FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

2012: O Ano da Dublagem Imposta na Sua TV!

Por Bruno Carvalho e Davi Garcia

No tempo analógico das fitas VHS, o consumidor precisava escolher, no ato da compra ou da locação, se levaria para casa conteúdo dublado ou legendado. Hoje, num mundo 100% digital, esta prática seria ilógica, já que todos os DVDs e Blu-rays já vem, por padrão, com diversas opções de áudio e legendas. Infelizmente, em 2012, boa parte dos canais da TV que pagamos possuem a mentalidade de décadas atrás, já que não se preocupam em disponibilizar estas opções ao assinante, mesmo sendo tecnicamente possível. A “manobra” de impor áudio dublado por padrão – e sem permitir a escolha da versão original com legendas – é prática antiga na TV paga, característica dos canais básicos de entrada, como TNT (embora este canal, nos primórdios da TV por assinatura no Brasil, disponibilizasse 2 canais, um dublado e outro legendado). Em 2007, o grupo FOX descobriu que a popularização do segmento em diversas classes econômicas atraía o consumidor até então acostumado apenas com as dublagens na TV aberta e, inadvertidamente, passou a dublar 100% de sua programação de filmes e séries da noite para o dia, a despeito daqueles que, até então, acompanhavam tudo com áudio original e legendas.

Mais de 4 anos se passaram e diversos canais de séries passaram a adotar esta prática por padrão para agradar uma relativa “maioria”. Alimentados por pesquisas que indicam esta preferência por “grande parte da população” (você já foi consultado?), executivos em busca de uns trocados a mais estabeleceram que esta é a tendência. Canais como Sony Spin, TBS, LIV, Space, FX, Megapix, TNT, HBO2, A&E, SyFy e vários outros estão todos dublados e não oferecem qualquer forma de escolha. Já outros estão impondo a dublagem por padrão aos poucos, como é o caso dos canais Sony, Sony HD, AXN e AXN  HD. A FOX e FOX HD dão a opção de troca de idiomas e legendas em alguns casos (isso quando a dublagem não é de Portugal). Hoje, dos canais de séries, as únicas exceções à regra são o Universal Channel e a Warner, que mantém áudio original e legendas como padrão para as séries (embora os filmes já sejam apresentados dublados). A rede Telecine e a maioria dos canais HBO/Max Prime são os bons exemplos que conferem ao assinante todas as opções em quase 100% das atrações

Independente do gosto de cada um, os canais por assinatura devem atender a demanda de seus assinantes. Se existem clientes que preferem ver conteúdo com áudio original e legendas e outros que optam por assistir dublado, o canal tem o dever de buscar atender a todos, já que são duplamente remunerados por isso (com as assinaturas e com a venda de conteúdo publicitário, que só aumenta). Hoje é perfeitamente possível na maioria das operadoras a disponibilização das faixas de áudio original, áudio dublado e legendas em vários idiomas, inclusive espanhol, para seleção no próprio controle ao critério do pagante. Falta interesse, iniciativa e, principalmente, respeito com você assinante. Dito isso, se o canal não tem recursos ou condições de oferecer todas as opções, deveria, pelo menos, manter o conteúdo que exibe minimamente alterado, seja em áudio e aspecto de imagem, respeitando a autoria. A dublagem, por melhor que seja, essencialmente mutila a obra original. Podemos citar a dublagem da personagem Gloria em Modern Family para destacar um exemplo do malefício que a dublagem pode representar, visto que o trabalho da competente atriz Sofia Vergara em reforçar o sotaque inglês e suas confusões linguísticas são elementos marcantes da personagem e que se perdem totalmente na dublagem.

