FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Ligado em Série Entrevista: Eric Dane, de The Last Ship!

ericdanemexico

É uma anomalia para qualquer ator interpretar um mesmo personagem por tanto tempo como eu fiz.

Com essa frase o ator Eric Dane, o eterno Mark “McSteamy” Sloane de Grey’s Anatomy, abriu a entrevista que concedeu semana passada no México ao Ligado em Série. Ele falou sobre estrelar a sua própria série, a superprodução da TNT e Michael Bay The Last Ship, carreira, oportunidades e mais!

Neste drama apocalíptico – como ele fez questão de frisar – e “não pós-apocalíptico como muitos outros“, ele interpreta o Capitão Tom Chandler, um fuzileiro naval autoritário, decidido e com a missão de salvar o mundo da ameaça de um vírus que dizimou grande parte da população. À bordo do Destroyer U.S.S Nathan Jones, ele tem na infectologista Rachel Scott (Rhona Mitra) a única esperança para a humanidade.

Calmo, contido e até um pouco tímido numa tarde fria na cidade do México, ele frisou que já estava querendo fazer algo diferente há um bom tempo: “Eu interpretei o personagem [Mark Sloane] por sete anos. Este papel apareceu e eu sempre quis trabalhar com Michael Bay, então foi uma oportunidade que não pude passar“. Dane disse que não foi difícil largar o “McSteamy” para trás.

Foi tão fácil como tirar o jaleco de cirurgião e vestir o uniforme naval. Deixei o hospital e pulei num navio. Simples assim!

Sobre o personagem Tom Chandler, o intérprete disse se sentir muito honrado e confortável em interpretar um sujeito honrado e com princípios: “Eu me sinto assim. Gosto do tema e da oportunidade de homenagear a Marinha do meu país”. Além disso, ele comentou que gosta muito de ser saudado e que na série todo mundo precisa saudá-lo o tempo todo, “já que ele é o capitão, oras!

tomchandlerlastship

Sobre a preparação para viver um oficial de alto escalão da marinha, Dane disse não ter estudado para o papel e que não tinha nenhuma experiência com treinamento militar. “Coloquei o uniforme e isso foi 80% da preparação, por isso espero não cair em nenhum clichê ou estereótipo. Os roteiristas são ótimos e pesquisam tudo muito bem para nós. No meu caso foi só colocar a farda, andar forte e olhar firme. É isso. Não gosto de ser muito poético sobre a forma de me preparar para os personagens que interpreto. No dia de gravar eu apareço, digo as minhas falas e pronto“.

Dane disse que embora Tom Chandler não seja o “senhor certinho”, a primeira temporada não vai explorar muito as falhas do personagem. Ele nem sempre está certo, mas aqui ele será retratado como um sujeito bem heróico. Perguntamos, então, o que aconteceria se The Last Ship for renovada por várias temporadas, especialmente quando ele é o protagonista e não pode simplesmente pedir à “Tia Shonda” para matá-lo: “É uma boa pergunta! Mas acho que aqui seguiremos com temporadas mais compactas [de dez episódios], então eu estarei preparado para batalhar no navio pelo tempo que for necessário.”

Grey’s Anatomy tomava dez meses do meu ano. Com The Last Ship tenho a oportunidade de fazer outras coisas e explorar novas possibilidades.

Uma delas, já em andamento, é a minissérie canadense The Fixer e a outra é o filme independente The Grey Lady, com Natalie Zea. Fora das telas o ator disse que gosta de passar o tempo com sua família e que é bastante recluso: “prefiro ficar quieto ouvindo músicas, na maioria clássicos do rock“.

Ele também aproveitou o espaço para falar um pouco da temática da série ante os acontecimentos no mundo. Na semana da entrevista foram reportados mais casos de mortes pelo vírus Ebola na África, bem como intensificou-se o conflito no oriente médio entre Israel e o Hamas. Para ele, The Last Ship é uma série atual, já que uma catástrofe de nível global pode realmente acontecer a qualquer momento: “Será que o apocalipse virá na forma de uma guerra ou de uma pandemia? Ninguém sabe.” No entanto, o ator comentou como fenômeno de obras que retratam o mundo pós-apocalíptico tem se tornado cada vez mais frequente:

É uma arrogância imensa de cada geração achar que o mundo vai acabar com ela. A Terra está aí há muito tempo e vai continuar por muito tempo, com ou sem a gente. 

Mas e se o apocalipse vier? “Eu pegaria a minha família e sairia correndo para salvar a vida deles.” Por fim, Dane falou conosco sobre o sonho de ser ator: “Decidi atuar quando participei de uma peça na escola, mas não tinha ideia de como começar. Morava em São Francisco e Los Angeles era um mundo totalmente diferente. Fui pra lá, batalhei por dez anos [fez pontas em séries como Saved By the BellThe Wonder YearsRoseanne, Charmed e Las Vegas], passei por Grey’s Anatomy e hoje estou aqui com vocês! Então muito obrigado por terem vindo!

Dane se despediu dizendo que adorou trabalhar com Michael Bay e que, embora ele não tenha dirigido nenhum episódio – função que ficou com Jack Bender (LOST) e outros, ele estava muito envolvido com a série e é um sujeito bastante divertido. The Rock (A Rocha) é o filme de Bay preferido de Eric Dane.

ericdanemexico2

The Last Ship já está em exibição na TNT todas as segundas às 23h20, com opções de áudio original, legendas e áudio dublado, se disponíveis pela operadora. O Ligado em Série viajou ao México a convite da TNT e também falou com os coadjuvantes da série Rhona Mitra (Boston Legal), Adam Baldwin (Chuck) e com o produtor e diretor Jack Bender (LOST). Em breve você verá as demais entrevistas aqui!

Veja Eric Dane no trailer de The Last Ship:

Deixe uma resposta

ss