FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

#ListaLigada: Clássicos da Sessão da Tarde!

listaligadafilmes

Na mente de quase todos os adolescentes da década de 90 que não dispunham de TV a cabo e Internet, uma coisa era absolutamente certeza: o filme que seria exibido na Sessão da Tarde naquele dia, apesar de já ter sido visto dezenas de vezes, seria algo impossível de parar de assistir, uma vez que ele tenha começado. Clássicos que marcaram a infância de muitos de nós, e que até hoje vez ou outra dão as caras nas tardes da Globo, são o tema da Lista Ligada que preparamos.

Atenção: não nos responsabilizamos pelos efeitos colaterais da leitura dos itens abaixo, que incluem um desejo imenso de assistir novamente vários dos filmes citados, bem como passar cerca de uma hora suspirando com ares nostálgicos. Vocês foram advertidos!

Ferris Bueller’s Day Off (Curtindo a Vida Adoidado)

adoidado_1

Talvez um dos filmes mais lembrados e cultuados das últimas décadas, Curtindo a Vida Adoidado conta a história de Ferris Bueller (Matthew Broderick, naquele que talvez seja o papel mais relevante de sua carreira, senão o único), um adolescente que resolve cabular a aula do dia para sair com seus amigos e se divertir pelas ruas de Chicago. A todo tempo quebrando a quarta parede, na qual o protagonista dialoga diretamente com o público, o filme ainda conta com a participação de Jennifer Grey e Charlie Sheen em início de carreira. Também é desse filme uma das cenas mais icônicas do cinema: Ferris cantando Twist and Shout, dos Beatles, em cima de um carro alegórico durante a parada alemã.

Top Gun (Top Gun: Ases Indomáveis)

top gun

O filme de 1986 traz Tom Cruise no papel de Pete Mitchell, um piloto de caça da Marinha dos Estados Unidos que é selecionado para participar de um curso na Top Gun, onde pode poderá adquirir a experiência necessária para uma promoção futura. Durante o curso, ele se apaixona pela instrutora Charlie (Kelly McGills), ao mesmo tempo em que desperta a inveja do companheiro de curso Ice (Val Kilmer). Assim como muitas produções dos anos 80, o filme também foi vítima dos executivos da distribuidora, que inseriram o subtítulo Ases Indomáveis logo após o título original (se bem que, considerando várias das traduções de títulos que outros filmes sofreram, alguns aqui nessa lista, podemos dizer que Top Gun até teve sorte). Outra marca do filme é a grudenta Take My Breath Away, do grupo Berlin, trilha sonora que acabou levando o Oscar de Melhor Canção.

Big (Quero Ser Grande)

quero ser grande

A produção que rendeu a primeira indicação de Tom Hanks ao Oscar de Melhor Ator traz a história de Josh, um adolescente que, após ser ridicularizado por não ter altura nem idade suficientes para entrar na montanha-russa de um parque de diversões, vai até uma máquina cigana localizada no mesmo parque e faz um pedido para crescer logo. No dia seguinte, ao acordar com 30 anos, precisa convencer a família e os amigos de que ele é a mesma pessoa, e não um impostor. Uma das cenas mais lembradas do filme é aquela em que Josh e o dono da companhia de brinquedos dançam sobre um teclado gigante, o que acaba rendendo ao “garoto” o emprego dos sonhos: provador de brinquedos.

Three O’Clock High (Te Pego Lá Fora)

te pego lá fora

Quando Jerry Mitchell recebe a difícil missão do editor do jornal da escola de entrevistar Buddy Revell, aluno recém-chegado à escola, e que tem fama de psicopata, ele não contava que despertaria a raiva do aluno, que o desafia a um combate corporal na saída da escola. Logo, o filme foca no desespero de Jerry em se livrar da promessa de Buddy, o que o leva a tentar fugir do colégio, fingir que está doente e até mesmo seduzir a professora de Literatura.

Filmes dos Trapalhões

trapalhões

Aqui nós temos um combo de filmes dos Trapalhões, já que seria redundante dissertar uma por uma das dezenas de produções estreladas por Didi, Dedé, Mussum e Zacarias. Filmes como O Casamento dos Tarapalhões, Os Trapalhões e o Mágico de Oz, O Cangaceiro Trapalhão e Os Trapalhões na Serra Pelada, entre outros, eram (e ainda são) exibidos aos montes nas tardes da Globo (e aqui excluo os filmes da era pós Mussum e Zacarias, dado que os mesmos perderam e muito do brilho e da ingenuidade que tornavam encantadores aqueles produzidos na década de 80).

