FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

A volta por cima de Grey’s Anatomy

GreysAnatomyDestaque

[contém spoilers] Ah, Grey’s Anatomy. Eu particularmente tenho uma relação especial com essa série. É como amor e ódio. O drama médico foi uma das séries que me fez ficar viciada nesse mundo – até então vivia de Friends, Charmed e outros seriados que passavam na TV aberta. Além disso, foi a primeira produção que eu maratonei – antes mesmo da Netflix adicionar esse hábito à vida de todos.

Quando comecei Grey’s Anatomy em 2008, a série estava em sua “era de ouro” a caminho da sua quinta temporada. Os primeiros anos eram só amor: os cinco residentes aprendendo os verdadeiros desafios  da medicina, McDreamy, McSteamy, Bar do Joe, tequila, “SERIOUSLY?”, e por aí vai. Porém, ao final desse período maravilhoso vieram as mudanças, começando com a saída de O’Malley (T.R. Knight) e Izzie (Katherine Heigl). Os dramas no elevador foram ficando cada vez mais repetitivos. As tragédias absurdas seguiram acontecendo naquele hospital – que já mudou de nome sei lá quantas vezes.

GAInternos

Personagens novos entraram, outros saíram. Sofremos com a morte de mais uma porrada de gente querida (saudades, Lexiepedia). Vimos o amor de Meredith (Ellen Pompeo) e Derek (Patrick Dempsey) esfriar um pouco e perdemos a médica mais badass de todas: Cristina Yang (Sandra Oh). Como se tanta mudança não fosse o suficiente, nos despedimos do eterno McDreamy (mas pelo menos foi com um episódio lindo e cheio de homenagens).

Então a 12ª temporada de Grey’s Anatomy chegou para tentar nos convencer que, apesar das fases ruins que uma série longa sofre, sempre é possível dar a volta por cima. Não estou dizendo que é a melhor coisa da TV americana nessa temporada (não é), mas, por incrível que pareça, o drama conseguiu resgatar aquele clima de sua “era de ouro” e o resultado, acredito, é mérito dos novos personagens que chegaram e ficaram pelos corredores do Grey-Sloan Memorian Hospital.

Fruto de Private Practice, Amelia Shepherd (Caterina Scorsone) foi uma excelente adição ao elenco. A personagem flui com muita naturalidade entre os demais, até passa a sensação que já está por lá há anos. Além disso, ouso dizer que Amelia tem bem mais química com Owen Hunt (Kevin McKidd) do que Yang. A relação da irmã caçula de Derek com Meredith também é outro ponto forte, principalmente quando a morte do mesmo está em pauta. De um jeito ou de outro, ela mantém o nome Shepherd na série.

AmeliaShepherd

As residentes Wilson (Camila Luddington) e Edwards (Jerrika Hinton), que chegaram de mansinho, agora conquistaram seu espaço e são as responsáveis por refrescarem a nossa memória e matar a saudade do início da jornada dos médicos veteranos. Edwards é como se fosse Yang: determinada, muito inteligente, uma residente exemplar. A única diferença é que ela não é um robô. Já Wilson, lembra muito o Karev – e talvez por isso eles formem um casal tão bonito. Inclusive, Karev é um dos meus personagens favoritos, e o que eu considero ter evoluído mais. Com a saída de Yang, a relação entre Alex e Meredith ficou mais interessante. A cumplicidade dos dois funciona muito bem.

Requentando antigas fórmulas que fizeram de Grey’s Anatomy o carro chefe do império de Shonda Rhimes, o drama médico promete boas histórias para a 12ª temporada. Principalmente considerando a liderança que Meredith Grey, nossa querida protagonista, está assumindo dentro do hospital. Aconteça o que acontecer, serei fiel a essa série até o fim.

21 respostas para “A volta por cima de Grey’s Anatomy”

  1. Junior disse:

    Grey’s Anatomy é daquelas séries que fica guardada para sempre na nossa memória

  2. Barbara disse:

    Ótimo post! Comecei a ver em 2011 só, mas em menos de 1 mês já estava em dia com a série rs. Acho que desde a “era de ouro” essa está sendo a melhor temporada, só discordo uma coisa: Jo. Eu odeio ela, acho que não adiciona nada para a série e parece que está sempre sendo deixada de lado pelo Karev. Ele com certeza tomou o lugar da Yang como pilar da Meredith, principalmente depois da morte do Derek. Aguardando ansiosa os próximos capítulos!

  3. Lucas disse:

    Concordo, essa temporada está dando um novo gás a série. Mas quanto a Jo… Uma das personagens mais chatas e sem função que já apareceram na série

  4. Vitor Reis disse:

    Bruna, parabéns pelo texto. Realmente, estava com saudades de ler alguém creditando o mérito que GA precisa. E vc fez sem muito esforço, e sem encher linguiça, apenas falou a verdade, nua e crua, do que ocorreu, e ocorre, com a série. Parabéns pelo texto mais uma vez e faço as suas palavras as minhas, aconteça o que acontecer, serei fiel a essa série até o fim. Abraços.