O conteúdo dublado deve ser apresentado como uma “alternativa” à obra original e não como o padrão que hoje é. A dublagem não apenas altera a voz dos personagens, mas também toda a edição e mixagem de som, além de modificar, em muitas das vezes, o real contexto de diálogos importantes (algo que legendas também fazem, vale ressaltar, mas em menor grau). Em produções cômicas como sitcoms, por exemplo, as piadas perdem o sentido e o dublador, por melhor que seja, jamais conseguirá refletir o trabalho de entonação e o sentimento que o ator original imprimiu durante determinada cena. Embora exerça uma função útil a determinado grupo de pessoas que prefere ou necessita assistir algo desta forma, o conteúdo dublado não pode ser empurrado à força a todos os assinantes de forma indiscriminada, sem que seja disponibilizado também o áudio original e legendas para os demais que preferem e/ou já estavam acostumados a assistir seus programas desta forma. É uma vergonha a TV paga brasileira empurrar conteúdo dublado visando apenas o bem estar de suas contas, desrespeitando os assinantes.

Em 2012 os canais do grupo Sony já avisaram que vão dublar por padrão todas as séries novas, além de já estarem “testando” a audiência em alguns horários com a dublagem imposta de Grey’s Anatomy, CSI e LOST. A assessoria do canal disse que tentarão – até o 2º semestre – oferecer a opção de escolha, mas que se até lá não for possível, o padrão será mesmo dublado. Essa tendência se repete e prolifera nos outros canais. Quem perde com isso é você, pagante, independente de preferir ver dublado ou legendado, já que seu poder de escolha está mitigado pela ganância de canais.

Bem-vindos à era analógica da TV paga, em pleno 2012.

Leia também: “Os Malefícios da Dublagem, texto esclarecedor do crítico Pablo Villaça, inclusive para quem prefere ver conteúdo dublado.

42 respostas para “2012: O Ano da Dublagem Imposta na Sua TV!”

  1. wagner disse:

    por essas e outras que assisto apenas a alguns canais informativos e de esportes…

    canais de séries e filmes? Hello, torrent!
    não dou 1 minuto de ibope para esses canais…

  2. Vinicius disse:

    TV paga? Apenas vejo realities (Masterchef, Hell’s Kitchen, Apprentice, etc).

    Filmes e Séries é tudo pela internet. O filme que quero, na hora que quero, do jeito que quero. =)

  3. Lu disse:

    Isso é uma pena. Eu estava pensando em aumentar meu plano de TV a cabo para ter mais canais, mas como o que mais consumo são séries e filmes, optei por aumentar apenas o plano da internet. Não aceito, em plena era da internet e da TV digital (meu atual projeto de estudo da pós graduação) não ter uma opção básica de escolha.
    Tendencias internacionais mostram que se o produto oferecido for de qualidade, e se houver uma boa quantidade de conteúdo oferecida, o consumidor paga. Hoje, opto pela pirataria (os torrents da vida) não porque “não quero pagar”, mas porque simplesmente é a MELHOR opção – mais simples, mais rápida, e de maior qualidade, sem contar com a variedade, porque você acha absolutamente de tudo na internet – para se assistir filmes e séries hoje, em nosso país (e em muitos lugares do mundo, acredito).
    Esses canais não sabem mesmo como ganhar dinheiro. Quer dizer, eles sabem como ganhar a coisa imediata, mas não tem visão. Eles poderiam ganhar o dinheiro de quem gosta de ver dublado e o meu, que gosto de legendado. Poderiam fidelizar clientes e ter garantia de que esses optarão por ver sua programação ao invés de baixar na internet.
    Achei tão boa a iniciativa da Fox de passar The Walking Dead com apenas 2 dias de atraso em relação à transmissão nos EUA que me comprometi a assistir pelo canal. Mas não resisti aos comerciais de 10 minutos. É impraticável. E se eles tirarem a opção de legenda então, prefiro não assistir, sem exageros. É absurdo o estrago que a dublagem é capaz de fazer num filme/série.
    Por enquanto, meu dinheiro será melhor investido em um plano de internet mais rápida.

  4. Otavio Cruz disse:

    É a velha cultura brasileira de ganhar dinheiro fácil. Não entendo o porque da “impossibilidade técnica”. Nesse quesito a Sky ainda é a melhorzinha. Até a ESPN é transmitida com opção de som original.

  5. Estéfano Souza disse:

    Será que é tão difícil pras operadoras e canais fazerem o serviço de forma correta? Qual é a dificuldade em implantar múltiplas opções de áudio e legendas, considerando o preço abusivo das mensalidades cobrado pelas operadoras?

