FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Fringe: De Que Lado Estamos?

Por Bruno Carvalho

[contém spoilers e teorias não confirmadas] Desde que Peter entrou na máquina e desapareceu, fomos introduzidos ao que os produtores chamaram de “uma nova linha do tempo” em que o rapaz nunca cresceu. Trata-se de uma versão “x” dos universos A e B que já conhecemos muito bem das primeiras temporadas, agora alterado (vezes de forma ligeira, vezes profunda) em virtude das diferentes escolhas que foram feitas, notadamente aquelas sem a interferência de Peter. E desde que este surgiu nesta linha do tempo “alternativa”, o roteiro direciona os personagens à busca pelo retorno dele às suas origens e é por isso que torcemos. Ora, mas e se Peter busca ir para um lugar onde ele já está? É inevitável não notar que nos últimos episódios a série começou a plantar a dúvida na cabeça do espectador sobre a natureza dos “alterados”, conforme apontou o Davi na última resenha. Mas parece cada vez mais lógico pra mim que Peter não tem que “voltar” para a linha do tempo dele coisa nenhuma; ele apenas precisa reajustar a atual. Isso fica muito claro quando a Olivia de agora começa a ter as lembranças da Olivia de outrora. A transferência de consciência entre pares de universos distintos parece forçado até mesmo para Fringe e, utilizando o conceito da Navalha de Occam, a explicação mais simples – de que esta Olivia é a mesma – provavelmente é a correta (fico até imaginando o episódio em que a abertura amarelada se transformar na original, quando isso for confirmado). O colunista Gabriel do blog Canal de Séries também fez uma matéria completíssima e ilustrada que corrobora esta teoria. Agora, como eles pretendem fazer isso é que é o grande trunfo deste incrível drama. Seja lá qual for a explicação correta, Fringe sempre a desenvolve com maestria. Qual é a sua teoria?

21 respostas para “Fringe: De Que Lado Estamos?”

  1. Marco Antonio disse:

    Os episódios 3.22 e 4.01 já deixaram bem claro que nunca saímos dos universos A/B. Não há fundamento algum para especular que estávamos em universos diferentes do que já conhecemos.

  2. Evandro disse:

    A pergunta que faço Bruno e Davi o porque de walter e olivia no Inicio dessa temporada serem assombrados por sonhos e vozes de Peter? Se realmente essa realidade fosse outra a onde Peter nunca tenha existido não faria sentido o que Walter passou no inicio da temporada sendo perturbado por Peter pedindo ajuda e nem olivia ter tido sonhos com ele. para mim essa realidade é a mesma so modificada devido os acontecimentos que marcaram a existência de Peter após ter entrado na maquina.

  3. Pedro disse:

    Concordo plenamente com sua teoria. Eu já até cheguei a pensar que existiam 4 universos: o A e o B, e a versão alternada dos mesmos. Mas com esses últimos episódios eu percebi que na verdade o Peter não foi pra lugar algum, ele só desapareceu um tempo e depois voltou para o mesmo universo de sempre, porém ninguém se lembra mais da existência dele. Eu só não entendo porque a Olivia tem que morrer e como vai ser feito para todos recordarem do Peter.

  4. Bruno Carvalho disse:

    Muito bem colocado, Evandro!

  5. Davi Garcia disse:

    Eu tendo a concordar com a ideia da realidade alterada que o Bruno aponta e que você cita, Evandro, mas ainda não me convenci totalmente de que a explicação gire em torno de um ‘simples’ esquecimento por parte de Walter e Olivia, por exemplo. David Robert Jones morreu por causa do Peter (lembram da cena no lago em que Jones é cortado ao meio no portal?), logo seu ressurgimento numa mesma realidade implicaria numa contradição para essa história, não? A não ser, claro, que os roteiristas apresentem uma justificativa plausível dentro dessa temporada, colocando o próprio Jones como um shapeshifter ;)

  6. Alan R. disse:

    E se ele for um Jones do lado alternativo? Pelo que me lembro morreu só um, cadê o outro? E a Nina do mal não necessariamente é shapeshifter, pode ser a outra, não?

  7. Davi Garcia disse:

    Na teoria tudo é possível, Alan, ainda mais numa história sci fi que usa doppelgängers como elementos de sua narrativa, mas acredito que na prática os roteiristas de Fringe sempre tentem criar limites para isso, já que seria sempre fácil justificar o reaparecimento de qualquer personagem morto a partir de sua contraparte do outro universo. De qualquer forma, estou tão curioso quanto vocês para ver onde vai dar essa brincadeira.

