FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

The Killing: criadora comemora liberdade criativa e episódios maiores na Netflix

TheKilling-DestaqueFOTO: AMC

The Killing sofria certa restrição de conteúdo como nudez e linguagem na AMC. Basta ver que séries de TV a cabo básico (canais que estão presentes em todos os pacotes como padrão) são mais moderadas como aquelas de cabo premium como Showtime e HBO. Mas na Internet a história é outra, como todos sabemos. Por isso, a criadora da série Veena Sud comentou em entrevista ao TV Line que terá mais liberdadec com a série na Netflix: “Podemos xingar, agora!”, exclaou. “Nesse mundo, uma pessoa como Holder xingaria muito mais e Joel [Kinnaman] ficou particulamente muito feliz com isso.

“Até Linden vai poder xingar mais”, completa a roteirista. “Ela merecia poder xingar e nessa temporada poderá dizer a palavra ‘fuck’ também”. Além disso, já que na Netflix não há intervalos comerciais, os episódios serão maiores. Em termos práticos, mesmo com apenas seis episódios, seria o equivalente a oito. “Temos literalmente 15 minutos a mais por capítulo com muito conteúdo embutido, o que dá entre 55 a 59 minutos por episódio” (na TV com comerciais o tempo varia entre 40 e 44).

A quarta e última temporada de The Killing estreia dia 1º de agosto com exclusividade na Netflix. Assista ao trailer e veja o pôster oficial.

Deixe um comentário

ss