FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

True Blood: We'll Meet Again

[com spoilers do episódio 5×04] Quando acho que True Blood esgotou sua dose semanal de bizarrice, a série vem e prova o contrário com a introdução do bordel “Moulin Rouge” de fadas. Por quê ou pra quê aquilo serviu eu realmente não sei. Enfim. E com um terço da temporada em andamento, a série ainda não deu nenhuma pista do paradeiro e/ou dos planos de Russel Edgington. Afinal, com dezenas de histórias paralelas e desconexas em andamento (como sempre), o desenvolvimento não teria como não ser prejudicado. Terry Bellafleur buscando o matador de soldados, flashbacks de guerra, Lafayette possuído, Sookie e Alcide de novo… True Blood segue caminhando erraticamente para todos os lados. Pelo menos este episódio foi mais divertido de assistir, ainda mais quando a série brinca com suas limitações narrativas: “estou surpresa que vocês não usam este recurso com mais frequência”, disse Tara sobre o poder que um vampiro criador pode exercer sobre sua cria. As cenas no QG da Autoridade então, que mais parece ser uma Apple Store vampiresca, são de longe as melhores (“there’s an app for that”). O Guardião Roman interpretado Chris Meloni é a melhor adição ao drama até agora (especialmente quando ele está matado criancinhas vampiras insuportáveis). É uma pena, no entanto, que para cada cena boa de True Blood, ou alguma que realmente faça a história avançar, temos que aturar muita enrolação e tramas que sabemos que serão dispensadas pelo roteiro sem desenvolvimento ou conclusão. We’ll Meet Again certamente foi um capítulo mais fluido que o anterior, mas ainda bem aquém daquilo que a série já foi um dia.

9 respostas para “True Blood: We'll Meet Again”

  1. Aramaiko disse:

    Russel Edgington está fazendo freela como juiz em The good wife.. hauhaua Aliás, é um dos melhores juízes da série, principalmente quando ele pede 1 minuto de silêncio no meio do julgamento kkkkkk

  2. disse:

    Tenho tentando me empolgar com True Blood. Quando soube que essa temporada seria do Russel e da autoridade logo me animei. Esqueci que a trama mais interessante da série é sempre uma sub-trama, e as sub-tramas desinteressantes de personagens entediantes, é a trama principal. Esse episódio me deixou sem esperanças nenhuma de que True Blood volte a ser o que era. Aposta quanto q esse lance da autoridade nao vai ser bem desenvolvido e de que o Russel não vai fazer quase nd? FUCK SOOKIE, FUCK ALCIDE, FUCK TERRY, FUCK ANDY, FUCK THE FAERIES, FUCK THE FAERIES, FUCK THE FAERIES!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Cakki disse:

    Tbm achei este episódio melhor que o anterior – mais leve e divertido de assistir, mas isso não quer dizer que o episódio tenha sido bom.

    A trama da Autoridade + Bill e Eric + Pam foram a melhor parte do episódio. Só espero que o Russel apareça (de novo) logo!

    No mais, tudo do mesmo: Lafa, Sookie, Alcide, Terry, etc. etc. etc.

    Por incrível que pareça, ontem foi a primeira vez em mto tempo q não fiquei com raiva da Tara. Não estou dizendo que ela não continua me irritando, mas pelo menos ela tava suportável…

    E das fadas eu nem comento nada pq neh…… Affff!!!

  4. O plot da Authority não tá empolgando mais… de fato, só empolgou no 2º episódio. Bill, Eric, Russel, Alcide, Sookie, Sam, Laffayete, Jason, Andy… tudo perdendo destaque pra quem até então não havia ganho um plot realmente próprio: PAM! A temporada tah sendo dela, não adianta…
    Sobre a Authority, alguém mais tah sentindo que a Salome é a traidora sanguinista? Ou sou só eu?…

  5. Ismael disse:

    E agora todo episódio a Tara chega quase a morrer pra no último segundo alguém salvar. Coisa irritante.

    Só falta ele morrer, e saltar o Sérgio Malandro detrás de uma árvore gritando pegadinha do malandro e salvando ela com um gluglu mágico.

  6. Alguém mais tah achando que mataram o vampirinho da Authority porque perceberam que o casting do ator foi péssimo (sério, que atorzinho ruim…)?

  7. Dieny Silva disse:

    O problema que todo mundo critica das subtramas é porque vocês só acham legam matança de vampiros??? Se a série girasse somente em torno disso seria muito mais chato, pois creio que nem tudo nas sub é desconexo, porque a história do Terry mesmo parece meio bobinha, mas eu creio que exista algo por de trás de tudo, porque afinal de contas qual seria o motivo daquele fogo na casa dele e como surgiu o fogo, no próprio episódio ele deu entender que a culpa daquilo era dele, mas porque, que tanto mistério em cima dele se ele só vai atrás do caçador de soldados, outro no episódio das ménades os únicos que não ficavam hipnotizados eram os seres sobrenaturais, se alguém notou o Andy foi um dos que não ficaram hipnotizados, isso não é estranho pra quem é só um cara????

  8. Alexandre disse:

    Continuamos sem ter o mínimo necessário de Jessica por episódio (sério, até minha esposa acha ela maravilhosa). A revelação mais bonita e gostosa da TV atual sendo subaproveitada numa série sem rumo e sentido como essa.

    Enquanto isso temos que aguentar o Jason sentimental e broxa, a Tara chata que devia ter morrido, a Pam que já encheu o saco, Bill e Eric sem função, Terry que ninguém aguenta mais e nem tem mais aquela graça de “lesado de guerra”, Lafayette que nem de longe lembra a personagem engraçada e irreverente da primeira temporada, a Sookie que já deu desde o S01E01, o Alcide que não tem dignidade e não serve pra nada, o Andy que é um desperdício de tempo, o Sam que virou um peso morto, as fadas, lobisomens e metamorfos entendiantes e aquelas cenas da autoridade que são inúteis em tudo.

    Virou puro masoquismo assistir isso.

  9. O problema das subtramas eh serem por maioria das vezes desconexas da trama principal. E ainda serem arrastadas, com muita enrolação pra manter personagens que já não tem mais função ou história pra contar…

Deixe uma resposta

ss