Les Revenants, a The Returned que poucos conhecem
Les Revenants, a The Returned que poucos conhecem

Les Revenants, a The Returned que poucos conhecem

lesrevenants

The Returned é a nova produção do canal norte-americano A&E e que, como Better Call Saul, está sendo disponibilizada na Netflix no resto do mundo um dia após o episódio ser exibido por lá. Eu não vi e nem pretendo. O que pouca gente sabe é que ela é um remake da série francesa Les Revenants, do Canal+, que também foi exibida nos EUA como The Returned, e tem recebido as piores críticas pelo fato de tentar ser uma cópia fiel ao original sem conseguir emular nenhuma de suas qualidades. Não estou nem um pouco curioso pra ver este fracasso, e é realmente uma pena que a anterior não tenha recebido a devida atenção.

Les Revenants estreou no final de 2012 e ainda não tivemos uma segunda temporada, prevista finalmente para este ano. Com a popularização cada vez maior das séries americanas na última década, é questão de tempo para que haja um fenômeno mundial vindo de outro país. E essa série francesa é a candidata ideal. Baseada em um filme de 2004 com mesmo título, nela temos o retorno de mortos a uma pequena cidade. Não são fantasmas ou zumbis: voltam com a mesma aparência de quando morreram (que pode ter sido recentemente, anos ou décadas atrás), sem a lembrança da morte.

lesrevenants2

Algo parecido com Incidente em Antares de Érico Veríssimo, que se tornou minissérie da Globo no início dos anos 90. Talvez por ser francesa, a estética é diferente do que estamos habituados mesmo na diversidade de estilos e formas da TV norte-americana: os planos são mais abertos, duram por mais tempo e não há muito blábláblá. Personagens parecem falar apenas quando necessário e seu silêncio é preenchido por uma trilha sonora perfeita para o clima mórbido e de mistério que se instala naquela cidade. Não há pressa na narração, usando uma estrutura que parece herdada de LOST, com as informações que nos chegam aos poucos e cada episódio centrado em um personagem (recebendo o nome dele como título), de quem saberemos um pouco mais a respeito.

O elenco é ótimo, com alguns já conhecidos nomes do cinema francês (a bela Anne Consigny, Frédéric Pierrot e Clotilde Hesme), não só bem dirigido como muito bem filmado, sendo uma série que valoriza o rosto de seus personagens (o menino Victor é particularmente assustador). Sem apostar em sustos, escatologia ou acontecimentos espetaculares, Les Revenants consegue prender a atenção calmamente nos guiando pelo mistério e fantástico da sua história até atingir um clímax dramático, mas menos empolgante do que deveria ser – talvez aí fosse necessária uma boa dose de adrenalina que nos foi recusada durante seus oito episódios. Ao menos deixa pontas soltas para uma nova temporada que, espero, não demore a chegar.

Texto originalmente publicado pelo autor no antigo blog Comentando Séries. Leia mais textos de Hélio Flores no seu atual blog: Sobre Séries!

30 comentários

  1. Helio Flores Filho

    Oi, Luiz! Cara, quando Resurrection estreou, a série francesa já existia e foi inevitável a comparação. Mas ambas partem de material diferente. O livro em que Resurrection se baseia, inclusive, se chama The Returned.
    Abços!

  2. Helio Flores Filho

    Pois é, Gilson. Faz tanto tempo que saiu a primeira temporada que parece que foi a gente que abandonou a serie, ne? Mas ate o fim do ano sai a 2a.
    Abços!

  3. Helio Flores Filho

    Que bom, Diego! Mas acho que você é minoria, não? Tente ver a francesa e faça a comparação. Quem sabe um dia eu veja essa nova…
    Abços!

  4. carla machado - SP

    Helio, ao contrário de você, o elenco foi exatamente o que não gostei de Les Revenants quando vi.
    The returned já estou gostando bem mais pelos atores que me simpatizei muito, são mais jovens que os franceses e acho que os personagens eram mais jovens mesmo, sei lá.
    Não gostei da leitura francesa, talvez porque eu deteste o idioma peguei birra.

  5. Amanda

    Les revenants comecei a ver ano passada e terminei em um fim de semana haha amei a série totalmente autentica, algo realmente diferente. Ja essa the returned não consegui passar do 3° ep eu ficava comparando as duas, acho que por isso não fiquei tão apegada…

  6. Flavia Vianna

    Les Revenants é sensacional! Eu assisti The returned por um acaso na netflix, mas como só disponibilizaram 3 episódios até o momento cheguei em casa e tratei de baixar a versão francesa e assisti os 8 episódios de uma vezada. Excelente. Ansiosa pela segunda temporada!

  7. Alex Melo

    Terminei. Os 2 primeiros episódios são os melhores, porque estabelecem todo um clima extremamente melancólico. Mas mesmo até o final tendo alguns momentos menos interessantes, gostei bastante da série e espero que venha uma segunda temporada.
    E a trilha sonora…aquelas poucas notas que tocam quase sempre com o Victor dão medo.

  8. Lyons

    assisti aos primeiros epds e não tem nem comparação. Essa versão americana esta praticamente copiando a francesa quadro a quadro.

  9. Bianca De Oliveira

    Eu simplesmente amei Les Revenants, ja vi a algum tempo. Agora The returned não cheguei ao final do segundo episódio, pq ja sei tudo que vai acontecer e acabo me decepcionando com as atuações, que na versão francesa são muuuito melhores! Fiquei tensa na cena em que a Lena vê a Camille na versão francesa, ja na americana achei pobre sem muita expressão… bom, minha opinião! Continuo na espera da season 2 de les revemants, que pra mim é a melhor!

  10. Tripa Seca

    Sinceramente, estou acompanhado pelo Netflix The Returned e estou achando muita boa a série, com um suspenses e mistérios muito bons e sempre o gosto de quero mais a cada final de episódio. a série francesa tbm adoraria acompanhar.

  11. André Guio

    “Les Revenants, a The Returned que poucos conhecem”
    Naturais de um pais de terceiro mundo, conhecemos mais a cópia do que o original, o que nos leva indubitavelmente ao que somos.

Deixe um comentário