Girlboss é cancelada pela Netflix, conta Sophia Amoruso
Girlboss é cancelada pela Netflix, conta Sophia Amoruso

Girlboss é cancelada pela Netflix, conta Sophia Amoruso

Girlboss de Girlboss Sophia Amoruso soltou há 1h um rant em seu Instagram Stories alegando que a série vagamente baseada em sua vida foi cancelada pela Netflix. Disse ela:

Bem, a série da Netflix baseada na minha vida foi cancelada. Estou ao mesmo tempo orgulhosa pelo trabalho e ansiosa para controlar minha narrativa daqui pra frente. Foi uma boa série e fui privilegiada de trabalhar com tantos talentos incríveis, mas minha vida como uma caricatura foi difícil, mesmo que por apenas dois meses.

Em seus “Stories”, já apagados diga-se, Sophia indica que ela não gostou muito da forma como se viu na tela:

“Sim, eu posso ser uma pessoa difícil. Não, eu não sou uma babaca e ninguém chamado Shane me traiu. Seria legal algum dia poder contar a história do que aconteceu nos últimos anos. As pessoas apenas lêem a manchete, nunca as retratações, eu aprendi.”

Nessa última parte, Amoruso provavelmente se refere à história de que sua empresa Nasty Gal entrou em recuperação judicial. Muitos disseram que ela levou a empresa à falência, embora não tenha sido esse o caso.

A Netflix ainda não confirmou as declarações de Amoruso sobre o cancelamento de Girlboss. Abaixo os “Stories” apagados da fundadora.

Girlboss não teve um final conclusivo e sai deixando diversas pontas soltas na história. Ao final da 1ª (e única) temporada vemos Sophia comemorando o lançamento de seu site de vendas de roupa, após sair do eBay, e a série encerra aí. Há também pendências com o ex-namorado, a amiga e o pai. Recentemente outras séries foram canceladas sem final conclusivo pela Netflix, incluindo Sense8The Get DownMarco Polo. As duas primeiras, segundo o chefão da Netflix, porque não eram “muito assistidas”.

Veja abaixo minha entrevista com a própria Sophia, bem como a atriz Britt Robertson e a showrunner Kay Cannon:

9 comentários

  1. Bruno Xavier

    Particularmente não gostei, conferi mais por ter a Alison Brie no elenco, mas segue uma proposta muito estereotipada em forma de humor negro, copiando vários elementos de Orange que ficam repetitivos aqui. Por ser uma série que as personagens não sabem nada sobre luta livre, gera algumas atuações bem ruins, mesmo que seja proposital, acaba ficando artificial demais e consequentemente ruim de verdade.

Deixe um comentário