FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

‘Pôlemica’ no American Idol e o Top 12-1

Por Davi Garcia

Post atualizado em 16/3

[com spoilers para quem assiste pelo Sony] Estranhou o título esquisito deste post? Culpa da produção do American Idol, que agindo como um marido traído que descobre que a esposa não era uma freira antes do casamento, resolveu eliminar Jermaine Jones por suposto desrespeito a uma das regras do programa. Segundo os produtores do Idol, Jones, que confirmou o deslise em conversa exibida no programa de ontem, omitiu problemas com a justiça decorrentes de duas ocasiões em que apresentou identidades falsas à polícia no ano de 2011. Ou seja, se o cara errou, a produção do programa exagerou no discurso e na punição, porque até onde se sabe, a intenção do reality é revelar um novo ídolo da música, não um novo candidato à canonização… Pôlemica à parte, o Top 12-1, ou melhor, o Top 11 revisitou o já tradicional tema “músicas do ano em que nasci” com momentos engraçados protagonizados por Heejun Han (que no entanto acabou tendo a performance mais fraca dos 11), e confirmou a loirinha Hollie como uma das mais sólidas candidatas ao título da temporada. Como de hábito, na sequência deste post faço breves comentários sobre cada uma das apresentações da semana.

Phillip Phillips: considerando que ele foi pro ensaio depois de sair do hospital e se submeteu à uma cirurgia, na quinta passada, para se livrar de pedras nos rins, já dá para dizer que o cara é no mínimo muito bom em ignorar a dor, porque sua interpretação voltada para o blues de “Hard do Handle” não só foi uma das mais interessantes da semana, como também uma das mais agradáveis de se ver e ouvir.

Jessica Sanchez: ainda favorita e forte na minha opinião, a morena fugiu das baladas que vinham dando destaque a ela até então e apostou em “Turn the Beat Around” da Gloria Estefan. Impressionou com a afinação de sempre e sua imensa capacidade de atingir notas mais altas com segurança, mas no geral não pareceu muito à vontade com a escolha como em outras ocasiões.

Heejun Han: pela segunda semana seguida, Heejun se destacou mais pelas gracinhas (durante o ensaio ele pediu o telefone de Fergie ao Will.i.Am!) do que pela cantoria, já que ao abrir mão de escolher uma música mais animada que lhe desse espaço para mostrar seu lado mais descontraído, ele acabou se perdendo e se apagando com uma leitura sem graça da balada dos anos 80, “Right Here Waiting”.

Elise Testone: não foi só a divertida brincadeira da edição que a colocou em dueto(!) com Barack Obama que chamou atenção. Bem melhor do que em sua apresentação anterior, a loira fez uma belíssima versão para “Let’s Stay Together” que não só deu a ela chance de mostrar todas as suas qualidades, como também empolgou público e motivou os jurados a elogiá-la merecidamente.

Deandre Brackensick:  não tenho dúvida de que dentre os homens, ele é um dos que mais se destacam. Essa semana, contudo, Deandre fez uma apresentação equilibrada, é verdade, mas apenas correta de “Endless Love”, sem arriscar ou trazer absolutamente nada de novo para música o que é sempre um caminho perigoso para quem quer realmente ter chances de chegar às rodadas finais.

Shannon Magrane: no geral, a loira com pinta de modelo juvenil se recuperou do fiasco da semana passada (até porque seria meio difícil fazer algo pior, né?), mas caindo no mesmo erro de Deandre, ela também não se arriscou em nenhum momento de sua performance de “One Sweet Day” e teve uma apresentação confortável (para ela), mas que não a deu destaque algum.

Colton Dixon: eu sinceramente já gostei mais do cara, mas lá se vão três apresentações seguidas em que ele não me convence com sua tentativas de imprimir um quê de soft rock em suas apresentações sempre equilibradas, mas cujo resultado (dessa vez ele escolheu “Broken Heart” do White Lion), infelizmente tem soado como algo totalmente esquecível após a última nota.

Erika Van Pelt: dentre as mulheres, ela continua sendo a candidata mais improvável ao título (depois de Shannon, é claro), mas sua interpretação de “Heaven” do Bryan Adams mostrou os claros esforços da moça para colocar uma marca pessoal na música. Pena portanto que, como destacaram os jurados, o arranjo tenha sabotado metade de sua iniciativa tirando dela a chance de alcançar algo realmente melhor.

