FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Dexter: Sin of Omission

Por Bruno Carvalho

[Para discutir este episódio de Dexter, novamente abordarei uma teoria levantada por espectadores do drama acerca dos Assassinos do Apocalipse e que, se confirmada, trará spoilers da possível grande reviravolta na trama. Assim, continue a leitura a seu critério.] Aos poucos, e bem aos poucos mesmo, a 6ª temporada de Dexter caminha para confirmar a procedência da teoria de que o Professor Gellar vive apenas na imaginação de um perturbado Travis. Até o momento não o vimos interagir com absolutamente ninguém e todos os “atos físicos” que ele comete podem muito bem ter Travis como verdadeiro autor, ao exemplo do que vimos no episódio em que Bryan Moser “aparece” para Dexter. É irritantemente óbvio, também, como Gellar simplesmente surge para Travis em qualquer lugar: saindo de trás de uma parede, no jardim da casa da irmã no meio do dia e sumindo da mesma forma. É como se os roteiristas quisessem que percebamos a revelação futura. Já não dá mais pra não notar que estão nos enrolando.

Mais da metade da temporada passou e não temos um norte a seguir. Por que Dex está tão relapso? Ele sabe que Travis pode levar ao Professor Gellar (e, consequentemente, à verdade) e perde todo o tempo do mundo cuidando de problema menores. Não foi assim que Harry o ensinou e mesmo com a morte da irmã de Travis, ele não toma uma medida mais drástica. Além disso, toda a história do Irmão Sam, que se concluiu neste capítulo com o funeral do pregador, se mostrou vazia e inútil para o desenvolvimento do personagem principal. O tal “questionamento divino” e a polêmica discutindo a religião prometidos no início deste 6º ano se apresentou de forma superficial, servindo mais como pano de fundo para a também inconstante história do Assassino do Apocalipse (sim, passarei a referir a ele no singular). De fato, os únicos aspectos positivos deste lento e aborrecido episódio foram os confrontos entre Deb e Dexter, estes sim capazes de potencialmente render e salvar esta irregular temporada. Veja, a omissão de Dexter em sua viagem ao Nebraska – agindo desconforme o Código de Harry ao matar o dono da pousada – pode desempenhar um papel fundamental para levar Deb descobrir a verdade sobre seu irmão, ainda que parcialmente. Resta saber se serão suficientemente corajosos para tanto, já que até agora quase todos que sabem sobre Dexter estão incapazes (como o velho Padre), mortos ou ausentes (como Lumen). Sou fã incondicional de Dexter, mas até agora esta temporada está se tornando indefensável e me preocupo com os rumos da produção, renovada até 2013…

O episódio de amanhã se chama Get Gellar. Tomara que sejamos surpreendidos.

20 respostas para “Dexter: Sin of Omission”

  1. Saulo disse:

    Será? Faz sentido – se o Professor de fato morreu há três anos, é por isso que ninguém mais o encontrou. Eu achei frustrante a sugestão de que o Professor teria fugido pulando a janela! Pareceu inverossímil, para um homem da idade dele – pelo que eu entendi ele é mais forte do que o Travis apenas psicologicamente, no que se refere à coragem para cometer os crimes.

    O furo desta teoria, no entanto, é que o Dexter sabe que tanto seu pai quanto seu irmão são fantasmas. Com o Travis não deveria ser o mesmo, Bruno???

  2. Wilian disse:

    Como a série foi renovada para mais duas temporadas , não acho que a Deb vá descobrir sobre o irmão nessa. Se as próximas temporadas forem as últimas, aposto que Deb descobrirá no final da 7ª e veremos as consequências disso na 8ª.
    Claro, eu adoraria ver isso acontecer agora na season finale.
    Sobre a teoria, também acho que já está na cara que Gellar não existe(mais) e é fruto da imaginação de Travis.
    E a Laguerta que resolveram colocá-la em um mistério que não me empolgou?
    O melhor desse episódio realmente foi a relação de Deb com Dexter.Li por aí que estão achando Michael C. Hall e Jennifer Carpenter desconfortáveis em cena,após a separação. Mas eu não percebi isso e ,se houver, acho que é uma tensão dos personagens e não dos atores.Sei lá…

