. Pra mim Nora ficou na maquina até o final esperando que o grupo anti fraude da empresa entrasse em ação, interrompendo o processo e prendendo todo mundo.

  17. Gustavo Andre disse:

    Espetacular !!

  18. Valdo Lopes disse:

    Bem, ela poderia ter desistido e ter feito o irmão prometer não contar nada a ninguém.

  19. Lucas Lopes disse:

    eu preferia q fosse um apocalipse bíblico como a série nos levou em grande parte, principalmente pela primeira temporada ( a melhor claro e a única baseada no livro) aliás eu só vi a série pq um conhecido falou OLHA AI A SÉRIE DOS DEIXADOS PARA TRÁS, O ARREBATAMENTO ETC) mas embora esse última temporada tenha sido completamente maluca, sem nexo, aleatória, ela foi sensacional pq prendeu a gente, o kevin morria e voltava, o q era isso? apenas o problema cardiaco? delirios? ele “Morria” ia para uma dimensão dele, e ai? os 2 por cento sumiram então sem nenhuma relação com a volta de cristo? ets? radiação? kkk

  20. Lucas Lopes disse:

    se explicaram tudo me responde tudo ai rs eles n explicaram qse nd, mas foram tão bem q isso n fez falta, ainda rs

  21. Lucas Lopes disse:

    se kevin só os via quando “MORRIA” presume q eles estavam mortos tb, e a nora n foi pra outra dimensão porra nenhuma, isso é mto óbvio kk ela saiu do negocio la e ficou sem sentido da vida e sumiu

  22. Lucas Lopes disse:

    ela desistiu, o papo q ela contou foi mto furado e fiado kk

  23. Lucas Lopes disse:

    eles estão mortos, como teria spinoff rs

  24. Giovani disse:

    Eles estão mortos na sua opinião…

  25. Nicole Mello disse:

    Essa série não é para todos, jamais seria popular. Ela exige uma audiência calma e que sabe controlar sua ansiedade. Eu mesma nem recomendei para a maioria dos meus amigos, pq eles desistiriam ainda na 1ª temporada. Mas, quem conseguiu superar a agonia por respostas simples e rápidas teve uma recompensa enorme com os episódios finais

  26. Adolfo Brás Sunderhus Filho disse:

    Hoje, mais calmo depois do baque da maratona, posso dizer um pouco mais a respeito de “The Leftovers”…

    Estava refletindo sobre Leftovers e pensando em como essa série tem um paralelo com Fringe em uma coisa que aconteceu…

    Leftovers e Fringe sofreram de uma mesmo problema em seu início, em sua primeira temporada. Quando chegou ao final a primeira temporada de ambas as séries, a grande pergunta que pesava era: “Mas o que esses caras estão querendo fazer?”…

    E, no decorrer do desenvolvimento da série, ambas foram ganhando a crítica com roteiros intrincados, uma história densa, personagens cativantes e complexos… E, ao chegarem na última temporada, elas coroaram a própria história com uma última temporada perfeita, fantástica, inebriante!

    Assim como fiz em 2015, daqui alguns anos verei novamente The Leftovers desde seu início. Pois ela é dessas séries que merecem sempre serem revistas, revisitadas.

  27. Lucas Lopes disse:

    qse nd foi explicado, então tudo q alguém falar sobre os mistérios É APENAS A OPINIÃO MESMO

  28. Lucas Lopes disse:

    a diferença é q leftovers foi espetacular na primeira temporada, a melhor

  29. Adolfo Brás Sunderhus Filho disse:

    Como queira… Não tô querendo aqui fazer nenhum tipo de comparação e julgamento de qual é melhor ou pior… Pra mim ambas estão no panteão de melhores séries que eu já vi na minha vida… Esse panteão provavelmente é diferente pra vc, pois vc tem a sua vida… ;)

  30. Giovani disse:

    Então podemos imaginar que os 2% estariam vivos em outra realidade. Essa é a beleza da série.

  31. Sávio disse:

    Quando o Kevin “morria”, ele não via os que “partiram”, ele só via aquelas pessoas que haviam morrido na série.

  32. Leonardo Damaso disse:

    dimensão que NADA é Céu e inferno

  33. Leonardo Damaso disse:

    meu falecido pai está em outra dimensão
    eeeeeeeeeeeee
    bora lá

  34. Leonardo Damaso disse:

    e o povo do cigarro
    morrerão com uma bomba WTF
    tem lost na veia
    The Leftovers

  35. Leonardo Damaso disse:

    veja Rectify
    um SHOW
    totalmente humano sem ficção

  36. Adolfo Brás Sunderhus Filho disse:

    Cara… Nem me fala em Rectify… Sou simplesmente fissurado com esse seriado… Vi as três primeiras temporadas com o coração na mão, chorando em alguns episódios… E a quarta temporada é a última… Sério, ainda nem tive coragem de baixar a quarta temporada pra ver….

  37. klaus disse:

    ainda não vi a série, mas pergunto, é muito paradona? ou tem ação? ou é drama? tem suspense? qual ritmo?

  38. Renato Tesser disse:

    Kevin acionou as bombas nucleares depois de matar seu irmão gêmeo, o apocalipse aconteceu sim! A grande jogada dessa série é você determinar em qual “universo paralelo” você vive

  39. lyzhn disse:

    nao consegui ver, eu vi uns 3 eps, muito parada, nao se sabe o que esta acontecendo. eu não gostei, senti que estava perdendo tempo. vim ler aqui só para entender porque que td mundo gostou dessa série e estao tristes com o fim, eu não vi nada, achei um saco. minha opinião. bjs

  40. Guilherme Henrique disse:

    Série verdadeira pegadinha do malandro, vai do nada pra lugar nenhum. Vi ela com toda boa vontade mas até hj procurando toda essa filosofia e poesia que o povo viu

  41. leleskt disse:

    foi bom o final, mas deixou muitas duvidas, se os 2% foram papa aquele lugar, pra onde foram os que desapareceram de la? outro lugar totalmente diferente?mas ainda foi bom

  42. Lisiane Mentz disse:

    Amei assistir esta série ❤️

  43. Roger Takey disse:

    Curti demais a serie e sempre comparava com Lost, e so agora fui ver que um dos produtores é o mesmo do Lost!
    Assim como na vida, tem coisas que acontecem e ficam sem explicação, aconteceu em Lost e em The Leftovers.