    Pelo menos, a rede HBO continua com opções para áudio e legendas, o que é ótimo, mas não sei se vai durar por muito tempo. De fato, o Brasil ainda está na era analógica em pleno ano de 2012, mesmo pagando caro por uma TV supostamente digital.

  6. Arthur disse:

    Para mim dublagem é sinônimo de assassinato de interpretação!

  7. Patricia Moura disse:

    Fiquei p. da vida quando a FOX fez isso a uns anos atrás.
    Lembro-me que estava acompanhando Nip/Tuc e de repente um dos últimos episódios me apareceu dublado. E eu pensei “o que está acontecendo?”
    Sou professora de inglês e para mim o audio original me é muito útil. Primeiro para estar sempre “testando” meu inglês e mantendo algum contato com a língua e depois que sempre aparecem algumas gírias ou maneirismos de falar em algumas séries os quais serão úteis pra mim (na sala de aula ou fora dela).
    Então acho isso uma falta de respeito simplesmente.
    Ok, tem gente que não sabe inglês, é compreensível a dublagem, mas sim como alternativa.

  8. theoporquim disse:

    Há dois anos cancelei minha tv por assinatura por causa do excesso de propaganda, series dubladas e demora pra serie chegar no Brasil. Agora só Paul Torrent!

  9. Art disse:

    Apoio totalmente a iniciativa de se oferecer um leque de opções de áudio e legenda aos assinantes. Mas ao mesmo tempo tento entender as razões dos canais insistirem em ir contra isso.

    Não tenho nada contra a dublagem, desde que feita com um mínimo de qualidade. Conheço muitos casos de pessoas que acham a leitura de legendas algo desconfortável (principalmente pessoas mais humildes), e outros que argumentam que prejudica degustar o lado visual da obra, seja série ou filme. Preferem um áudio “zoado” para terem a opção de ver integralmente a obra, até porque acompanhar vídeo + legenda ao mesmo tempo é complicado (o ideal mesmo para a compreensão da obra seria acompanhar somente o áudio original, coisa que a minoria da minoria dos assinantes é capaz).
    Outra coisa que vejo é que a dublagem acaba sendo um diferencial desses canais frente aos downloads piratas. Logo, quem não curte legendas vai preferir esperar o seu canal passar dublado.
    Com tudo isso, seriam os executivos desses canais tão ignorantes para desprezar o seu maior mercado? Não acho. Se eles valorizam o conteúdo dublado é porque ele é apreciado por muitos, que é o que lhes garante mais rentabilidade. Não vão fazer algo que vai contra a vontade da maioria, por isso a dublagem (infelizmente) é uma tendência. Ainda mais com o crescimento da classe C, que me dá a impressão de preferir esse tipo de conteúdo.

    Mas porque então não oferecer um leque de opções pra todos os gostos? É mais do que conhecida a ganância de certas empresas, mas também sabemos das dificuldades que algumas enfrentam com o famoso Custo Brasil (impostos e o blábláblá que todos sabem). Oferecer opções de áudio e legenda é tão caro pros canais? Seria ganância a atitude de impor o padrão dublado, ou a necessidade de cortar custos para que eles sejam “viáveis economicamente”?

    Enfim, o melhor é que se oferecessem várias opções. Um dia me deparei com um episódio de TWD dublado na FOX, algo horrivelmente horrível. Pra minha felicidade na hora descobri que tinha a opção de leg/áudio original! É o sonho de todo consumidor mais “hardcore” de séries. Espero que um dia todos os canais ofereçam essa opção, atendendo às variadas demandas.

  10. Carlos disse:

    Por isso que eu desisti de ter TV paga. Além das inúmeras reprises de filmes e séries no mesmo dia (por exemplo, poderiam exibir mais séries antigas e não reprisar a mesma 5 vezes ao dia; o mesmo para os filmes), não há opções de áudio e legenda e ainda há uma infinidade de intervalos comerciais, que às vezes nem tem sentido, já que tem poucos anunciantes e só exibem chamadas, sem contar os infomerciais. Enfim, pagar TV por assinatura é loucura na situação que ela se encontra, e que vai piorar ainda mais, principalmente quando começar a valer as cotas de programação nacional independente. Prefiro pagar mais por uma banda larga melhor e assistir filmes e séries com qualidade HD, áudio original legendado. Crime? Crime é o que essas TVs pagas fazem contra o consumidor, que paga (e não é barato) e não tem o serviço com a qualidade que deseja e merece.

