FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Grey’s Anatomy: O Horror

Grey’s Anatomy (6×23: Sanctuary; 6×24: Death and All His Friends): Eu não estava preparado. Você não estava preparado. Ninguém estava. Intenso, desesperador, aterrorizante: os mesmos adjetivos que podem ser utilizados para descrever o season finale de Grey’s Anatomy também servem para falar de Gary Clark. O que alguém que não tem mais nada a perder é capaz de fazer? O sujeito que perdeu a mulher da sua vida nos domínios do Seattle Grace/Mercy West Hospital não entrou lá apenas por vingança. Dilacerado ante a irreversibilidade da decisão de Derek Shepherd em pôr fim à existência de sua amada, o atirador quis buscar sua versão de justiça a qualquer custo, colocando fim também à existência de todos que cruzavam a sua frente. Shonda Rhimes criou uma situação impensável em que absolutamente ninguém estava a salvo. A cada encontro do Sr. Clark com os cirurgiões que se tornaram partes de nossas vidas ao longo dos últimos 6 anos, nós espectadores também tomávamos um tiro. Foram duas horas em que era impossível não se sentir desconfortável e indignado com o que estávamos vendo.

Reed, Karev, Charles e Shepherd certamente não foram as únicas vítimas desta tragédia, independente de terem sobrevivido ou não. Direta ou indiretamente, todos ali (e aqui) foram afetados por aquele infeliz. Médicos perderam amigos, companheiros. Bailey perdeu sua estabilidade. Meredith perdeu seu filho. Justo agora que ela estava em paz com seu destino e com suas decisões. Foi tudo devastado. E se em Sanctuary nós tivemos um vilão e em Death and All His Friends Cristina Yang surgiu como a heroína. Mesmo sem ser capaz de remediar o que ocorreu, a Dra. Yang conseguiu resgatar a última gota de esperança naquelas instantes com Derek na mesa de cirurgia. Ela voou solo como nunca antes, sem Burke, Han ou Teddy. Ela devolveu os sonhos ao McDreamy e sua intérprete, Sandrah Oh, se superou mais uma vez. Foi inigualável, foi insuperável e a partir de agora será impossível falar de Grey’s Anatomy sem falar do arrebatador final desta excepcional temporada. Shonda Rhimes acabou de conquistar seu lugar definitivo na mesa em que sentam os maiores mestres da televisão.

Deixe uma resposta

ss