FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

Grey’s Anatomy: Flight [Season Finale]

[com spoilers dos episódios 8×23 e 8×24]Eu não entendo como isso continua acontecendo.” A frase dita por Cristina Yang na metade deste decepcionante season finale da 8ª temporada Grey’s Anatomy, resume bem a sensação amarga de ver aqueles bons personagens repetidamente envolvidos em tragédias cada vez mais absurdas. Não sei você, mas eu não conheço ninguém que num espaço de oito anos tenha se envolvido em incidentes tão singulares com bombas, tiroteios e uma queda de avião. A tia Shonda Rhimes, contudo, parece achar isso tudo normal. E notem: não é que esses ditos ‘incidentes’, como destacou Yang, não possam ser usados como artifícios para se criar drama (porque podem e devem), mas quando uma roteirista outrora criativa vira refém deles para (tentar) chocar e provocar mudanças numa trama, é sinal de que alguma coisa está errada. Ou não?

Depois de um 7º ano bastante irregular (salvo raras exceções como, por exemplo, o surpreendente e polêmico “Song Beneath the Song”), a 8ª temporada de Grey’s Anatomy vinha me agradando com histórias mais densas e com o aprofundamento mais sereno e maduro das relações já estabelecidas entre os personagens. Nisso, elogios para o bom desenvolvimento da história envolvendo Meredith adulterando os testes de Alzheimer para ajudar a esposa do Chief Weber lá nos primeiros episódios e de tudo que veio na sequência (mudança na chefia de cirurgia do hospital, o risco da adoção de Zola ser anulada e até mesmo os desdobramentos do conflituoso casamento de Yang e Owen que pautou as ações dos dois ao longo de toda temporada e impactou diretamente o relacionamento deles com outros personagens).

Sendo assim, quando colocamos todos os grandes eventos que esse até então bom 8º ano cobriu, fica ainda mais evidente quão equivocado foi esse desfecho escrito pela Shonda Rhimes que, sob o pretexto de dizer que “a vida pode mudar num instante” (frase dita por Callie Torres em dado momento), numa tacada não só descartou a chance de vermos uma personagem (Lexie) que vinha crescendo ganhar mais protagonismo, como ainda criou uma resolução boba no hospital (Owen demitindo Teddy ‘só’ porque ela convenientemente escondia uma proposta de trabalho melhor) para justificar um cenário que possa promover a permanência de Yang e até mesmo da insossa April e de todos os outros que sairiam (Karev, Jackson), mas que agora devem ficar para dar assistência aos que retornarem.

Enfim, com a temporada acabando de um jeito absolutamente frustrante, me pego pensando numa única coisa: será que já não é hora de parar de acreditar que Shonda Rhimes ainda consegue escrever boas histórias e abandonar de vez o Seattle Grace Mercy Death como Cristina sugeriu?

Outras observações:

– Tudo bem que sobreviver a um acidente aéreo deve ser um trauma e tanto, mas por que será que nenhum deles pensou em usar um celular (ou pelo menos procurar por um) para tentar comunicação e pedir socorro?

– E  que tal um cirurgião que depende das mãos para trabalhar e dá uma pedrada numa delas que, sabe-se lá como, ficou presa ao perfurar uma fuselagem?

– Alguma dúvida de que, se não morrer no início da próxima temporada, Mark Sloan se tornará um zumbi ambulante tomado pela depressão de ter perdido Lexie?

– Aliás, como a Ellen Pompeo é ruim nessas cenas em que Meredith precisa chorar, hein?

