FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Elenco de The Big Bang Theory quer UM MILHÃO por episódio e negociações podem atrasar a temporada

the-big-bang-theory

As negociações salariais dos principais astros da série pode acabar atrasando a produção da 8ª temporada de The Big Bang Theory, que deveria começar no dia 30 de julho. Kaley Cuoco, Jim Parsons e Johnny Galecki (Penny, Sheldon e Leonard, respectivamente) são o trio principal da atração e negociam seus salários separadamente do resto do elenco.

Atualmente, os três recebem US$ 350 mil dólares por episódio, mas querem aumentar a quantia para US$ 1 milhão (valor conhecido como “Friends Money”, porque foi a quantia que cada um dos integrantes de Friends recebeu por capítulo durante o último ano da série). Simon Helberg (Howard) e Kunal Nayyar (Raj) também não chegaram em um acordo com o estúdio, apesar de pedirem uma quantia menor. Até agora, apenas Melissa Rauch (Bernadette) e Mayim Bialik (Amy) estão com seus contratos acertados.

A produção pode ser atrasada, pois os atores se recusaram a ir trabalhar até a negociação estar concluída. Em 2010, o elenco passou pela mesma situação, mas naquela época, devido ao contrato, eles eram obrigados a comparecer ao set para as gravações. Vale lembrar que em março desse ano, a comédia foi renovada até a 10ª temporada.

Em sete temporadas, estima-se que The Big Bang Theory já tenha rendido mais de 3 bilhões de dólares para o estúdio, sendo considerada uma das séries mais lucrativas da televisão. Um atraso na produção pode causar prejuízos, já que o resto da equipe que já assinou o contrato deverá receber a partir do dia 30, mesmo que as gravações sejam adiadas. Apesar de todo o estresse, a presidente da CBS Nina Tassler e o criador da série Chuck Lorre afirmam estarem confiantes de que a situação dos contratos será resolvida a tempo.

Deixe uma resposta

ss