  8. Rafael Santos disse:

    Minha opinião é a seguinte. A princípio nos foram apresentados 2 universos, digamos que 2 linha paralelas que acabaram se cruzando em certo ponto da trama. Creio que fora essas linhas, temos, o que vou chamar de, camadas que sobrepõe essas linhas, elas são feitas de acontecimentos distintos numa mesma linha temporal, ou seja, quando uma linha sofre uma alteração, acaba criando uma nova camada com uma versão levemente alterada de um mesmo universo. Porém, por se tratarem de camadas de um mesmo universo e a não exclusão total de Peter, a camada atual em que Peter não deveria existir, começa a se alterar novamente, para se adaptar à nova realidade, fazendo assim com que memórias comecem a voltar nos individuos anteriormente afetados com o sumiço de Peter. Porém a última parte chuto como mais que especulação, já que entendo que as memórias tem a ver com as drogas que Nina tem injetado em Olivia, pois trata-se de um caso isolado. Posso estar viajando totalmente mas minha teoria é essa, apesar de ser o mesmo universo A/B, trata-se de uma versão diferente do mesmo, não exatamente um novo universo, mas uma camada do mesmo.

  9. Manú Melo disse:

    Dando uma opinião beem feminina, eu me convenci que o Peter está no nosso universo sim quando ele beijou a Olivia porque se não fosse a “nossa Olivia” os roteiristas iam ter que contar de novo a mesma historinha de “como você não sabia que não era eu?” Não da ne! rss

    Essa ideia das coisas se passarem na nossa linha do tempo faz mais sentido para mim, porque quando nessa temporada eu sempre pensava em como de certa forma o Peter estava conseguindo arrumar as coisas com o Walternativo e a mãe do Peter com o Walter e que na verdade isso devia estar acontecendo na nossa linha do tempo…

    Li e concordo com partes de varias teorias aqui apresentadas, mas ta dificil montar uma onde as peças do quebra-cabeça: Nina Sharp 1/2, Broyles do mal é shapeshifter? Ele era antes do Peter sumir? E falando em sumir o bebê da Bolivia como fica? Qual o real propósito de David Jones?

    Como falei, dificil montar uma teoria solida…

  10. concordo que não há uma realidade “C” e apóio a teoria do Evandro.

    PS: falem de Awake, a estréia foi tão boa quando Homeland.

  11. Fábio Lins disse:

    Gente, não sei porque tanta dúvida quanto a isso. Nunca cogitei estarmos eu um universo C ou D. Quando Peter ”deixou” de existir, vimos um universo A e B alterado pela sua ausência. Não acho Davi, que seria um simples esquecimento. Vemos os mesmos 2 universos de sempre alterados. O que está acontecendo agora é que os universos estão dando um jeito de alinhar as coisas, devido a permanência de Peter. Ele estava perdido entre os universos e o observador September teve a chance de eliminar Peter de vez no início da temporada e não quis. Esse é o efeito colateral. As pessoas relacionadas a Peter vão gradativamente ter sua memória voltada como era antes. Vimos Olívia, Walter já está tempo alguns lapsos e acredito que todos passarão por isso. Peter não tem que voltar a sua time line. Ele já está nela. A time line que está sendo ajustada a ele, e após isso, Peter é que não estará entendendo nada. Sempre bati nessa tecla. Não sei onde estão tirando essas teorias de universos C,D,H,Y,… rs

  12. Flávio disse:

    Depois de assistir esse episódio deu pra entender melhor a existência dessas linhas de tempo, mas em compensação mais perguntas surgiram:

    A linha do tempo é a mesma, o único porém é que Peter nunca existiu, na verdade existiu mas morreu afogado no lago congelado, pelo menos é o que todos acreditam, uma vez que não foi provado isso, ou seja essa linha do tempo seria a “verdadeira” que realmente deveria existir, mas o conceito de deveria ou não fica muito relativo, uma vez que que quando Peter escolheu consertar os problemas dos 2 universos se chocando, por que foi graças a ele que essa linha de tempo foi reescrita, e as memórias das pessoas apagadas (acredito eu), sem a existência de Peter e não deixado de existir, foi tudo isso resultado das escolhas que Peter fez em contato com a máquina;

    Uma vez na máquina ele conseguiu as respostas que precisava, novamente a empatia fazendo sua parte, acho que a máquina serviu como um catalisador “dando” a ele o que ele realmente precisava saber, no caso o futuro que ele viu, não me lembro agora de todos os detalhes da visão que ele teve, ele sabendo disso mudou através da máquina o que precisava mesmo de forma insconsciente, mas como para tudo sempre vai haver causa e consequência, e ficar “apagado” e ter toda essa linha temporal reescrita dessa maneira foi sua a consequência;

    September tinha oportunidade para corrigir essa anomalia, no caso a existência de Peter, mas novamente não o fez, a primeira vez quando salvou Peter no lago e a segunda quando deixou de usar um dispositivo no banco de uma praça para apagar o restante dos fragmentos da existência dele, agora o por que disso eu não sei, September cometeu um grande erro salvando Peter no lago, mas poderia ter corrigido isso se apagasse completamente os fragmentos dele, mas não o fez, como Observadores não vem o tempo e espaço como nós, suas intenções, pelo menos no caso a do September ainda não são muito claras;