The Goonies (Os Goonies)

os goonies

Produzida, roteirizada e dirigida por Steven Spielberg, The Goonies é uma caça ao tesouro que reúne seis amigos que, ao mesmo tempo em que tentam encontra-lo, devem fugir da família Fratelli, uma gangue de bandidos italianos que também estão atrás da fortuna escondida.

Beetlejuice (Os Fantasmas se Divertem)

os fantasmas

Mais um clássico das nossas tardes, esta produção de Tim Burton traz Alec Baldwin e Geena Davis como um casal que, ao falecer num acidente de carro, descobrem que devem permanecer ainda por 125 anos residindo na casa onde viviam até serem autorizados a ir para outro plano. Nesse meio tempo, devem aprender a assombrar a casa. Para começar, devem expulsar os novos moradores, uma família esquisita de Nova York, cuja filha única, Lydia (Winona Ryder), é uma garota gótica, que auxilia os fantasmas em sua nova missão. Após várias tentativas fracassadas, o casal recorre ao auxílio de Beetlejuice (Michael Keaton), um fantasma especializado em “exorcizar vivos”.

Zoando na TV

zoando

Deixe a vergonha de lado e confesse que você já assistiu esse filme várias vezes. Zoando na TV traz Angélica e Márcio Garcia na pele de um casal que é sugado pela televisão de sua sala e fica pulando de canal em canal de acordo com o programa escolhido pela pessoa que agora está de posse do controle remoto. Apesar do enredo pouco atraente e dos efeitos especiais toscos, valia pena assistir apenas pelo personagem de Miguel Falabella, um ator canastrão de novela mexicana que ajudava o casal a sair da enrascada em que se meteu.

Bloodsport (O Grande Dragão Branco)

ograndedragaogranco

A história de real do lutador Frank Dux, primeiro ocidental a vencer o torneio de artes marciais Kumite, em Hong Kong, foi estrelada por Jean-Claude Van Damme em 1988 e imediatamente o impulsionou ao estrelato. Contando com lutas coreografadas (algo que Jackie Chan já fazia na época), o filme impressionou por lembrar muito as produções protagonizadas por Bruce Lee.

Risky Business (Negócio Arriscado)

negocio arriscado

Filme que lançou Tom Cruise ao estrelato, Negócio Arriscado o traz interpretando Joel, um adolescente que, ao ser chamado de certinho pelo melhor amigo, resolve sair com uma prostituta e leva-la à casa dos pais, que estão viajando. Nos dias seguintes, resolve utilizar o local como ponto de encontro entre outras prostitutas e seus clientes, recebendo sempre uma comissão para isso. No entanto, tudo começa a dar errado quando sua casa é saqueada pelas garotas de programa e seus cafetões, e ele tem pouco tempo para recuperar tudo antes que seus pais cheguem de viagem. Bom, é só ler a sinopse acima para imaginar que os tempos em que esse filme passava na Sessão da Tarde não voltarão mais, devido à classificação indicativa implementada há alguns anos.

Sister Act (Mudança de Hábito)

mudanca

É quase impossível olhar para Whoopi Goldberg e não lembrar daquele que é seu papel mais célebre no cinema: o da cantora de boate Deloris que, após ser testemunha de um assassinato cometido pelo seu namorado Vince, é colocada num programa de proteção às testemunhas até que chegue o dia do julgamento. Indo parar em um convento, ela assume o disfarce de Irmã Mary Clarence, e assume a regência do coral de freiras e transforma-o em algo que atrai cada vez mais fieis às missas que até então, eram assistidas por poucos. O filme rendeu uma continuação, quando a Madre Superiora pede que Deloris volte ao convento para ajudar uma turma de alunos indisciplinados a vencer um torneio de canto.

Miracle on 34th Street (Milagre na Rua 34)

milagre

Refilmagem da produção de 1947, o filme é presença certa na época de Natal. Quando um idoso é contratado para trabalhar como o Papai Noel numa loja de departamentos, ninguém imagina que ele é o próprio Papai Noel, que veio para provar para a menina Susan, uma garota cética, que ele existe mesmo. No decorrer desse processo, o velhinho é tido como louco e levado a julgamento, onde ele corre o risco de ser mandado para um sanatório. A cena em que Susan leva a nota de um dólar para o juiz é a mais marcante do filme.

Lua de Cristal

lua de cristal

Todo baixinho que se preza assistiu esse filme de 1990, no qual Xuxa encarnava uma versão moderna de Cinderela: Maria da Graça (sim, a sutileza nunca foi o ponto forte dos filmes da Xuxa). Maltratada pela tia e pela prima, que a obrigavam a fazer os trabalhos domésticos, além de ser constantemente assediada pelo primo Mauricinho (sim, a sutileza…), Maria conta com a ajuda de uma vizinha e de Bob (Sérgio Mallandro, acredite), seu “príncipe encantado”, para conseguir um emprego numa lanchonete e posteriormente, virar estrela de um show.