  3. Jpb disse:

    Na verdade, o que deveria ser uma temporada sobre relogião, virou uma temporada sobre dark passengers, como mostrou o episódio Nebraska. O Dex jah não é o mesmo bá tempos e ele tem deixado o Código do Harry de lado várias vezes e se mostrado irregular – por uma lado isso me irrita, por outro mostra que a cabeça dele vem se enchendo com diversas questões, o que mostra um avanço do personagem.
    Mas eu rigo ao Irmão Sam – que Deus o tenha – que esses último 4 episódio que estão por vir se apoiem em algo mais do que o jah furado twist do Gellar morto, senão, por mais que eu esteja gostando da sexta temprada, ela vai realmente afundar feio!!!

  4. Bruno Carvalho disse:

    Existem níveis maiores/piores de perturbação mental, esquizofrenia, múltipla personalidade… Plausível Travis acreditar que Gellar é alguém (e ele mesmo pode ter matado Gellar em virtude de algum desentendimento).

  5. Thiago Chaves disse:

    Eu não acho que a temporada esteja irregular e não vejo motivos para tanta preocupação.

    Quanto a probabiliade de ser um único assassino…pode ser sim. E se for, não vejo isso como forçado, muito pelo contrário.

    Obs: Aquela confissão com o padre velho foi ou não foi uma referência ao ‘O Poderoso Chefão’ ? Eu acho que foi! =P

  6. Liana disse:

    Concordo com o Thiago Chaves. Vcs estão pedindo muito, que saco?
    Pq Dexter tem sempre que seguir o código de Harry? As pessoas podem mudar.
    Pq vcs acham que a passagem do Brother Sam foi em vão? Foi nada, só não foi para o que VOCÊS acham que tinha q ser. Eu adorei B Sam, a amizade deles foi legal demais e os pontos de fé envolvidos, foram muito bons.
    Quanto ao Nebraska, LÓGICO que Dexter não seguiu o código de Harry, ele estava irreverente, irresponsável e impulsivo, tomado pelo irmão! Tb achei demais esta sacada dos roteiristas!
    O gde problema de vcs é acharem que a série tem q ser receita de bolo, cada vez de um sabor diferente! NÃOOOOOOO
    Também dou Graças a deus (kkkkk) que os roteiristas não se enveredaram por este caminho e não tornaram nosso cético em um cordeiro de deus!
    Quanto ao Travis/ Gellar, acho provável a presença de um dark passenger, inclusive pelo tweet

  7. Liana disse:

    Que recebi esta semana do Showtime-Dexter, mas aí sim acho que poderemos ser surpreendidos, inclusive em ser ou não um Dark p….
    A série é muuuuito boa e vibrei muito com a renovação!

  8. Juliana disse:

    Concordo com a Liana e o Thiago, acho que a temporada está esquentando agora – a um mês do fim, como tem que ser. Os episódios que passaram até então eram preliminares para o grande ato, que começa, evidentemente pelo título, no próximo. Se as séries pegassem fogo em todos os episódios, ficaria uma coisa muito esquizofrênica e sem parâmetro…
    Mudando de assunto, ninguém considera a possibilidade de Gellar aparecer em espírito ao Travis, uma vez que a temporada é religiosa? Não que a ideia me agrade, mas é uma possibilidade.

