FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Crítica | A catastrófica estreia de Scream Queens

screamqueensposter

É curioso o fetiche que o público americano cultiva por histórias que se passam em colégios/faculdades/fraterninades, na qual todos os conflitos giram em torno do ser ou não “popular”. Geralmente essas produções são permeadas por personagens estereotipados, como o jogador-de-futebol-sonho-de-consumo-de-todas-as-garotas que namora a patricinha-loira-sonho-de-consumo-de-todos-os-garotos, a garota certinha que quer resolver os problemas do mundo (e normalmente é órfã de um dos pais), o garoto estranho que sofre bullying dos “populares” e que acaba tendo uma queda pela moça certinha (normalmente o indivíduo em questão é o mascote do time de futebol do colégio/faculdade), além de uma infinidade de outros estereótipos que parecem saídos de um filme mediano dos anos 80.

Concebido por Ryan Murphy (GleeAmerican Horror Story) como uma “homenagem” aos filmes de terror slash de 30 anos atrás, Scream Queens não apenas bebe da fonte citada acima, como mergulha, toma banho e a envenena, elevando todos os graus de vergonha alheia já atingidos por qualquer outra produção do gênero. Diferentemente de Scream, da MTV, que soube utilizar a metalinguagem a seu favor e (re)criar uma história interessante, esta atira para todos os lados e erra o alvo em todas as vezes.

scream queens

Fato é que absolutamente nada funciona em Scream Queens. O roteiro tenta criar situações tensas para logo em seguida procurar fazer rir, falhando miseravelmente. Do mesmo modo, os personagens são tão rasos e unidimensionais que chega a ser um insulto para o espectador; como se não bastasse isso, o roteiro insiste em nos fazer lembrar a todo instante como Chanel é má, Grace tem princípios e Chad é insuportável. Quanto ao elenco, Emma Roberts, além de estar se especializando em interpretar o mesmo personagem sempre, está vários tons acima da personagem de Jamie Lee Curtis, que continua a soterrar o pouco de dignidade que resta de sua carreira em um papel que parece sabota-la a cada fala. Lea Michelle, apesar de ter um certo talento para humor, pouco consegue fazer com o que tem, e Nick Jonas prova que tem a expressão facial de uma alface. O dicionário parece ter encontrado um novo significado para a palavra “exagero”, que agora atende pelo nome de Niecy Nash, que na ânsia de fazer rir, acaba sendo apenas insuportável. Isso sem contar na canastrice de Murphy que não perde a chance de ridicularizar minorias e pessoas com deficiência para seu bel prazer.


Oferecimento | The Leftovers na HBO GO: assista quando e onde quiser!


Assim, somos bombardeados com sequências absurdas, como o assassinato da Chanel nº 2 (que, desde já, é uma das coisas mais constrangedoras já exibidas na TV), a morte da faxineira (sério, que maquiagem era aquela usada para dar a impressão de queimadura?) ou quando a reitora dá em cima do pai de uma aluna (o que fizeram com você, Curtis?). Além disso, devemos aqui simplesmente aceitar que uma vítima de homicídio seja depositada em um gavetão sem antes sofrer uma minuciosa autopsia. Mas pedir coerência seria demais para uma série em que o psicopata desaparece do segundo andar de uma casa para menos de 10 segundos depois aparecer magicamente no banco traseiro de um veículo policial localizado no outro lado da rua.

Ainda que estejamos no início de outubro, Scream Queens já desponta como favorita ao título de pior estreia dessa fall season. Prova de que os executivos da FOX não prestaram muita atenção ao piloto que estavam assistindo para dar sua aprovação, pois ninguém em sã consciência deixaria uma coisa dessas ser exibida na sua emissora. Resta esperar agora que essa catástrofe acabe e vá para o limbo das séries rapidamente esquecidas pelas pessoas que conseguiram aguenta-la sem sofrer sérios danos cerebrais. A audiência já respondeu com um sonoro “bleh” e a série flopou feio na estreia. Merecido.

1star

53 respostas para “Crítica | A catastrófica estreia de Scream Queens”

  1. Tem gente que ainda tenta defender falando que é pra ser trash cheio de referências, mas a série é chata, os personagens, assim como o roteiro, são insuportáveis. Sofri pra ver os dois primeiros episódios. Decepção!

