FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

TV paga perde assinantes e planeja retaliação à Netflix

netflix

Desde 2014 as operadoras de TV a cabo vem perdendo assinantes, fenômeno que ocorre tanto nos EUA quanto aqui no Brasil, atribuído principalmente à ascensão do streaming (leia-se a Netflix). Enquanto lá fora os canais e operadoras estão se movimentando rápido e criando alternativas online e on demand para seus serviços (vide Hulu, HBO Now e similares), aqui as operadoras planejam um ataque àquela que atribuem boa parte da culpa pela perda.

Segundo informações do colunista Ricardo Feltrin do UOL, foi acionado um pesado lobby em Brasília para atuar em diversas frentes contra a Netflix:

  1. Exigir o aumento de taxas para encarecer o serviço do concorrente, como é o caso da Codecine (R$ 3.000,00 por título);
  2. Criar uma cota mínima de 20% (vinte por cento) de títulos nacionais no catálogo de serviços de streaming
  3. Exigir cobrança de ICMS dos clientes.
  4. Criar uma “taxa” extra para o cliente quando este utilizar streaming, já que as teles alegam que a Netflix consome muita banda larga.

O “megalobby” mostra um cenário curioso. Defendem a livre regulação de mercado até que seus interesses são postos em xeque, aí correm para pedir socorro ao mesmo governo que criticam. As propostas são absurdas e, em alguns dos casos ilegais, como a tal taxa extra para usar o streaming. Isso porque graças ao Marco Civil da Internet existe o princípio da neutralidade de rede, ou seja, não poderá haver discriminação do usuário pelo tipo de conteúdo que ele acessa, sendo assim vedada a cobrança adicional.

A grande reclamação das operadoras vem pelo fato de que a Netflix é um serviço OTT (over the top), ou seja, trabalha em cima da rede de terceiros e consome muita banda. Estima-se que metade do tráfego de Internet hoje é atribuível a serviços de streaming como Netflix e YouTube.

3porcento2

A questão da cota mínima também depende de uma lei prévia e vale lembrar que existe muito conteúdo nacional na Netflix, que inclusive já vai começar investir em uma série original própria – a 3%, que esteve anos esperando alguém para bancar o projeto. Além disso a empresa investe também em especiais de stand-ups e possui vários filmes e programas nacionais em seu catálogo.

Sobre os impostos, a Netflix alega que paga toda a carga tributária exigida para os seu tipo de negócio (condição obrigatória para operar no Brasil).

Em dezembro de 2014, segundo a coluna do UOL, haviam 20 milhões de espectadores. Hoje o número caiu pra 19 milhões. Uma assinatura média de TV paga custa R$ 166,00 contra R$ 19,00 da Netflix. Com a perda expressiva de 1 milhão de assinantes, as operadoras deveriam lutar por oferecer um serviço melhor: estabelecer bem suas plataformas de streamingon demand para ter mais conteúdo, oferecer um preço mais razoável para o assinante e encerrar com práticas abusivas como a de impedir canais de entrarem nos line-ups (como o caso recente do Esporte Interativo).

21 respostas para “TV paga perde assinantes e planeja retaliação à Netflix”

  1. Michael Bryant disse:

    eles falam como se a internet fosse de graça kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pagamos uma fortuna por uma internet de merda logo temos direito de consumir quanta banda queremos

  2. Emerson Marques disse:

    É impressionante. As operadoras de TV por assinatura parecem mais interessadas em atacar quem mexeu no status quo do que se adequar e adaptar seus serviços para a nova realidade. A Netflix oferece um catálogo extenso por um valor realmente acessível. Já a TV por assinatura, se eu quiser ter HBO, por exemplo, preciso pegar um pacote com uns 100 canais que nunca vou ver na vida. Qual será que eu escolhi?

  3. Larissa Coelho disse:

    Taxi vs Uber II
    mais fácil atacar o concorrente do que melhorar o serviço para bater de frente numa competição justa.

  4. Maria Letícia disse:

    Se eles atacarem a Netflix é capaz de perderem ainda mais usuários: aqueles que tem tv a cabo E netflix. Eu com certeza ficaria com o streaming.

  5. Uber, Whats Up, Netflix. Parece que não podemos ter nada de bom nesse país que esses picaretas tentam boicotar. O pior de tudo é que estamos no Brasil e é bem possível que esse absurdo seja posto em pauta, como já aconteceu com o Whats Up, por exemplo.

  6. Magnosama disse:

    Com os governantes que temos,
    bem provável de conseguirem o atendimento de todas as demandas.

  7. Paula Lomanto disse:

    O que esses indivíduos não percebem é que encarecer o serviço de streaming não vai recuperar os seus assinantes, eles vão conseguir favorecer a pirataria, que de certa forma o Netflix ajuda a equilibrar com o preço barato. Quantas pessoas que deixaram de consumir o produto pirata para assinar um serviço de qualidade e com preço justo? Acorda, Brasil!

  8. rodrigosantos disse:

    Preferem atacar o concorrente do que melhorarem seu produto.

  9. rodrigosantos disse:

    Adoro tv p/ assinatura, mas a Netflix pode até dobrar de preço q mesmo assim o custo benefício será favorável ao streaming.

  10. Terra Nova disse:

    “Gado”

    Infelizmente no BRASIL é assim, não existe o pensamento vamos melhorar nossa grama aqui é “Levanta a cerca que o boi ta pulando”

  11. Roger disse:

    Alguém podia lançar uma campanha de repúdio ou boicote contra essas operadoras, para tentar fazê-las mudar de atitude.

  12. Michonne disse:

    eu pagaria msmo que o preço dobrasse. pnc dessas operadoras! infelizmente esse pensamento mesquinho de tentar destruir o “novo” acontece e mto, poucas sao aquelas empresas que conseguem se reinventar frente a um novo “concorrente”

  13. Jhonatan Axto disse:

    Fico impressionado como essas empresas se mostram o LIXO que sempre foram. Cobram caro por um mal atendimento, presos absurdos e serviço precário. Temos agora a prova de que isso NUNCA irá mudar.

  14. fabio silva rabelo disse:

    Q ridiculo! Melhorem o serviço então! Pagar 100,00Dilmas pra ficar ainda sem Telecine e HBO..

  15. Tiagoseiyapb disse:

    Whats Up não deu em nada parceiro

  16. Tiagoseiyapb disse:

    eles vão é pegar em bomba porque quem tem as duas vai ficar com Netflix,quem tem tv a cabo vai migra pro Netflix e quem não tem essa porcaria de tv a cabo vai continuar sem ter esse canais lixos ou seja vão perde do mesmo jeito Netflix vai dar uma surra em qualquer um que vier o povo ta com a Netflix

  17. Tiagoseiyapb disse:

    o povo vai fazer isso quero ver se essa lei for aprovada como vai ser a tacha de cancelamento dos assinantes deles indo pra zero

  18. Danilo Pereira disse:

    ótima analogia

  19. Terra Nova disse:

    Obrigado

  20. Eles conseguiram fazer com que milhões de usuários ficassem sem serviço durante horas. Se isso não é nada, não sei mais o que é.

  21. Terra Nova disse:

    Infelizmente no BRASIL é assim, não existe o pensamento vamos melhorar nossa grama aqui é “Levanta a cerca que o boi ta pulando”

Deixe uma resposta

ss