FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Homeland: The Smile

Drama retorna para a segunda temporada com episódio consistente e repleto de tensão

[com spoilers do episódio 2×01] Nós estamos em guerra, você precisa escolher um lado”. A frase ouvida por Brody no episódio de estreia da segunda temporada de Homeland também serviria para Carrie. Ela estaria pronta para deixar sua mágoa e recuperação de lado para ajudar o país – e a agência que a renegou – novamente? Se ela não aceitasse essa oferta, não seria Carrie Mathison, essa personagem tão complexa e obstinada. Uma das minhas preocupações com a história era como iriam introduzi-la no caso e isso ocorreu da forma mais coerente possível. É só lembrar como a agente sempre tratou seus informantes, se preocupando com a segurança deles. Dessa forma, é totalmente plausível que a nova personagem confie somente na pessoa que a protegeu.

E Carrie, tão competente e tão frágil em sua nova missão, apenas nos dá a certeza de que o Emmy conquistado por Claire Danes foi mais que merecido. Parecendo uma bomba com risco de explodir a qualquer momento, não desistiu e enfrentou o perseguidor – sequencia que rendeu a melhor cena do episódio -, com o seu sorriso perfeito para a câmera.

Dana, além dos conflitos da idade e mudanças, precisa conviver com os segredos de sua família, proporcionou talvez a discussão mais interessante de The Smile. Foi surpreendente, ainda, que Brody tenha revelado para sua esposa sobre sua religião tão cedo. Parece que em qualquer outra série esse confronto seria enrolado por uma temporada, mas a beleza de Homeland é que as coisas realmente acontecem no ritmo certo.

Perfeita em unir momentos de tensão psicológica e os de ação, o roteiro foi bem sucedido em contextualizar a situação política atual e os conflitos internacionais. Além disso, o drama merece o mérito de ter conduzido as duas cenas de ação de maneira eficaz e incomum: é incrível como a série consegue fazer com que o espectador torça tanto para Brody quanto para Carrie nesses momentos. Homeland voltou mostrando que tem fôlego para uma segunda temporada tão boa quanto a de sua estreia.

5 respostas para “Homeland: The Smile”

  1. jjoni_nunes disse:

    Gostei muito desse retorno de Homeland,esse episódio só me deu a certeza de que essa segunda temporada vai ser tão boa quanto a primeira!

  2. Tiago Oliva disse:

    Eu particularmente não compro a causa do Brody. Acho que a morte de uma criança não justifica o que eles têm planejado. Também gostei da agilidade e coerência das sequências em que tanto o Brody quanto a Carrie volta a ativa. Geralmente os personagens negam suas obrigações por episódio(s) inteiro(s) quando a gente já sabe que no final eles acabarão aceitando. A única ressalva que faço é em relação à evolução do que aconteceu na primeira temporada e como isso vai repercutir na segunda. A Carrie vai acordar um dia e lembrar de tudo que concluiu no season finalle um dia ou terá que percorrer aquele caminho todo novamente? Como colocar o Brody como suspeito sem fazer com que ela e todos ao seu redor pensem que ela está louca?

  3. Scott disse:

    ótima review Di. Concordo bastante.

  4. Gostei muito do episódio. A série é excelente pois, mostra muito bem os dois lados destes eternos conflitos do oriente médio. Torço muito para que a série não fique como 24 horas que depois da 4. temporada tinha plot twists bestas e previsíveis.

  5. SENSACIONAL ESSA SÉRIE ESTOU AGUARDANDO ANSIOSA!

Deixe uma resposta

ss