FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

Os Astros que Recusaram Papeis Importantes em Séries Renomadas

Você sabia que Vic Mackey, o policial corrupto e durão da polícia de Los Angeles que ficou famoso na interpretação de Michael Chiklis em The Shield chegou a ser oferecido para Eric Stoltz? E que tal pensar que Matthew Broderick (sim, o Ferris Buller de Curtindo a Vida Adoidado) ou John Cusack poderiam ter dado vida ao complexo Walter White de Breaking Bad que acabou indo parar nas mãos do excelente Bryan Cranston? Essas e outras boas curiosidades que  foram originalmente compiladas pelo Huffington Post você pode conferir clicando aqui, mas na sequência deste post nós destacamos algumas delas para vocês.

Ray Liotta como Tony Soprano em The Sopranos

Você poderia pensar que a oportunidade de fazer Tony Soprano seria uma oferta que nenhum ator recusaria, mas Ray Liotta recusou o papel para poder se focar em sua carreira no cinema. Em seu lugar, James Gandolfini pegou o papel que deu início à era de ouro da tv e fez The Sopranos se distanciar da comparação com Goodfellas (Os Bons Companheiros).

Bridget Fonda como Ally McBeal em Ally McBeal

Bridget Fonda era a primeira opção para fazer Ally McBeal e não Calista Flochart. Fonda, no entanto, acabou desistindo do papel e Flochart alcançou o estrelato durante os cinco anos da dramédia jurídica de David E. Kelley. Fonda, por sua vez, se concentrou em sua carreira no cinema que incluiu um papel no filme Lake Placid que por acaso foi escrito por David E. Kelley.

Eric Stoltz como Vic Mackey em The Shield

Dá para imaginar outra pessoa que não Michael Chiklis como o Vic Mackey de The Shield? De acordo com o criador da série, Shawn Ryan, o FX na verdade queria Eric Stoltz no papel.

Gillian Anderson como Lady Cora em Downton Abbey

Imagine se Gillian Anderson (a Scully de The X-Files) tivesse aceitado fazer a Lady Cora em Downton Abbey. A atriz admitiu à TV Guide Magazine que o papel foi oferecido a ela, mas que ela recusou. Elizabeth McGovern acabou dando vida à esposa do Earl de Grantham e já assinou contrato para fazer a quarta e a quinta temporada do criticamente aclamado drama.

Michael Richards como Adrian Monk em Monk

Michael Richards (o eterno Kramer de Seinfeld) recebeu a oferta para fazer Adrian Monk quando Seinfeld estava terminando. Como o ator não se interessou, a série que seria exibida pela ABC acabou descartada e foi parar no USA que a produziu e escalou Tony Shaloub como o detetivo com transtorno obsessivo-compulsivo em Monk, um papel que rendeu ao ator três Emmys.

Craig T. Nelson como Jay Pritchett em Modern Family

Antes de Ed O’Neill se tornar o patriarca do clã Pritchett em Modern Family, o papel foi oferecido para Craig T. Nelson (que atualmente faz um avô em Parenthood). Nelson admitiu ao Access Hollywood que recusou o papel porque o salário não era bom o bastante.

Dana Delany como Carrie Bradshaw em Sex and the City

Dana Delany teve a chance de pegar o papel de maior destaque em Sex and the City, mas acabou recusando o papel de Carrie Bradshaw (e também o de Bree em Desperate Housewives). Em seu lugar, Sarah Jessica Parker fez o grande papel de sua carreira durante as seis temporadas da série e nos dois filmes. A explicação de Delany para a recusa? “Eu não queria fazer uma série sobre sexo”, disse ela ao Daily Mail.

Thomas Jane como Don Draper em Mad Men

Jon Hamm é o Don Draper de Mad Men, mas a história poderia ser diferente. Thomas Jane (de Hung) quase pegou o papel do executivo da publicidade, revelou Hamm num podcast dizendo que Jane recusou o papel porque à época, “contava muito o fato da série estar numa emissora a cabo que não tinha qualquer tradição em fazer dramas originais e que além disso ela era uma produção muito cabeça totalmente fora do contexto cultural atual.”