  11. Beto disse:

    Faça como eu, cancele sua assinatura. TV a cabo, hoje em dia é “for dummies”, mil vezes recorrer ao Paul Torrent. Quem sabe em breve serviços como o Netflix ou similares sejam uma alternativa boa.

  12. Stephanie Tôrres disse:

    Isso quando não é dublado E legendado, né? Neste fim de ano, vários programas estavam assim, destacando ainda mais como a dublagem muda todo o sentido dos diálogos. E nem tinha a opção de colocar em inglês ou tirar as legendas. Cada vez mais, quem tem internet, não precisa de TV.

  13. Nike disse:

    Ninguém merece! Com tantas propagandas e a série “24 horas” dublado (a tempos atras) cancelei minha assinatura.

  14. Hermann disse:

    Uma amiga, que é tradutora há muitos anos, disse em 2005 ou 2006 – quando a FOX impôs a dublagem da série 24 horas no meio da temporada – que este era um caminho sem volta.

    Para crescer em um país de analfabetos funcionais como o Brasil, as TVs por assinatura SÓ TEM O CAMIINHO DA DUBLAGEM. A legendagem deixa um número gigantesco de ignorantes longe da emissora. Simples assim. Muitos não conseguem entender o que leem, ou simplesmente não tem capacidade de leitura dinâmica muitas vezes exigida para ler rapidamente as legendas.

    Note-se que a dublagem já avança TAMBÉM no cinema. Vê-se cada vez mais filmes dublados. Os legendados são praticamente a excessão, onde antes eram a regra.

    Assim, não adianta reclamar: cancelem sua assinatura e voltem para a TV aberta e mediocre. Que, aliás, sempre foi tão ruim quanto os canais por assinatura hoje.

  15. Raquel disse:

    Estou prestes a cancelar minha assinatura também, o preço é altíssimo, não aceito ver coisas dubladas por que não gosto, nesse tempo em que todos tem uma internet rápida vale mais a pena baixar as séries na semana que elas são exibidas lá fora do que esperar semanas por elas e ainda serem dubladas. Anatomia da Grey é de matar.

  16. E_M_P_E_R_O_R disse:

    Estamos voltando no tempo, quem impôs essa lei foi o então presidente Jânio Quadros em um tempo em que o analfebetismo era imenso, nos dias atuais, quem assina tv a cabo acho que já não se enquadra nesse perfil, mesmo sendo a classe C e D da população que hoje tem acesso a tv a cabo e alem de tirar o direito de escolha dos assinantes.
    Assino tv a cabo a mais de 15 anos e estou pensando seriamente em deixar de ser. ;/

  17. Ótimo texto.

    Sobre o trecho “Alimentados por pesquisas que indicam esta preferência por “grande parte da população” (você já foi consultado?),” uma vez eu respondi uma pesquisa da HBO sobre a minha preferência de filmes. Acho que eu faço parte da minoria.

  18. tiago disse:

    Felizmente, há salvação: a Fox colocou como padrão as legendas em séries como Terra Nova, American Horror Story, Modern Family, Glee, entre outras (em compensação, temos a horrível dublagem de The Walking Dead).

    Além disso, durante as exibições de Two and a Half Men, legendado, a Warner lidera a programação na tv por assinatura.

    Mesmo assim, chega a ser inacreditável o desrespeito dos canais e das operadoras com o público. Depois perdem audiência e não sabem por que…

  19. A matéria está corretíssima e embora sempre prefira o áudio original ao dublado, só discordo quando diz que “…o dublador, por melhor que seja, jamais conseguirá refletir o trabalho de entonação e o sentimento que o ator original imprimiu durante determinada cena.”

