FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Sony Cancela Feirão de Joias Após Pressão de Assinantes nas Redes Sociais

Da assessoria do Canal Sony agora para a imprensa brasileira:

“SONY ENTERTAINMENT TELEVISION RETOMA OS REPLAYS DAS SÉRIES DO HORÁRIO NOBRE

Canal escuta assinantes através da rede social e retoma parte da programação

A partir do próximo domingo, dia 20 de novembro, voltam ao ar no Sony Entertainment Television, as reprises dos episódios inéditos do horário nobre. O programa TV Shopping que está sendo exibido durante esta semana, todos os dias da 1h às 3h, dará lugar para os replays das melhores séries da tv por assinatura.

O canal Sony tem o objetivo de oferecer a melhor programação de entretenimento para o assinante, e por isso escutou e avaliou algumas observações feitas por eles através das redes sociais e resolveu retomar a programação. A partir da madrugada de domingo para segunda-feira, o assinante pode novamente rever os melhores momentos e todos os detalhes das séries preferidas! Confira os horários de exibição:

Segunda-feira:
CSI – inédito: às 21h / replay: na mesma noite, à meia-noite.
Grey’s Anatomy – inédito: às 22h / replay: na mesma noite, à 1h.
Private Practice – inédito: às 23h / replay: na mesma noite, às 2h.

Terça-feira:
Revenge – estreia: às 21h / replay: na mesma noite, à meia-noite.
The X-Factor – inédito: às 22h / replay: na mesma noite, à 1h.

Quarta-feira:
CSI Miami – inédito: às 21h / replay: na mesma noite, à meia-noite.
The X-Factor – inédito: às 22h / replay: na mesma noite, à 1h.

Sexta-feira:
Desperate Housewives – inédito: às 22h / replay: na mesma noite, à 1h.

Sábado:
America’s Next Top Model – inédito: às 21h / replay: na mesma noite, às 4h.
Top Chef – inédito: às 22h / replay: na mesma noite, às 5h.

Acabou. A pressão funcionou. Esse imbróglio começou na última madrugada de segunda para terça, quando uma leitora informou que o Canal Sony estava exibindo infomercial de Joias no lugar da reprise programada de Grey’s Anatomy. O blog noticiou o fato naquele mesmo dia: a sessão Replay, anunciada pelo canal durante a programação, site e redes sociais, havia sido tacitamente cancelada e sem prévio aviso. Logo após a matéria, leitores de todo o Brasil começaram a protestar contra esta prática no Twitter e Facebook. Apenas quem possuía a seleção HD contratada (mais cara e com pouca disponibilidade) podia continuar assistindo às reprises normalmente. Enquanto muitos sites, blogs e veículos simplesmente ignoraram o fato (vi repercutido apenas na coluna de Patrícia Kogut, no O Globo e no SériesInSéries), nós insistimos. Mandamos diversos e-mails para a assessoria. Ligamos, cobramos uma explicação e encaminhamos os comentários negativos dos assinantes que, por óbvio, não receberam bem a notícia.

Indignado, o editor Bruno Carvalho publicou uma resenha ao “Episódio” do Feirão exibido na terça (veja o S01E02: Arremate de Marta) e seguiu ironizando a atitude do canal no Twitter. Ontem a situação ficou mais séria, já que a atração Saturday Night Live seria simplesmente cancelada, já que ela é exibida somente no horário em que o Feirão estava programado. A vitória é de vocês leitores e assinantes. A mobilização, os protestos e a indignação geral contra esta clara afronta ao Direito do Consumidor valeu a pena. Não somos contra comerciais. Sabemos que no mercado da TV por assinatura hoje ela é um mal necessário, mas há que se coibir abusos. Anunciar o Replay de séries e cancelar atrações inadvertidamente, sem reprogramá-las, não dá. Parabéns ao Sony por ouvir seu público, mas esperamos que da próxima vez o canal tenha um critério melhor para selecionar a quantidade e a qualidade dos seus anunciantes. Afinal, nós pagamos para assistir.

31 respostas para “Sony Cancela Feirão de Joias Após Pressão de Assinantes nas Redes Sociais”

  1. Lucas Baptista disse:

    Conseguimos! E se conseguimos acabar com o feirão, uma palhaçada, conseguiremos acabar com as séries dubladas, sem opção de legendas! Vamos lá!