  5. Jesse Coronado disse:

    Tenho vontade de ver, mas a serie e muito longa, e nem tem data pra acabar ainda. Muito ruim ficar preso a uma serie tantos anos, ainda mais com essa enxurrada de series excelentes que estreiam todo ano ultimamente.

  6. bruna bottin disse:

    De fato Jesse. Eu não diria pra ninguém começar a assistir a essa altura do campeonato. Mas para quem assistia e talvez desistiu, ainda vale voltar. É um bom passatempo, não é uma super produção! :)

  7. Gisele Santos disse:

    Acho que eu escrevi esse texto, hein! hahahahaha. Brincadeirinha, mas são as palavras que eu tenho para a série tb. Começamos a ver na mesma época, 2008, me lembro até hoje que estava em casa e vi o episódio que o Danny morria e achei aquilo lindamente triste e pensei, preciso ver essa série, mesmo sabendo da morte desse personagem. E pronto! Lá estava eu viciada! E já revi muitos episódios de novo. Concordo contigo que a série está de volta aos bons tempos, ainda mais com a chegada de gente nova que funciona muito bem no contexto! Meredith mostra que pode carregar a série sozinha e que não precisa de um homem por trás para ser a personagem mais importante da série. Ela está sensacional. E que venham mais milhares de novas temporadas!

  8. Rosi Nunes disse:

    Seu texto foi ótimo, me sinto da mesma maneira: relação de amor-ódio pela Shonda. A única exceção ao seu texto é a Jo. Para mim ela além de inexpressiva, ela também é totalmente dispensável. Depois de Izzie e a louca da Rebecca, o Karev merece muito mais do que a insonsa da Jo!!!

  9. bruna bottin disse:

    Percebi agora que uma galera não curte a Jo hahaha, mas eu simpatizo com ela, vai entender.

  10. Jesse Coronado disse:

    Acho que foi como vc disse, pra quem acompanha desde o começo, tem que ir ate o fim, largar a essa altura do campeonato nao vale a pena, mas eles manterem o programa por tantos anos, Grey’s Anatomy deve ter uma enorme legiao de de fas fieis

  11. Rafaela disse:

    Amelia e Owen tem mais quimica do que Yang e Owem?! SERIOUSLY?? What?? FALA SERIO!!

  12. bruna bottin disse:

    Hahahaha tava achando estranho ninguém falar disso ainda. Eu nunca curti o casal Yang e Owen. Pra mim, eles não combinavam NADA! Já Amelia me parece fazer mais sentido.

  13. Jacqueline Teixeira disse:

    Eu assistiria Jesse. Vale a pena. A série é simplesmente fantástica. Tem seus altos e baixos, como toda série, mas com o Netflix aí você não vai precisar acompanhar por anos a fio e tenho certeza de que a Shonda vai te surpreender com seu carro chefe.

  14. Jesse Coronado disse:

    Valeu pela dica Jacqueline, vamos ver se algum dia tomo coragem pra ver, afinal sao 250 episodios ja e contando kkkkkkkkkkkk. Fico meio na duvida tambem, porque nao gostei das outras 2 series da Shonda. Mas vamos ver se encaixo essa, quando acabar Mad Men

  15. MARCIUS VINICIUS disse:

    Eu fui um dos que duvidava que a série sobrevivesse à saída de Sandra Oh. Mas sobreviveu e chegou a 12ª temporada com um frescor juvenil que ela não apresentava em anos! Irei com GA até o fim!

  16. Fernando Henrique disse:

    Bruna que texto lindo parabéns,concordo 100% com vc a série está numa vibe muito gostosa mesmo.

  17. Aline Gonçalves disse:

    Estou muito feliz com essa nova fase da série. Gosto de calar a boca de gente que criticava a morte do Derek, personagem que passou vários episódios sem aparecer e não fez nenhuma falta. Posso confessar uma coisa? Shippo Mer e Karev.

  18. Fabrício Rodriguess disse:

    Gentiiii a tia Shonda podia deixar a Izzie voltar ne ?
    nunca superei a saida dela :(

  19. matheus disse:

    minha série favorita!! você falou de que não sabe quantas vezes o hospital já mudou de nome.. foram apenas 2!!a 12 temporada veio para renovar essa série e iniciar um novo caminho. Sinto muita falta dos antigos personagens, mas, a série seguiu e ainda estáótima! Somos todos Meredith

  20. Luis Carlos disse:

    Finalmente não vejo alguém falando mal da Jo, eu amo essa garota e é uma das minhas personagens preferidas ao lado da incrível Amélia. Saudades eternas da minha Lexie :( Greys anatomy caiu bastante ao longo dos anos, mas finalmente conseguiu se reerguer, estarei nessa jornada até o fim.

  21. Michelle disse:

    Confesso que sinto falta da emoção que as primeiras temporadas apresentavam e que meu amor por GA esfriou agora que estou assistindo a temporada 12… Mas sigo assistindo acreditando que a série ainda tem fôlego!

Deixe um comentário

ss