    Acredito que o trabalho do ator que faz dublagem é muito mais rico que a mera reprodução fiel da original, tanto que um ótimo exemplo disso é o seriado Chaves, que tem uma dublagem maravilhosa e nossos profissionais, excelentes atores que são, conseguiram imprimir com muita competência sua própria marca sem desqualificar ou ferir o trabalho do elenco original. Num seriado cômico é a tradução equivocada – seja no áudio dublado, seja na legenda – que pode prejudicar o entendimento exato da fala/piada.

  20. Mirelle disse:

    Tem algo de concreto que nós, meros assinantes indignados, podemos fazer de concreto?
    Tirar os canais dublados não dá, por eles venderem por pacotes e não por canais – o que seria muito mais justo, escolher e pagar pelo canal que você quer.

  21. Marcos disse:

    Era tão bacana uns 12 anos atrás. Tinha TV a cabo, era criança, só via Discovery Kids, Fox Kids(dublados), não sabia nada e adorava TV a Cabo.

    Esses dias eu até pensei em assinar, mas não compensa(depois da série de joias da Sony).

    Eu estou quase um ano sem TV aberto ou a Cabo ou via satélite e estou vivo.Compro DVDs, assisto episódios saídos na semana e me divirto mto.

  22. Dricasilva disse:

    A solução é todo mundo sair da tv paga pra ver se eles tomam vergonha. Com Internet e Netflix a tv a cabo é inútil.

  23. @Macgaren disse:

    Netflix pode vir a se tornar a solução. mas, por enquanto ela padece do mesmo mau da Tv a cabo em privilegiar a dublagem.

  24. @lorenalims disse:

    Acho dublagem válida em alguns casos (como animação), mas sempre com a opção de escolha.
    O Brasil também tem problemas com a quantidade de dubladores, é estranho escutar a mesma voz para diversos personagens. Acho que se aumentassem a quantidade de dubladores, teríamos uma aceitação maior do que é visto.
    No meu caso, eu prefiro assistir filmes e séries legendadas, tanto no cinema quanto em casa. Acabo não usando a TV a cabo por causa da não possibilidade de escolha da programação, então baixo os filmes e séries de desejo.
    Ah, outra coisa, existe uma maior procura por dublagem, já que o público pagante também mudou e acabam reclamando.

    Outra idéia é que as pessoas assistam mais filmes brasileiros, isso é uma opção para não dependerem da dublagem, mesmo se for estilo Globo Filme. Assistam mais o cinema e as séries brasileiras, existe coisa boa ai. E a idéia de ir ao cinema, para assistir Brasil, está crescendo, e bastante.

  25. Pedro disse:

    Não acho q a solução seria a extinção da Dublagem,mas a OPÇÃO! Conheço MUITA gente que nao gosta de legenda (MUITA MESMO),entendo,e respeito! Warner e Universal subindo muito no meu conceito(na verdade,só vejo Warner e FOX,nem AXN vejo mais depois de Lost legendado ter sido “cancelada”) por apresentarem a OPÇÃO!

  26. Patricia disse:

    Não estou vendo mas vantagem em ter tv à cabo em casa. Não gosto de ver nada dublado porque prefiro assistir televisão em um volume baixo. As legendas eram minha salvação. E as pessoas surdas? Não terão a opção de legenda? Decisão estúpida essa de impor tudo dublado!

  27. nehemias disse:

    É horrível isso mesmo. Mas cara, desses aí q vc citou, só estão dublados o Megapix e o Space. Fx, Liv, SonySpin sao tudo legendado. Alias, o Fx ainda oferece a opção de dublagem em vários filmes. Espero q nao mudem isso. Agora, A Fox já não se pode esperar muito, porque eles sempre desrespeitam mesmo. Mas pelo menos Simpsons e Futurama, eles disponibilizam o áudio original e as legendas. Então, tá de boa ainda.

  28. Higgo Braga disse:

    Por isso que eu baixo tudo. Fim de papo. Se não me dão opção, me perdem como cliente. Simples assim.

  29. Emylle Melo disse:

    Ridículo, não consigo assistir nenhum filme ou série legendada eu mudo de canal na hora. Se quer colocar dublado coloca como uma opção não como padrão, a Tv é paga e tem que ter a opção tanto pra quem quer legendado e dublado.