  44. Noite Clara disse:

    eu desisti na 1 temp. só queria saber o q tinha acontecido com o povo q sumiu,pelo visto nao perdi nada,final meio brisado sem nexo

  45. Noite Clara disse:

    concordo com a lyzhn,muito chata e parada,ta explicado a falta de audiencia

  46. Porra. Assisti a série em 2 semanas e chegou esse final entendi nada x nada.
    Lost eu compreendi tudo. Final maravilhoso.
    Nao consegui me emocionar com NADA em Leftovers.
    NADA.
    Kevin morria e voltava mesmo, a ponto de Matt escrever um livro?
    OU era só uma doença cardiaca?
    Nao entendi nada.

  47. Claudio Bastian disse:

    Na minha opinião, na parte final, todos estavam mortos.
    Nora morreu na máquina e não quis voltar pq não achou seus filhos e não mais fazia sentido seu retorno. O Kevin morreu de parada cardíaca, como ele mesmo narrou. A sua ex mulher morreu no mergulho (no barco com oxigênio, lembra?).
    A Nora inventou a história que viu os filhos, e na criação da máquina para o “retorno” foi muito banal, era como se fosse fazer um bolo e pronto. Isso é cenário pós morte onde tudo tem suas facilidades, onde basta querer, conforme sua consciência (vide as “mortes” anteriores de Kevin).
    Lembrando que a história estava sendo vivida (na parte final) com uns 20 anos no futuro.
    Outro detalhe que mostra que eles estavam mortos e que a história final passa no interior da Austrália, pais este que os três morreram, logo, eles ficam nas redondezas.

    A história, em seu contexto geral, é bem maior, mas como a HBO não iria financiar além de 8 episódios da 3ª e última temporada, os diretores precisaram acelerar a série.
    Nesse caso, a história final não poderia está sendo vivida com eles vivos já que tudo está engendrado em cima das histerias, paranoias da sociedade e seus aproveitadores (vide o pessoal da máquina). Observe que a Nora apenas mencionou que o irmão havia morrido (na sua suposta visita ao mundo dos 2%) depois que Kevin havia dito, pois ele morreu bem depois dela, de ataque cardíaco.
    E vários outros detalhes envolvidos.

  48. Daniel Henrique disse:

    Pena eu não ter acompanhado essa série do começo ao fim quando foi lançada. Agora estou eu aqui depois de ter assistido o último episódio da série. Bom, ao meu ver a série tem dois finais:

    Final 1: Nora conseguiu atravessar e procurou e viu os seus filhos e o seu marido com uma mulher na qual estavam vivendo uma realidade alternativa que ao invés de 2% da população mundial terem sumido foram 98%! Então ela conseguiu voltar, viveu sua vida, superou o que tinha acontecido e afirmou para o Kevin que isso aconteceu. Fim, os dois viveram felizes.

    Final 2: Tudo o que a Nora disse para o Kevin no final foi mentira, uma história/fantasia inventada por ela com a intenção de mostrar para ele que ela conseguiu superar o dia 14 de outubro.

    Da de se imaginar, pois o Kevin sabe como a Nora é em relação aos filhos que sumiram e por isso ele também inventou aquela baboseira de inicio na qual ele e Nora só tinham se falado uma única vez no baile. Ele falou isso com a intenção de mostrar para ela que ele estava disposto a “esquecer” tudo o que havia acontecido para viverem uma nova vida juntos.

    Todo mundo sabe que a Nora não queria esquecer seus filhos e isso para ela era superar. Por isso ela fazia de tudo para sempre lembrar da dor de ter perdido sua família (na primeira temporada mostra isso bem explicito quando ela chama uma mulher para atirar nela, dando a entender que aquilo era o gatilho para ela sempre lembrar do dia 14).

    Sem falar também que nas últimas cenas do episódio final ela vai ao encontro de Kevin num casamento e lá o noivo fala algo sobre superação e deixar de cometer pecados/erros, então todos que estão com cordões (que representa seus pecados e erros) devem colocar numa ovelha que irá ser deixada em algum lugar e isso significa que a ovelha levará consigo todos os erros dessas pessoas fazendo com que agora todos pudessem recomeçar. – Então quando Nora esta voltando do casamento ela encontra a ovelha no caminho amarrada com todos esses cordões entrelaçados em seu pescoço e logo em seguida Nora tira esse animal de lá e leva para a sua casa. (Para mim isso significa que mesmo ela não tendo participado disso, ela sabe que essa ovelha representava superação e foi por isso que ela decidiu tirar todos esses cordões que estava na ovelha e ter levado ela para casa num ato de ‘não fiz parte disso, mas sei o que essa ovelha representa então vou desfazer isso’).

    Esse foi o meu entendimento do último episódio de The Leftovers. Vai deixar saudades <3 Já deixou saudades haha ;)

    Ata, qual o final eu escolhi? Eu escolhi acreditar na Nora, porém sei que lá no fundo o final 2 é o que mais faz sentido.

  49. Rob Lims disse:

    Esperava bem mais da série.

Deixe uma resposta

ss