Considerações Adicionais de Bruno Carvalho

Como o Davi bem apontou acima, vale lembrar ainda que no episódio anterior, Migration, Shonda simplesmente criou do nada o tal “fenômeno” da migração de profissionais do hospital de forma muito conveniente e totalmente fora daquilo que a temporada vinha conduzindo até então. Foi forçado que, de uma hora pra outra, todos os médicos dos hospital (e até enfermeiros) começaram a receber propostas de trabalho para outros hospitais e projetos fora do Seattle Grace (algo que nunca havia sido ventilado pela própria série desta forma). Ou seja, sem saber concluir aquilo que ela mesmo começou (e bem, diga-se), ela acabou criando no episódio Migration uma necessidade besta para justificar o próprio acidente aéreo, numa espécie de Deus Ex Machina inverso e desnecessário. Isso é preocupante, porque a necessidade comercial de encerrar a temporada com uma “catástrofe” acabou se tornando um imenso tiro no pé para a criadora e roteirista e para a série. Grey’s Anatomy havia amadurecido muito nesta temporada e com esta dupla de episódios, Migration e Flight, Shonda tem agora o um potencial “jump the shark” (termo televisivo que descreve o momento exato em que a série se perdeu). A diversidade de focos (com Private Practice, Off the Map e Scandal) prejudicaram e muito uma das séries mais regulares em termos narrativos e criativos da TV aberta americana. Pena.

44 respostas para “Grey’s Anatomy: Flight [Season Finale]”

  1. Francisco disse:

    Eu detestei o que aconteceu pela forma como a Shonda escolheu tirar a Lexie da série, mas não acho que a saída da atriz tenha sido uma escolha da própria Shonda… A Chyler Leigh já vinha dando sinais de que não estava com tanta vontade de continuar (especialmente depois da pausa que ela deu no meio da temporada)… Trata-se de uma mulher que tem 4 filhos e que trabalha numa carga horária diária de mais de 12 horas. Não me surpreenderia, portanto, se tivesse sido uma opção da própria atriz. O que detestei foi a resolução que a série deu à personagem, que é tão querida pelos fãs. Matá-la dessa forma não é justo com a personagem, com a série e com os fãs.

    E a gente acaba se esquecendo de que a Kim Raver também saiu da série nesse episódio, né? Hahahaha

  2. Ceciliaicm disse:

    Matar a Lexie nao teve sentido nenhum! Durante varias temporadas ela ficou naquela “amo o Mark mas nao podemos ficar juntos”….acho que a Shonda nao gostava da personagem pq nunca deu espaço o ela crescer….quando isso aconteceu (ela foi p neuro e tava criando aquela confiança em si mesma) a Shonda vai lá e mata ela da forma mais ridícula!

  3. Karine disse:

    A Lexie morrer foi muito sem sentido.
    A única coisa boa desse episódio foi mostrar os mesmos problemas sendo tratados no hospital e  no desastre. SÓ.

  4. Etss320 disse:

    “Aliás, como a Ellen Pompeo é ruim nessas cenas em que Meredith precisa chorar, hein? ”
    Concordo plenamente, que coisa tosca, parecia até que tava rindo. Achei o máximo o desempenho do Eric Dane, a cena foi tocante quando ele percebeu que a Lexie realmente ia morrer. Eu compenetrada na cena, chorando rios, ai vem a Ellen Pompeo com os gritos que parecem risadas e o clímax vai embora.

  5. Olha, eu tb não gostei do rumo dessa finale. Concordo que foi frustrante, decepcionante, esperava qualquer outro tipo de resolução para esta ótima temporada de Grey’s exceto isso. Não fez nenhum sentido com a história que estava sendo contada e com certeza o inicio do nono ano irá trabalhar o trauma da galera (de novo) após os acontecimentos. Não digo que largarei a série, porque estaria mentindo, nem digo que foi tudo uma porcaria, nem que foi o pior fim de temporada de Grey’s (4ª temporada, oi?). Mas sem dúvidas foi o fim mais decepcionante de uma temporada dessa ótima série.

  6. Juliana Melo disse:

    Pra mim o episódio se resumiu em 4 frases da YANG:

    – Cadê meu tênis?
    – Continuamos morrendo, Mer.
    – Tenho de sair desse SEATTLE GRACE MERCY DEAD!
    – Tive ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO, não sou confiável!

    O resto foi absolutamente desnecessário, tosco e sem imaginação!

