FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Dexter: Ricochet Rabbit

Por Bruno Carvalho

[Contém spoilers] Finalmente. Depois de gastar boa parte da temporada preparando o espectador para uma reviravolta que já era esperada por todos, Dexter retomou o seu bom ritmo. Agora que Dexter Morgan sabe com quem está lidando – um assassino perturbado e louco, como de costume – os momentos de tensão retornaram. Mas antes o drama vislumbrou um pouco da confusa mente de Travis Marshall, um fanático religioso que tem sérios problemas com a realidade e, utilizando a potencialidade da Internet, encontrou seres igualmente perturbados. Essa é uma verdadeira receita para uma dessas tragédias pós-modernas que de tempos em tempos estampam os noticiários. Ainda que previsível em alguns momentos – como naquele em que o analista sanguíneo mata o sujeito no barco achando que era Travis e você certamente sabia que não era -, a temporada está tomando a forma que deveria, conectando aos poucos as várias histórias paralelas.

Pra mim é inevitável que esta recente “aceitação” do irmão por Deb, o caso do Comandante Matthews com a prostituta morta, a desídia de Quinn e o tal jogo do estagiário de Masuka desempenharão papeis fundamentais para algum tipo de desfecho realmente surpreendente. Isso é o que eu esperaria de um bom roteiro, que há tantos episódios vem desenvolvendo tais tramas.Voltando ao DDK, é irritante notar que Dexter rotineiramente sabota a Polícia de Miami e falha em pegar o bandido. Ora, essas “mortes” adicionais não vão sopesar em algum momento? Quantas vezes ele deixou Travis fugir, mesmo antes de saber que Gellar estava morto? E agora Baptista em perigo… Dexter nunca esteve tão relapso. Será que temos algo aí? Será que ele deixou passar alguma coisa? Inevitavelmente, Dexter terá que correr contra o tempo para entregar uma temporada acima da média e eu só consigo imaginar isso ocorrendo de uma forma: Dexter ser descoberto por alguém próximo. Talvez seja utopia esperar isso de roteiristas que andam com medo de ousar, ainda mais com o drama renovado por mais duas temporadas. Mas que seria interessante e bem-vindo, ah seria…

20 respostas para “Dexter: Ricochet Rabbit”

  1. Bruno Leal disse:

    Acho que o serial killer da próxima temporada vai ser o estagiário. E ele tbm vai descobrir sobre Dexter nessa temporada! Meus palpites =)

  2. Mark disse:

    Eu tb creio nisso, Louis tem uma espécie de obsessão por assassinos, vimos isso com seu estranho gosto por objetos como a mão do caso ITK, seu jogo onde o protagonista eh um serial… Será que seu dark passenger esta aflorando ?

  3. Na verdade, acredito que o estágiario já sabe que Dexter é um serial killer!

  4. Nicholas disse:

    Dexter ser descoberto por alguém é a única coisa que pode melhorar o nível com tanta coisa tosca acontecendo ao mesmo tempo.

    Se realmente o estagiário se tornar “o serial-killer da próxima temporada”, isso já mostra o que a série se tornou.

    A terceira temporada já era o prenúncio da mediocridade.

  5. Robson Sobral disse:

    Saudades de quando o Dexter só olhava para a câmera de segurança, só enfiava a evidência no bolso e conferia depois, só discutia com o Harry quando interessa à narrativa… O que mais me incomoda é esse monte de falas expositivas. Que saco!

  6. Raquel disse:

    Uma teoria: E se ele for descoberto pela babá do Harryson, e o Dexter matá-la aí tod mudo vai desconfiar do estagiário, aí o estagiário pra provar ser inocente vai atrás do Dexter e realmente descobre tudo…

  7. Nicholas disse:

    É verdade.

  8. Isabel disse:

    Eu acho que o stag do Masuka está monitorando todas as buscas do Dexter na internet. Já repararam que ele agora só usa aquele buscador? E que toda hora o computador aparece mesmo que não tenha nada importante na tela?

  9. Anna disse:

    A Debra vai tentar ter um caso com o Dexter.. anotem o que estou falando! Todas as cenas com a psicóloga mostram 2 coisas: Que Dexter tem muito em comum com vários assassinos e que ele é o ‘porto seguro’ que a Debra sempre buscou em outros homens.. e bem, vcs viram a promo do ep 11? Ela olhando a boca dele? E a cena desse ep. que ela conta que ia dormir no quarto dele e blablabla, que não é estranho pq eles são irmão? Bem, eles NÃO SÃO…

  10. Raquel disse:

    Tmb tem uma forte suspeita de que isso vai acontecer, desde o episódio passado, nmg me dava crédito, agora vejo outros pensando a mesma coisa.

  11. Bruno disse:

    Bem dessa cara, eu não aguento mais a série explicando cada conclusão que o Dexter tem, cada decisão que ele toma. Os diretores dessa temporada são fraquíssimos!

  12. Higgo Braga disse:

    Sempre disse a meus amigos que a temporada dos sonhos da série seria uma focada em Deb x Dexter. Tá mais que na hora dela descobrir e acho uma falta de colhões incrível – ou um enrolation desnecessário – que isso ainda não tenha acontecido. E agora que a série foi renovada, vejo que esse momento está cada vez mais distante. E vai ser muito, muito frustrante se um clímax como esse seja digno apenas de uma cena no final definitivo da série. Espero mais coragem dos produtores.