  30. Márcio Xavier disse:

    por enquanto ainda não me afetou. Só quando eu quis ver Combat Hospital e vi que era dublado e desisti. Mas as séries que eu gosto tem áudio original ou a opção dele com legendas, ao menos na Sky HD. A hora que um um House, Supernatural, Breaking Bad, etc, aparecer apenas como dublado cancelo a assinatura na hora e volto pro torrent.

  31. Emanuella disse:

    Seria engraçado se não fosse um absurdo. O cliente paga por um serviço e simplesmente não opção. Fora que a dublagem (como o texto mesmo citou) tira muito da interpretação. A primeira vez que vi uma série legendada larguei de vez o mundo dos dublados, não tem como comparar.

  32. wesley Santos disse:

    Prefiro tudo dublado! Séries e Filmes! E como em um trecho do texto diz: atrai grande público! e tenho certeza que a maioria deve preferir o conteúdo 100% DUBLADO! Nada contra o Inglês mas é chato ficar assistindo um filme inteiro e lendo as legendas! Vc tem q prestar atenção além das cenas que são exibidas,as letras em baixo que diz a fala dos personagens! FALA SÉRIO! ou um,ou outro!

  33. gabs disse:

    wesley Santos :
    Prefiro tudo dublado! Séries e Filmes! E como em um trecho do texto diz: atrai grande público! e tenho certeza que a maioria deve preferir o conteúdo 100% DUBLADO! Nada contra o Inglês mas é chato ficar assistindo um filme inteiro e lendo as legendas! Vc tem q prestar atenção além das cenas que são exibidas,as letras em baixo que diz a fala dos personagens! FALA SÉRIO! ou um,ou outro!

    a questão não é deixar TUDO legendado, mas oferecer OPÇÃO para ambos. se você prefere dublado, ótimo, escolha dublado. mas não é justo para quem não gosta do conteúdo dublado ser obrigado a assistir desta forma, sendo que estamos PAGANDO por isso. como foi dito no post, não é porque a maioria gosta que a minoria PAGANTE deve ser menosprezada.

    afinal, a ditadura da maioria não deixa de ser uma ditadura.

  34. vera disse:

    Parece que a cada mês surge mais um canal que nos impõe séries/filmes dublados. Isto simplesmente pode ser entendido como a universalização da estupidez. Assistir a uma série ou filme no idioma original, com legendas, não somente nos possibilita ouvir a voz verdadeira dos atores como também nos familiarizar – no mínimo – com a sonoridade de outro idioma. A isto se agrega ao saudável hábito da leitura das legendas. Obrigar-nos a assistir espetáculos dublados, sem a opção de utilizar as legendas, é simplesmente incrementar a burrice e fomentar a ignorância. Lamentável.

  35. Cristiano disse:

    Nao vejo tv mesmo ! tem ponto na sala, e mais meu filho e meus pais que veem mesmo…
    Pior que as operadoras dao a opcao de idioma, o problema e o canal, que nao quer investir em tecnologia, e sim empurrar seu sistema obsoleto goela abaixo.
    Imagem de ma qualidade, som meia boca, e agora dublado ? Posso ver torrent, tanto em divx quanto em mkv…
    Esses dias estava de bobeira deitado no sofa e resolvi tentar assistir algumas series, a imagem era da mesma qualidade de divx de 350mb…
    Aqui eu assino a telefonica tv, esta num preco decente, com 2 pontos… e a propria disponibiliza opcao de audio e legenda, sendo que na hbo por exemplo, vc pode escolher, mas outros canais que querem grana facil, usam a mesma tecnologia de 10 anos atras…
    O jeito mesmo e ignorar os canais, ja que eles nos ignoram, e nao somente por causa de legendas, e sim tb a atitude de demorar muito para comecar as temporadas que ja estao no 6 episodio no exterior e ainda por cima divulgar serie cancelada la fora como mini-serie, como a sony costuma fazer…

  36. Cristiano disse:

    Wesley, a questao nao e a dublagem em si, e sim a falta de investimento em tecnologia. Alguns canais já tem a opcao para vc escolher a legenda e o audio, como a hbo. porem a maioria dos canais aqui, usam tecnologia obsoleta, porem quando pagamos a assinatura, o preco e o mesmo do servico de ponta la fora. E claro, ter uma tecnologia de transmissao de 10 anos atras, numa epoca onde aparecem tvs com maiores recursos, telas grandes e td mais… dai ja e demais.