  7. gabs disse:

    acho que greys anatomy é o seriado mais antigo o qual acompanho. não sei explicar exatamente porque – acho que é todo o drama e tensão, talvez os personagens carismáticos e absurdamente humanos (as vezes até demais). Shonda sempre teve esse ~ jeitinho~ de “surpreender” em finais de temporadas com incidentes bizarros, como já foram citados, mas desta vez ela superou. Eu não vejo qual é o problema em encerrar a temporada com um conflito menor, sem envolver mortes ou acidentes cabulosos. Algumas tramas poderiam ser mantidos sem a necessidade de brincar de Lost. Mesmo amando a Lexie, este foi o primeiro season finale o qual eu não chorei….foi tão….vazio. Eu espero que a nona temporada seja a última e a série não vire uma chatisse infinita estilo E.R.

  8. tamy disse:

    Estou preocupada com os rumos da serie, Shonda vendeu toda a temporada que a historia da lexie com o mark seria resolvida, ambos foram uns dos poucos personagens (junto com callie e arizona) que entraram depois do elenco principal e que o público realmente se importa e gosta.
    Faz tempo que greys  usa essa formula de temporada chata e season finale com algum desastre foda, mas peraí, não é nem um pouco razoavel tanta merda acontecer com os personagens assim, logo na oitava temporada que estava impecavel foi mais difícil de aceitar.
    Ok, vai fazer um episodio desastre, faz, vai matar/mandar embora um personagem embora pq deu vontade ou pq o ator quer sair, mata/manda embora, mas escreva um episodio que preste e não deixa a sensação de que foi tudo decidido de última hora.
    Não que me importe muito com a viúva, mas nem ela merecia um fim tão nada a ver e em um único episodio. E sobre a lexie, matar a personagem sem ela estar com a “historia resolvida”, ainda residente e tendo carisma  pra segurar a serie com a saída dos veteranos? (pq quase ninguém dá a mínima pra avery e kepner, fora que que as historias da baley estão triste de ruins).
    Tudo bem se a atriz quis sair, mas existem mil maneiras melhores de matar (vide 007) ou mandar embora o personagem, porque do jeito que foi estragou a historia do mark (isso me lembra muito a péssima saída da izzie e o fato dela ter atrapalhado bastante a historia do karev), tanto é que muitos estão torcendo pra que ele também morra(eu!). É triste, dá vontade de abandonar, mas já estamos na nona temporada, meu maior medo é a serie ficar cada vez pior e não cancelarem porque dá dinheiro.

  9. Fernando disse:

    A história foi mal contada, mas o motivo foi essa enrolação na renovação de contrados. Quando o ep estava pronto, dias depois é que chegaram ao consenso de renovvar os principais. Quem leu as entrevistas da Shonda viu que ela escreveu o ep praticamente de mãos atadas sem saber exatamente quem sai. Acho que a buraco que fica no final do ep (sem eles serem resgatatos) mostra bem isso. O final fica aberto a possibilidade: mais gente poderia sair, morrer nos escombros, etc, etc. Mesmo assim, considero a temporada como sensacional.

  10. Priscila disse:

    Lexie (Chyler) e Teddy (Kim) pediram para sair da série.A Chyler está indo para Dinner (musical da Broadway que estréia ainda esse ano) e Kim parece que está com uma outra proposta em outra série.

    Mas, sim, essa season finale foi uma bosta!

  11. Rafa Bauer disse:

    A verdade é que todos os atores precisavam renegociar contratos. Alguns deixaram pra em cima da hora. Então ela tinha que deixar aberta a possibilidade de uns não voltarem. Mas pra isso bastava a história deles indo para outros hospitais. Então, o acidente de avião vai servir para os que renegociaram contratos FICAREM em Seattle. Com essas duas circunstâncias, ela vai conseguir deixar de fora atores que não renegociaram contratos (indo pra outros hospitais ou morrendo) e manter os que renegociaram.

