FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Dexter: Just Let Go e Uma Teoria

Por Bruno Carvalho

Atenção, discutirei a seguir uma teoria não confirmada sobre os “Assassinos do Apocalipse” nesta temporada de Dexter. Não leia caso não goste de discutir possíveis (ou prováveis) elementos da trama.

Pouca coisa explicaria o fato desta 6ª temporada de Dexter estar absolutamente morna há dois episódios seguidos. Depois do fraco The Angel of Death da semana anterior, o drama apresenta mais um episódio lento, com uma temática prosaica e intencionalmente construída para encher linguiça. Uma das explicações para isso encontra-se numa teoria que está rodando os fóruns da Internet há semanas, que também foi levantada pelo nosso co-editor Davi Garcia e inclusive já foi abordada nos comentários das primeiras reviews por leitores aqui no blog. E a cada episódio, a teoria parece se fortalecer (repito, embora não haja qualquer indicação oficial sobre os rumos da temporada, a teoria pode entregar a revelação final se confirmada. Se você quer preservar esta eventual surpresa da série, pare de ler).

Ao que se especula, não estamos lidando com dois Assassinos do Apocalipse, mas sim com apenas um. A teoria aposta que o Professor James Gellar é fruto da imaginação do jovem Travis, assim como o Tyler Durden de O Clube da Luta (nem venham me falar que é spoiler, o filme já tem 12 anos). Isso quer dizer que o velho nunca existiu? Não, até porque temos o site (antigo) do Professor, fotos em jornais e uma ex-namorada do sujeito. Quer dizer que, assim como Dexter mantem conversas com seu falecido pai Harry e, agora, com o irmão morto (e às vezes é influenciado pela lógica deles que permanece em sua cabeça) Travis teve algum relacionamento com o Professor e hoje este, provavelmente morto – já que os últimos registros do professor datam de 3 anos -, povoa a imaginação do perturbado garoto, “instigando-o” a cometer os ilícitos religiosos.

Ora, isso é forçar demais? Acredito que não, ainda mais que desde o 1º episódio da série Dexter “conversa” com seu pai. A narrativa já usa isso para o “mocinho”, por que não para o vilão? E até onde me recordo, todas as cenas em que vemos o Professor, Travis está próximo e a reciproca não é verdadeira. Dessarte, o Professor não “existe” de forma independente de Travis. Ele também aparece diversas vezes em locais públicos, não demonstrando qualquer receio por seu rosto estar estampado nos jornais. Além disso, a “presença” do Professor Gellar é muito mais idealista do que material… Posso estar errado, como todos que levantaram esta hipótese? Claro! Mas acho difícil que a série esteja tão descaradamente vazia assim à toa. O caso do Irmão Sam soa como uma grande distração, assim como está cada vez mais ridículo Batista e Quinn terem virado o principal alívio cômico da série. Em outras palavras, Dexter está enrolando e espero que os roteiristas consigam nos surpreender de verdade para compensar todo este marasmo que o drama passa. Afinal, mais importante que a teoria em si (se confirmada) é como Travis se tornou este perturbado assassino e a série tem espaço para desenvolver bem esta história neste caminho.

O que acham? Conseguem trazer mais elementos que confirmam (ou invalidam) esta teoria? Vou listar abaixo os fatos que fortalecem ou enfraquecem a hipótese.

Fatos que fortalecem a teoria:

A professora que o Gellar pegou disse que ele era bem mulherengo, e não é isso que vemos atualmente, então o que penso é que o Travis era fanático pelas teorias do Gellar, e, quando finalmente o conheceu, se decepcionou por ele não ser exatamente o que idealizou e o matou, assim nascendo o Gellar ideal. (Eru)

– A falta de interação do Professor com as vítimas. (Fábio Vieira)

– Sobre as alegações abaixo de que o Harry não interage com elementos “reais”, nesta imagem temos o Harry interagindo fisicamente com Dexter. E aqui o pai do Dexter comendo no episódio 4×09. (Bruno Carvalho)

