FOTO: NETFLIX

Por: Redação Ligado em Série

Guia de sobrevivência: Maratona House of Cards

A terceira temporada de House of Cards estreou, e a Netflix, como sempre, despejou os treze episódios de uma vez só no seu serviço de streaming – o que fatalmente provocará uma segunda-feira de visita emergencial ao oftalmologista após um fim de semana de tratamento Ludovico na frente da televisão. Assim, preparamos um pequeno guia mostrando as estratégias para sobreviver aos dois dias de maratona:

1 – Guacamole vencido

hoc1FOTO: NETFLIX

Se você cometeu o erro crasso de ter uma vida social, é provável que alguém entre em contato no sábado ou domingo querendo, abre aspas, sair e ver gente e fazer coisas divertidas, fechas aspas. Quando isso acontecer, o Guacamole Vencido será o seu álibi: nenhuma pessoa irá insistir em qualquer programa externo ao imaginar a reação química entre os ácidos do estômago e um típico prato da culinária mexicana estragado. Você não vai comer, óbvio – o quitute estará lá apenas como a evidência A de que não, você não pode sair de casa agora porque precisa conviver com a ideia de ter um banheiro a menos de oito metros de distância. E enquanto seus amigos estiverem, abre aspas, aproveitando a vida em alguma casa noturna, fecha aspas, você estará aproveitando a arte – que imita a vida – em uma casa branca.

2 – Vedação

hoc2

Coloque na cabeça que, neste fim de semana, sua casa é a Sony e uma interrupção é um e-mail falando mal da Angelina Jolie: qualquer vazamento pode botar tudo abaixo. Imagine o momento capital do season finale acontecendo e algum vizinho bate na porta para incomodar você com trivialidades como uma xícara de açúcar ou fogo no prédio. Não, né? Por isso, é imperativo manter o mundo exterior do lado de fora. Desligue o cabo do telefone. Tranque todas as portas. Passe fita adesiva nos espaços que sobrarem (fita adesiva nunca é demais). Utilize caixas de ovos nas paredes para isolar o som. Não se acanhe de pendurar na porta placas como “não perturbe” ou “não estou em casa, não encha o saco, cacete” ou “cuidado com o leopardo“. Desligue o smartphone. Tire a bateria. Coloque o telefone em uma caixa de chumbo e a bateria em outra, por via das dúvidas. Jogue as cortinas fora e aplique insufilm nas janelas como se não houvesse amanhã.

DIGA.À.SUA.MÃE.QUE.VOCÊ.JÁ.TEM.PLANOS.PARA.ALMOÇAR.NO.SÁBADO.
(mas lembre de pedir para ela guardar as sobras em um pote, porque é comida de mãe etc)

E entenda que qualquer violação desse perímetro é invasão de propriedade e pode sim ser retaliada com um ofensiva dos ovos que você tirou das caixas.

3 – Fluxo Vital

hoc3

Através de um daqueles processos complexos da natureza com nome intrincado e que aqui vamos chamar apenas de “azar”, os seres humanos e os fãs de Gotham precisam se alimentar para sobreviver. Mas calma, nada de pânico. Antes de tudo, faça um inventário do que você vai precisar – e não apenas dos ingredientes: se o planejamento diz que em determinado momento um sanduíche será necessário, deixe o sanduíche pronto. Passar manteiga no pão até preencher aqueles pontos difíceis onde a casca meio que fica por cima do miolo pode tomar minutos preciosos. O ideal é que, a partir do primeiro “play” no primeiro episódio, o seu córtex pré-motor trave no looping “abrir a geladeira – fechar a geladeira – mastigar” e deixe mais sangue para que as outras partes do cérebro apreciem as sutilezas da atuação de Kevin Spacey e as bundas de fora.

Com relação aos líquidos, é uma simples questão de gerenciamento de recursos; encontrar uma forma de manter o fluxo constante sem grandes esforços manuais e alojar o estoque a uma distância onde o ângulo agudo formado por ele e pelo seu globo ocular contemple a tela. Por exemplo: você abriu o seu Chateau Petrus Pomerol safra 1998 para o reencontro com os queridos amigos Frank e Claire. Nesse caso, sirva duas taças do vinho, coloque ambas cuidadosamente nos suportes daqueles bonés porta-latinha e use os canudinhos de sua preferência para sorver essa ótima safra. No que diz respeito a manter o estoque por perto: se Maomé não vai até a montanha, a geladeira vai até o lado do sofá.

4 – Fraldas

hoc4

Eu sei, eu sei, mas é necessário. Engula o orgulho – Frank fez isso algumas vezes na série e olhe até onde ele foi.

5 – O Impensável

hoc5

Ninguém gosta de pensar nisso, falar sobre isso, nem mesmo tweetar a respeito com alguma hashtag engraçadinha. Trabalhamos e saímos e nos divertimos e fazemos tudo para nos distrair dessa ideia, mas é uma daquelas coisas imprevisíveis da vida, sobre a qual não temos controle. Estamos completamente à mercê do destino. Assim, se você se organizou e se preparou todo para a maratona e, durante algum episódio, sua internet passou desta para uma melhor, há pouco a fazer além de reconhecer a inevitabilidade das coisas. Sei que comer o Guacamole Vencido pode parecer tentador agora, mas lembre-se, a vida ainda vale a pena e há pessoas que amam você. Em último caso, se a abstinência estiver martelando sem piedade, é justificável ligar para algum(a) amigo(a) internetizado e ir até lá assistir à temporada sem tanta, como diremos?, pompa. Agora, se todos os seus amigos se engajaram com extrema habilidade nesta lista, só há uma atitude a tomar: deitar em posição fetal na cama e fazer um streaming de lágrimas de decepção.

6 respostas para “Guia de sobrevivência: Maratona House of Cards”

  1. carla machado - SP disse:

    começei….
    e ainda tem todas as outras semanais….
    #vim a falecer

  2. Sandro Valente disse:

    Temporada fraca

  3. Lucas Pimentel disse:

    Concordo.

  4. angeloisrael disse:

    Aeeeee vcs tem disqus pra comentário, esse post foi estratégico em, trabalho de seg à dom, e somente hj dom à tarde que irei consumir altas doses de House of Cards

  5. Leo disse:

    Pq??

  6. Bruno Coriolano disse:

    ????

Deixe um comentário

ss