FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Crítica | True Detective 2×05: Other Lives

true detective 2x05

[com spoilers do episódio 2×05] Como muitas coisas na vida, tudo que True Detective precisava para entrar nos eixos de vez era de um bom tiroteio: após Down Will Come testar a paciência do público ao longo de cinquenta minutos e depois implodir tudo com saraivadas ensandecidas de bala, Other Lives chega como quem não quer nada e conquista o seu lugar ao sol fazendo a trama andar, investindo nas personagens, diálogos e justificando a atmosfera noir.

Certo, a descoberta envolvendo os abutres, embora ainda dentro do âmbito investigativo, soou um pouco apressada e trôpega, isso é fato. Mas o próprio resultado dela foi benéfico, abrindo as portas para novos elementos misteriosos que deram mais gás para a trama do crime, que até aqui era meio que um sujeito sem olhos e uma quantidade descomunal de informações pronunciadas de lá para cá. O que Other Lives fez foi criar algo consistente; a sequência na cabana é marcante o suficiente para se tornar a referência do mistério, e é construída dessa forma (o fato de se deslocarem até ali dá o ar de importância; a presença dos abutres confere um ar quase predestinado; e o conteúdo da cabana se mostra suficientemente assustador – tipo, sangue na parede e a conclusão que foi uma artéria. Sinistro).

Na real, este quinto episódio é muito mais encorpado. Pela primeira vez na temporada, a série mantém o espectador “investigando” junto – quando Woodrugh vai investigar as joias, por exemplo, e o joalheiro fala que um policial já passou por ali e pensamos “Dixon, seu maldito gordo bêbado e cadavérico”, é porque estamos a par do que está rolando e conseguimos pensar em cima dos acontecimentos. Other Lives é mais fluido e bem distribuído, com cenas de pancadaria, revelações e desenvolvimento das personagens se alternando com uma lindeza que a temporada não havia apresentado até aqui. Para completar, os diálogos finalmente acertam o tom, encadeando sequências de vitória como se não houvesse amanhã (“posso ajudar você, Cisco Kid?“, “a dor é inesgotável. As pessoas é que se esgotam“, “o crime existe conforme o desejo humano“, toda a reunião de Bezzerides).

true detective 2x05b

O mais incrível é que, mesmo dando mais sustância à trama propriamente dita, o episódio consegue ao mesmo se aprofundar bastante nas suas personagens. É interessante ver como a série apresenta Velcoro, Bezzerides e Woodraugh pós-tiroteio em diferentes reuniões onde estão deslocados (e acaba sendo algo relacionado a sexo) e investe em pequenos detalhes para ilustrar a mudança deles (Bezzerides volta a fumar, Velcoro extingue o bigode, Woodraugh trabalha fechado em um escritório e até mesmo Frank muda de casa e volta a ser dono de boate). Enquanto a investigação avança, vamos descobrindo mais sobre as personagens – seja em termos de informações (a esposa de Frank, o estuprador da ex-esposa de Velcoro) ou de características mais complexas (Bezzerides condenou a irmã por se expor em webcams, mas não hesita em pedir que ela volte ao jogo pelo bem da investigação). Toda a atmosfera noir e de sofrimento que acompanhava as personagens aqui é justificada – não pelo que elas disseram que aconteceu, mas pelo que presenciamos acontecer e por testemunhar o quanto isso mudou cada uma delas. São pessoas diferentes agora, mais soltas, menos contidas por detalhes externos que as obrigavam a anar mais na linha.

Há que se destacar a atuação de Colin Farrell, que já vinha muito bem mas que, em Other Lives, mata um primeiro plano difícil no peito sem sequer suar (a cena em que descobre sobre o estuprador), e Rachel McAdams, que consegue fazer a cena na praia parecer desconfortável ao manter os braços cruzados e uma posição distante da irmã (e um ótimo trabalho de figurino: cobrir o corpo da moça, mesmo em um lugar de corpos descobertos, mostra o quanto ela quer se diferenciar daquela imagem). Também é interessante notar que os planos aéreos de rodovias que emulam equações não-lineares sumiram; o que se vê agora são estradas mais limpas, diretas, sem as curvas que parecem sair e levar a lugar nenhum. Talvez isso seja simbólico da própria temporada: a partir de agora, saem as complicações, o excesso de cruzamentos e elementos envolvidos no tema principal e começa uma jornada onde a descoberta do assassino é tão importante quanto o que as personagens vão descobrir sobre si mesmas – e já começa com um cliffhanger poderoso.

Pela primeira vez nesta segunda temporada, True Detective fez jus à primeira.

5star

14 respostas para “Crítica | True Detective 2×05: Other Lives”

  1. Ronaldo Gallo disse:

    A única coisa realmente boa nesta temporada é a abertura. Consegue ser tão espetacular (talvez mais) que na primera temporada.

  2. Marcelo Marcolino disse:

    Ótimas atuações e tudo mais, mas não acho que fez jus à primeira.
    Nada demais…

  3. Lucas disse:

    Eu não consegui sentir a mesma coisa que você assistindo o episódio. Continua bem morno pra mim. Mas também acho que comparar com a 1ª temporada é pecado, pois nunca que a 2ª conseguiria superar.

  4. rodrigosantos disse:

    Acredito q este foi um dos melhores da temporada. Só a revelação a um dos personagens principais de que ele jogou a vida dele no lixo por nada já valeu o episódio.

  5. José Roberto Caivano disse:

    To até agora tentando entender o que diabos o Frank quis dizer com “blue balls in your heart”…

  6. Maicon Mendes disse:

    Evidentemente a 1ª temporada é muito boa… Mas esta também tem me agradado e Colin Farrell está muito bem mesmo… parabéns pelo texto!

  7. Darlan Silva disse:

    As aberturas da HBO, em geral, são sensacionais! Normalmente eu pulo logo as aberturas, mas no caso da HBO, simplesmente NÃO DÁ! Elas são hipnotizantes!

  8. Darlan Silva disse:

    Está melhorando, mas ainda não chegou nem perto do nível da primeira temporada.

  9. Carlos Renan disse:

    Alguém mais reparou que a abertura mudou?

  10. 1 Ep legal ate agora.

  11. Rodolfo de Oliveira disse:

    Boa critica! Focada na serie e no episodio. Diferente de outra critica ai. Aka Series Maniacos!

  12. Barbara disse:

    Achei que só eu tivesse reparado! Tenho a impressão que a letra da música de abertura muda em cada episódio.

  13. Lucas Morales Neumann disse:

    Cadê a a crítica do 2×06?

  14. No ar na capa do site.

Deixe um comentário

ss