  2. Georgea Alexandra (@geo2508) disse:

    Valeu a todos da Equipe do Ligado em Série! o/

  3. Fernando disse:

    Na AXN ainda continua?

  4. Georgea Alexandra (@geo2508) disse:

    Sou totalmente a favor Lucas! ; )

  5. Leo disse:

    Parabens ao Ligado em Série pela grande contribuicao nesta vitória.

  6. Raquel disse:

    Aêh! Vencemos, acho que foi o review a gota d’agua hahaha…

  7. Andréa Costa disse:

    Vitória!!!
    Agora a luta é contra as dublagens.

  8. Adorei! Parabéns ao blog pela insistência hehe.. ^^ o/

  9. Pedro disse:

    toma! muito bom galera, parabéns ao Bruno que liderou esse protesto e toda a galera envolvida! ahahha #winning

  10. Fabrício disse:

    Yess!! Resultado mais rápido que “Occupy Wall Street” rsrsrs…..e que mostra a força dos assinantes que exigem o que pagam! E o Canal Sony deveria escutar mais vezes seu público mesmo, afinal SOMOS NÓS QUE PAGAMOS ESSA P….!!! valeu Ligados em Série!

  11. Valdir Junior disse:

    Ainda Bem !!!
    Se todos canais prestassem atenção nos assinantes , não teríamos que aguentar aberrações como o caso do FX que mesmo com uma enxurrada de reclamações sobre a dublagem esta ignorando o apelo dos assinantes !!!
    Parabéns a todos !!!
    AGORA TEM QUE SER ABAIXO A DUBLAGEM !!!!

  12. larissa coelho disse:

    Serio,acho que eles não fizeram nenhum favos para a gente,o que fizeram foi a obrigação deles.
    sem mais.

  13. Bruno Costa disse:

    Temos que batalhar agora é contra a história da programação 100% DUBLADA! Espero que o canal também volte atrás com isso!

  14. Andragon disse:

    Infelizmente, o Sony só se adiantou, já que essas práticas deverão se tornar corriqueiras. A aprovação da nova lei para as tvs pagas, com a obrigatoriedade de um determinado conteúdo nacional, vai onerar ainda mais as emissoras, que, fatalmente, vão recorrer a expedientes como polishop, medalhão persa e congêneres. Diz-se no mercado que, tão logo a lei foi aprovada, um conteúdo nacional feito por uma produtora que anteriormente era “vendido” por mil dinheiros passou a ser “ofertado” por cinco mil dinheiros, assim, na cara dura. Ou seja, o que já era difícil vai se tornar ainda mais complicado. Isso sem citar os canais diferenciados que terão de ter conteúdo nacional e novo. Como será que ficaria um TCM, por exemplo?

  15. Wilian disse:

    Aeeeee!! Parabéns ao Ligado em Série pelo incentivo!!
    Como falaram, agora o próximo passo é acabar com a dublagem sem opção nos canais pagos!

  16. Cy disse:

    Nem acredito!!!! To ate emocionada!!!! kkkkk

  17. Reginaldo disse:

    Mandei mail p la tb reclamando. Fiz até ameaça de venda de produto enganado

  18. Juliana disse:

    Concordo totalmente.

  19. Juliana disse:

    A internet é democrática por isso: graças às reclamações do blog conseguimos mostrar nossa revolta. Por que se não fosse a insistência daqui, o canal exibiria essa porcaria pra sempre, já que reclamações individuais por email não dão em nada: eu reclamei aqui e logo em seguida o Bruno postou a reclamação; mandei um email pro canal no dia seguinte e até hoje não obtive resposta!

    Mas mesmo assim, depois dessa não pretendo mais voltar a assistir o canal.

  20. Adriana Leão disse:

    AHHEEE! CONSEGUIMOS!!

    Fica a prova de que estão de olho na gente e que levam a sério nossas opiniões. Como já foi dito, é a hora de provarmos que também somos contra a dublagem e a favor de opção legendada!