  9. Flávio disse:

    No episódio anterior a esse até deu pra engolir que Dexter ia ser tomado totalmente pelo seu dark passenger de uma vez por todas, quando não, no final volta como era antes, assim como a Camila comentou em outro post, o Harry é o dark passanger do Dexter ainda controlado, não sei como os roteiristas vão conseguir explicar isso futuramente, mas pra mim foi sem pé sem cabeça, uma vez que Dexter já matou algumas pessoas sem ao menos verificar se eram serial-killers ou não, vide 3º temporada, e também no começo da 5º temporada, aonde ele tinha muito mais motivos para ter pedido total controle dos impulsos para o seu lado “Brian”, e não aconteceu, gosto da série, mas depois do começo da quinta, percebi que a qualidade caiu muito, muitas brechas, coisas bobas no roteiro…espero que não continue assim, torcia na quinta temporada, quando ainda não tinham confirmado a sexta, que Dexter morreria de uma vez, mas toda temporada é quase a mesma coisa, já não tem pra onde evoluirem, Dexter, irmão assassino, e a Deb, qual personagem ainda é importante para evoluir na série? Enfim ainda tem mais 4 episódios, até lá vamos ver se essa temporada engrena.

  10. Nicholas disse:

    Relapso mesmo. Foi risível ele parando o carro praticamente em frente a porta da igreja abandonada (e por consequência, supõe-se: silenciosa) e descendo como uma criança serelepe somente para ouvirem-o assim que botasse o pé dentro.

    Pelo menos foi consistente, haha. Pior se ninguém tivesse ouvido.

  11. André disse:

    No momento em que Dexter mostra a biblia a Travis podemos ver uma imagem que representaum triangulo e o olho no meio dele formados por sangue. Isso representa a filosofia maçônica e iluminatti (a qual a série sugere a correta a ser seguida ), mas calma.. não quero entrar naquele blablabla de teoria da conspiração, só acho que é essa a mensagem que os roteristas querem passar nesta temporada, uma verdadeira crítica a religião e a igreja. Independentemente de Gellar estar vivo ou não, ele representa a personificação da igreja católica com tds seus abusos históricos com a humanidade.

  12. Pois é, acho que o pessoal ae, inclusive os críticos do site estão exagerando dizendo que Dexter perdeu o rumo etc… Po, como o camarada ali em cima disse, se Dexter for todo o tempo, matando e desovando corpos na corrente marítima ia ficar chato com o tempo não acham? tem que variar mesmo, por isso séries como Dexter e Weeds prendem minha atenção depois de tantas temporadas. Burn Notice é um bom exemplo de receita de bolo que já abandonei na 4ª temporada. Outras séries como Supernatural ainda me fazem ver o episódio toda semana, mas isso mais pela simpatia que sinto ao ver os irmãos do que pela qualidade da série em si, mas é raro. Pra mim Dexter está excelente como nas outras temporadas, o fator religioso foi bem introduzido, talvéz para confrontar Dexter com coisas que ele não sabe como funciona, no caso, religião. Enfim, que venha mais duas temporadas e que variem o comportamento do Dexter frente à situações estranhas pra ele.

  13. Matheus disse:

    Tipo quando vi o vídeo preview do Ep de hoje, aparecia o Dexter e o Travis juntos para matar o Gellar, e a Deb um pouco desconfiada sobre o Dexter em uma rapida cena, sera que o Gellar realmente esta morto e estando o Dexter e o Travis juntos poderia levar na captura dos dois pela policia e os verdadeiros assassinos do apocalipse seriam Dexter e Travis e não Gellar e Travis, ja que para a Deb que não via o Dexter como religioso poderia explicar a aproximação dele como o Brother Sam. Só uma teoria, eu acho meio dificil dele ser pego nesta temporada acho que sera na proxima, vai saber!

  14. Carlos Frederico disse:

    Dexter, o seriado, tem a mania de ir soltando as pistas devagar, de ir revelando aos poucos atiçando a curiosidade, e acho que a 4a. temporada foi o pináculo disso, com um final que finalmente nos rendeu algo que fez valer todo o suspense.

    A 5a. temporada também causou um bom impacto em mim, mas o final foi bem anticlimático. Eu achei que dexter realmente correu perigo de ser descoberto na 5a. temporada, ele estava muito relaxado e tinha o Liddy espiando o dexter. O cara morre, o quinn tem a faca e o queijo na mão pra saber que dexter que matou o liddy. Sem falar que só sangue na bota não era a única prova de quinn e liddy agindo juntos. Mas na sexta temporada laguerta pos tudo debaixo do tapete.