  13. Thiago Chaves disse:

    Eu espero sinseramente que a série não vá por esse caminho que vocês levantaram, um romance entre “irmãos”. Isso seria absoluamente ridículo!

    Quanto ao nerd, Louis. Eu não acho que ele seja um assassino coisa nenhuma.

    Quanto aos que estão reclamando e reclamando…e só reclamando sobre o andamento da sériem, vocês nem sabem sobre o que reclamam. A temporada está indo muito bem!

    E essa teoria levantada pela Raquel…é ridícula. Faça-me o favor!

  14. Gostei dessa temporada como um todo, mas principalmente a reviravolta que a Deb sofreu – eu sempre a achava chata demais e agora tô gostando muito.
    Eu só achei que o seguidor do Travis lá, o que morreu, tinha um motivo meio besta pra fazer o que fez… sei lá, não gostei muito.
    Espero muito dos próximos episódios, acho que vai ser tensão até o fim.

  15. Jr. disse:

    Acredito que com todas as sugestões que estão sendo dadas, que a Debra descobrirá sobre Dexter.

  16. Bruno Fernandes disse:

    Thiago, acho que você não anda lendo nem os reviews nem as críticas dos colegas de site e série.

    Dexter piorou, isto é fato. Por que é fato?

    Texto ruim. O texto ruim possui duas espécies. A primeira são os diálogos. Expositivos, sem propósito e fracos. Dexter nunca teve um texto raso. As análises da Debra e as suas conclusões sobre o Dexter, que são muito rápidas e incoerentes com a personagem, mas do tamanho que os roteiristas querem para manter a “normalidade” da relação entre Dexter e sua irmã são um exemplo desta primeira espécie.

    Outro exemplo é a forma rápida e superficial como Travis que vem negando a morte do Gellar a três anos, superou esta morte e “queimou” seu guru.

    A segunda é o desleixo na amarração dos acontecimentos. Putz, neste último episódio o Dexter ergueu um cadáver numa âncora em plena luz do dia e não se preocupou em abaixá-la. Ou, o tempo entre o assassinato do episódio passado e crise de doideira do Travis.

    E a chatice do “dark passenger”, que é utilizado futilmente.

    Sabe estes parecem “pequenos detalhes” mas fazem toda a diferença.

  17. Thiago Chaves disse:

    Bruno Fernandes :
    Thiago, acho que você não anda lendo nem os reviews nem as críticas dos colegas de site e série.
    Dexter piorou, isto é fato. Por que é fato?
    Texto ruim. O texto ruim possui duas espécies. A primeira são os diálogos. Expositivos, sem propósito e fracos. Dexter nunca teve um texto raso. As análises da Debra e as suas conclusões sobre o Dexter, que são muito rápidas e incoerentes com a personagem, mas do tamanho que os roteiristas querem para manter a “normalidade” da relação entre Dexter e sua irmã são um exemplo desta primeira espécie.
    Outro exemplo é a forma rápida e superficial como Travis que vem negando a morte do Gellar a três anos, superou esta morte e “queimou” seu guru.
    A segunda é o desleixo na amarração dos acontecimentos. Putz, neste último episódio o Dexter ergueu um cadáver numa âncora em plena luz do dia e não se preocupou em abaixá-la. Ou, o tempo entre o assassinato do episódio passado e crise de doideira do Travis.
    E a chatice do “dark passenger”, que é utilizado futilmente.
    Sabe estes parecem “pequenos detalhes” mas fazem toda a diferença.

    Bruno, agora sim, concordo com tudo que você disse.

    Também acho que a série caiu um pouco nessa estapa final. Sobre os reclamões, me referia a aqueles que reclamam desde o início da temporada.

    Mas o que está me tirando do sério e esse absurdo que estão planejando fazer. Sobre os sentimentos da Debra para com o Dexter.

  18. Susi disse:

    Agora que a Debra já descobriu que o Dexter é um assassino, vcs acham que ela vai pirar? Como ainda teremos mais 2 temporadas com ela sabendo que ele é um serial killer? Essa foi uma ótima temporada. Mal posso esperar pela próxima.

  19. Anônimo disse:

    PQP, olha o spoiler, maldita.
    Não tem moderação nos comentários?

  20. Breno disse:

    Não acredito que houve descuido ou mediocridade dos realizadores da série Dexter.
    Desde o inicio da série o protagonista vem sofrendo alterações, diretamente vinculadas a sus novas vivências.
    Quando se casa, é obrigado a mudar seu estilo de vida e com isso o modo e estratégias de seu vício (Dark Passenger).
    O bacana do seriado sempre foram as inadequadas e impertinentes interrupções e aparições dos coadjuvantes, para nós que estavamos na mesma sintônia que o personagem, quando Dexter estava para realizar algum assassinato ou encontrava-se assoberbado de obrigações como pai, marido e serial killer.
    Atualmente Dexter encontra-se viuvo (sofrendo de seu modo distorcido a morte da esposa), pai (e aqui sim deminstra amor pelo filho) e em um conflito existencial no que tange a sua religiosidade. Sendo que esse conflito esta atrelado e influênciado pelas duas novas condições de vida de Dexter.
    Ele errar é a demonstração do atual conflito existencial de Dexter.
    Quanto a ele ser descoberto ou ter um affair por/com sua irmã de criação, é algo que deve ocorrer no último episódio da última temporada da série, onde Dexter é morto por sua irmã.

Deixe uma resposta

ss