FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Two and a Half Men Deverá Mesmo Continuar sem Charlie Sheen

Faltando pouco mais de 15 dias para o Upfront 2011, semana em que os principais canais da TV americana anunciam as novidades para a nova temporada, começam a surgir informações de fontes ligadas à CBS e Warner Bros. afirmando que o produtor Chuck Lorre está de fato trabalhando numa reformulação total de Two and a Half Men sem Charlie Sheen. Pelo que foi informado, a nova direção da série deverá dar mais foco ao personagem de Jon Cryer, Alan Harper, além de manter Jake e introduzir um novo personagem ainda a ser escalado. A ordem do canal, contudo, é a de manter o título Two and a Half Men a qualquer custo, devendo os produtores encontrar uma maneira criativa do show funcionar assim. A comédia é vendida para dezenas de países e gera milhões com o licenciamento de produtos e royalties com exibições e reprises. Encerrá-la do dia pra noite traria incontáveis prejuízos às empresas envolvidas. E aí, como você faria para continuar com a série sem Charlie Sheen?

25 respostas para “Two and a Half Men Deverá Mesmo Continuar sem Charlie Sheen”

  1. LuccasGB® disse:

    Não continuaria. Vai dar merda, é só sentar e esperar.

  2. Ana Luiza disse:

    Total fail. Vai ser o mesmo fiasco de The OC sem Marissa.

  3. Giovani disse:

    Infelizmente sem o Charlie acho que não dura mais de uma temporada.

  4. Gulliver disse:

    sei lá.. nao continuaria…mas se fosse continuar… daria um jeito d ficar o Alan o Jake e sei lá.. o jake ter um filho.. quem sabe?

  5. Pacha disse:

    Podem escrever não vai conseguir nem chegar a metade da temporada.

  6. clara disse:

    também acho que não irá durar muito tempo, tirar o charlie é tirar a alma do programa :l

  7. @ItsmeGordo disse:

    Pode até ser que de certo, mas tem que cuidar como vai fazer. Mas acho melhor eles continuarem de outra forma do que arrumar um substituto pro Charlie Sheen e dai sim acabar com a série.

  8. Vinicius disse:

    Acho q poderia colocar outro ator para fazer o Charlie e ficar por isso mesmo. O Charlie Sheen é um ótimo ator, mas a série não é um sucesso por causa dele, o roteiro é que é muito bom.

  9. Fabs disse:

    Fácil! Coloca a Berta no lugar dele.. hahahah (Y)

  10. Fernando disse:

    Sou o único fã que vibrou com a morte dela? Patricinha mimada e sem sal pra baralho! Odiava! hahahahahha

  11. Fernando disse:

    Tbm voto em mais cenas pra Berta! ahahaha. Vai ser um belo tiro no escuro, pq mesmo não curtindo muito o personagem, reconheço que o Charlie Harper era a cola que mantia os conflitos engraçados e tal.

  12. Lodisval disse:

    Com tantas cabeças pensantes para tomar decisões é de impressionar que não chegaram a uma conclusão simples : TWO AND A HALF MEN É CHARLIE SHEEN, sem ele será OUTRA SÉRIE, e o pior perderá na comparação com a original. Não há chance de sobrevida sem ele é só esperar e ver.

  13. Oto disse:

    Fernando :
    Sou o único fã que vibrou com a morte dela? Patricinha mimada e sem sal pra baralho! Odiava! hahahahahha

    heuheuehueh Quando aconteceu eu fiquei tipo “WTF!”, mas depois vi como ficou melhor… Ela tava muito chata, não aguentava mais os problemas dela…

  14. Gustavo disse:

    Não, substituir o Charlie Sheen está fora de cogitação. Eles não vão fazer o sacrilégio de substituir um ator para o mesmo personagem. Mas acho cabível ter um novo personagem tão “foda-se” como o Charlie. Enfim, eu sempre curtir mais o Alan, sempre, então, se enfoque será nele, ainda serei espectador COMO SEMPRE fui. O Charlie Sheen merece desprezo, pisou na bola e tinha que cair fora mesmo. Aí, diziam a mesma coisa sobre American Idol, que não ia durar ser o Simon Cowell, porque o cara era isso e aquilo, blá, blá, blá. No fim, eu não sinto a menor falta dele neste temporada de 2011 e, digo mais, a produção continua boa como sempre. Não duvido que a CBS consiga fazer mágica com a série. Afinal, Sheen não estava tão envolvido com TAHM quanto o personagem do Dr. House, que dá o nome à série. Então, acho que tudo está perfeito, só resta eles arrasarem com o roteiro e conseguir, quem sabe, até novos fãs. Torço para o sucesso.

