Big Brother Brasil: Jogo da Discórdia de hoje é crítico para o sucesso da temporada
Big Brother Brasil: Jogo da Discórdia de hoje é crítico para o sucesso da temporada

Big Brother Brasil: Jogo da Discórdia de hoje é crítico para o sucesso da temporada

Um sinal de alerta acendeu na sala de operações do Big Brother Brasil na noite de ontem dos Estúdios Globo, quando as dinâmicas-padrão do programa (divisão VIP/Xepa, formação de paredão e prova bate e volta) não foram suficientes para colocar o jogo no modo full chaotic. Após dois anos apresentando inovações e diferentes formas para mexer com sentimentos e colocar emoções à flor da pele, Boninho, Dourado e o time de roteiristas precisam encarar agora um elenco mais escolado e pronto para rebater as bolas curvas e surpresas da produção.

Há mais de 20 anos, todos os elementos e dinâmicas do Big Brother Brasil são colocados para provocar e manter um nível de “estresse controlado” nos residentes, incluindo as cores, limitação de comida, privação de sono e álcool liberado. Às vezes funciona muito bem, em outras foge do controle (vide o caso Lucas Koka, do BBB 21), mas agora isso corre o risco de não ser suficiente.

A manchete do GShow na tarde de hoje dizia: “Brothers dão as mãos no jardim e cantam juntos“.

Big Brother Brasil
TV Globo/GShow

Sofisticados e esclarecidos, participantes como Tiago Abravanel, Pedro Scooby e cia. – numa resposta clara ao efeito Karol Conká do ano passado – começaram a pregar na casa de Curicica ontem a ideia de que “não precisamos nos matar” aqui dentro para que o entretenimento funcione. Neto de quem é, deveria saber que não é o caso. Hoje pela tarde, Vini, Jessi, Jade Picon e outros discutiam como lidar com as possíveis dinâmicas do Jogo da Discórdia.

“Não ligo se não me colocarem no pódio, viu gente?”, disse Vini; e “Influenciador pode ser visto de forma positiva também”, completou Jéssica, enquanto buscavam antecipar (e até burlar) o que os espera no jogo ao vivo com Tadeu Schmidt (aliás, ele finalmente está aprendendo a controlar a sala, e até fez uma pontual, necessária e objetiva observação com relação ao uso dos pronomes corretos de Lina).

Já Naiara Azevedo, que acendeu a chama do caos e ameaçou sair – chama esta que foi imediatamente apagada pelo bombeiro Abrava, diga-se -, está agora (17h45) feliz e se exercitando na grama com os colegas, liderados por Scooby e PA.

O elenco está se enchendo de endorfina e eliminando o cortisol da noite de domingo.

O Big Brother Brasil é uma das edições mais “lights” do mundo em termos de dinâmicas mais pesadas (procure quartos do BB Canadá, ou o Have Not das outras edições como a norte-americana), mas hoje Boninho e Dourado não têm a chance de errar. Se um contragolpe do Grande Irmão não vier logo para chacoalhar a turma, a temporada corre o risco de ser dominada por um elenco que simplesmente se recusa a jogar.