    Sobre o codigo de harry, mesmo que dexte mate alguem acidentalmente, ou de forma porca, o código se aplica quando ele faz a limpeza da area do crime. imagino que aquele cara que ele matou a esmo no banheiro no inicio da 5a. temporada com certeza foi ensacado e enviado pro mar.

    Mesmo ele com brian, ele seguiu o código, afinal ele estava preocupado em como esconder o corpo. Talvez mais relapso, mas ainda assim ele não abandonou o codigo.

    Sobre brian, vale lembra que na segunda temporada ele nõa conseguia matar ninguém graças ao “imaginário” brian. não conseguiu matar o chino nem o padre voodoo cego.

    A sexta temporada está indo bem, acho, mas o fato é que qualquer surpresa que estejam reservando pra nós não seja surpesa de maneira alguma: Se gellar for um dark passenger imaginário, qual a surpresa disso se tudo indica que é isso mesmo? Estão forçado a barra para parecer que ele seja imaginário. Então, ele ser real SERIA a supresa, certo? bom, mas não uma surpresa agradável, visto que foi uma forçação para que pensemos que ele seja falso para depois dizerem que ele é real.

    Teriam de incluir um elemento extra pra ser surpreendente, como gellar estar vivo mas não ter nada a ver com os assassinatos, talvez mantido em cativeiro pelo próprio travis. E o gellar que ele vê seja imaginário.

    Seja como for, gostaria de ver o travis em sua forma maléfica e assassina, como ele desmembrou aquele cara, etc.

    Me lembro de o davi garcia dizer lá no dude news que dexter não admitiria um final feliz para o personagem. Eu até imagino um final feliz para o personagem, mas não um final feliz tradicional. Alguém aí falou em poderoso chefão, e eu acredito que embora don corleone tenha perdido a filha, creio que o filme teve um final “feliz” para seu personagem, que morre de velhice na terra de seu pai.

    Ah, sobre tramas paralelas bobas, elas acabam esquecidas. Essa laguerta chata não vai dar em nada, o quinn nunca mais vai nem desconfiar do dexter, o assassinato de liddy não vai dar em nada, etc.

  15. Flávio disse:

    Pegando o comentário que o Bruno fez ali em cima, se parar para pensarmos faria até sentido se Gellar realmente for outra pessoa, seria a única coisa que realmente surpreenderia mesmo, se o Gellar que Travis vê realmente for outra pessoa, alguém que ainda não foi apresentando a trama, acho dificil, se for também teria que ser bem convincente o modo como encaixariam ele no meio de toda essa história que desenrolou até agora, não sei, é só especulação, Brother Sam poderia render mais na trama acredito eu, boa noite.

  16. Cabral disse:

    Este blog estava certo. Gellar = Tyelr Durden.

  17. Nicholas disse:

    Gellar = Tyler Durden.
    Dexter = Pulou o tubarão.

  18. Carlos Frederico disse:

    bom, ainda bem que não esperaram até o fim da temporada né? agora sim esses três episódios que faltam surpreendam de vez ou assumem a mesma preguiça de finais.

    Vamos ver se a terapeuta não saca que dexter é psicopata, e se o nerd que comprou a mão do ice truck nõa se revela um assassino ainda mais sombrio…

  19. Have you given any consideration at all with translating your current site in to French? I know a several of translaters right here that will would help you do it for no cost if you wanna get in touch with me.

  20. Ary disse:

    Devemos lembrar do filho do Trinity. Ele também sabe que Dexter é um assassino. Tudo o que eu pressentia está ocorrendo! Debra tenente, Geller morto, Travis é louco… Estou pressentindo mais algumas coisas.. Louis Green é, de alguma forma, irmão de Dexter; alguém mais vai descobrir o que Dexter faz. Por ora, só.

Deixe uma resposta

ss