  2. Marcelo Bacca disse:

    O que acontece aqui é que vocês realmente não compreenderam em nada o propósito da série. Que é pra ser cheio de clichês esteriotipados e sim, um tanto quanto trash e ter aquela pegada que faz a gente pensar: WTF?
    Séries com roteiros maravilhosos, personagens maravilohosos e nada esteriotipados a gente já tem bastante, vocês não acham? Achei a série muito boa, e me lembra bastante os filmes “Todo mundo em Pânico”. Acho que vale dar uma chance antes de sair tacando bomba.

  3. Bruno Sousa disse:

    Não é porque ela pretende ser trash, que ela é automaticamente boa. Sabe uma série que era trash E boa? True Blood, na sua primeira temporada (nas seguintes foi virando uma aberração trash).

    Não é porque ela tem personagens estereotipados, que ela é automaticamente boa. Sabe uma série que tem personagens estereotipados E é boa? Scream. Que surpreendeu o público e a crítica, principalmente por ser uma série da MTV.

    “Séries com roteiros maravilhosos, personagens maravilhosos e nada estereotipados a gente já tem bastante, vocês não acham?”

    Ainda bem que você assume que essa série tem um roteiro horrível, personagens horríveis e estereotipados.

  4. Richard Wruck disse:

    quer ver uma serie boa sem limites top demais

  5. Milenka Furlani disse:

    Concordo plenamente. Não consegui assistir o primeiro episódio até o fim. Desliguei a TV e fui dormir. Fui ficando irritada com tanta porcaria.

  6. Wanderson disse:

    Acho que o autor não entendeu a proposta da série, em nenhum momento o Ryan Murphy teve a intenção de que a série apresentasse verossimilhança e sim, que fosse absurda, trash e depresdinda da realidade, achei a série super divertida, vale a pena acompanhar. Abs

  7. Heisen disse:

    Relaxa. Criticar uma série antes do fim da temporada com os argumentos apresentados aqui (personagens unidimensionais, cenas que não se explicam, detalhes que não se encaixam…) SEMPRE é um tiro no pé e vcs já deveriam ter aprendido isso

  8. Gibran Teske disse:

    Na boa você não prestou bem atenção na Scream Queens. O final do segundo episódio revelou que são dois Red Devil (que apareceram juntos no episódio Chainsaw atacando a turma do Chad) que estão atacando a fraternidade. A lógica da cena da morte da segurança é simples enquanto a Chanel estava sendo atacada pelo Red Devil no quarto dela o segundo Red Devil matou a segurança

  9. Rafael Bonazza disse:

    Tem certeza que você assistiu Scream Queens. Vocês sabem que isso é uma série cômica, né? E que geralmente nessa série tem esses surrealismo, preconceitos, esteriótipos e exageros. E também é uma série com classificação de 16 anos e não sai dessa faixa etária (prova disso é Ariana Grande e Nick Jonas) e até que pessoas mais velhas podem gosta de Scream Queens (não só até como também). Você chegou a críticar coisas ridículas como o fato da possibilidade de mais um assassino (sendo que quase todos personagens são assassinato ou suspeitos). Pare com esse preconceito contra o pop, só porque você se acha culto de mais pra curtir algo exageradamente Trash. Não tem senso de humor, então nem sai do útero.
    Sem contar que essa “ridicularizariçao” não estar ridicularizando minorias e sim o próprio preconceito, acho meio deprimente alguém que tem arrogância de julgar sem conhecer não conseguir compreender cenas tão simples.

  10. Matheus Bloinski disse:

    Gostei dos dois primeiros. Mas o terceiro é insuportável. Abanonei.

  11. Thiago Crs disse:

    Quando vocês vão entender que essa série é pra ser escrota, tosca e sem sentido?????

  12. guilherme cabral disse:

    Não é porque a série é ruim que não tenha quem goste. Eu admito que é ruim de um modo geral, os efeitos especiais são podres e os atores bem fracos. Mas a série é divertida de assistir e eu estou gostando, até porque opinião é que nem bunda, cada um tem a sua..

