Crítica | Jane the Virgin, uma boa surpresa vinda da CW

janethevirgin

Uma das surpresas do final do ano passado, Jane The Virgin faz basicamente o que Ugly Betty fez oito anos atrás, quando refilmou uma telenovela colombiana e criou uma verdadeira homenagem ao gênero em vez de uma paródia com a teledramaturgia que é cheia de clichês e estruturas narrativas mais do que conhecidas. Aqui não há cinismo ou um “ar de superioridade” em relação ao material trabalhado, e o percurso da heroína e a moral ingênua e simplória permanecem, apenas atualizados com consciência auto-irônica (ou pra ser mais claro: “vamos fazer a mesma coisa, mas rindo JUNTO e não DAS telenovelas”). No caso de Jane The Virgin, o trabalho tem foco nas reviravoltas mirabolantes, a começar pelo próprio título da série: a protagonista Jane (Gina Rodriguez, Army Wives), que fica grávida mesmo sem nunca ter feito sexo, numa trama que a partir daí é cheia de intrigas divertidas e melodramáticas envolvendo triângulos amorosos, traições, assassinatos, identidades secretas e tudo aquilo que já vimos inúmeras vezes antes em novelas brasileiras e mexicanas (quer dizer, ainda estou aguardando a aparição de algum gêmeo do mal).

janevirgin

A costura é bem feita, são tantos acontecimentos e revelações nos dois primeiros episódios que é de se perguntar se vai sobrar algo mais para o restante da temporada. Felizmente, a série consegue ir adiante criando novas intrigas, algumas simples e curtas, outras com potencial para maior desenvolvimento no futuro. Do lado negativo, é bem provável que aconteça o mesmo que houve com Ugly Betty: assim que acabou o combustível inicial, seus realizadores já não sabiam mais o que fazer com os clichês além de serem meros clichês. É uma fórmula que desgasta facilmente, ainda mais com esta estrutura insana de 20 e tantos episódios que as emissoras  da TV aberta ainda estabelecem e que forçam roteiristas a criarem além do que deveriam, prejudicando a qualidade da produção como um todo. Espero que ainda demore pra que isso aconteça e até lá vou me divertindo e dando boas risadas com Rogelio De La Vega.

Siga o Hélio Flores no Twitter e acesse o blog Sobre Séries!

1 Comment

  • Daniel Kososki
    Posted 09/04/2015 11:35 0Likes

    Já apareceu o gêmeo!

Leave a comment