FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Crítica | The Leftovers 2×03: Off Ramp

off ramp1

[com spoilers do episódio 2×03] Mas é um fanfarrão esse Damon Lindelof: após entregar uma dose de heroína em formato de cliffhanger ao final de A Matter of Geography, The Leftovers segue a temporada mudando completamente de cenário e nem se importando com a nossa curiosidade. Ainda bem que Off Ramp é intenso o suficiente para deixar a curiosidade de lado e expande o universo da série com vitória, apesar de aqui e ali fazer cosplay daquelas pessoas que sentam e não querem nada com a vida.

Aqui acompanhamos as desventuras de Laurie e Tom, trazendo o Culpa Inc. novamente para o centro do universo leftoveriano. Mas a série consegue trabalhar em cima da questão e expandir a ideia, colocando mãe e filho em uma missão delicada para resgatar as pessoas da seita – e The Leftovers acerta ao iniciar o episódio contrastando o barulho das ações de Laurie com o silêncio do Culpa Inc., ilustrando como ela deixou para trás os ex-companheiros. Aliás, a estratégia dos dois logo fica bem clara graças à montagem ágil, enquanto a decisão de dar uma certa atenção aos percalços da outra loira ex-fumante e ex-silenciosa (a primeira que aparecem resgatando) leva o espectador a entender a esperança, o esforço e a frustração de Laurie e Tom quando as coisas vão na contramão (literalmente, no caso). O desespero deles em conseguir algo que mantenha as pessoas fora do Culpa Inc. é palpável graças a essa construção cuidadosa, até porque os dois também precisam disso – não à toa, Off Ramp mostra novamente Laurie se afastando de um de seus filhos graças à sua missão.

off ramp2

E a aparição dos fumantes com roupas asseadas joga mais um elemento e mais um mistério na trama, já que o recado dizendo apenas “any day now” levou a mulher a desistir de tudo (inclusive levando a família desta para uma melhor) e a aparição de Meg, em uma cena de sexo onde ela parecia fazer tudo de forma objetiva e por um propósito ainda não explicado (Tom também tinha um propósito, mas era um pouco mais, hm, hedonista), elevam o nível de imprevisibilidade do grupo. Aliás, eles inclusive parecem mais perigosos e agressivos, olhando de cara feia para carros em movimentos e ameaçando pessoas etc. A própria cena que sucede o coito – este apropriadamente fotografado com uma luz azul, fria, sem paixão – é um croquete de rodoviária que deixa o estômago do espectador retorcido de tensão: a câmera na mão e os planos fechados dão uma sensação incômoda, e a reverência com que Meg é filmada, volta e meia em contra-plongée, sugere um domínio e uma violência que o Culpa Inc. não havia apresentado até então.


Atualize-se com os episódios de The Leftovers na HBO GO


Pena que Off Ramp acabe tropeçando e deixando o bolo cair no chão em alguns momentos, como na inexplicável sequência da reunião com os editores (diálogos expositivos ficaram com vergonha alheia daquilo) ou quando Laurie invade uma casa armada apenas com a falta de suspensão da descrença. Ainda assim, se recupera no final ao trazer a história de Wayne de volta e colocar Tom como um novo salvador, adicionando novas camadas de possibilidades à temporada em uma cena carregada de emoção (é interessante perceber como o episódio faz questão de mostrar a reação das pessoas, sabendo que o envolvimento delas cria uma empatia com o espectador). E, após Tom anunciar seus “poderes”, há um plano tão bonito, tão bem construído, com as cortinas quase funcionando como asas de anjo, talvez o enquadramento mais lindo que The Leftovers já exibiu, que não há escolha a não ser carimbar Off Ramp com cinco estrelas.

5star

21 respostas para “Crítica | The Leftovers 2×03: Off Ramp”

  1. Junior disse:

    Qual o motivo da Meg ter tido uma relação sexual rápida com Tom ? Ou eu esqueci de algo passado ou não entendi mesmo. Outra coisa ainda no ar, pq a galera de branco fuma sem parar ? Qual a explicação na primeira temporada do cachorro, do caçador de cachorros ? E mais duas últimas, pq o filho (Tom) era um tipo de ajudante daquele Wayne que até agora também não entendi quem foi esse cara ?

    Alguém para esclarecer um pouco ? rsrs

  2. Jesse Coronado disse:

    Nem vou perder meu tempo com essa serie, provavelmente vai ser uma daquelas series, que acha que explicar esse pequenos detalhes que vc mencionou, nao tem importancia.

  3. Junior disse:

    Outro Lost da vida ? Tomara que não, era só o que faltava.