Loverboy (Garoto de Programa)

MSDLOVE EC016

A divertida comédia sobre o entregador de pizza que sempre entrega algo a mais a suas clientes quando estas pedem uma pizza “com muitas anchovas”, foi estrelada por Patrick Dempsey em início de carreira. Mais um filme que jamais passará novamente na Sessão da Tarde devido à classificação indicativa atual, a produção ainda contava com Carrie Fisher e Kristie Alley.

Private Resort (Férias do Barulho)

ferias do barulho

Outra comédia típica dos anos 80, Private Resort traz um Johnny Depp adolescente na pele de um garoto que se hospeda junto com seu amigo num luxuoso hotel na Flórida, com o objetivo de conquistar o maior número possível de mulheres. No entanto, ao se envolver com a esposa de um perigoso ladrão de joias, eles passam a ser alvos dele e de seu segurança. Atenção ao maravilhoso título nacional que a distribuidora encontrou para o o filme, gerando uma série de derivados no país. Aos marmanjos de plantão, esse filme também era uma das poucas chances de ver uns “peitinhos” na TV durante o dia, já que nos anos 90 a censura desse tipo era praticamente livre.

Home Alone (Esqueceram de Mim)

esqueceram

Um dos maiores ícones do anos 90, Macaulay Culkin deu vida ao garoto Kevin McCallister que, ao ser esquecido em casa pela família que viajou de férias, se vê numa situação em que, além de aprender a se virar sozinho, deve proteger sua casa, que vira alvo de dois ladrões – os bandidos molhados – que acham que não tem ninguém em casa. Uma das melhores cenas do filme acontece quando Kevin assusta o entregador de pizza utilizando uma cena de filme de gângster.

Stand By Me (Conta Comigo)

conta comigo

Baseado na obra de Stephen King, este belíssimo filme narra a história de quatro amigos que partem numa caminhada em busca de um jovem que desapareceu na floresta há três dias, e que, acredita-se, está morto. Mas o que deveria ser uma expedição de busca acaba se tornando uma jornada de autoconhecimento, onde a amizade dos quatro será testada a todo momento. Tocante, é um filme que merece ser visto sempre.

The Blue Lagoon (A Lagoa Azul)

A-Lagoa-Azul

Claro que não poderíamos finalizar essa lista sem falar daquele que é o maior clássico da Sessão da Tarde de todos os tempos. A história dos primos que, após um naufrágio, acabam indo parar em uma ilha deserta e passam a viver juntos longe de tudo e de todos é o símbolo da faixa vespertina de filmes da Globo. Sua paz é cortada a partir do momento em que exploradores chegam à ilha e ameaçam a  vida simples que o casal levava até então. O filme ainda trouxe Brookie Shields aos 14 anos idade, que mais tarde, precisou declarar em juízo que uma dublê gravou as cenas em que aparecia sem roupa.

E então, qual filme de Sessão da Tarde/Cinema em Casa inesquecível pra você  foi esquecido aqui na nossa lista? Dê sua opinião nos comentários abaixo!

5 respostas para “#ListaLigada: Clássicos da Sessão da Tarde!”

  1. Lucas Barbosa disse:

    Gostei da lista, eu sempre procuro os filmes “clássicos” da Sessão da Tarde mas sempre esqueço de alguns, ajudou al embrar de alguns.

    PS: Spielberg produziu e escreveu “Os Goonies”com o Chris Columbus, quem dirigiu foi o Richard Donner.

  2. Paulo Neni disse:

    Muito boa a lista.
    Incluiria Os aventureiros do Bairro Proibido, com o Kurt Russel e a Kim Cattrall. Diversão garantida….

  3. luciane disse:

    Faltou algum filme com bicho falando, sempre tem…

  4. rpa disse:

    A sinopse de “A Lagoa Azul” acabou misturada com a da continuação “De Volta à Lagoa Azul”.
    “Loverboy” acho que só passou no SBT…
    acho que, “curtindo a vida adoidado”, a festa não é alemã e sim irlandesa,
    um filme que o SBT passava e também é clássico é “A Aparição”, com Charlie Sheen

  5. Rodrigo disse:

    Faltou a trilogia De Volta Para o Futuro e Uma Cilada Para Roger Rabitt. Verdadeiros Clássicos.

Deixe uma resposta

ss