Skylar Laine: promovida à representante ‘gountry’ (o country do gueto, como definiu Will.i.Am no ensaio), Skylar mais uma vez ultrapassou as fronteiras de seu gênero mais tradicional fazendo coisas diferentes daquelas que vários outros competidores desta edição e de anteriores já fizeram, e colocou pimenta na música que cantou (e que eu sinceramente não sei qual foi :P ) mais uma vez impressionando público e jurados. Aliás, já não é nenhum exagero dizer que ela vai longe na competição, né?

Joshua Ledet: não sei se o bottom 3 da semana passada e o medo de voltar pro fim da fila nessa influenciaram, mas fato é que Ledet mandou bem demais com sua leitura de “When a Man Loves a Woman” e arrebentou quando chegou às notas mais altas personificando a música de um jeito que realmente impressionou e lhe valeu, na opinião dos jurados e deste que vos escreve, o título simbólico de melhor da semana. Pelo menos antes dos votos populares, é claro.

Hollie Cavanaugh: tudo bem que foi bem divertido ver aquele humor tipicamente inglês ganhando vida no depoimento dos pais da menina, mas o que realmente chamou atenção essa semana na parte dela foi sua interpretação para “Power of Love” da Celine Dion que não só reforçou a impressão deixada pela últimas semanas, como também trouxe outra certeza: essa diva precoce tem que chegar às rodadas finais!

Comentários feitos, eis os 5 melhores da semana na minha opinião: Joshua, Hollie, Elise, Skylar, Phillip.

Atualização de 16/3: Results Show

Na semana em que o humorista dublê de cantor (ou seria o contrário?), Heejun Han, teve a performance mais apagada de todos e Elise Testone uma das melhores, foi uma tremenda injustiça ver a loira enterrada no bottom 3 pela segunda vez seguida ao lado de Erika Van Pelt e Shannon Magrane. Sorte dela e da Erika, que Shannon realmente teve uma atuação bem abaixo da delas e não impressionou os jurados em sua última tentativa de permanecer na disputa. O judge’s save (que poderá livrar alguém da eliminação nas próximas semanas) continua valendo, e com 3 eliminados na conta, as finais da 11ª temporada do Idol chegam ao top 10 com alguns bons favoritos e outros under dogs igualmente interessantes. Quem vai chegar mais longe?

20 respostas para “‘Pôlemica’ no American Idol e o Top 12-1”

  1. Renan disse:

    AFF ¬¬ O Colton Dixon é um dos candidatos mais fortes do grupo masculino. O unico problema é que as músicas são escolhidas por temas, pq se fosse por livre arbitrio, ele iria escolher algo que tem mais a ver com ele, tipo em ‘Decode’. A Própria Jennifer Lopez falou: Eu já consigo te escutar tocando nas radios…

  2. Davi Garcia disse:

    Sim, mas essa desculpa de ficar restrito a poucas opções ele não pode usar essa semana, já que tinha músicas de um ano inteiro à disposição para escolher ;)

  3. Caio disse:

    Não curto muito o Colton. Acho que ele faz o garanhão sempre e acaba conquistando pela sua aparência. O cara tem voz, mas exagera nas expressões!

    Top 5: Joshua, Hollie, Jessica, Phillip e Elise.

    A Skylar foi muito bem também, mas acho que ela força muito o country dela.

    Só eu que percebi uma richa entre o Andy e o Will I Am? O Andy contradizia tudo que o Will falava. Foi só uma impressão que ficou.

  4. Caio disse:

    Outra coisa, curti a montagem com a grade e a logo do Idol. o/

    Também achei que exageraram na eliminação. Achei que eles aproveitaram do cara para ganhar audiência. Pra que 832 câmeras numa sala 2×2. Desnecessário.

  5. Cassio disse:

    Muito conveniente essa polêmica do AI.

    Como assim um pessoa que já havia sido eliminada, volta sem necessidade alguma, só para daqui há duas semanas ser expulsa do programa por conta de ficha criminal?????

    Isso me cheira armação. Tudo para conseguir polêmica e atenção na mídia. Eu acho que o produtores já sabiam de tudo… e só chamou Jermaine de volta pra poder expulsa-lo e fazer esse auê..

  6. Francisco disse:

    “deslise”?

  7. Susan Green disse:

    Cassio, achei a mesma coisa quando assiste ao episódio. Foi td muito suspeito; e ele não ficou nem um pouco surpreso com a eliminação, nem emocionado sabe; o cara ta num programa com enorme audiencia, vai ser expulso e só diz: vlw pela oportunidade? Eu ia chorar, pedir por favor, explicar. Ele deve ter ganhado muito dinheiro com isso.