– Travis entrega facilmente o nome do Professor ao Dexter no episódio 6×05, algo que cheguei até a comentar na resenha. (Bruno Carvalho)

– No episódio anterior quando Dexter seguia Travis, o celular do Dexter toca um segundo antes de Gellar aparecer em cena. (Wilma)

– A mulher que o Travis pegou e depois foi morta como anjo era garconete num café. Na cena, ela pergunta se Travis quer algo mais, toda solícita, e simplesmemte ignora o Professor Gellar, que sentava à sua frente. (Leo)

– Essa teoria foi praticamente confirmada no episódio 6×05 quando Travis viu, por um instante, sangue na cabeça do Professor (foto). (Heron)

– Quando Gellar vai punir Travis, ele queima o próprio braço em vez de agredir Travis! (IGN)

– Outra cena que fortalece a teoria é logo depois que o celular toca, Dexter sai e o Professor aparece, eles vao comprar alguma coisa, o Professor escolhe mas dá pro Travis pagar, tipo, ele não pode entregar pra vendedora, porque ele não existe…. (Jú P.)

Fatos que enfraquecem a teoria:

– O Professor interage com elementos cênicos, algo que o pai de Dexter raramente (ou nunca) faz. (Fábio Vieira)

– O Professor já interagiu com o cenário (no episódio dos manequins no cavalo ele segura um manequin que o travis derrubou) e isso o pai do Dexter nunca fez. Acredito que os roteiristas não iriam deixar esse furo tão grande passar! (Gustavo)

223 respostas para “Dexter: Just Let Go e Uma Teoria”

  1. Eru disse:

    Eu creio piamente nessa teoria, e algo me chamou bastante atenção:
    A professora que o Gellar pegou disse que ele era bem mulherengo, e não é isso que vemos atualmente, então o que penso é que o Travis era fanático pelas teorias do Gellar, e, quando finalmente o conheceu, se decepcionou por ele não ser exatamente o que idealizou e o matou, assim nascendo o Gellar ideal.

  2. Fábio Vieira disse:

    Essa era uma teoria que eu havia pensado também, há uns 3 ou 4 eps, visto a falta de interação do prof com as vitimas e tal … mas diferente do pai de Dexter, o prof interage com objetos, que podem ou não ser imaginários tb, mas não me recordo de ter visto as visões do pai de Dexter interagindo com algo, somente conversas. Já o prof pinta o quadro, já tomou café ao lado do comparsa e tudo o mais.

  3. Gustavo disse:

    A teoria é válida, só tem um porém: o professor já interagiu com o cenário (no episódio dos manequins no cavalo ele segura um manequin que o travis derrubou) e isso o pai do Dexter nunca fez. Acredito que os roteiristas não iriam deixar esse furo tão grande passar!

  4. Eru disse:

    Creio que seja só a imaginação do Travis ilustrando, note que o Harrison toca no Dexter, por exemplo.

  5. João Miguel disse:

    Também cheguei a pensar nisso, mas no episódio passado, acho, o professor pede ajuda para se levantar. Seria estranho isso ser da imaginação do Travis.

  6. Eru disse:

    O Travis acredita que ele está vivo, é diferente do Dexter.

  7. Leo disse:

    Nao tinha pensado nisso, mas uma cena no Ep. 4 tinha me intrigado e com essa teoria ela faz todo sentido agora. A mulher que o Travis pegou e depois foi morta como anjo, era garconete num café. Na cena que eu mencionei, ela pergunta se ele quer algo mais, toda solícita, e simplesmemte ignora o prof. Gellar. Certeza que a teoria se confirmará.