    Acredito que o propósito de Jones foi sintetizar um novo cortexiphan usando a Olivia e seu metabolismo para criar os tais “soldados”, lembram do final da primeira temporada os testes de Olivia e o manuscrito que Walter escrevia sobre os tais “soldados”, era através dele que Jones se guiava, posso estar falando besteira, alguém me corrija, não lembro tudo agora;

    Sério tem muita coisa ainda em Fringe que não foi esclarecida, o manuscrito que Walter escrevia, os metamorfos como W. Bell falava aqueles da primeira/segunda temporada, que o Walternativo enviou para o universo normal, os chamava de Nova Onda ou algo parecido, não lembro agora, o que aconteceu com o lider deles, como Jones conseguiu criar esses metamorfos 2.0, se a droga que amplia as habilidades da Olivia ampliam suas percepções, como ela sabia o que tinha dentro do container desse episódio, como Peter disse, a Olivia “dele” sequer ficou ciente disso, sério quanto mais assito Fringe mais eu fico fascinado por esse universo (o da série não o meu, hehe), pelo preview do próximo episódio teremos algumas respostas.

  13. Cherlayne disse:

    Explique-me, rapazes, onde está o Charlie nesse universo alterado?

  14. Murilo disse:

    Posso estar redondamente enganado, mas acho mto díficil os universos estarem sendo reescritos. Apartir do momento que o Observador não ajudou Walter e Peter a se salvarem no lago congelado criou-se uma realidade alternativa dos universos paralelos. Essa que muitos chamam de lado C ou amarelo (como na vinheta de abertura) o problema é que mtas pessoas estão confundindo universos paralelos (A e B) com realidades alternativas, ou seja aquelas em que Peter nunca viveu para tornar-se adulto (C e D ou A2 e B2, como preferirem. Pelo menos faço essa separação pra não me confundir ainda mais. Rs. Lembrando q essa é apenas minha opnião… pq com Fringe vcs sabem né?

  15. Não posso entrar na discussão pois estou na 3ª temporada, mas espero estar no universo correto, onde Fringe tem o quinto ano garantido!

  16. Leonardo disse:

    Há alguns episódios, quando o Observador disse que Peter havia “voltado”, já havia levantado essas possibilidades aqui nos comentários. Sem dúvida, é o que parece mais sensato agora. Mas, da mesma forma, já pareceu sensata a outra teoria, logo…não sabemos de nada.

    O próximo episódio deve ajudar bastante.

  17. Breno disse:

    “You were right, they don’t remember Peter.”
    “How could they? He never existed. He served his purpose.”

    Pra mim tá mais que claro que não existe essa realidade alternativa… O que eu sempre entendi foi que September “apagou” não só o Peter, mas também a memória de todos os outros no final da terceira temporada… reescreveu a história na cabeça deles… afinal de contas ele é um Observador, ele pode…

    Pra mim essa história de nova linha do tempo, de realidade alternativa, é interpretação do próprio Peter tentando imaginar o que aconteceu, porque mesmo pra ele deve ser demais imaginar que os Observadores queiram ver ele ser “apagado”…

    Agora só falta encaixar o David Jones e a Nina Sharp… É Maomé quem vai à montanha!

  18. Davi Garcia disse:

    Ele se envolveu (casou, se a memória não me trai) com aquela especialista em insetos e deu uma sumida da história. Fora isso, o Kirk Acevedo foi fazer a já cancelada Prime Suspect, o que também explica a ausência do personagem ;)

  19. Marilia disse:

    Concordo com alguns pontos abordados por você…Só não acredito que não salvar o Peter no lago tenha sido uma opção já que o Walternativo não descobriu a cura pra doença do Peter pq o September apareceu e o impediu, ou seja, ele interferiu na descoberta que segundo ele era um momento importante (a descoberta da cura e sobrevivência do Peter), assim o Peter tinha que viver e por isto foi salvo…agora pq salva-lo pra depois apaga-lo não faço a menor ideia…

  20. Luiz André disse:

    Planeta dos Macacos feelings, se esta teoria de que os universos C e D forem apenas os já conhecidos universos A e B com outra roupagem. Ainda quero acreditar que as mudanças significativas ou não impostas pela ausência de Peter em ambos os universos realmente permitiram que outros mais fossem criados. Levando-se em conta que a introdução de David Robert Jones na trama pode ser o diferencial na balança, creio que até o final desta temporada (e ainda torcendo para uma renovação), esta resolução possa alcançar um mínimo ponto de certeza sobre em que universo os personagens se encontram.

  21. João Lucas disse:

    Olá Pessoal, vocês poderiam me explicar como o tenente Broyles do universo B está vivo nesta temporada? Se não me engano ele morreu na 2ª ou 3ª temporada, e este agora está trabalhando para o David Robert Jones? E outra, ele é um Transmorfo?

Deixe uma resposta

ss