  13. Yuri Rebêlo disse:

    Independente de qualquer coisa, acho que você realmente não entendeu a proposta da série, inclusive o fato de que ela traz uma das características mais subversoras do humor: A proposta é justamente mostrar e apontar o quanto esses estereótipos que você citou são ridículos, não reforçá-los.
    Fora isso, os furos de roteiro não são furos, são referências, inclusive meio óbvias. Aliás, citou Scream mas está achando estranho o assassino em dois lugares ao mesmo tempo? ;)

  14. denis camilo disse:

    Se não gostam não asintam, e parem de falar merda, a série e boa, os personagems incriveis, só não entende quem não quer, se acharam ruim tudo bem não vejam mais, e se for pra ficar falando merda, facam melhor bando de desocupados, vão procurar o que fazer ao invez de ficar criticando o trabalho dos outros. Olha aqui pra vcs:

  15. Bruno Sousa disse:

    Rebeldezão você ein. Xingando nas internets. Sua mãe sabe que você tá na internet sem ter feito o dever de casa? Olha olha olha. Vai ficar de castigo ein.

  16. Bárbara Martins disse:

    Primeiramente o texto se encontra nas “Críticas” e seu título é “A catastrófica estreia de Scream Queens”. Se você possui um cérebro deve assumir que é uma crítica ruim e portanto, se gosta da série e acha que irá se sentir magoado com comentários ruins, não leia, simplesmente. Assim como algumas pessoas estão dizendo aqui “Se não gosta da série, não vê”.
    Bom, partindo do princípio que o objetivo do site é a expressão das opiniões pessoais dos autores sobre determinados assuntos, acho que é mais que cabível que eles escrevam uma crítica ruim do que bem entenderem.
    Quanto a série, concordo com a opinião do autor e não poderia me expressar melhor. Fico até com pena que os atores que eu, particularmente, acho bons, -com exceção do Nick Jonas e da Ariana Grande- estejam trabalhando em algo tão ruim.
    Vou continuar assistindo para ver se mudo de opinião, mas acho difícil. Ryan Murphy decepcionou.

  17. Ketsia disse:

    Tb nao superei o fim de Alias.

  18. MSylvia disse:

    Também não estou gostando da série. Uma pena ver Lea Michele desperdiçando seu talento nessa série catastrófica. Sorry, Glee é meu Guilty Pleasure e sinto ver Lea passando por esse vexame. Scream da MTV está há anos luz desta série.

  19. A série é ruim demais, aceitem.

  20. leo liçarassa disse:

    Essa série é pra quem tem bastante senso de humor, se a pessoa não tem ai fica difícil, umas das cenas que o autor da critica disse que é da morte da Ariana grande que ele apontou como constrangedora foi uma das cenas que mais as pessoas gostaram e até teu ouvi um podcast que uma mulher fala que umas das únicas cenas que tem graça é essa, mas enfim tem que ter senso de humor e gostar de coisas tipo todo mundo em pânico.

  21. Bruno Sousa disse:

    Acho que o autor entendeu que a série é só ruim mesmo.

  22. Bruno Sousa disse:

    Só gostaria de ressaltar aqui, como você é bonito!

    Sem mais, meritíssimo. Obrigado.

  23. Claus by the Wind disse:

    Só por ter falado esse ABSURDO na morte da Chanel número 2, você já entrega como NÃO ENTENDEU MESMO o foco da série, haha.

  24. Vitor Almeida disse:

    Assisti o primeiro episodio e achei uma porcaria…Dai dei uma segunda chance e vi o segundo que foi ainda pior ..Ai percebi que a “pegada” da serie é pra supostamente ser cômica e assisti o 3 ep que não me levou a nenhum momento de riso ou graça! COMPLETAMENTE DESASTROSA MESMO!

  25. Petterson Lima disse:

    Parei de ler quando elogiou “Scream” da MTV. Por favor, né miga?

  26. denis camilo disse:

    o sujo falando do mal lavado pode isso? rsrs

  27. Bruno Sousa disse:

    Jovem, você pode me dizer onde paguei de rebeldezão, xingando nas internets?

  28. Elizangela Toledo Piza. disse:

    Discordo de cada linha. A série começou com dois super astros pops que morrem logo nos dois primeiros eps, os milhões de fãs que assistiram a série por conta deles, e somente deles, é claro que não assistem mais. Sendo UM dos motivos a baixa audiência, a outra é que vcs estavam esperando uma versão universitária de AHS e se decepcionaram.

