sexta-feira, junho 21 2024

fuhousecards

Uma das séries mais consagradas da Netflix está com data marcada para retornar as nossas vidas. No dia 4 de março, a quarta temporada de House of Cards chega na íntegra no serviço de streaming. O anúncio foi feito na noite de ontem, durante os comerciais do debate do Partido Republicano entre os pré-candidatos a Presidência dos EUA.

Em forma de propaganda eleitoral, o vídeo apresenta uma imagem extremamente positiva da liderança de Frank Underwood (Kevin Spacey): um homem que coloca as pessoas acima da política. Além disso, um site dedicado inteiramente a campanha também foi colocado no ar, o FU2016.com, sigla com as iniciais de Frank Underwood e que também sugerem o trocadilho “Fuck You”. Assista ao trailer.

[youtube video=https://www.youtube.com/watch?v=Se44ed4KBMA]

[contém leves spoilers] O drama político acompanha Frank Underwood e sua determinada busca pelo poder. Desde o primeiro ano, a série vem construindo uma intensa escalada do ambicioso personagem até o cargo mais poderoso do mundo. Foram muitas articulações políticas, mentiras e “queimas de arquivo” até Frank chegar à Presidência, porém, a terceira temporada de House of Cards nos mostrou que não será fácil manter-se no Salão Oval, principalmente considerando que ele pode perder o apoio crucial da Claire Underwood (Robin Wright).

Sem dúvidas, o novo ano da série promete boas reviravoltas dessa jornada. Com o restante da campanha de reeleição pela frente, o desafio de Frank para vencer nas urnas o cargo de Presidente vai ficando cada vez maior. Caso você ainda não tenha caído nas graças das manipulações da dupla Underwood, sugerimos que você aproveite o recesso de fim de ano para maratonar TUDO na Netflix. Inclusive, preparamos ano passado um Guia de Sobrevivência para essa atividade que poderá ser útil. Faça bom uso e não esqueça: Frank está apenas começando!

Baixe o material da campanha de Frank Underwood para as redes sociais!

1 comment

  1. Para quê torcer para o Frank Underwood quando temos o nosso próprio aqui no Brasil.

    Viva Michel Temer para presidência!

Deixe um comentário