    É uma simples questão comercial. O showrunner não trabalha só no lado criativo, ele tem que conciliar o lado comercial também. Acho que a Shonda poderia ter feito isso de maneira muito melhor, achei a finale bem fraca, mas há que se considerar esses outros fatores.

  12. Jéssica. disse:

    “- Aliás, como a Ellen Pompeo é ruim nessas cenas em que Meredith precisa chorar, hein?”Olha, não sei vocês, e eu posso até estar equivocada, mas eu nunca achei a Ellen Pompeo uma ótima atriz, muito pelo contrário, sempre a achei uma atrizinha fraca, insossa, não me lembro de UMA cena emocionante onde a Meredith foi única e se destacasse, ela sempre precisou de outros atores para aparecer.
    Salvo poucos episódios, essa temporada foi fraca, com o desfecho frustrante, lamentável, um lixo.
    Acho que tia Shonda está escrevendo séries demais e perdendo o foco de todas.
    O Final de Private Practice deixou a desejar também, nem tanto como Greys, mas deixou. Pena.

  13. Eu e concordo plenamente com a matéria. Quem morreu pediu pra sair da série? OK! PRecisava matar a personagem? NÃO! Matou? SIM! Então que faça de uma forma decente… na boa, não pareceu final de temporada isso!! Essa Season Finale valeu pela Sandra Oh que foi IMPECÁVEL “MY SHOES I FOUND IT” memorável.. no mais.. deixou MTO a desejar!

  14. Letícia Mello disse:

    Adoro acompanhar os comentários do LIGADO EM SÉRIE, pois vocês sempre acabam por falar, muitas coisas que eu concordo. Darei outra observação para o “Outras Observações”: O Ator que faz o Mark, realmente não sabe empenhar uma carga dramática. A cena dele foi péssima. Achei tudo muito falso, até pior que o choro da Meredith. Continuando. Não fiquei triste com a morte da Lexie, a atriz ja vinha mostrando interesse em deixar a série, então a personagem foi se apagando, e até mesmo, sumindo por vários episódios, já sentia que ela iria sair. Assim como a Altman, que estava um porre. Espero que a nova temporada traga um novo ânimo aos personagens, e novos personagens né. Ainda torço pela April e Avery kkkk

  15. Patricia B. disse:

    Estou triste, de luto e quero arrancar meus olhos depois de ter visto o que eu vi… Mas não achincalhe o episódio, que foi sim, muito bom… Estou desolada, mas Shonda não me decepcionou, se a Chyler não tinha mais interesse de continuar, era a única saída.

  16. gabs disse:

    não era a única saída! hahahaha que absurdo isso! existem milhões de formas de tirar um personagem sem matá-lo…

  17. Patricia B. disse:

     É, mas até hoje uma penca de fãs reclamam de Heigl ter saído sem morrer… É o jeito mais nobre de sair, se a atriz não tinha intenção de continuar, qual seria o propósito dela ir pra longe do pai, da irmã, da sobrinha, do cunhado e do amor da vida dela… Não seria a Lexie se ela fugisse disso tudo pra começar uma vida nova.

  18. Rodolfo Costa disse:

    Eu acho que a Ellen melhorou muito. No comecinho era realmente fraca, mas desde a 5ª temporada, a Meredith vem crescendo. Hoje, pelo menos em minha opinião, ela é realmente a alma da série.

  19. Ceciliaicm disse:

    Hahahahaha a melhor parte foi ela achando o sapato!

  20. Rodolfo Costa disse:

    A review já disse tudo. Só discordo sobre a atuação da Ellen. Eu gosto das cenas dramáticas dela.

  21. Ceciliaicm disse:

    Concordo! Ela podia ter colocado até q a Lex tinha ficado paraplégica ou sei lá e nao podia mais ser medica….mas matar eh sacanagem!

  22. Acabei de ler uma entrevista da shonda sobre o final da temporada e deu pra entender bem o que ela tentou fazer, apesar de não ter dado certo. Quanto a saida da Lexie, tb esperava que ela não morresse, mas a atriz não iria poder continuar fazendo a serie por problemas pessoais e pq queria se dedicar aos seus 4 filhos. Segundo a entrevista a Shonda e a Chyler, que interpreta a Lexie decidiram que a morte era a melhor solução pois não havia intenção nem disponibilidade para que ela voltasse.

