FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

A Decepcionante Alcatraz

Por Davi Garcia

[com spoilers dos episódios 1×08, 09 e 10]Espiritualidade é para quem busca entendimento. Religião para quem busca recompensa.” Quem estivesse zapeando pelos canais e assistisse Alcatraz pela primeira vez no momento que essa bela frase foi dita no episódio 9, “The Ames Brothers”, poderia até pensar que existe uma certa profundidade nos diálogos da série ou mesmo que seus roteiros privilegiam discussões interessantes em meio ao mistério que sustenta a trama da produção. Pena que aquela cena especificamente represente apenas um brevíssimo lampejo dos textos da série e que Alcatraz siga, mesmo após 10 episódios, com um desenvolvimento desconexo e preguiçoso tanto de seus personagens quanto de sua história com potencial, mas que nunca sai do lugar. E se por um lado até poderíamos encarar como pontos positivos as pequenas indicações dadas nestes 3 episódios mais recentes a respeito das motivações por trás dos experimentos ocorridos na prisão (manipulação [1] de comportamento, como revela o ep. 8 “Clarence Montgomery” sobre um cara que fora preso injustamente e só depois, em função dos testes, se torna um assassino e [2] genética como sugere o ep 10 “Sonny Burnett” sobre um cara ultra violento e que adquire uma capacidade regenerativa que impressionaria até o Wolverine), por outro não dá para ignorar as escorregadas bizarras que a série insiste em repetir episódio após episódio.

Neste contexto, como ignorar aquele momento em que Rebecca e Soto, mesmo após já estarem envolvidos de cabeça nas investigações sobre os retornados, finalmente concluem que ‘algo de muito estranho’ (ohh!) deveria ocorrer em Alcatraz nos anos 60, ou mesmo aquele que aponta uma justificativa por trás de (quase) tudo como sendo fruto de um esforço do diretor da prisão para lançar uma cortina de fumaça que o permitisse concentrar-se na busca do lucro fácil que as barras de ouro escondidas num ponto secreto da ilha poderiam lhe dar? Exemplos à parte, o fato concreto é que a ideia promissora da série, infelizmente, jamais correspondeu às expectativas que alimentei na estreia e que Alcatraz é mesmo a grande decepção recente da TV.

Em tempo, vale destacar que a continuidade da trama de Alcatraz é tão irrelevante e descuidada, que a Fox americana só foi exibir o episódio 8 na segunda-feira, 12 de março, uma semana após ter exibido o 9 e o 10, o que claramente comprova a total ausência de um desenvolvimento mais apurado de roteiro que trabalhe em prol de uma narrativa mais atraente e minimamente interligada. De positivo disso tudo? A certeza de que faltam apenas 3 episódios para que a temporada acabe e a FOX anuncie o cancelamento da série.

19 respostas para “A Decepcionante Alcatraz”

  1. Paulo Trevisan disse:

    Olá Davi,

    Muito bons os comentários.
    Eu assim como você compartilho da mesma opinião. É triste ver uma série que tem tudo para ser uma boa série. Esbarrar em problemas de roteiro.

    Como já foi comentado em dezenas de lugares: Alcatraz está tentando, fazer o que Fringe fez.

    E o que Fringe fez?
    Fringe começou como procedural, e no decorrer de sua história ouve uma inversão. Aonde o procedural passou para segundo plano e a Mitologia (Ou a história) própriamente dita passou ser o foco central.

    Eu me lembro de assistir a Fringe, e ver aqueles procedurals. Que eram medianos. E derrepente a mitologia começa a crescer na nossa cara. Que rapidamente vira uma coisa que é sensacional.

    O problema de Alcatraz, é que os procedurals não são bons. Eu me lembro de assistir um episódio inteiro de Alcatraz onde só ocorreu o procedural. E eu me lembro que eu fiquei com bastante raiva. Eu não queria procedural eu queria Mitologia!!!

    O fato é que Fringe, nos deixou acostumados com a Mitologia. O que interessa pra mim numa série como essa é a mitologia. Não é mais o procedural.

    Infelizmente, ou felizmente sei lá. Essa série não vai durar. E é uma pena porque tinha tudo pra ser boa.

    Bom é isso aí
    Até a próxima.

  2. Ketsura disse:

    Mais 3 episódios, que merda em.

    E tem notícias de The Finder? Nunca mais assisti esse seriado…

  3. Igor disse:

    Tbm to achaando um saco a série. Como já vi 10 eps. ver mais 3 não via mudar nada.

  4. Neysângela disse:

    Não sei se eu entendi errado, mas além de descuidada, a falta de continuidade dos episódios apresentou informações contraditórias. No 1×10, o Dr.Beauregard fala das próprias curativas dos experimentos feitos nos prisioneiros, que estariam reaparecendo sem as doenças do passado. Mas em Clarence Montgomery, este continua doente, e é justamente seguindo a pista deixada pela compra de seu remédio que Rebecca e Soto o localizam.