  8. Romildo disse:

    Desde o início torço pelo JOSHUA e fiquei muito feliz pelo reconhecimento dos jurados.
    Minha gente, alguém me explica como é que do nada passei a gostar da SKYLAR??? Hoje, honestamente, é uma das 3 apresentações que espero mais ansiosamente.
    Aprendi a gostar também da HOLLIE, mas não sei… falta a pimenta nossa de cada dia nessa garota! Falo da personalidade, não da voz.

  9. Romildo disse:

    Meu sonho é descobrir quantas músicas tem em cada uma dessas listas!

  10. Romildo disse:

    PS.: ALGUÉM EXPULSA O HEEJUN DESSA PORRA.

    Ele vai tirar a vaga de quem realmente merece. Vocês vão ver. Audiência estúpida essa! =P

  11. Tito Machado disse:

    Não se chama “wild card” e sim “judge’s save”…

    overall, tenho concordado bastante com você, exceto quanto ao Deandre, que me irrita demais e a saída do Jermaine, que nunca me agradou…

    Meu top 5 geral (não apenas dessa semana): Phillip, Jessica, Hollie, Skylar e Elise… me agradam também Colton e Joshua…

  12. Davi Garcia disse:

    Tem razão, Tito. Corrigido. Valeu!

  13. Elton disse:

    Acho que está bem óbvio que o público americano não foi com a cara da Elise Testone, já que a performance desta semana não merecia um Bottom 3. Mas ela mesma é a culpada por não se mostrar mais simpática (já notou como ela nunca abraça o colega ao lado quando o Ryan anuncia que ela ficou entre os menos votados?). Já Heejun sofre do “problema” inverso. Desde sua primeira apresentação nos programas ao vivo ele demonstra não ter competência pra estar ali. Suas performances têm sempre um quê de “O Fantasma da Ópera” desafinado e sem fôlego, mas o carisma de comediante e a condescendência da J.Lo e do Steven Tyler e a falta de critério da audiência lhe garantem a permanência imerecida no programa.

  14. André Catapan disse:

    O pior de todos é o Heejun – ele continua só pq é engraçado. Sempre que ele canta dá um tédio e deixo tocando e vou ver o twitter que é mais interessante.
    Eu gostei da Jessica nessa semana, acho que ela vai estar no Top 3 desse ano.
    Joshua foi realmente muito bem, e a Elise destruiu – ainda bem que os Juris pareciam dispostos a salvá-la caso fosse ela a eliminada.
    No geral, até aqui saíram os candidatos mais fracos. Espero que o Heejun saia semana que vem – e deixe que melhores candidatos tenham mais uma chance de mostrar um bom trabalho.

  15. Lucien disse:

    quais os dia de exibição na TV e em qual canal?

  16. Davi Garcia disse:

    Terças e quartas no Sony às 22h, mas a exibição está pelo menos 3 semanas atrasada em relação à americana.

  17. Vaniele disse:

    Concordo!
    Não me fez falta o Jermaine. Além disso, o programa tem regras. Não é só quem canta melhor, mas quem é ídolo. Não se pode aceitar como ídolo um cara que mentiu várias vezes, não só para a justiça, mas para o próprio AI, quando disse que não via o pai há anos.

    Quanto ao Deandre, não sei o que me irrita mais: o jeito dele cantar ou a bateção de cabelo!

  18. Virginia Abreu de Paula disse:

    Pois sentirei falta de Jermaine. Era um dos meus favoritos. Tem voz rarissima. Até para falar o som é maravilhoso. Tem alguma coisa errada nessa história, mas sempre teve. Nâo fico nem um pouco espantada. Mas, acho errado não dizerem porque ele foi preso antes. Gente maldosa pode pensar tudo. Pelo que sei, um dos motivos foi apenas dirigir sem carteira e dar dado nome falso. Ora, muito pior aconteceu com o Bo Bice que foi preso duas vezes por porte de drogas e chegou até a final do show. Ah, mas ele não mentiu. Ele admitiu. Bem, Jermaine também disse ter circulado a pergunta sobre ser preso na inscrição. Sim, vou sentir falta dele e esoero que não se sinta humilhado. Não em do que se envergonhar. O show sim é que devia se envergonhar de fazer o que fêz.

  19. Hyury disse:

    Bem pessoas, eles querem um artista que VENDA, se o Heejun tem um público do lado dele como vão tirá-lo??? E dizer que ele é desafinado é dose né? não exagerem….
    as minhas favoritas são skylar e jessica.

  20. Ana Luporini disse:

    Gente, cadê a Von Hugel?
    Voz dela tão linda, tão diferente.. pena viu

Deixe uma resposta

ss