FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Criador da versão televisiva de The Walking Dead processa o canal AMC

amcfrank

Depois de ser despedido de The Walking Dead sem justa causa, o criador e produtor executivo da versão televisiva, Frank Darabont, está processando a AMC, alegando que a emissora quebrou o contrato e lhe deve dezenas de milhões de dólares em lucros cessantes e danos. Recentemente ele falou abertamente sobre o caso.

Segundo o Hollywood Reporter, o processo mostra que a relação entre Darabont e a AMC não ia bem desde fevereiro de 2011, e que isso pode ter sido a causa de sua dispensa em julho daquele ano, quando a segunda temporada da série ainda estava sendo produzida.

Aparentemente, em 2009, a AMC havia concordado em produzir a série em um estúdio afiliado e repassar cerca de 12% dos lucros a Darabont. Mas quando o canal decidiu produzir o seriado internamente, o acordo mudou. Em Hollywood, isso é chamado de “auto-licenciamento”.

A AMC nunca explicou a dispensa de Darabont publicamente e ainda não fez nenhuma declaração sobre o assunto. O advogado de Darabont, Dale Kinsella, afirmou que “a conduta da AMC em relação a Frank tem sido péssima” e que “infelizmente os fãs da série têm sido prejudicados sem o talento criativo” de seu cliente.

Atualmente, a quarta temporada de The Walking Dead está em hiato e volta com episódios inéditos no dia 9 de fevereiro nos Estados Unidos. A série já está garantida para a quinta temporada.

Deixe uma resposta

ss