FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

Doctor Who World Tour: produtor e atores passam pelo Brasil e falam sobre nova fase da série

Coletiva Doctor Who - Capaldi

O que o meu Doutor traz de diferente em relação aos anteriores? Bem, como ele ainda é o mesmo personagem, não diria que possa ser tão diferente das outras encarnações, mas certamente agora ele é mais irascível e ainda mais entusiasmado com a chance de poder viajar pelo tempo e pelo espaço.”  (Peter Capaldi, o novo Doutor)

Depois de visitar seis cidades ao redor do mundo, a turnê de divulgação da oitava temporada de Doctor Who passou pelo Rio de Janeiro na segunda-feira, dia 18 de agosto. A principal atração foi o evento com presença de vários fãs da série que, além de verem de perto o produtor executivo e principal roteirista, Steven Moffat, a atriz Jenna Coleman (Clara Oswald) e, claro, o novo interprete do Doutor, também assistiram, em primeira mão, “Deep Breath”, episódio de estreia da oitava temporada da série que marca também a introdução oficial do ator escocês ganhador de um Oscar, Peter Capaldi, que assume a responsabilidade de dar vida à décima segunda encarnação do Senhor do Tempo.

Coletiva Doctor Who

Antes do evento com fãs, porém, o trio participou de uma coletiva de imprensa no Hotel Copacabana Palace onde o Ligado em Série, a convite da BBC Worldwide, esteve presente. O papo, que foi bem animado dada a simpatia e disposição dos três para responder as perguntas de forma elaborada, durou quase uma hora e rendeu, além de curiosidades como o fato de Steven Moffat se declarar fã da série Louie e não descartar a possibilidade de vermos uma futura história se passando no Brasil, algumas boas indicaçõesdo que podemos esperar da nova fase que se inicia para a já cinquentenária e popular Doctor Who.

Doctor Who | Um Fenômeno Mundial

Surpresos e fascinados. Foi assim que Peter Capaldi e Jenna Coleman resumiram a experiência de ver como a série é querida por milhares de pessoas de culturas tão diferentes durante a turnê de doze dias. “Ter essa percepção traz uma pressão extra, claro, mas ao mesmo tempo é fantástico ver como Doctor Who afeta tanta gente pelo mundo”, comentou Capaldi. “Fazer Doctor Who é um orgulho. O trabalho é duro, claro, mas sendo eu mesmo fã da série desde sempre, dá muita satisfação ver o resultado e a reação do público”, complementou Moffat. Coleman, por sua vez, destacou que “fazer Doctor Who é ter sempre a sensação de estar, ao mesmo tempo, lendo e vivendo um conto de fadas.”

Coletiva Doctor Who (2)

A popularidade mundial exerce alguma influência sobre os rumos da série?

Independente de qualquer coisa, nós nunca quisemos mudar a identidade da série”, comentou Moffat. “Nos policiamos no sentido de nos mantermos fiéis ao conceito de sempre pensar em conferir evolução à série sem que ela perca sua identidade inglesa e, pelo nível de resposta do público nos últimos anos, parece que nossa estratégia tem funcionado bem”, complementou o produtor e roteirista que também comanda a aclamada Sherlock.

Capaldi sobre seu primeiro contato como fã e sobre a sensação de ser o Doutor

“The Dalek Invasion of Earth. Essa foi a primeira história que vi e eu tinha só seis anos, mas a imagem daquele Dalek emergindo do rio Tâmisa sempre me traz boas lembranças. Acompanhar aquele universo e ser transportado para outro mundo cheio de seres estranhos, monstros e afins sempre me fascinou e fazer parte disso agora é como ganhar um presente que você jamais sonhou que pudesse receber. Dito isso, o meu maior desafio é deixar de ser o fan boy para me tornar aquele que dá vida a esse personagem tão incrível.”

Coletiva Doctor Who (3)

O relacionamento da Clara com o Doutor vai mudar?

O simples fato de eu ser mais velho [que o Matt Smith] já é um elemento que por si só ajuda a conferir camadas novas no relacionamento dos dois”, adiantou Capaldi que foi acompanhado por Coleman dizendo que “é evidente que a Clara e o Doutor se conhecem bem, mas o mais curioso agora será notar como a regeneração do protagonista fará com que os dois personagens descubram novas nuances em sua relação. Esse Doutor é menos previsível, tem um humor mais ácido e é bem mais control freak.”

O que o Doutor de Peter Capaldi tem de novo em relação aos anteriores?

Desde o início, nunca foi minha intenção buscar distanciamento das outras encarnações, até porque trata-se do mesmo personagem”, disse o ator que no entanto complementou: “por outro lado, a minha versão tem um pávio mais curto e talvez até seja um pouco menos amigável/simpático, mas também é um Doutor que surge mais entusiasmado com o dom que lhe foi dado. Ele se fascina com tudo o que pode ver e experimentar e se irrita com aqueles que não enxergam a beleza das coisas da mesma forma que ele. Além disso, esse Doutor tem mais conflito interno e talvez seja alguém que reaja de forma mais rígida à moral do que é bom e mau.”

Coletiva Doctor Who (4)

Veremos um Doutor mais sombrio?

Se você for julgar pelo figurino, sim, esse é bem mais sombrio. Aliás, quando eu era garoto e via a série, sempre achava o personagem bem sombrio, mas isso era culpa da TV que ainda não tinha cores”, brincou Capaldi para logo em seguida, emendar, já um pouco mais sério: “o Doutor é alguém com muitos conflitos, porque embora pareça, ele não é super-herói. Ele sente culpa, raiva, frustração, mas ao mesmo tempo é alguém muito apaixonado e entusiasmado pela oportunidade de viajar pelo tempo e pelo espaço.

Como este novo Doutor se sente em relação a Gallifrey?

Acredito que seja um lugar pelo qual o Doutor ainda se importa muito, mas ao qual ele já não pertence mais. O mais interessante sobre aquele lugar é notar como ele praticamente assume tanto o papel de ser um elemento de mito e folclore dentro da mitologia da série quanto de instrumento que ajuda a contar uma história”, finalizou Capaldi pouco antes de atender, de forma simpática, vários pedidos de fotos (inclusive do autor desta matéria) e de autógrafos dados com muita atenção.

Ainda no Rio, Peter Capaldi e Jenna Coleman visitaram o Cristo Redentor e tudo foi filmado com um drone, assista:

A oitava temporada de Doctor Who estreia no Brasil no próximo sábado, 23 de agosto, às 22h no canal BBC HD.

Deixe uma resposta

ss