FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruna Bottin

Apartment 23: Primeiras Impressões

por Bruna Bottin

Com data de estreia marcada para o dia 11 de abril, já vazou na web o primeiro capítulo de Don’t Trust The B—- in Apartment 23. A nova comédia do canal americano ABC conta a história de June (Dreama Walker, de Gossip Girl), uma jovem que se muda para Manhattan após conseguir uma oportunidade de trabalho em uma grande empresa. Chegando à cidade, June descobre que a empresa foi fechada por corrupção, e com essa loucura ela acaba perdendo também o novo apartamento. A jovem decide continuar na cidade mesmo depois de perder o emprego, e acaba indo morar com Chloe (Krysten Ritter, de Breaking Bad), uma vigarista que ganha dinheiro extra enlouquecendo seus novos inquilinos. Chloe é a bitch do apartamento 23 que interpreta as maiores loucuras para conseguir enxotar os colegas de quarto. Seu melhor amigo é nada mais, nada menos que James Van Der Beek (Dawnson’s Creek). James vive uma versão cômica de si mesmo, um ator que ainda segue na sombra do seu eterno personagem Dawson. Com um roteiro ágil e piadas engraçadas, Don’t Trust The B—- in Apartment 23 teve um bom início para sua primeira temporada, fazendo rir em diversas situações do episódio piloto.

O fato de June não ser uma simples caipira ingênua, permite que situações inusitadas aconteçam entre ela e sua colega de quarto Chloe. Afinal, após a novata descobrir que Chloe havia comprado uma bolsa caríssima com o seu dinheiro, ela deu o troco vendendo todos os móveis do apartamento, algo que eu não esperava que fosse acontecer. Mas o que realmente mais chamou a minha atenção neste primeiro capítulo foi a atuação de James Van Der Beek como ele mesmo. Como muitos sabem, Van Der Beek fez pouco sucesso no mundo das séries depois de Dawnson’s Creek. Confesso que adorei suas cenas em Apartment 23, principalmente a que ele consegue alguns móveis de Chloe de volta graças a sua boa e velha flanela que o personagem Dawson vestia na série. Os personagens secundários também merecem uma certa atenção. A vizinha apaixonada/maníaca por Chloe e o gerente da cafeteria que consegue um novo emprego para June são interessantes, e espero uma construção bacana em cima de suas histórias. No geral, Don’t Trust The B—- in Apartment 23 me surpreendeu de maneira positiva, deixando uma vontade de assistir logo o próximo capítulo. Vejo potencial na nova comédia, e espero que esse potencial comprove-se ao longo da temporada.

6 respostas para “Apartment 23: Primeiras Impressões”

  1. Mariana disse:

    Concordo. Acho que a serie tem potencial, ri principalmente com o James Van der Beek. Se os personagens forem bem desenvolvidos ao longo da temporada tem tudo pra emplacar. O que eu nao entendi foi porque tem que censurar o “bitch” do titulo da serie (e da musica de abertura inclusive) se durante o episodio em si eles usam a palavra tranquilamente. Ah, esses americanos!
    P.s. O episodio nao vazou, a propria ABC liberou o primeiro episodio na internet a fim de divulgacao (como praticamente todas as series novatas tem feito, por sinal)

  2. Felipe disse:

    Eu não dava 1 centavo para essa série e no final ela me surpreendeu bastante. Gostei das piadas e dos personagens e a série tem um belo potencial. E o “bitch” não foi censurado nas falas porque o episódio foi disponibilizado na internet, quando passar na tv com certeza vai ter vários “piis” na série.

  3. Darlan disse:

    Eu curti. To baixando o segundo já. :D

  4. Bruna Bottin disse:

    Dias antes de liberar na web o piloto vazou. É comum mesmo com as séries que adotam a prática de liberar episódios na internet primeiro.

  5. Felipe disse:

    onde? DD:

  6. Rodolfo disse:

    O piloto foi divertido. A Krysten Ritter é o destaque.

    Espero que ela realmente continue como a bicth do ap. 23, ao invés de melhor amiga da nova colega de quarto.

Deixe uma resposta

ss