FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Crítica | Fear the Walking Dead amplia a tensão do universo zumbi

feartwd

[contém pequenos spoilers] Fear the Walking Dead é uma série que se beneficia justamente de ser um prequel de The Walking Dead que é produzido alguns anos após a original ter estabelecido muito bem. Com isso, esta derivação consegue dimensionar a tensão com aquilo que não está na tela, estreando desde já como um belo exemplar do gênero de suspense. A convite da AMC Brasil, o Ligado em Série assistiu antecipadamente ao piloto desta nova e aguardada produção.

Tempo (indeterminado) antes dos eventos que acompanhamos em Atlanta, conhecemos a família Clark que vive um drama pessoal com o filho mais velho em Los Angeles. Nick é viciado em drogas e um problema para a mãe Madison (Kim Dickens), para a irmã Alicia (Alycia Debnam-Carey) e para o padrasto Travis (Cliff Curtis), que também possui um afastado filho com a esposa anterior.

Fear the Walking Dead, então, estabelece o início de sua narrativa junto a uma das crises de Nick, que acabara de testemunhar um evento absurdo envolvendo sua amiga “doente” e, por conta disso, sofre um acidente. O apocalipse zumbi que conhecemos ainda não tomou sequer forma e os relatos de anomalias são bastante incipientes e isolados em cinco estados. Mas é justamente nisso que reside o maior trunfo desta produção: por permitir que o público invariavelmente saiba muito mais do que os personagens em tela, a tensão é escalada de forma muito mais grandiosa.

fearthewalkingdead

Os Clark não são como Rick Grimes e sua turma, totalmente adaptados e alertas aos sinais de perigo. Por isso, Fear the Walking Dead nos faz temer pela ignorância que aquelas pessoas possuem acerca do que está por vir, ao mesmo tempo em que nos inconformamos com a falta de atenção dada àqueles que já possuem uma ideia de que a civilização está na iminência de um colapso (o jovem Tobias e, em certo nível, o próprio Nick). É interessantíssimo como nosso olhar está “treinado” para identificar as ameaças que vemos em The Walking Dead e neste spin-off aparecem disfarçadas aqui e ali.

O episódio piloto estendido, apesar de arrastado em algumas partes, gasta tempo com a família principal no centro das atenções e dedica blocos a cada um de seus membros, acertadamente nos fazendo importar com eles antes de serem submetidos a situações perigosas. Confesso que as cenas no hospital onde Nick está em recuperação foram excessivas, mas não incomodaram tanto.

twdfear1

A fórmula aqui é outra: menos gore (apesar de existente) e muito mais suspense. Ao fim do capítulo de estreia, quando os Clark tomam a real dimensão do que está por vir, a sensação é a de que Fear the Walking Dead é mais do que um simples caça-níquel da franquia e consegue ampliar positivamente o universo de Robert Kirkman como um complemento relevante e interessante para série principal.

4star

Fear the Walking Dead estreia mundialmente no próximo dia 23 de agosto e sua primeira temporada terá seis episódios. A série já está renovada para o segundo ano. No Brasil, a exibição ficará à cargo do canal AMC, que por enquanto é exclusivo da operadora SKY. Inéditos serão exibidos às 22h de domingo, dublados, com reprises legendadas à 1h30 na madrugada de domingo pra segunda e 13h30 na segunda à tarde. The Walking Dead seguirá pelo canal FOX e retorna em outubro.

12 respostas para “Crítica | Fear the Walking Dead amplia a tensão do universo zumbi”

  1. Breno Pinheiro Soares disse:

    Eu gostei TB!!

  2. Terra Nova disse:

    Quase dormir… ZZZzzzzZZZz

    Roteiro muuuuuito previsível… só pelo salario você sabe quem vai morre ou não….

    …veremos daqui pra frente…

  3. Anderson Lima disse:

    Mt top

  4. Diogo Salvador disse:

    Muito bom!!!! Suspense dos melhores!!

  5. alexandre furtado disse:

    Concordo totalmente com vc Bruno , promete muito

  6. Gilberto Tirelli Junior disse:

    Qdo fiquei sabendo que esse Fear The Walking Dead seria focado em algo mais teen, eu confesso: disse que seria uma merda, afinal… hj é muito raro ver algo teen com conteúdo interessante para um tiozinho de 36 anos.

    Tenho que me redimir: o piloto foi muito legal. Dose certíssima entre suspende, tensão e conflitos internos entre os personagens mais teens.

    Se a série continuar assim, tá ótimo! Vai ser muito bacana qdo as duas linhas do tempo se juntarem (se isso acontecer, de fato)

    Vou conferir os próximos. =)

  7. Leonardo Barbosa Léo disse:

    Ótimo suspense!!!

  8. Marlon Airton disse:

    Fraco

  9. Mariana Lima disse:

    Gostei muito do episódio mas uma tristeza assistir pelo AMC, blocos minúsculos que quebram a trama a todo momento e milhões de pop-ups do canal.

  10. Roberto Silveira disse:

    Esta série Fear The Walking dead, tinha tudo para ser espetacular, na carona a espetacular, série The Walking Dead… Porém a Fear tem um Elenco de Baixíssimo nível, Enredo de dar pena…Não mostrou o início e o motivo da contaminação…. Enfim Uma BOSTA até este 4º episódio… ,neste ritmo, não aguento mais dois episódios….. Até agora Uma merda……………

  11. Celia G Siqueira disse:

    Não tem como uma série spin-off não ser clichês, é como CSI Vegas e suas descendentes. Mas em Fear o roteiro do episódio 1 foi legal, com uma dose boa de suspense. Entretanto o enredo amornou e realmente os atores não tem carisma, os personagens são chatos e sem graça. Eu temo que o destino desta experiência seja frustrada. É pena, pois se o elenco fosse interessante e o roteiro mais criativo, explorando diferentes aspectos da catástrofe zumbi, talvez houvesse uma chance melhor.

  12. Celia G Siqueira disse:

    Com este semi-final da temporada 2 é possível avaliar melhor esta série. Parece que foi produzida para remediar a abstinência de The Walking Dead, sem intenção de ser algo mais. Atores cada vez piores e enredo patético. Só para ter uma ideia quem assistiu, como eu, deve estar esperando na volta do final, os últimos 8 episódios, que pelos menos metade dos atores sejam mordidos e mortos, e assim, substituídos, para, quem sabe, talvez, melhorar um pouco.

Deixe uma resposta

TOP.05
ss