  29. Alessandro de Souza disse:

    Eu sou obrigado a ler isso. Faltou embasamento para esse texto. Você queria uma série sobre assassinatos em um colégio..assista MTV.. Scream Queens é quase uma pornochanchada dos filmes do terror. Não foi feita para ser levada a sério.

    Vergonha de ler um texto assim no Ligado.

  30. Jonas disse:

    Estou gostando da série até agora, dei risada em todos os eps. Sim, é uma comédia, não tente levar nada a sério, simplesmente se divirta com as situações e personagens inusitados! E sim, eu quero saber quem é (ou são) o demônio vermelho kkkkkkk!!!

  31. Jonas disse:

    “Shandell, why you gotta knife through your throat?” Eu cago de rir da Denise toda vez que ela lembra da Shandell XD

  32. Chanel Oberlin disse:

    Pelo amor de Deus oq um velho professor de matemática acharia interessante em uma série para adolescentes? Obviamente nada! Ou seja a opinião desse cara não conta. Scream queens eh a melhor série ever. Trash eh esse seu blog se toca.

  33. Jesse Coronado disse:

    Olha nunca vi uma critica tao mal feita como essa. Parece que o critico estava fazendo um culto ao odio pela serie e nao criticando. E pelo amor de Deus, nao da para confiar numa pessoa que diz que a serie scream, a versao pretty little liars com sangue da mtv, tem um roteiro interessante. Aquela serie foi uma vergonha pros filmes. Scream queens foi muito legal, engraçada e escrachada, uma serie totalmente sem compromisso e que nao se leva a serio. A serie foi concebida pra ser assim. E ja falar tao mal assim da serie apenas por seu piloto, ja mostra a total falta de senso da pessoa que escreveu isso. Acho que sua critica que devia ir pro limbo.

  34. Davi disse:

    Acho que vocês não entenderam bem o conceito da série. Scream Queens foi feita para ser trash, para ter todos os estereótipos, e clichês é justamente isso que dá o brilho da história.

  35. Jesse Coronado disse:

    E o cara gostava de Alias. Quer coisa mais Trash que essa serie

  36. Até gostei da premiere dupla, já os que vieram depois foram péssimos. A série não tem graça, não assusta e os atores são de medianos pra ruins. Por enquanto, sendo uma decepção.

  37. Marcos Mika disse:

    dá pra gozar nessa porra ?

  38. Jesse Coronado disse:

    Mas a serie nao e pra assustar, nao sei se vc percebeu mas eles fizeram uma serie de comedia, com tons de humor negro, e que satiriza os jovens de fraternidade dos EUA.

  39. Mas é ruim. Pode ser trash, pode não ser… é ruim. Trash bom é tipo Arrasta-me para o Inferno, não isso…

  40. Davi disse:

    Não concordo, achei uma série muito digna e divertida. É a melhor série do mundo? Não, longe disso, mas ela tem seus méritos como o monte de referências que a série faz, e o monte de piadinhas ácidas e críticas sobre os jovens de hoje. No mais acho que é questão de gosto, pois enquanto muitos odiaram, muita gente adorou a série e não perde nenhum episódio.

  41. Bruno Santos disse:

    Exagero foi esse texto, a serie nem chegou na metade e já tem uma opinião formada de que a série é um lixo.

  42. ANDRÉ LUIZ disse:

    Luiz Paulo, você deve ser um daqueles admiradores de Porta dos Fundos, não é mesmo? Deixe de falar bobagens sobre as coisas de fora e reflita sobre o lixo televisivo criado aqui dentro do Brasil.

