FOTO: REPRODUçãO

Por: Allan Verissimo

Emmy 2016: as previsões dos indicados de hoje são…

emmyprevisao

O anúncio dos indicados ao Emmy 2016 sairá hoje às 12h30 e chegou a hora de tentar adivinhar quais serão as surpresas e as injustiças desse ano. Os programas que concorrem ao Emmy precisam obrigatoriamente terem sido exibidos entre 1º de junho de 2015 e 31 de maio de 2016. Tentarei prever apenas as indicações nas categorias principais, de séries e atuações.

Os candidatos citados nas primeiras posições são os que eu creio que já estão garantidos na premiação, ao passo que os que estão por último são os que têm mais probabilidade de serem ignorados. Vamos à lista:

Melhor Série Dramática

Game of Thrones
House of Cards
Mr. Robot
Better Call Saul
Downton Abbey
Homeland
Orange is the New Black

No ano anterior, todos apostaram em Mad Men pela sua temporada final. Para a surpresa geral, quem venceu foi Game of Thrones por sua temporada mais polêmica (e todos concordam que a série foi beneficiada pelo novo sistema de votação do Emmy). Agora que Mad Men está fora da jogada, Game of Thrones segue como o favorito absoluto, graças à sua aclamada sexta temporada. O fato dos dois últimos (e magníficos) episódios terem sido exibidos durante o período de votação só aumenta ainda mais as suas chances de vitória.

Todos os demais indicados do ano passado devem retornar: House of Cards teve uma quarta temporada bastante elogiada, assim como o segundo ano de Better Call Saul. Downton Abbey, eterna queridinha da Academia, é beneficiada por concorrer pela temporada final. Teoricamente, Homeland (que teve um bom quinto ano) e Orange is The New Black (que vale lembrar, está concorrendo pela terceira temporada) devem finalizar a lista.

A sétima vaga certamente será ocupada por Mr. Robot, a melhor série estreante de 2015, com remotas chances para The Americans surpreender. As novas empreitadas da Showtime e da HBO, respectivamente, Billions e Vinyl, não emplacaram (sendo que Vinyl já foi até cancelada), ao passo que The Leftovers, UnREAL, The Affair e Narcos não são tão populares como os demais concorrentes. The Good Wife teve um último ano terrivelmente irregular (para dizer o mínimo), e será merecidamente ignorado.

Meus indicados seriam: The Americans, Bates Motel, Better Call Saul, Game of Thrones, House of Cards, The Leftovers e Mr. Robot.

robot

Melhor Série Cômica

Veep
Transparent
Modern Family
Master of None
Unbreakable Kimmy Schmidt
Silicon Valley
Black-ish

Dos indicados do ano passado, só Louie e Parks and Recreation não retornarão. Todos os demais candidatos devem ser lembrados novamente, com Veep sendo o grande favorito nesse momento. Entre as novas probabilidades, a maior delas é a elogiada Master of None, seguida de perto por Black-ish e Mozart in the Jungle. Mas também não podemos desconsiderar um possível retorno das veteranas Girls e The Big Bang Theory.

Quais seriam os meus indicados: Master of None, Review, Silicon Valley, Transparent, Unbreakable Kimmy Schmidt, Veep e You’re the Worst.

veepFOTO: HBO

Melhor Ator em Série Dramática

Kevin Spacey – House of Cards
Bob Odenkirk – Better Call Saul
Rami Malek – Mr. Robot
Kyle Chandler – Bloodline
Liev Schreiber – Ray Donovan
Paul Giamatti – Billions

Dos indicados do ano passado, Jeff Daniels (The Newsroom) e Jon Hamm (Mad Men) não retornarão. Após três anos consecutivos de derrotas, essa pode ser finalmente a grande chance de vitória de Kevin Spacey (que já venceu o Globo de Ouro e o SAG por House of Cards em ocasiões anteriores). O seu maior concorrente é Bob Odenkirk, pela sua proeza em pegar um ótimo alívio cômico de Breaking Bad e transformá-lo em uma figura mais humana e tridimensional em Better Call Saul. Kyle Chandler e Liev Schreiber também devem receber novas indicações, mas sem chances reais de vitória.