    Esses dias mesmo estava vendo tv, e notei a qualidade da imagem da sony/axn, e era a mesma que um divx de 350mb que eu posso baixar em 20min… e isso numa tv grande, vc vendo um monte de pixel ao inves de uma imagem mais lisa, fica complicado

  37. Lucas disse:

    Eu assino net. Pelo menos para mim foi assim: o Megapix começou sendo um canal que transmitia conteúdo exclusivamente dublado, mas já faz um tempo que eles disponibilizaram a opção de legendas com conteúdo em áudio original. Já o Space fez o caminho contrário, assim que lançado na net ele era totalmente legendado e agora passou para totalmente dublado sem opção alguma! O mesmo ocorreu com o FX, canal de programação interessante que, do nada, mudou sua programação para totalmente dublada.

  38. Vera disse:

    Estou estarrecida com a audácia das operadoras de TV por assinatura estarem colocando no ar filmes e séries dubladas para seus assinantes sem opção de escolha pela produção original com legendas. Ao que parece, tudo indica que a campanha “Tudo pela Educação” não atinge este setor, já que os filmes e séries originais e com legendas, muito auxiliam a população em geral a conviver com idiomas estrangeiros, muito auxiliando em sua compreensão e aprendizado, além de proporcionarem o saudável hábito da leitura através de suas legendas. Além disso, as dublagens são péssimas, a tradução observa erros grosseiros, e a dublagem impede o espectador e assinante de ouvirem as vozes reais de seus atores. Na qualidade de assinante, exijo que as operadoras ofereçam, no mínimo, a opção pela programação com o sem dublagem o mais rapidamente possível.

  39. Christina disse:

    Já estou irritada com o que está acontecendo nos cinemas, onde começaram a exibir filmes com versão dublada. Sou cinéfila e colecionadora e fico indignada com o que estão fazendo com os filmes ultimamente, com essa imposição da dublagem tanto nos cinemas como agora nas TVs por assinatura. Dublagem simplesmente estraga qualquer filme, pois interfere na interpretação dos atores. Não é só com o olhar e gestos que o ator se expressa, a voz também é um componente primordial para a atuação ser expressiva. Já pensaram como será assistir Meryl Streep atuando com uma voz que não é a dela? Ou Gerard Depardieu? Anthony Hopkins? De Niro? Javier Bardem? Brad Pitt? Ou astros do passado que já se foram, como Liz Taylor, Bette Davis, Paul Newman, e tantos outros, cujas vozes são inconfundíveis e inesquecíveis…encobertas pela dublagem? As operadoras têm que fazer apenas uma coisa muito simples para que a dublagem não descaracterize nem desvalorize os filmes para atender os dois públicos – os que são a favor de filmes com som original e os que são a favor dos filmes dublados: tratem de disponibilizar filmes com som original, legendado, com a opção de dublagem para aqueles que assim preferem. Contentar só uma parte de público é ridículo e insensato. Eu pago para ter a Sky, é caro, então tenho o direito de exigir a programação que me ofereceram quando assinei com eles. Dublagem é inadmissível e inaceitável para todos aqueles que realmene amam filmes e desejam ouvir as vozes reais de seus atores e atrizes preferidos. Impor dublagem pra favorecer um público em detrimento de outro é de uma insensatez e estupidez irracional!

  40. Cilene disse:

    Lamentável. Aqui estava eu pensando em assinar TV por assinatura, mas depois disso, vou preferir acompanhar meus seriados daquela forma “alternativa” e depois comprar os BDs/DVs quando eles saírem. Enquanto essa mentalidade tacanha das transmissoras para o BR não mudar, meu dinhiero eles não verão.

  41. Mariana disse:

    Realmente lamentável, conforme aumenta o conteúdo dublado e sem opção original eu fico pensando que é melhor cancelar a tv e baixar na internet.

Deixe uma resposta

ss