FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Show do Kibe: nos bastidores reais de um talk-show falso

showkibe

A gravação de um episódio da nova temporada de Show do Kibe, que estreia hoje à 0h no canal TBS, já havia começado, mas não parecia. A porta do estúdio estava aberta, pessoas estavam falando e passando pra lá e pra cá e no centro estava Antônio Tabet conversando com o convidado da vez, o jogador Denilson. O estranhamento inicial aqui faz parta da experiência. Quem já teve a oportunidade de acompanhar qualquer tipo de gravação sabe o quão controlado é o ambiente e o silêncio precisa ser absoluto.

Mas no Show do Kibe as coisas precisam acontecer de forma diferente, pois a interessante ideia por trás desse talk-show é a de realizar a entrevista “pra valer” durante uma conversa informal enquanto o estúdio está sendo preparado. Com a desculpa de estar preparando a “pauta” do programa – prática comum em alguns talk-shows -, o Kibe aproveita para fazer suas perguntas, digamos, capiciosas. Com isso, segundo o próprio Tabet me contou depois, “o convidado fica desarmado e acaba falando muita coisa que ele jamais falaria se as câmeras estivessem rolando pra valer”. No episódio que vai ao ar hoje, por exemplo, ele extrai do nadador Xuxa informações até sobre atraso de pagamento do Flamengo: “naquele ano eles fingiam que pagavam e eu fingia que nadava“.

show-kibe

Acompanhar essa produção é algo curiosíssimo. Ao mesmo tempo em que eles precisam demonstrar que nada é pra valer, o negócio é pra valer. Por isso notei que os câmeras, por exemplo, não ficam concentrados e de olho nos monitores. Eles ficam apenas “meio” de olho para não dar na cara, mas com cuidado suficiente para não perder o foco e o enquadramento. Daniel, o diretor falso (a verdadeira comandante da atração, a veterana de comédias Lilian Amarante, fica em outra sala) dá comandos aleatórios e contra-regras e técnicos passam com escadas, deixam (propositadamente) cair coisas no chão, fazem marcações de luz e entra até o maquiador, tudo isso enquanto a falsa/verdadeira entrevista ocorre.

Mas é claro que nada disso iria funcionar se não fosse pelo apresentador Antônio Tabet que, além de ótimo roteirista e intérprete no grupo Porta dos Fundos, aqui demonstra qualidades “Andy Kauffnianas” ao manter o personagem (e a cara-de-pau) a todo custo e até o fim, mesmo quando as câmeras já estão desligadas e mesmo quando o próprio entrevistado desconfia de que aquele papo é o que vai pro ar. Sem uma pauta definida, ele também improvisa com muito sucesso em cima das respostas imprevisíveis do talento pego em despreparo.

São poucos os que desconfiam e que descobrem que a pré-entrevista é a real. A gente pegou muita gente grande e experiente em TV. Na primeira temporada, pra você ter uma ideia, Marco Luque e Milton Neves caíram e não suspeitaram em nenhum momento. Outros até suspeitam de algo, mas não falam. Muitos fingem ao final que sabiam de tudo, mas na real não faziam a menor ideia”.

show-do-kibe-nota

“Mas alguém soube logo de cara?”, perguntei.

“Meus amigos. Quem me conhece bem descobre logo que começa que é pra valer. A Dani [Calabresa] soube na hora, mas levou numa boa e seguiu a entrevista. De toda forma, mesmo quando rola desconfiança a gente consegue um material legal, pois o clima do programa é outro”.

Perguntei à diretora Lillian Amarante se depois das entrevista não basta o convidado não assinar o release para que revelações polêmicas ou segredos não sejam colocados no ar. Ela disse que isso até poderia acontecer, mas que não rolou ainda: “A maioria está num papo tão descontraído que sequer lembra o que disse. Se a pessoa não está no modo ‘entrevista’ ela vai falando, então nunca tivemos um pedido para que algo fosse retirado”, revelou.

Curiosamente no dia em que fui o jogador Denilson, mesmo que desconfiado de que a pré-entrevista era real, acabou revelando situações envolvendo colegas, alfinetou alguns desafetos e falou bem mais que devia – certamente bem mais do que falaria num Jô da vida. O divertido resultado dessa e das outras entrevistas você verá a partir da madrugada de hoje 0h na tela do TBS. Nessa segunda temporada veremos atletas olímpicos e na terceira com jogadores de futebol (que foi gravada junto por conta da estrutura do programa) virá no fim do ano, junto do campeonato brasileiro.

Deixe uma resposta

ss