  8. Wilma disse:

    Notei que, quando Dexter seguia Travis, o celular dele toca um segundo antes de Gellar aparecer em cena e ele vai embora com raiva de ter perdido a chance.
    Eu imagino que faria muito mais raiva a Dexter (e seria mais dramático pro público) ter visto o professor e perdido essa grande chance do que ter parado a perseguição a Travis. Então, porque ele sequer viu o professor, teve que sair UM segundinho antes?
    Daí eu acho que, ou essa teoria é verdadeira ou os produtores tão fingindo que ela é, porque as evidências são muitas.

    Sobre o episódio, fiquei bem entediada até os 45min, depois disso eu vi Dexter voltar a ser Dexter (na verdade, sempre quis ver um pouco mais de Brian), e, não acho que muita gente concorde comigo, mas fiquei muito feliz com a morte de Brother Sam, acho que foi a melhor coisa que fizeram por essa temporada.

  9. Bruno Carvalho disse:

    Pode ser, mas vamos tentar listar algo que é embasado pelo que já foi exibido pela série para fazermos uma lista…

  10. Heron disse:

    Essa teoria foi praticamente confirmada no ep. 5 quando Travis viu, por um instante, sangue na cabeça do Professor.

  11. Bruno Carvalho disse:

    Ótima, Leo!

  12. Vinicius disse:

    Concordo com a teoria e espero que os roteiristas arrumem outra trama para surpreender a temporada!!
    Acho que o Travis matou o professor sim e ele já não existe mais, mesmo com as interações com os cenários, o que também podem ser fruto da imaginação do Travis. Assim como o Harry, o Gellar só interage com o Travis, nem com as vítimas eu me lembro de ter visto ele interagindo diretamente.

  13. warleybonanno disse:

    Esta teoria pode até não se confirmar, mas que a equipe de produção da série está fazendo de tudo para que acreditemos nessa teoria esta. Pode-se notar que nunca vemos o Gellar interagindo com alguém que não seja o Travis e mais uma vez isso ficou claro neste episódio 6 quando ele diz pro Travis pagar e pegar o pano na banca da feira, na cena do café do museu ele também não interage com a garçonete.

    Sobre o promo do episódio 7 uma coisa interessante é a volta do filho do Trinity que parece estar “continuando” o trabalho do pai. Será que ele também tem um dark passenger e ele é o Trinity??

  14. warleybonanno disse:

    warleybonanno :
    Será que ele também tem um dark passenger e ele é o Trinity??

    Na pressa posso não ter me feito entender direito, o que quis dizer com a frase é que, caso o filho do Trinity tenha algum Dark Passanger será que esse Passanger dele não seria o Trinity. Apesar de não ter muito haver com o que vem sendo discutido nesse post acho interessante colocar isso, pois podemos ter momentos bem interessantes daqui para frente caso isso se confirme.

  15. Vinicius disse:

    Essa reintrodução do Trinity e do Brian na série pode ser o arco pra introduzir essa teoria até…
    Pelo visto o Brian imaginário que intui o Dexter assassino, o Trinity pai imaginário intui o filho, e o Gellar é o dark passenger do Travis

  16. Gustavo Monteiro disse:

    Devia ter avisado que continha spoillers do Clube da Luta.

  17. Georgea Alexandra (@geo2508) disse:

    Parabéns a todos pela teoria! ; )

    Um detalhe que vi no episódio… A irmã do Travis ressalta para as crianças o quanto Travis é um bom desenhista. E se as ilustrações do Caderno que o Batista encontrou foram feitas pelo Travis e o Professor na verdade for seu pai, para continuar na teoria Pai-Filho? ; )

  18. Guga disse:

    Depois de Angel of Death, quando os roteiristas praticamente subestimaram a inteligência do espectador ao não fazer Dexter perseguir Gellar através do sequestro de Travis, ou ainda, não duvido nada que acabem fazendo cometendo algum deslize no meio do caminho. E essa história entre Dexter e o Sam, totalmente sem propósito pra narrativa principal, filler! Muito morno. Parece que vão segurar mais um ano pro Dexter começar a correr riscos, para então apresentarem uma trama relevante. Quer saber? Se não fosse o clímax tenebroso da quinta temporada, teria sido uma das melhores temporadas até agora, só perdendo mesmo, na minha opinião, pra primeira e quarta temporada. Nesta altura do campeonato, ano passado Dexter estava muito mais interessante.

