FOTO: NETFLIX

Por: Allan Verissimo

13 Reasons Why: autor revela que Hannah iria sobreviver no final original do livro

FOTO: NETFLIX

A morte de Hannah Baker é revelada logo no primeiro episódio de 13 Reasons Why, e move toda a trama da série. Porém, em entrevista à Entertainment Weekly, o autor do livro no qual a produção da Netflix se baseia, Jay Asher, comentou que o final original seria um pouco mais otimista.

Na verdade, isso não é exatamente uma novidade. Na edição do 10º aniversário (o livro foi publicado em 2007), Asher já tinha revelado que na primeira versão da história, Hannah teria sobrevivido. Ela teria tentado suicidar-se ingerindo pílulas, mas seus pais chegaram em casa e levaram-a para o hospital, conseguindo salvá-la a tempo. Na série, a personagem tirou a sua vida cortando os pulsos.

De acordo com o autor: “Eu gostava da ideia de “Nós aprendemos algo com isso. E ainda há uma segunda chance”. Sabendo muito bem que iria ser difícil quando Hannah voltasse para a escola e ter que lidar com aqueles garotos. Não vai ser mais fácil agora. Na verdade, será ainda mais tenso para ela. Mas agora há Clay, que estará lá para ajudá-la“.

Porém, Asher logo percebeu que queria contar uma história diferente: “Por causa da seriedade do assunto, nós percebemos que não poderíamos ir por esse caminho. Não importa que haja oportunidades perdidas para ela. Essas oportunidades não estão lá se você fizer isso. Eu percebi que a mensagem da história seria mais forte e que seria definitivamente mais como uma história de precaução. Eu senti que era definitivamente o caminho a percorrer. É por isso que a personagem de Skye faz uma reaparição, e foi ótimo vê-la tendo um papel maior na série de TV.”

Leia a nossa crítica sobre 13 Reasons Why e assista ao Ligado no Ar especial da série:

Deixe uma resposta

ss