  23. Bruna disse:

    – Aliás, como a Ellen Pompeo é ruim nessas cenas em que Meredith precisa chorar, hein?
    SOCORRO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  24. Raquel Alves disse:

    Grey’s Anatomy é da  Bruna Bottin!!
    Mas tudo bem, o site é de vcs e concordo com muito que os dois escreveram.

    Chorei muito, por mim a Lexie e o Mark podiam ter saído da série juntos, sem tragédia, sem morte, só sair mesmo, já que provavelmente o Mark não voltará e nem terá mais história com a saída da Lexie.

    Ano passado a temporada terminou com um episódio ameno e muitos reclamaram (se bem que a temporada toda foi muito fraca), não que eu concorde com essa penca de desastres prontamente listados pela Yang, e com certeza esse foi o mais sem sentido e pior de todos, mas a 7 anos e 8 temporadas ~Grey’s é assim~ .

    Não vai ser porque odiei esse desfecho que vou decidir abandonar a série, aliás, nunca decidi parar com nenhuma série, quando não gosto, simplesmente esqueço de ver.

    obs.:
    * Cristina desolada com a perda do tênis, eu ri!
    * Vai tomar no cu Shonda Rhimes!

  25. Seriously disse:

    sofri demais com morte da Lexie, mas tenho que admitir que acena foi linda, atuações impecáveis, a Shonda teve que se virar pra fazer um final enquanto não sabia da real situação dos contratos dos aores, só tinha a informação de a Chyler e a Kim Raver sairiam.
    Bom, nunca senti tanto uma perda nesses 8 anos de Grey’s quanto essa, uma personagem tão jovem e ótima, mas se o caminho foi a morte, pelo menos na minha opinião ela teve uma despedida lindíssima, e realista.
    E gente, juro que não entendo as críticas em relação a atuação da Ellen, ela tava espetacular, a mulher perdeu a irmã , tá pirando achando que perdeu o marido…. a expressão, o tom, tava tudo muito real, atuação de primeira, tá certo que cada um tem a sua opinião e tudo, mas dizer que parecia risada? FALA SÉRIO. Não vou entender nunca.

    Vou sentir muita, mas muta falta da Little Grey :(

  26. Kevin_w13 disse:

    Na verdade a propostas recebidas por medicos para trabalhar em outros hospitais ja tinha sido citada la na sexta temporada quando a Dr Bailey passa para atendente e na quinta com a Dr Torres ,,entao tenho que descordar do BC que isso nunca doi citado

  27. Diego disse:

     Concordo com a crítica, foi muito sem noção esse episódio, seria melhor se ela tivesse finalizado a temporada com o episódio Migration, assim ficaríamos ansiosos pra saber se alguém tinha morrido e tals!!!! E também achei que a Ellen Pompeo é uma bosta na interpretação quando tem que chorar, que é aquilo???? Acho que minha irmã que nem é atriz chora melhor heheheh!!!!! Ninguém procurar por um celular é o fim tbm!!!!!!! Decepcionante!!!!!

  28. Gabriela disse:

    Engraçado é o tom sensacionalista dos tweets do ligado em série. “Comentários sobre o PÉSSIMO episódio bla bla” hahahahahahahahhahahaha me divirto muito. Com essa tática Nelson Rubens, os fãs mais fervorosos vem pra cá defender a Shonda e criticar o blog. Que aliás, só eu acho vergonha alheia chamar a mulher de TIA SHONDA? rs

  29. Paivajunior2003 disse:

    Não acho que o Mark seja o próximo personagem a bater as botas nas tragédias arquitetadas por Shonda. Pelas diversas pistas deixadas pelo episódio (hemorragia interna e até a própria Callie enaltecendo milhões de vezes o próprio relacionamento e como ela encontrou novamente a felicidade), a vítima mais provável é Arizona, deixando assim bastante espaço para a zumbificação de Sloane e sua redenção ao lado de Torres, quer apostar?