  19. JorgeH disse:

    A teoria é válida. Tyler Durden interagia com o cenário no filme Clube da Luta, quando na verdade era só o narrador que com insônia tinha “buracos de memória” e quando lembrava das coisas, imaginava Tyler fazendo o que ele mesmo fazia quando estava “dormindo”.

    A irmã de Travis disse nesse episódio que ele é um artista muito talentoso. Professor Gellar pinta fabulosamente bem, mas seus desenhos de caneta no livro que a professora tinha não são tão bem feitos quanto as pinturas…

    No primeiro episódio, quando o vendedor de frutas é encontrado. Não é o professor Gellar que é mostrado com a espada prestes a matar o homem. E sim Travis. (Corrijam-me se estiver errado). Quando Travis diz a Dexter que não teve coragem de matar aquelas pessoas. Parece muito com o Edward Norton falando que Tyler Durden fez tudo aquilo…

  20. Wilma disse:

    Alguém tem alguma teoria pra o porquê de Travis armazenar o sangue dele? Alguém consegue ver alguma relação com a (não)existência de Gellar?

  21. Christiano disse:

    Olá Bruno, para quem acompanha os reality shows sobre ghost hunting no SyFy, sabe que muitas vezes espíritos podem interagir com objetos. Por exemplo, em alguns episódios do Ghost Hunters, os investigadores colocam pequenas lanternas em cima de móveis ou no chão, através das quais os espíritos podem interagir com os pesquisadores, que pedem para os espíritos ligarem ou desligarem as lanternas ou então fazem perguntas que podem ser respondidas ligando ou desligando as lanternas. Então não seria estranho o Professor interagir com objetos “reais” como o manequim, no caso de ser realmente o espírito do Professor (que já morreu, certo?) e não apenas algo da imaginação do Travis, como você fiz no começo da explicação da teoria.

    PS: Não assisto à série, então posso estar enganado. Mas talvez essa possibilidade seja plausível. Ou não.

  22. Davi Garcia disse:

    Tudo parece apontar para que a teoria Durden/Gellar se confirme, mas para contribuir com mais um ponto que pode enfraquecê-la, lembro da cena do episódio 4 em que o Travis está na cama com a moça que acabaria morta no fim daquele episódio. Naquela sequência, com Travis obviamente ‘distraído’, a câmera nos mostra Gellar observando pela fresta da porta (sem que seu pupilo o veja), o que narrativamente não faria o menor sentido para um personagem que só existe na cabeça do jovem assassino.

  23. Davi Garcia disse:

    Ótima sacada, Georgea. Se confirmada a teoria (apesar dos pontos que a contradizem), o espelho com o que vemos ocorrer com Dexter traria uma graça a mais à trama pelo menos para mim.

  24. Bruno Fernandes disse:

    A tag “pablo ficou puto” foi a melhor! E digo isto, porque eu também fiquei puto. Eu acho que os roteiristas são capazes deste desleixo, pelo simples fato de desde a temporada passada estarem extremamente desleixados.
    A ideia é ótima, mas a execução está ridícula. Dexter acabou! De novo, apareceu outra série. Bem marron…

  25. Bruno Carvalho disse:

    Christiano, Dexter não é uma série sobrenatural. Não se trata de espíritos e sim de alter egos. Os “fantasmas” aqui são nada mais que projeções de mentes perturbadas.

  26. Carlos Frederico disse:

    Bom, eu já havia comentado o episódio da fada dos dentes sobre essa teoria.

    Acho até que se confirmar, não é algo tão irreal nesse universo. o problema é se tentarem usar isso como algo “surpreendente”, o que vai acabar falhando pois todo mundo meio que já estará esperando por isso, mas mesmo assim, acho que seja melhor do que depois falar que ele está vivo e é real e as indicações sejam apenas pra nos enganar.