Entre as novidades, aposto em Rami Malek (Mr. Robot) e Paul Giamatti (Billions). Wagner Moura (Narcos) também foi indicado no Golden Globes, e por isso eu não o descarto, assim como também não posso ignorar a força de Aaron Paul (The Path), que já foi indicado cinco vezes por Breaking Bad (e venceu três vezes). Já Bobby Cannavale (Vinyl) despontou como uma promessa no início, mas agora que a HBO cancelou a sua série, já pode ser automaticamente considerado como carta fora do baralho. Também não podemos esquecer de Matthew Rhys, que faz um belo trabalho em The Americans, mas vive sendo esnobado. Já Justin Theroux (The Leftovers) e Clive Owen (The Knick), infelizmente, não têm tanta popularidade quanto os demais rivais e devem ser ignorados.

Eu indicaria: Peter Capaldi, Freddie Highmore, Bob Odenkirk, Matthew Rhys, Kevin Spacey e Justin Theroux.

housecards4FOTO: NETFLIX

Melhor Ator em Série Cômica

Jeffrey Tambor – Transparent
Aziz Ansari – Master of None
Anthony Anderson – Black-ish
Will Forte – The Last Man on Earth
William H. Macy – Shameless
Don Cheadle – House of Lies

Dos sete indicados do ano passado (sim, foram sete ao invés de seis), Louis C. K (Louie) e Matt LeBlanc (Episodes) não retornarão. Assim sendo, temos uma vaga disponível nessa categoria. Jeffrey Tambor já está com a sua vitória garantida pelo segundo ano consecutivo. Anderson, Cheadle, Forte e H. Macy também devem ser lembrados. A sexta posição provavelmente será ocupada por Aziz Ansari (Master of None) ou Gael Garcia Bernal (Mozart in the Jungle). Também existe a possibilidade do retorno de Jim Parsons (The Big Bang Theory), que ficou de fora no ano passado, mas já venceu em quatro das seis indicações recebidas pela série de Chuck Lorre. Algumas pessoas estão apostando em Rob Lowe (The Grinder), mas não creio que a Academia irá indicar uma série que já foi cancelada na sua primeira temporada.

Eu indicaria: Aziz Ansari, Bruce Campbell, Andrew Daly, Chris Geere, Thomas Middleditch e Jeffrey Tambor.

transparent

Melhor Atriz em Série Dramática

Viola Davis – How To Get Away With Murder
Robin Wright – House of Cards
Claire Danes – Homeland
Taraji P. Henson – Empire
Tatiana Maslany – Orphan Black
Julianna Margulies – The Good Wife

Dessa vez temos apenas uma vaga disponível, já que Elizabeth Moss (Mad Men) não retornará. Creio que todas as demais candidatas do ano passado (Danes, Davis, Henson, Maslany e Wright) devem repetir o feito. Mas qual será a novata que ocupará a sexta vaga? Bom, não creio que será necessariamente uma “novata”. The Good Wife encerrou-se nesse ano e, apesar dos inúmeros tropeços, Julianna Margulies é queridinha do Emmy. Também temos Keri Russell (The Americans), que está sendo esnobada pela premiação há anos. Carrie Coon (The Leftovers), Caitriona Balfe (Outlander), Eva Green (Penny Dreadful) e Ruth Wilson (The Affair) também nunca foram indicadas e não podemos descartar um possível (ainda que improvável) retorno de Michelle Dockery (Downton Abbey) ou Kerry Washington (Scandal). Finalmente, entre as novidades do ano, temos Shiri Appleby (UnREAL) e Krysten Ritter (Jessica Jones), mas não acho que nenhuma das duas tem força o suficiente para entrar na lista. Apostarei em Margulies.

