Produtores dos filmes do caso Richtofen fazem live sobre os bastidores da produção
Produtores dos filmes do caso Richtofen fazem live sobre os bastidores da produção

Produtores dos filmes do caso Richtofen fazem live sobre os bastidores da produção

A Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes, em parceria com a Cinemark, prepararam uma live sobre os filmes A MENINA QUE MATOU OS PAIS e O MENINO QUE MATOU MEUS PAIS, que foram adiados por conta da pandemia de COVID-19. Hoje às 19h o diretor Maurício Eça e os roteiristas Ilana Casoy e Raphael Montes estarão ao vivo nos perfis da Galeria Distribuidora (@galeriadistribuidora) e da Cinemark (@cinemarkoficial) no Instagram. Os três comentarão curiosidades e bastidores das produções, além de responder perguntas do público.

A MENINA QUE MATOU OS PAIS e O MENINO QUE MATOU MEUS PAIS, baseados nos autos do processo do assassinato do casal Von Richthofen, trazem as versões apresentadas no tribunal por Daniel Cravinhos e Suzane Von Richthofen respectivamente. Dirigidos por Maurício Eça, os longas têm roteiro de Ilana Casoy (autora de “Casos de Família: Arquivos Richthofen”) e Raphael Montes.

A MENINA QUE MATOU OS PAIS e O MENINO QUE MATOU MEUS PAIS têm no elenco: Carla Diaz (Suzane), Leonardo Bittencourt (Daniel Cravinhos), Allan Souza Lima (Cristian Cravinhos) e Kauan Ceglio (Andreas von Richthofen), Leonardo Medeiros (Manfred von Richthofen), Vera Zimmermann (Marísia von Richthofen), Debora Duboc (Nadja Cravinhos), Augusto Madeira (Astrogildo Cravinhos), entre outros. A produção é da Santa Rita Filmes em coprodução com a Galeria Distribuidora e o Grupo Telefilms.

Ainda não há data prevista para o relançamento.