  30. Marina Sheperd disse:

    Odiei o final, acho que Shonda quer transformar Greys em Lost! Odiei a morte de Lexie. Mas o que eu mais odiei foram as mentiras: 1. quase todos inteiros, corados, vivos depois de uma queda de avião na qual o avião estava todo destruído e partido ao meio 2. Ninguém da por falta deles durante todo dia considerando que eles estavam indo participar de uma cirurgia importante , Callie não liga pra Arizona pra saber se ela chegou bem, se fez boa viagem… É muita mentira!!!

  31. Jéssica. disse:

    Rodolfo.
    Para os acontecimentos comuns da série, a Ellen Pompeo é até uma boa atriz. Apesar de eu ter visto outros filmes com ela,ela só tem cara de Meredith Grey. Ou seja, quando precisa interpretar outro personagem, ou ser testada em cenas de emoção, ela simplesmente deixa a desejar. E eu sempre lembro do final da sexta temporada, onde ela teve a chance de se redimir, e quem roubou a cena foi a Bailey, Cristina e até o Gary Clark. 
    Pra mim, ela é um suporte em Greys. E não me lembro de uma cena que me emocionei com uma atuação da Ellen Pompeo. Infelizmente… Bem, mas isso é a minha modesta opinião.

  32. Rbdsff disse:

    So concordo na parte da Ellen Pompeo ser ruim nas cenas. O resto doa comentários achei desperada pra tentar desvincular o que shonda sempre fez e bem desde a primeira temporada. Come on!! Isso eh um show e o episódio foi tenso e bem conduzido. Edição perfeita. Numa série onde tantos personagens já sairam e entraram, seus dramas e situações inusitadas são marcas registradas desde o único da série. Esse papo de sustentar q shonda tá perdida eh besteira. Essa conversa so rola desde a 5 temporada. E a serie cocontinua dignamente bem.

  33. Grazy Thiss disse:

    Eu não achei que perfeito nem horrível. Foi um bom season finale. Não sei porque reclamam taaanto das tragedias. É uma serie, coisas tem que acontecer ou a gente para de assistir, não é? Eu não achei la muito bom o final da setima, mas adorei o da sexta e da oitava. Mortes acontecem, a da Lexie foi necessaria sim, a Chyler pediu pra sair por motivos dela que não compete a ninguém julgar. Eu prefiro a morte da little Grey do que uma saída louca e sem sentido como a da Izzie. Ao menos me emocionou e eu continuo gostando da Lexie, é uma heroína, já a Iz…surtou. E depois o Alex botou ela pra correr. Culpa da Heighl que aloprou mesmo.
    Cristina botou pra lá o episodio todo. Todas as frases marcantes foram dela. Sempre rouba a cena, a Sandra Oh. Parabéns a ela.  E entre ‘ Where are my shoe? ‘ e ‘ We keep dying , Mer ‘ eu só fiquei ainda mais fã dela.
    Enfim, não vou parar de assistir, eu adoro a série e não vejo motivo pra se revoltar desse jeito. Não vi ninguem surtando assim com a morte do George, que era um dos protagonistas, e devo dizer, tava quase apagado, coitado. Mark&Lexie vai sim fazer falta, mas a Shonda não teve culpa nisso. A Chyler não ia voltar a serie. Não faria sentido depois da declaração se ela simplesmente deixasse o Mark e resolvesse aparecer do naada.