Minhas indicadas seriam: Carrie Coon, Claire Danes, Vera Farmiga, Eva Green, Keri Russell e Robin Wright.

thegoodwife

Melhor Atriz em Série Cômica

Julia Louis-Dreyfus – Veep
Amy Schumer – Inside Amy Schumer
Lily Tomlin – Grace and Frankie
Ellie Kemper – Unbreakable Kimmy Schmidt
Rachel Bloom – Crazy Ex-Girlfriend
Gina Rodriguez – Jane the Virgin

Enquanto Veep permanecer no ar, Julia Louis-Dreyfus vencerá sempre nessa categoria. Dito isso, temos três vagas para serem ocupadas, já que as séries de Edie Falco (Nurse Jackie), Lisa Kudrow (The Comeback) e Amy Poehler (Parks and Recreation) estão encerradas. Schumer e Tomlin devem ser lembradas novamente. Agora que a concorrência está menos agressiva, Ellie Kemper (Unbreakable Kimmy Schmidt) deve conseguir uma indicação, após ter sido esnobada no ano passado. Eu também acredito nas chances de duas atrizes da CW: Gina Rodriguez (Jane the Virgin) e Rachel Bloom (Crazy Ex-Girlfriend). Finalmente, há a possibilidade do retorno das veteranas Lena Dunham (Girls) e Melissa McCarthy (Mike and Molly).

Minhas indicadas seriam: Aya Cash, Jane Fonda, Gillian Jacobs, Ellie Kemper, Julia Louis-Dreyfus e Lily Tomlin.

unbreakablekimmynetflixFOTO: NETFLIX

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática

Peter Dinklage – Game of Thrones
Jonathan Banks – Better Call Saul
Christian Slater – Mr. Robot
Alan Cumming – The Good Wife
Jim Carter – Downton Abbey
Michael Kelly – House of Cards

Acho que quase todos os indicados do ano passado irão retornar. A única exceção será Ben Mendelsohn, que só apareceu na segunda temporada de Bloodline através de flashbacks e delírios, e não teve uma participação marcante. Teoricamente, Dinklage é o favorito no momento, mas os votantes podem muito bem dar um prêmio de consolação para Banks, por ter perdido no ano anterior. Porém, essa lógica também se aplica à Carter e Cumming, cujas séries nas quais trabalhavam já estão encerradas. Kelly também será lembrado, mas sem chances reais de vitória.

O que nos leva ao sexto indicado. Eu aposto todas as minhas fichas em Christian Slater (Mr. Robot), mas também não desconsideraria Michael McKean (Better Call Saul). Mandy Patinkin (Homeland) e Jon Voight (Ray Donovan) também foram indicados em ocasiões anteriores, mas foram ignorados no ano passado. E Ray Romano (Vinyl) está de fora devido ao flop da sua série.

Meus indicados seriam: Jonathan Banks, Kevin Carroll, Peter Dinklage, Christopher Eccleston, Michael Kelly e David Tennant.

thegoodwife2015

Melhor Ator Coadjuvante em Série Cômica

Tony Hale – Veep
Tituss Burguess – Unbrekable Kimmy Schmidt
Ty Burrell – Modern Family
Andre Braugher – Brooklyn Nine-Nine
Louis Anderson – Baskets
Keegan- Michael Key – Key & Peele

Todos os indicados do ano passado são elegíveis e podem retornar. Entre as novidades, temos Louis Anderson (Baskets), que com certeza será indicado, mas eu não sei dizer se ele ficará no lugar de Driver ou Key. Hugh Laurie (Veep) também deve estar recebendo muitos votos, mas pode ser prejudicado pela presença garantida de seu colega de elenco, Hale (e eu preferia que a Academia se lembrasse de Timothy Simmons, mas infelizmente isso não irá ocorrer). E também existe a possibilidade de Jay Duplass (Transparent).