  15. Gustavo disse:

    Só ficou ambígua uma coisa: quis dizer que o Dr. House, sim, tem total comprometimento com a série House, sem o Dr. House, sim, House não seria nada. Agora, TAHM, com ou sem Sheen, é TAHM. Sou fã do Alan, da Berta, da mãe do Charlie, da Rosie e outros que vira e mexe estão no elenco de novo. Todos bons.

  16. Fernando disse:

    Oto :

    Fernando :
    Sou o único fã que vibrou com a morte dela? Patricinha mimada e sem sal pra baralho! Odiava! hahahahahha

    heuheuehueh Quando aconteceu eu fiquei tipo “WTF!”, mas depois vi como ficou melhor… Ela tava muito chata, não aguentava mais os problemas dela…

    Eu não tinha mais paciência pra todo aquele mimimi dela! Morreu, acabou e pronto. Apesar de curta, curti demais a última temporada, especialmente o final.

  17. Rodrigo disse:

    Não pode ser alguém desconhecido. Teria que chamar alguém de peso, como Ricky Gervais ou até mesmo um hollywoodiano. Só assim.

  18. Com certeza não terá a mesma graça. Justamente quando estava no auge de Charlie Seen, com aqueles lances psicológicos e ele quase se ajeitando com uma esposa e não dando certo e talz. Acredito que não dará certo.

  19. Charlie Sheen é a alma da série. Será um lixo sem ele. O Cryer não segura a onda sozinho.

    Mas se continuar é inevitável e se tiver que ter um jeito de manter o título, eu acho que o ideal seria o Jake virar pai solteiro, ficar com o bebê e criá-lo junto com o Allan.

  20. gilkid disse:

    Além de The OC lembrei de outra que eu via muito: 8 Simple Rules.

  21. rgallo disse:

    Charlie Sheen fez sucesso fazendo uma versão “estereotipada” dele mesmo. A solução para a continuidade da série: outro ator na mesma situação.
    Que tal o excelente Randy Quaid; fazendo um tiozão com problemas na justiça, alcoólatra…
    Centrar a série no Alan: desta vez ELE é quem precisa aguentar um mala maior que ele.

  22. Dani Paixão disse:

    Acho que mais enfaze nos personagens, tipo Bertha( mó Mother fucker, dooooro), assim como inserir um primo distante que sempre foi muito mais”irmão”(* + ou menos o do amigo, q era o real bro do CS, o Emilio) do Charlie, por conta do estilinho vida loca, vidáaaaaaaaaaaá, de ser, pra tipo o Allan sentir que há uma coisa boa no caminho e ver que continua na mer…mesma coisa. Tipo uma mudança de sucesso pro “personagem” do Charlie, sendo que esse novo vai chegar, mas tipo ele deixa a casa em sua responsa e não com allan( mó sacana-gem). Enfim, um reboot, seria legal tb, O QUE NÃO PODE É DEIXAR, são ATORES EXECELENTES, TALENTOSOS e COMPROMETIDOS, numa série tão cool, cair em esquecimento, por conta de um retardado de cérebro frito, sem talento( porque o que tinha moeu, virou “pó”) que não pensou e não pensa em seus colegas! LANÇO AQUI UM DESEJO e maldição para o Charlie Sheen( vc não é mais Warlock do que eu sou Witch/bicth, U jerk) que ninguém queira mais trabalhar com ele!quem sabe ele um dia acorda, não é maluco?!? sorry, faz tempo que queria desabafar, sorry Bruno!

  23. Nash disse:

    Concordo totalmente com você. Não se trata de uma brilhante atuação de Charlie Sheen, e sim do carisma do personagem e da genialidade do texto. Entretanto, confesso que ver outro ator neste papel me deixaria bastante incomodado. Porém, se não houver jeito, que seja uma substituição mesmo! E resta torcer para que o substituto seja à altura.

  24. Cris disse:

    Não sou muito fã do Charlie nao, prefiro o Alan, a Berta, mas algumas “tiradas” ficam comprometidas com a saida de charlie.
    Mas estou torcendo p dar certo, adoro a serie.

  25. Cris disse:

    A proposito, essa de sair personagem central vem de longe né…
    Lembro bem qdo saiu o agente Mulder de Arquivo X.
    rs…parei de acompanhar.

Deixe uma resposta

ss