Michael Keaton como Jack Shepard em LOST

Como todo mundo já sabe, no esboço original do Piloto de LOST, Jack iria morrer. Obviamente, isso acabou mudando antes da série ser gravada e o elenco também – Michael Keaton, que havia sido inicialmente sondado por J.J. Abrams, recusou o papel quando soube que Jack continuaria vivo, o que acabou abrindo as portas para que Matthew Fox assumisse o personagem.

Kristen Bell como Charlotte Lewis em LOST

Antes de Rebecca Mader assumir o papel da antropóloga em LOST, Kristen Bell (de Veronica Mars) teve a chance de fazê-la, mas acabou recusando por conta de um trabalho na Broadway e uma participação num arco em Heroes.

Paul Giamatti como Michael Scott em The Office

Imagine só como seria se Paul Giamatti tivesse trabalhado na filial da Dunder Mifflin em Scranton. Nos bastidores, comenta-se que Giamatti foi procurado por executivos da NBC para fazer o papel de Michael Scott, mas com a recusa do ator, Steve Carell acabou sendo escolhido para fazer o protagonista de The Office durante sete temporadas.

Pamela Anderson como Dana Scully em The X-Files

Como teria sido a tensão sexual de The X-Files se Scully fosse feita por Pamela Anderson em vez de Gillian Anderson? Sinceramente não dá nem para imaginar esse icônico papel sendo feito por outra pessoa.

Matthew Broderick como Walter White em Breaking Bad

John Cusack ou Matthew Broderick comoWalter White? Esquisito demais imaginar isso agora, mas a AMC queria um deles para fazer Walter de acordo com o The Hollywood Reporter. Quando ambos recusaram o papel, a AMC acabou escolhendo Bryan Cranston para dar vida professor de química que vira traficante.

Katie Holmes como Buffy Summers em Buffy the Vampire Slayer

Imagine Buffy com Sarah Michelle Gellar como Cordelia (papel para o qual ela teria feito testes) e Katie Holmes como a protagonista caçadora de vampiros. Nos bastidores, comenta-se que Holmes recusou o papel de Buffy porque tinha que terminar o ensino médio. Eventualmente, ela acabou estrelando Dawson’s Creek no ano seguinte.

John Hawkes como Governador em The Walking Dead

Num raro caso de honestidade em Hollywood, o ator John Hawkes recusou o grande papel do Governador na próxima temporada de The Walking Dead porque, conforme ele mesmo disse, “Eu sentia que o papel tinha que ser de alguém que pudesse realmente tirar o melhor dele”. David Morrissey é o sortudo que assumiu a responsabilidade.

5 respostas para “Os Astros que Recusaram Papeis Importantes em Séries Renomadas”

  1. Ismael disse:

    Michael Keaton como Jack em Lost poderia funcionar muito bem.

    E o jack estava programado para morrer no Piloto? Melhor ainda, talvez essa mudança de roteiro explique porque o personagem era considerado líder na história, mas na prática não liderava, e só atrapalhava.

    Se não estivesse na história poderiam ter dado mais destaque a ao Sawyer, um líder anti-herói, bem mais legal que o picolé de chuchu que é foi o Jack.

  2. refer disse:

    O Jack estaria no lugar do piloto que aparece morto ao final do 1º episódio da 1ª temporada. Os roteiristas não o fizeram por que os executivos da ABC não gostaram da ideia. E em vez do líder ser o Jack, seria acredite se quiser, a Kate, onde na realidade ela seria uma dona de casa que tinha problemas com o marido (ou ex-marido, não me recordo) nos flashbacks.

  3. O Rob Lowe ia ser o Derek em Grey’s Anatomy, não? Ele foi fazer Dr. Vegas no lugar…

  4. Fabio disse:

    Os mesmos q falavam que Brain Craston n prestava, hj pagam pau.

    blog sem personalidade e vendido

  5. Ismael disse:

    Acredito. Se o Jack foi efetivado como líder, tudo é possível.

    E a Kate era “Faca na bota”.

Deixe uma resposta

ss