Quais seriam os meus indicados: Andre Braugher, Tituss Burgess, Ty Burrell, Tony Hale, Hugh Laurie e Timothy Simmons.

kimmynetflixFOTO: NETFLIX

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática

Uzo Aduba – Orange is the New Black
Lena Headey – Game of Thrones
Christine Baranski – The Good Wife
Constance Zimmer – UnREal
Regina King – The Leftovers
Maggie Smith – Downton Abbey

Das indicadas do ano passado, só Christina Hendricks (Mad Men) não retornará. Uzo Aduba, que venceu nos dois anos anteriores (primeiro como Atriz Convidada em Comédia, e só depois como Atriz Coadjuvante em Drama), deve concorrer novamente (mas eu não creio que ela vencerá dessa vez). Christine Baranski também será lembrada pela temporada final de The Good Wife. Já Joanne Froggatt tem chances de retornar, mas ao mesmo tempo os votantes podem preferir trazer de volta a sua colega de elenco Maggie Smith, após a sua omissão no ano passado. Lena Headey também está com a sua indicação garantida (e creio que ela é a favorita nesse momento), mas em contrapartida tenho dúvidas em relação à Emilia Clarke: eu não acho que irão indicar novamente duas atrizes de Game of Thrones num ano em que temos novas e excelentes candidatas.

Entre as novidades, Constance Zimmer (UnREAL) surge como a favorita, seguida de perto por Regina King (The Leftovers). Também não podemos subestimar os ótimos trabalhos de Maura Tierney (The Affair) e Miranda Otto (Homeland).

Minhas indicadas seriam: Lena Headey, Regina King, Taryn Manning, Maura Tierney, Alison Wright e Constance Zimmer.

unreal

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Cômica

Allisson Janney – Mom
Julie Bowen – Modern Family
Anna Chlumsky – Veep
Jane Krakowski – Unbreakable Kimmy Schmidt
Mayim Bialik – The Big Bang Theory
Kate McKinnon – Saturday Night Live

No ano passado tivemos oito indicadas. E para complicar as apostas, todas permanecem elegíveis para essa edição. Para facilitar a tarefa, irei considerar apenas seis candidatas nessa categoria. Janney já ganhou dois prêmios consecutivos por Mom, e deve permanecer sendo a favorita. Bowen e Chlumsky também são indicadas todos os anos pelas suas respectivas séries, e Krakowski e Bialik são queridas pela Academia. Apostarei em McKinnon como a sexta candidata, pois não creio que Gaby Hoffmann (Transparent) e Niecy Nash (Getting On) tenham tanta força quanto ela. E embora não tenham sido lembradas no ano passado, não podemos subestimar Judith Light (Transparent) e Sofia Vergara (Modern Family).

Eu indicaria: Julie Bowen, Anna Chlumsky, Gaby Hoffman, Jane Krakowski, Judith Light, Amanda Peet.

momswarner

O 68º Primetime Emmy Awards ocorrerá em 18 de setembro, com Jimmy Kimmel como apresentador e exibição no Brasil pela Warner Channel.

7 respostas para “Emmy 2016: as previsões dos indicados de hoje são…”

  1. G Factor disse:

    VEM SARAH PAULSON
    VEM SER JUSTIÇADA E LEVAR SEU EMMY COM AMERICAN CRIME STORY (vai levar tudo)

  2. fala muito disse:

    A injustiça desse ano já tem nome: Hannibal/ Hugh Dancy/ Mads Mikkelsen/ Richard Armitage
    Tb caberia uma indicação como atriz coadjuvante para Miranda Otto em Homeland, merece muito mais que a Claire Danes.

  3. Bruno M disse:

    Allan, você não assistiu Horace and Pete ou acha que a série será ignorada em todas as categorias do Emmy?

  4. Lucas Quaresma disse:

    Sua lista pessoal: P-E-R-F-E-I-T-A !

  5. vinland disse:

    Pra surpresa de vcs, nao foram apenas duas atrizes de GOT que foram indicadas, mas sim 3 !!! Apesar de achar que a apenas Lena Headey deveria ser indicada

  6. Ana Maria Ballardin disse:

    Só me digam uma coisa: PORQUE RAIOS PENNY DREADFULL não foi indicada pra nada este ano? Tem dó…muitas série e atores não sei porque estão nominados…continua uma panelinha ridícula este EMMY.

  7. Raiane disse:

    Se a Tatiana Maslany for injustiçada DE NOVO esse ano eu perco as esperanças na imparcialidade dessa premiação

Deixe uma resposta

ss