  5. Davi Garcia disse:

    Bem lembrado, Neysângela! Mais uma contradição que mostra o descuido da série com sua continuidade :(

  6. Myla disse:

    será que cancela mesmo? digo pq tem tanta porcaria no ar a não sei quantas temporadas rs e Alcatraz tem todo o jeito de acabr igual Lost suahushas parei de ver o ep. 3 =/

  7. Ismael disse:

    Tem cara de ser série feita na base do carteiraço, da reputação do JJ Abrams.

    Faz pensar que se tivesse sido outro com menos nome, o argumento da série sofreria um pente fino, uma análise muito mais criteriosa, e do jeito que está, dificilmente seria aprovada pra ir ao ar.

  8. Gustavo disse:

    Lembro de uma história que, a FOX brigou com a Elisabeth Sarnoff, e reescreveram os 1°s 7 episódios. A Fox queria uma série pros americanos “descerebrados” entenderem. Deu no que deu.

  9. Rodolfo disse:

    Não passei do piloto

  10. Alberto Jordão disse:

    Prezado Davi Garcia,
    Estou quase desistindo da série. Acompanho vc desde a época de LOST e acredito que temos gosto parecido para séries, concordo com vc quando diz que Alcatraz começou promissora e se perdeu pelo caminho. Lamentável! Estou pensando assim que Walking Dead acabar buscar outras séries pra assistir, pq Alcatraz não dá mais.

  11. Darlan Gattuso disse:

    Alcatraz? o que é isso?

  12. Li Magalhães disse:

    Não passei do piloto [+1]

  13. Matheus Bittencourt disse:

    Mas depois, quando ele pega o cara que enterrou a garota (acho que ep. 10), ele diz que nem todos os presos possuem essa “habilidade curativa”. Tanto é que o sangue desse preso não serve pra tentar curar a psicóloga.
    O Clarence morre no ep. 8 e acho que só descobrem isso do sangue no 10. Mas como os eps. foram invertidos, pode ter gerado essa confusão.
    Mas é isso, nem todos possuem essa capacidade curativa.

  14. Osmar Júnior disse:

    Será que só eu reparei, que no episódio 9, o dos irmãos Ames, no início do episódio mostra o irmão careca nos tempos de hoje, sem a parte do dedo mindinho. E quando vão explicar a motivo, eles mostram que quem “perde” o dedo mindinho é um outro cozinheiro empurrado pelo irmão careca? É isso mesmo??

  15. Cris Castro disse:

    Sei que ralmente a série não adquiriu o ritmo que deveria, tinha td pra ser a revelação do ano… mas quer saber? ainda torço pra que encontre o caminho certo, pq a trama em si é mto boa….

  16. Zé das Couves disse:

    Uma grande pena mesmo. Tinha tudo pra ser interessante, mas não é.

    Vou ver, por ver. E espero que no season finale (ou series finale…) eles pelo menos expliquem o motivo da viagem no tempo. Se fizerem isso e acabarem, já tá razoável.

  17. Felipebr disse:

    Alcatraz? Ah sim, a abertura eh ótima.
    Não passei do segundo episódio.

  18. Eduardo C disse:

    Resumão da série: os episódios são uma sucessão chata de capturas dos antigos detentos de Alcatraz, cada um com sua “especialidade”.

    Estou quase convicto que perdi meu tempo acompanhando esta série, mas agora, vou até o fim, só pra ver como termina (ao que tudo indica, a 1ª temporada será a última mesmo).

    Uma pena, a história poderia ter sido melhor desenvolvida, gerando interesse de quem a acompanha.

    Além disto, a atuação dos atores é péssima. O Hauser limita-se a 2 expressões faciais, como ele consegue? Os atores parecem estar ali pra gravarem a cena de primeira e partirem direto pra próxima. Lamentável.

    **********************
    **********************
    ****** Spoiler: *****
    **********************
    **********************
    Aquelas chaves abriam uma sala cheia de barras de ouro (“que valem mais do que dinheiro”). Se for só isto mesmo, quanto mistério por algo tão banal. Poderia ser um portal do tempo, ou um laboratório onde o sangue dos detentos é “tratado” para eles não envelhecerem.

  19. dio disse:

    Repete-se aqui as mesmas criticas apressadoas que você fazia em Lost! As características curativas são explicadas no ep.12. Nem todos os prisioneiros foram vítimas da experiência com “prata”, uns se regeneram, outros padecem… Eu aguardo o 2º ano da série. Não acho a série descuidada, porque diabos temos de compará-la com Lost? Por sinal, seus comentários também seguem o mesmo script do Dude we are lost! Que saudade da Juliana!!!

Deixe uma resposta

ss