FOTO: HBO

Por: Bruno Carvalho

The Vow: o inquietante documentário sobre a seita sexual NXIVM

Não foi há muito tempo que descobrimos sobre a seita sexual “NXIVM”, parte de um programa de coaching de executivos chamado ESP que trabalhava no controverso formato de “marketing multi-nível” – largamente conhecido como um esquema de pirâmide. Iniciada por Keith Raniere, um sujeito que fundou junto à ex-enfermeira Nancy Salzman uma espécie de “comunidade” de aprendizado que vendia workshops abstratos para “aumentar a felicidade por meio do auto-conhecimento” e com técnicas bastante controversas.

Logo, ele estabeleceu um culto sexual secreto dentro da organização, no qual as mulheres eram marcadas à ferro em suas áreas pélvicas com suas iniciais e às da atriz de Smallville Alison Mack, que recentemente se declarou culpada. Segundo as acusações, a atriz ajudou duas mulheres a terem relações sexuais com Raniere e recebeu benefícios financeiros pelo crime.

FOTO: CW

O mais interessante em The Vow é que o documentário, dirigido por Jehane Noujaim e Karim Amer, inicia-se com pessoas de dentro da seita que abandonaram o tal grupo de auto-aperfeiçoamento e que promovia uma “visão profunda e diferenciada das experiências de seus membros, destacando seu desejo universal de crescimento pessoal.”

O interesse de Noujaim no assunto começou em 2010, quando ela fez o workshop de introdução da NXIVM. O documentário em oito partes (das quais três já estão disponíveis na HBO GO) começa da mesma forma que uma iniciação a um dos programas da ESP o faz: aparentemente benigno, interessante e cativante, difícil até de entender como algo com um propósito “nobre” pode derivar algo tão vil.

Captado com riqueza de detalhes graças ao material largamente fornecido pelos ex-membros, bem como por imagens de arquivo e pesquisa extensa junto à própria empresa, a série mostra que Raniere, por meio de Mack, ajudava a recrutar mulheres para o programa intitulado “DOS” (Domínio Sobre os Submissos), na promessa de que o grupo ajudaria no empoderamento das mulheres. No lugar, a organização era um esquema de pirâmide que custando milhares de dólares e que acabou escravizando sexualmente várias mulheres utilizando coerção mental e até chantagem.

The Vow, assim, segue a linha de pungentes documentários necessários e desconfortáveis da HBO, como o supremo The Jinx e o recente Deixando Noverland. A história desenvolvida em tela ainda não acabou, seguindo com novos capítulos todos os domingos às 22h. Se tiver estômago, assista.

Os comentários estão desativados.

ss