  4. Jesse Coronado disse:

    Tomara que nao mesmo, mas por via das duvidas nao vou mais acompanhar, vou esperar acabar e dependendo de como for, eu vejo rsrs

  5. Roberto disse:

    A série mau começou e vc já está nesse anseio por respostas, melhor desistir brow. E sim, será outro lost da vida, devia ficar mais empolgado com a série por esse motivo. Rs

  6. Jesse Coronado disse:

    Bom Roberto, a serie esta na sua 2 temporada, entao ela ja tem um tempinho de vida pra dar algumas respostas, e nao ficar inserindo mais coisas. E outra, essa foi apenas minha opniao, aceite ela, seja feliz e siga em frente ok

  7. Eduardo Silva disse:

    Cara se você for assistir procurando respostas é melhor deixa de lado, a série já mostrou que nunca vai dar respostas obvias as perguntas (o que deixa o telespectador mais intrigado) e que só no final pode ser respondida e mesmo assim deixar algumas duvidas.

  8. Danilo disse:

    No final do episódio ainda explica o motivo de Tom não ter
    abraço a Jill na cena da lanchonete.

    Parabéns pela crítica Bruno, eu não tinha prestado atenção
    nas asas de anjo.

  9. Jesse Coronado disse:

    Vc leu meu comentario pra me dar essa resposta ? e quem e vc pra me dizer o que eu devo assistir ou nao? Eu dei apenas minha opniao cara. Apenas respeite, ninguem ta te obrigando a aceitar o que eu disse.

  10. A crítica é do André Nique, assinado acima ;)

  11. Danilo disse:

    Desculpe pelo erro infantil : |

  12. Simon disse:

    Acho que é por isso mesmo que Meg transa com Tom. Porque foi isso que o seu antecessor fez: plantou o seu semen em várias mulheres para ver se geraria O prometido. Meg deve saber disso. Será o momento do julgamento, quando esse “messias” nascer.

  13. Simon disse:

    O Tom virou o herdeiro do profeta. E o profeta acreditava que, engravidando várias mulheres, um dos filhos poderia ser o escolhido. Megan deve acreditar no mesmo: que engravidando de Tom pode gerar um messias.

  14. Heidi Waldorf disse:

    A série quer transmitir para quem assiste, o sentimento dos próprios personagens. Por isso não é o objetivo dos produtores darem resposta alguma. Ao fazer isso, cada pessoa tem sua própria interpretação, suas próprias dúvidas e sente sua própria raiva. A cena da Laurie dizendo que não sabia o porquê de fumar os cigarros e que ninguém havia contado isso para ela, exemplifica muito bem.
    Espero que isso não faça ninguém desistir da série, raramente encontramos alguma coisa que desafie tanto nossa imaginação e apresente um certo esforço para nossa compreensão.

  15. Heidi Waldorf disse:

    Meg na verdade abusou sexualmente o Tom. Não acho que ela saberia que o Tom é o sucessor do profeta. Acredito que a intenção dela era invadir o espaço pessoal e levar alguma coisa dele, igual o Tom fez entrando nas casas e levando algumas pessoas.

  16. Jesse Coronado disse:

    Meu amigo, se a serie se propoe a ser uma serie cheia de misterios, ela tem que dar respostas, se nao for dar as respostas, nao coloquem varios enigmas, para o telespectador ficar saciando por elas, se eu quiser ver uma serie que se propoe transmitir o sentimento dos personagens, eu vou assistir Mad Man, Downton abbey, house of cards, OITNB, e outras mais, por que essas tem propostas de serm dramas genuinos. The leftovers tem a obrigaçao de dar respostas para que acompanha, se nao ela nao fara sentido algum no seu roteiro. E sinceramente, series que exigem nossa atençao e esforço para compreender seu desenrolar, tem aos montes, principalmente na tv britanica.
    Pra mim seria lamentavel, se uma serie como essa, nao tiver suas perguntas respondidas.

  17. Allison Noronha disse:

    Hm, onde o André achou esse nome, “Culpa Inc.” ? Só eu q nunca ouvi ou li isso ? Será pq eu assisto legendado ? Pq q eu saiba é Remanescentes Culpados !

  18. Simon disse:

    Sei não… Fiquei com impressão de que eles sabem algo a mais por não falarem, só ouvirem… a Patt se matou com convicção que voltaria.

  19. Simon disse:

    Eu não sei como, mas algumas pessoas em Leftovers sabem tudo só de olhar para o outro. Patti mesmo, ela se matou e parece que sabia que ia continuar. O pai de Kevin. Virgil. Aliás, esse é o mistério.

  20. Simon disse:

    hoje, no episodio 2×09, Meg confess o u q transou com o Tommy para engravidar. Eu sabia!

  21. Guilherme Henrique disse:

    Estou 2 anos atrasado mas não tem como não comentar, Where is my mind é uma das músicas mais cafonas pra se usar na trilha de um filme ou série, principalmente depois de Clube da Luta. Mas TL usa ela dois episódios seguidos, em duas montagens diferentes com personagens diferentes.
    Até aqui série consegue manter o interesse mas é constrangedor a falta de sutileza na trilha sonora e na direção.

Deixe um comentário

ss