    Ah, e de certa forma, acho interessante o fato de travis ser vivído pelo hanks junior. Tom hanks tem uma cara de bonzinho que não convence como vilão, assim como o colin, e fica mais coerente se colin for uma marionete de sua imaginação.

    Ah, sobre interação com objetos, é como em clube da luta: Brad Pitt lutava com os caras, transava com a helena bohan carter, mas na verdade era tudo o edward norton. Então, quando travis vê gellar interagindo com algo, pode ser na verdade o proprio travis interagindo.

    E creio que a dinamica de travis questionar se “chefe” bem sacada, pois como pode ele entrar em conflito com sua imaginação? E o fim do episódio foi interessante, pois travis liberta a mulher, enquanto dexter não deixa o assassino do Sam ir.

    Sobre a série, não estou achando ela morna. Na verdade, o último episódio deu uma real evolução ao dexter, afinal dexter estava numa situação que em nunca esteve: perdoar ou matar?

    Isso porém pode ficar meio bobo no final, pois parece que dexter vai ao fundo do poço e sua “luz” vai aparecer no final, para provar que brother sam tinha razão. Pode ficar meio cafona.

    Mas pra quem viu o promo da semana que vem

    Quem diria que comandante adama se tornaria um “Head Cylon”.

  27. Rafael disse:

    Eu tenho essa teoria desde o início da temporada, mas fui desacreditando nela com o tempo. Principalmente quando o Travis liga para o professor ou quando este faz um “afago” na cabeça da jovem prestes a morrer.
    Abraços.

  28. Bruno Carvalho disse:

    Isso pode facilmente ser fruto da imaginação de Travis… Vide os filmes O Clube da Luta, O Sexto Sentido e Psicose.

  29. @fabriciohorta disse:

    Gente é possivel heim! Não havia pensado nisso mas vou começar a prestar a atenção aos detalhes!

  30. Jú.P disse:

    Ele interagir com os objetos não seria um furo, porque é totalmente diferente do Harry, o Dexter sabe e tem consciência que o Harry tá morto, e que essa “visão” é apenas a manifestação do subconsciente! Enquanto Travis (se essa teoria estiver correta) acredita que o Professor realmente existe…
    E uma outra cena que fortalece a teoria é logo depois que o celular toca, Dexter sai e o Professor aparece, eles vao comprar alguma coisa, o Professor escolhe mas dá pro Travis pagar, tipo, ele não pode entregar pra vendedora, porque ele não existe….

  31. Jú.P disse:

    Nossa, isso seria muito foda hein, to amando essa temporada ;P

  32. Matheus Vendramelli disse:

    Num epsódio, Travis tem relações sexuais com a garçonete, mas quando acorda ela está toda amarrada na cozinha, do lado do prof. Gellar, o que mostra que ele ja interagiu não só com o cenário, mas com outros personagens.

    Mas mesmo assim, a mulher parece não ligar para a “presença” do professor, e mantém constante contato visual com Travis, o que reforçaria a Teoria à la Clube da Luta.

    É realmente interessante esse jogo de tentar confirmar ou invalidar a teoria, hahaha

    Abraços!

  33. Cabral disse:

    Pode ter sido o próprio Travis que fez isso inconsciente ou afetado e depois foi dormir!! Pode ser caso de dupla personalidade!!

  34. JorgeH disse:

    em Clube da Luta, Tyler é visto observando o narrador pela janela, longe dos olhos dele… A teoria continua firme… E como Gellar teria entrado tão facilmente lá?

  35. Davi Garcia disse:

    Matheus, vale considerar também a ideia de que a moça pode ter sido amarrada na cozinha pelo próprio Travis. Se o Gellar pode ser fruto do subconsciente dele, não é exagero pensar que ele tenha acordado no meio da noite, prendido a mulher na cozinha e voltado a dormir só para despertar no dia seguinte encontrando-a presa lá e, com isso, achando que foi o Gellar quem a amarrou.

