FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

Community: Digital Exploration of Interior Design

Por Davi Garcia

[com spoilers do ep. 3×13] Tem alguma coisa muito errada acontecendo quando a semana passa e The Big Bang Theory consegue fazer um episódio mais divertido que o de Community. Quem é fã da série criada por Dan Harmon, sabe que boa parte de sua graça está na forma como ela introduz seus temas e desenvolve cenários e personagens usando referências inteligentes da cultura pop para contextualizar suas boas piadas. Assim, ainda que funcione no que tange à expansão do arco da trama envolvendo o recém criado conflito entre Troy e Abed (fomentado em parte pelo retorno de John Goodman com seu vice Dean Laybourne) e traga em seu título um trocadilho curioso em torno de um evento que envolve Britta, a parte 1 de “Digital Exploration of Interior Design” deixou um gostinho agridoce na boca e uma clara noção de que a ‘fórmula’ deu uma leve desandada neste episódio. E a justificativa é simples: sempre eficiente em amarrar as histórias secundárias constituindo-as como boas escadas para o plot central, Community desta vez derrapou com algumas que pareceram pouco inspiradas (a que tentou fazer piada com o chamado product placement através da abertura de uma filial do Subway em Greendale simplesmente não funcionou para mim) e em grande parte dispensáveis como aquela envolvendo Jeff e Annie (sem esquecer da de Shirley e Pierce, claro) que não rendeu nada de relevante para os personagens além da justificativa para que aparecessem efetivamente no episódio. Que a parte 2 apague essa má impressão.

14 respostas para “Community: Digital Exploration of Interior Design”

  1. Claudia disse:

    Também estranhei o episódio. O dos sósias foi beem melhor. Aliás, Davi, você não vai falar sobre a briga do Dan Harmon e do Chevy Chase? Tensa essa briga =/

  2. Fabio disse:

    Tensa nada, Community sobrevive fácil sem Chase.

  3. Andreee disse:

    eu cheguei a um ponto de não suportar mais o troy e o abed, a série desandou de vez, quando vejo esta temporada, tenho vontade de parar de vez pra deixar na minha memória como eram boas as 2 primeiras
    ser nerd , geek, ta meio na modinha, mas o lance do troy e abed é ridículo e sem graça

  4. Karine disse:

    Eu gostei desse product placement, achei bem estruturado, melhor do q uma publicidade solta no meio do nada. Gostei do Subway mais em Community do que em Chuck. Enfim, Gostei do episódio apesar de achar tbm q Jeff e Annie só apareceram por aparecer.
    Nem sabia que o Dan Harmon e o ChavyChase brigaram, o q aconteceu?

  5. Luciano disse:

    Olá.

    Duas coisas. Eu até gostei do filme, que teve VARIAS referenfias a filmes de guerra, tanto medievais como as modernas. Até a maneira de movimetnar a câmera e criar as intrigas.

    Segundo.. fugindo do tema… Vi ontem : Voce viu MAD Men???? Tente não gritar um “o que??” nos 10 primeiros minutos. Verdadeira aula de movimentar tabuleiro para uma temporada inteira. Please assista e comente.

    Abs

  6. Paulo disse:

    Eu achei esse melhor que o episódio dos sósias (esse sim foi chato, só a cena da Brita Jackson que estava no trailer do retorno salva). Foi bem interessante a ‘personificação’ do Subway, a menção e encenação de 1984.

    E concordo que Troy e Abed estão ficando sem graça e repetitivos, precisam mudar alguma coisa nos personagens, senão vão virar uns Sheldons…

  7. Fernando disse:

    Além de ruim, episódio estranho. O product placement desvalorizou a referência à 1984, o conflito Troy x Abed foi sem graça, Shirley, Pierce (e sua boca cheia de tinta), Jeff e Annie (e a piada boba sobre Austen) desnecessários. Dean Laybourne até interessante, mas Garret, humor babaca.

  8. Bruno Carvalho disse:

    Comentarei em breve.

  9. Andreia disse:

    Eu nao consigo entender essa adoracao do blog por Community… De tanto voces falarem, tive que assistir, pelo menos, uns 5 episodios. Nao conseguir dar um meio sorriso e depois do episodio surreal ridiculo da busca pelo ladrao da caneta, me recuso a tentar gostar dessa serie.

  10. Bruno Carvalho disse:

    Tá!

  11. Rafael Resende disse:

    É difícil rir quando não se entende a piada, Andreia. Fica triste não. Já tentou alguma do Chuck Lorre? As piadas lá são mais “acessíveis” ;)

  12. igor frederico disse:

    problema seu

  13. igor frederico disse:

    Poisé,é unânime,episódio realmente fraquíssimo,ou melhor,ruim mesmo,que não causa risadas a não ser por eventos individuais,como as cenas do Dean Pelton por exemplo.

    Mas apesar de todos os problemas,o que realmente me inspirou é já saber que o episódio seguinte seria a continuação e épica (já que em entrevistas os próprios atores fizeram questão de destacar o “episódio da guerra de travesseiros”).

    E é bem isso,episódio ruim,marcado por ter as duas piores tramas da série (Jeff e Annie,Britta e Subway),mas que foi mais uma espécie de episódio intermediário para o seguinte,e que provavelmente foi pobre e sem graça por se resguardar e deixar as idéias geniais para o tal episódio epico.

    Agora é ficar no aguardo!

  14. Deuvanira disse:

    interesting and informative post thanks a lot for posting it.http://www.marmil.org

Deixe uma resposta

ss