  43. orxe…parece que o reviewer não entendeu absolutamente nada da série. não é só pela intenção de ser trash, mas por ser uma paródia escancarada do gênero slasher. se era pra comparar com alguma coisa era com “todo mundo em pânico” e não com qualquer outro título do gênero em si.

    não é uma série perfeita, mas o clima de “i don’t give a fuck” de tão ridículo que é o roteiro transforma a série num guilty pleasure inquestionável. vários momentos de susto são muito mais do livro de sam raimi em “arraste-me para o inferno” ou o “a morte do demônio” original, do que qualquer slasher clássico que – o autor deve saber – também eram extremamente sardônicos e, não raro, engraçados.

    ahh e mais, jamie lee curtis é simplesmente PERFEITA! tudo bem que a reitora munsch é a versão menos lésbica de sue sylvester (pela perfeita jane lynch de glee), mas ela mostra a todo mundo como faz a bitch das bitches, com o melhor timing de comédia do elenco.

    eu não sou muito fã de ryan murphy e suas séries (acho glee detestável e AHS uma mega bomba de tédio), mas scream queens me tem sem medo de ser feliz. rs

  44. por mais que adore scream da mtv…. not rs.

  45. pois é! a morte de chanel #2 é GENIAL! ali foi o momento q eu comecei a gargalhar da série e não parei até agora!

    tem outra questão que é interessante, agora que a série já tá lá pelo 6o ou 7o episódio: é incrível como o roteiro parece totalmente desconexo e sem um pingo de consideração por auto-coerência e coesão. kakakakaka a cada episódio é como se todo mundo esquecesse do anterior e, veja bem, como um adicto por filmes de terror – especialmente slashers – eu adoro que o murphy esteja conseguindo me pôr em dúvida se isso é totalmente deliberado ou é roteiro ruim mesmo. em todo caso, to adorando!

  46. bem, nisso apoiado! rs

  47. yuri disse:

    realmente parece que o jogo virou,essa materia foi publicada logo apos da estreia acredito eu e essas criticas podiam ate ser aceitas no inicio da temporada , mais agora que a primeira temporada acabou voces deram um tiro no pe , scream queens e a serie favorita do twitter ou seja ela e popular na internet , com certeza uma segunda temporada acontecera ou seja suas criticas nao fizeram sucesso diante dessa serie maravilhosa.

  48. yuri disse:

    pode ate estar mais scream queens e a serie da internet e do twitter ,alem disso ela ja esta quase sendo confirmada para uma proxima temporada

  49. LÆØ ☮☯ disse:

    Oq um professor da meia idade de matemática vai achar sobre uma serie focada principalmente para os jovens,vai gostar?acho que não?.O pior é que nem assistiu 3 episódios e já tem uma opinião formada sobre a serie,pelo amor de jeová.Sem contar que a serie fez sim muito sucesso a audiência que a serie teve é considerada quase ótima só não foi a tão esperada a audiência que pretendiam ter.

  50. R5ers fãs disse:

    Esses comentários ruins sobre a série, são ridículos.

    Tem retardados que vêem a série uma ou duas vezes e querem dar opiniões idiotas, outros dizem que a série foi uma catástrofe e vêem até o final da temporada. Outros não entendem o sentido da série e fica postando idiotice, e sem saber se ridicularizam e se rebaixam. E não entenderam que é uma comédia é feita por terror e suspense, e tem mais retardados que dizem que o assassino do nada some e em menos de 10 segundos aparece no carro do outro lado da rua, ta óbvio que existem 2 Demon Red.

    E pra terminar, a série foi um sucesso, eu adorei. Vocês não tem senso de humor pra entender, e seus comentários são totalmente desprezáveis sobre os atores maravilhosos que participaram de Scream Queens.

    Obrigada!

  51. Gui Sam disse:

    primeiro a serie não foi para ser assustador é um terror com comedia mais para comedia, tem um monte de piadinhas de duplo sentido e humor negro bem legal, quem nao gosta de humor negro não vai gostar, então parem de ficar comentando merda, se querem susto vão assistir um filme de terror porque estão vendo uma serrie errada

  52. disse:

    Mas são dois assassinos, ele não aparece magicamente dentro de um carro :)

  53. QueenB disse:

    Mas crítica não é necessariamente ruim, há uma ambiguidade na palavra, portanto ela pode ser positiva. E mesmo se ela for ruim, as pessoas tem o direito de se expressar. E não, não acredito que ninguém aqui se sentiu magoado, apenas estão expressando suas opiniões pessoais, como o autor da resenha fez a princípio. É um debate, uma discussão, pessoas se impõe, comentam, ninguém é proibido de falar. Você deveria saber disso já que está comentando.

Deixe uma resposta

ss