  36. Davi Garcia disse:

    Ah, é? Putz, juro que não me lembro disso do filme o que significa que preciso revê-lo urgentemente hehe. Bom, de qualquer forma, entendo que isso é um recurso desonesto uma vez que seu propósito é o de enganar o espectador com pistas falsas, não acha?

  37. Pra quem fala que as alucinações nunca apareceram segurando objetos e tals, já viram o promo do ep07??

  38. Rodrigo disse:

    Já pensaram se o Travis é o filho do Fada do Dente? Se no promo eles alegam que Jonah é o novo Trinity porque é filho dele, o personagem de Colin Hanks pode muito bem ter seguido os passos de seu pai. Não que isso tenha a vê com a teoria que todos estão discutindo, seria apenas outra reviravolda da série.

  39. Wilma disse:

    Acho que não é bem o caso, se ele tivesse seguido os passos do pai, eles seriam mais próximos, ou no minimo Travis (ou a irmã dele) saberia que ele tinha desaparecido.
    Pra mim a história do Fada dos Dentes já tá fechada. Trinity foi um grande personagem, por isso deixou frutos, o fada dos dentes foi só um filler.
    Seria sim uma grande reviravolta, mas precisavam ter ajustado a história pra poder afirmar isso.

  40. Lyana disse:

    Para mim, depois de assistir ao 06×06, esta teoria tá mais forte que nunca. 1 – Dexter desliga o celular antes de Travis encontrar com o Professor. 2 – A irmã de Travis diz que ele é bom em artes e, em seguida, aparece o professor pintando um quadro. 3 – Rudy reaparecendo como ‘lado negro’ de Dexter pode ser uma dica para esta teoria. Estou torcendo para que essa teoria da personalidade se confirme e que saibam explorar bem a história. No mais, amei o último episódio, aguardando ansiosa pelo próximo, com o retorno do Trinity Jr. =P #HelloDexterMorgan = Clássico!

  41. JorgeH disse:

    Davi Garcia :
    […]entendo que isso é um recurso desonesto uma vez que seu propósito é o de enganar o espectador com pistas falsas, não acha?

    É aí que está a surpresa toda… Mas que é um truque desonesto, isso é…

  42. tamy disse:

    aaah, já tinha lido essa teoria em algum lugar e achado legal, não pensaria nela sozinha, mas agora que li espero que não se concretize hahaha, que eles estejam apenas tentando nos enganar, quero surpresa!

  43. Drigo RC disse:

    Não sei se alguem ja citou isso, pq naum li todos os comentarios, mas…muitas cenas com o professor ele ta pintando um quadro de como a vítima morre. Mas no episódio passado, Travis vai visitar a irmã na escola quando ela está com crianças pintando quadros, e a irmã diz ele é um artista de muito talento. Ele poderia está pintando os quadros. ai a conversa entre ele e o professsor se passasse na cabeça dele somente, como um conflito.

  44. Drigo RC disse:

    Alguém já tinha citado antes. xD

  45. Wilian disse:

    Tudo leva a crer que essa teoria vai ser confirmada. Até porque o professor Gellar,desde o primeiro episódio, só mantém diálogos com o Travis. Nunca vimos Gellar conversando com outras pessoas, o que fortalece a teoria de que só Travis o vê.Inclusive, na cena desse 6×06 em que Dexter estaria supostamente prestes a ver o professor, ele recebe a ligação da Deb avisando que o Brother Sam estava no hospital,quer dizer, só pra continuarmos na dúvida!

  46. João Silveira disse:

    O sangue na cabeça dele praticamente confirma a teoria…

    Só não entendi o porque do sangue… na hora percebi e achei que tivesse ficando meio louco mesmo… mas ai voltei a cena … o que eles quiseram dizer com isso !?