  21. Bruna Bottin disse:

    Os telespectadores reclamaram e foram escutados! Coisa boa ver um canal voltando atrás para agradar seu público.
    Sinal que devemos continuar com a nossa luta pelo direito ao áudio original, não apenas dublado.

  22. Kajá disse:

    Tem q continuar! A AXN ñ se pronuciou sobre o assunto…

  23. E_M_P_E_R_O_R disse:

    Agora so faltava ter legendas em pt/br pra TODAS AS SERIES E AUDIO ORIGINAL TAMBEM :)

  24. Tatiana disse:

    Parabéns ao Ligado em Série por ajudar a repercutir os tweets do pessoal que só queria ter a programação pela qual pagou, ao assinar o Sony. Mérito tb do canal, que soube ouvir a audiência e voltar atrás na decisão bizarra. Mas, ainda não entendo esse lance de eps dublados, pelamor!

  25. Darlan disse:

    Ótima notícia. Parabéns ao blog por incentivar o fim e ajudar na repercussão desse absurdo.

  26. karina disse:

    Até que enfim acessoria do canal sony voltou a usar o bom senso, o feirão dos horrores chegou ao fim nada mais justo para os assinates que pagam e pagam caro para assistir a uma programação diferenciada. Espero que o canal passe a atender as reivindicações do publico quanto a opção de audio original que também é de nosso direito decidir se queremos ou não ouvir a dublagem que é inferior ao som original.Parabéns a todos os assinates que protestaram quanto a este abuso, saibam que juntos nos somos fortes e garantimos que nossos direitos sejam respeitados.

  27. Estéfano Souza disse:

    Georgea Alexandra (@geo2508) :
    Sou totalmente a favor Lucas! ; )

    Realmente, essa prática caça-níqueis dos canais da TV paga é abusiva e vai contra qualquer tentativa de bom senso e de bom gosto. Dessa vez deu certo, mas o que impedirá essa prática de vez? Parabéns pra todo mundo que fez pressão (acompanhei via Twitter e mandei meus RTs apoiando a causa) e conseguiu pressionar a Sony.

    Sobre o fim das séries e filmes dublados, eu não sou radical como muita gente por aí: não sou contra os filmes dublados (eles dão mais audiência do que filmes exclusivamente legendados no Brasil, é FATO), mas num tempo em que a TV a cabo analógica já é coisa do passado, passou da hora das operadoras, juntamente com as emissoras da TV paga, darem apoio irrestrito ao telespectador de escolher em qual idioma quer ver sua atração favorita. E sim, eu prefiro as séries e filmes com seu áudio original, tirando raríssimas exceções.

  28. Francisco de Oliveira disse:

    Eu deveria ter comentado isso na época deste post; até pensei em comentar, mas acabei deixando pra lá. Hoje, graças a um comentário seu no twitter sobre a ganância dos canais, por não darem a alternativa à dublagem -triste, pois a dublagem é que deveria ser a alternativa-, lembrei do “mal necessário” deste post e gostaria de falar mais que 140 caracteres:
    Eu lembro que quando comecei a ter TV paga em 2005, se não me engano, o número de propagandas era significativamente menor. Os intervalos comerciais eram menores e se limitavam basicamente a exibir chamadas da própria programação do canal. E os programas terminavam uns 5, 10 minutos antes de começar o seguinte. De repente, os programas ficaram colados uns nos outros. O tamanho deles aumentou? Lógico que não.
    Eu lembro quando fizeram um campanha na época para chamar publicidade. E me senti com o azar de ter entrado na TV paga justamente naquele momento. Eu sabia que ia piorar.
    A TV paga sobrevivia muito bem sem propaganda. Você não se lembra da época que descrevi no início? Os assinantes têm crescido ano a ano no país, então, quando eu leio que propaganda é um “mal necessário”, me dá uma agonia da zorra, pois é dar ousadia para esses canais. As propagandas são cada vez menos necessárias. Por que seriam? Por que justo hoje, com renda maior vindo diretamente do aumento do número de assinantes, o comercial é mais necessário do que antes?
    Pois então, para mim, aquela ganância mencionada no twitter também se encaixa aqui. Assim, nunca vou engolir esse absurdo de publicidade como sendo algo necessário.

Deixe uma resposta

ss