  34. Luana R. disse:

    Sinceramente, não concordo com essa ideia de que a season finale foi “horrível”, “tiro no pé” ou “jump the shark”. Grey’s sempre teve uma carga dramática pesadíssima, não sei o porquê dessa surpresa toda agora. Achei a temporada excelente, incluindo o episódio final (apesar das falhas técnicas do tipo “como um avião fica tanto tempo desaparecido sem ninguém perceber?”). Lexie é sem dúvidas uma personagem linda, carismática e amada, mas daí a dizer que sua morte representa a decadência da série é um exagero. Como já comentei em outros blogs, já perdemos Denny e sobrevivemos, perdemos Burke e sobrevivemos, perdemos George e sobrevivemos, perdemos Izzie e sobrevivemos, pq seria diferente com Lexie?? Amava Lexie, chorei com sua morte e sentirei muito sua falta, mas acredito que Grey’s ainda tem potencial suficiente pra desenvolver boas histórias. Pode ser que eu “queime minha língua”, mas por enquanto é o que eu acho, é nisso que eu quero acreditar. Bjss

  35. Cristina disse:

    Concordo sobre Ellen Pompeo acho ela fraca em diversos momentos da série e não sentiria falta dela se ela resolve-se ir embora, acho que sua atuação é sustentada pela atuação dos outros brilhantes atores da série, raramente ela funciona em cena.

  36. Áfia disse:

    Shonda, faça tudo, menos colocar Ellen Pompeo para chorar. Obrigada.

  37. Pena mesmo, Grey’s já foi uma das minhas séries favoritas, hoje nem me faz tanta falta. Tá na hora de acabar… infelizmente.

  38. Naluluiza disse:

    realmente a Ellen é ruim na hora de chorar viu…ruim que dói!

  39. Lucy disse:

    Me descupem, mas acham com um acidente daqueles alguém pensava nos telemóveis. E depois, os telemoveis devem-se ter partido ou ido parar um pouco mais longe do local onde estao, ninguem pensa nisso. Ou mesmo tarem sem rede lá.
    Eu por acaso gostei muito do episodio. A cena da morte da Lexie foi lindissima e emocionante. Gostei muito das mudanças da floresta para o hospital. 
    Agora nao saberem da queda do aviao é incompreensivel. Tudo bem, o owen nao quis saber de nada fora do hospital mas tinha outras maneiras de descobrir. É demais ninguem saber que houve um acidente 

  40. Maria José Penny disse:

    Muito sangue, poucas lágrimas, tensão zero. A Ellen Pompeo é como o Murilo Benício: a mesma cara, para qualquer expressão (se não fosse pelo romance com o Derek…); até o Patrick Dempsey sucumbiu a canastrice… Não gostei.

  41. Juliana disse:

    A carga dramática sa série sempre foi muito pesada e acredito que este é um dos fatores que vem conquistando os fãs. Quem gostou da primeira temporada e acompanhou durante os oito anos seguintes, vem sofrendo e se surpreendendo a cada nova temporada. Mas os dramas e tragédias vividos por estes personagens vem tomando proporções grandiosas e cada vez mais cruéis. Concordo que sofremos com perdas significativas. Quem não se emocionou com o drama vivido po Denny e Izzie? Quem não se entristeceu com a saída de Burke? E a morte repentina do doce George? A doença que quase nos roubou Izzie e acabou por afasta-la. Porém estas foram despedidas permeadas com poesia. Lexi há algum tempo vinha deixando de ser mera coadjuvante da história de Meredith e construindo sua própria história. Tirou Mark daquela vida futil o livrando de se tornar um velho ridículo e solitário. Agora que as coisas iam se encaminhar…e tudo ficou no ar!!! Talvez se ele tbm tivesse morrido na cena em que Yang lhe pede ajuda e percebe sua imobilidade…como podemos acreditar que tragédias tão singulares e pessoais possam não afeta-los mentalmente? Ou se ela fosse embora por qualquer outro motivo mas que houvesse a possilbilidade de um retorno…estou frustrada

  42. Juliana disse:

    hahaha…também fiquei na dúvida se era o fim da série ou o início de Lost…kkkkkkkk

  43. helen disse:

    a lexie era a minha personagem favorita.

  44. Fernando Miranda disse:

    Acho q o autor do texto não entendeu o motivo do Owen demitir a Teddy.

Deixe uma resposta

ss