  47. Leo disse:

    Por que vcs num tão gostando da temporada? Eu to achando muito boa, até melhor que a 5ª (o que n]ao é muito difícil…). Todos os arcos tem me interessado, e curti muito as discussões com o Brother Sam. E agora que o ITK voltou pra aconselhar Dexter, ele vai perder o controlo. E eu não aguento mais esperar pra ver isso.

  48. Bruno disse:

    Mas e a mulher q o Travis deixou ir embora no último episódio??? O Travis saiu da casa e quando voltou ela estava amordaçada e machucada ao lado do professor, sem q o Travis estivesse presente…..

  49. Não li os comentários do post, então alguém já deve ter citado isso.

    Mas sobre os pontos que enfraquecem a teoria, acho que tem um furo. Se o Gellar é como um Tyler, então Travis “é” o professor, mas sem se dar conta.

    Em Fight Club o Tyler integaria com objetos e pessoas, por isso se a série tá fazendo algo semelhante, não vejo o fato de o Gellar pintar ou segurar os manequins como um furo e sim como uma sacada genial. O professor é a parte sábia, culta e talentosa do Travis, enquanto o verdadeiro Travis tem medo e é mais humano.

  50. Davi Garcia disse:

    Talvez que o próprio Travis tenha matado o Gellar, não?

  51. Davi Garcia disse:

    Diferente do Tyler Durden, o Gellar sempre existiu. O que pode ocorrer na série é a revelação de que o professor morreu, mas Travis continua enxergando-o como seu mentor. A diferença é essa ;)

  52. Davi Garcia :
    Diferente do Tyler Durden, o Gellar sempre existiu. O que pode ocorrer na série é a revelação de que o professor morreu, mas Travis continua enxergando-o como seu mentor. A diferença é essa

    Mas Davi, não vejo relação. A série não está IMITANDO Fight Club. Se a teoria for real, porque é que eles não podem apenas se ispirar na idéia e mudar fatos dela? O que impede de o Travis ‘incorporar’ a personalidade do professor só porque ele existiu mesmo? E outra, não sabemos se ele conheceu o professor. Ele pode ter tanta admiração pelo cara e pelas teorias dele que absorveu isso, criando uma dupla personalidade que se parece fisicamente com o Gellar, mas que não tem a mesma personalidade, visto que ele não é mulherengo e também pinta quadros, etc, bem diferente do Gellar real.

  53. Adevanir disse:

    Apesar disso da interação com o mundo físico, apesar de Harry nunca tê-lo feito, no promo do próximo episódio mostra o Brian segurando um saco de lixo.

  54. Não sei se isso acrescenta algo, mas pegue a cena do atropelamento: Travis só acelera porque é pressionado por Geller – só que essa pressão pode ser apenas na mente do Travis se seguirmos essa teoria.
    Acho que está fazendo bastante sentido e eu estou gostando bastante dessa temporada, muito mais do que da temporada passada.

  55. Bruno disse:

    Pelo amor de Deus…Alguém por favor assista o episódio 04 desta 6ª Temporada, a partir de 45:15……Pois bem, o Travis havia transado com a menina, acorda e não tem ninguém….Ele levanta e a moça está amordaçada ao lado do Professor…..Se ele não for real, essa cena será uma derrapada da “teoria”….

  56. Bruno Carvalho disse:

    Não necessariamente. Conforme discutimos acima, Travis – perturbado como é – pode ter feito tudo aquilo “influenciado” pelo Professor que povoa sua mente e, mais tarde, acordado normal. Assistam Psicose e verá que pode ter muito de Norman Bates em Travis.

  57. Cainã disse:

    No capítulo 8, Dexter afirma que o professor Gellar viu ele, e agora será mais dificil capturá-lo. Isso porque Dexter vê ele no alto da igreja abandonada. Como explicar que Dexter tenha visto o fruto da imaginação de Travis?

  58. Bruno Carvalho disse:

    Ele presume que foi visto, não?

Deixe uma resposta

ss