Crítica | Haters Back Off é uma das piores coisas que a Netflix já produziu
Crítica | Haters Back Off é uma das piores coisas que a Netflix já produziu

Crítica | Haters Back Off é uma das piores coisas que a Netflix já produziu

hatersbackoff

Qualquer roteirista, novelista ou escritor sabe que a empatia do público com os personagens de uma obra é fundamental para estabelecer um laço com o leitor ou espectador. Se é um heroi, devemos torcer por ele. Se é um vilão, temos que temê-lo ou odiá-lo. Isso é o básico. Escritores mais experientes conseguem combinar essas características e criar, por exemplo, anti-herois, adicionando mais camadas e complexidade.

Infelizmente os roteiristas de Haters Back Off, produção estrelada pela YouTuber e personalidade digital Miranda Sings (Coleen Ballinger), desconhecem criação de personagens e o básico do fenômeno da identificação, tornando este um desastre televisivo em forma de série desde os segundos iniciais. Miranda é uma garota sem talento que quer ser famosa e, pra isso, pede ajuda de seu tio Jim para produzir um vídeo para o YouTube (onde ela “canta” o tema de Wicked, Defying Gravity) e com isso espera se tornar a maior sensação da Internet.

hatersbackoff2

Tanto Miranda como o tio, a mãe (que é a Angela de The Office, veja só) e praticamente todos os personagens que cruzam a tela no piloto de 20 minutos que parece durar 2 horas são pessoas estúpidas, egoístas, irritantes, desprezíveis e desinteressantes (a única sã é a irmã). A ideia da série era, de alguma forma, tentar fazer graça com esses seres que vivem numa bolha de ingenuidade e burrice extrema. Em determinado momento a aspirante a cantora e seu tio começam a trancar as portas da casa logo depois que um comentário agressivo é postado no vídeo e eles imediatamente concluem que estão sendo perseguidos por um assassino, mostrando que desconhecem não apenas como a Internet funciona, mas também o mundo inteiro.

Há também, no quinto episódio, a produção de um musical envolvendo seleção de atores (que jamais questionam remuneração) e o tema é uma versão pedófila de Annie (“Beije meus lábios macios de orfã, papai Warbucks”). Ah, e tudo isso em cima de um jardim cheio de cocô do tio, pois a privada que ele instalou dentro do quarto foi feita sem esgoto. Juro.

Aliás, todas as situações soam absurdas e inverossímeis, sem que a série crie um universo que as propicie, como realizadores mais experientes como Mike Schur ou Tina Fey fazem em The Good PlaceUnbreakable Kimmy Schmidt, respectivamente. O roteiro ainda se contradiz em diversos momentos, mostrando que a série sequer possui coerência dentro do próprio universo criado. Em vez de termos uma comédia nonsense, temos aqui uma série apenas sem graça que tenta levar para a tela aqui e ali alguns dos bids que a moça fez na Internet, cantando músicas pop em sua voz anasalada (as cenas dela cantando “Don’t Cha” das Pussycat Dolls numa Igreja no segundo episódio ou “My Humps” do Black Eyed Peas num velório no terceiro são sofríveis, além de datadas). Isso sem contar a forte dose de insinuações incestuosas entre Miranda e o tio, que ultrapassam o limite do desagradável.

É óbvio que Miranda Sings funciona dentro de seu contexto original – pequenas aparições em vídeos online – que fizeram 7 milhões de pessoas assinarem seu cana;. Mas ao transportar a personagem para uma série de TV o que temos são 8 episódios sobre pessoas pelas quais não nos importamos e, pior, até as desprezamos. Não questiono os méritos de Colleen e sua personagem, mas a série simplesmente não funciona em nenhum nível.

Com tantos acertos de séries originais em seu catálogo, Haters Back Off é um dos maiores erros da Netflix. Talvez seja melhor deixar os YouTubers lá no YouTube
1star

166 comentários

  1. Felipe

    Foi exatamente o que pensei quando assisti poucos minutos da série. A falta de apelo e até irritação provinda principalmente da personagem principal torna assistir a série insuportável. E olha q eu já conhecia a Miranda e até achava engraçadinho alguns vídeos, mas realmente não funcionou como série.

  2. Blagozahas Silva

    Sofrível. Isso resume a experiência ao assistir o primeiro episódio da série, que além de não cativar, me gerou aversão, até repulsa pela personagem principal, quanto ao elenco de suporte, somente indiferença. Até tentei dar uma chance no segundo episódio (vai que eu estivesse de mau humor no primeiro), mas realmente foi impossível engolir a premissa por mais de 5 minutos. Passem longe disso.

  3. Jhonatan Paiva

    Não gostar de uma série é uma coisa, outra coisa é dizer que Haters Back Off é uma das piores coisas que a Netflix já produziu, aí já é exagero, assisti o primeiro episódio e achei legal, vou continuar assistindo.

  4. Marcelo Oliveira

    Já vejo o canal da Miranda desde o iníco e adoro-a, ela é o meu ídolo. O canal dela como já referiu num dos vídeos do canal da Colleen , no canal “PsychoSoprano”, a personagem Miranda Sings foi inspirada naquelas raparigas que colocam vídeos no YouTube, Facebook, entre outros onde mostram o seu “talento” se assim podemos dizer… mas uma versão mais forte.
    Vale também a pena lembrar que a Colleen é uma comediante, atriz e cantora onde chegou a trabalhar na Disneyland a fazer espetáculos…
    Quanto à série criada pela Netflix ainda só vi o primeiro episódio e AMEI e pessoalmente acho que a série “Haters Back Off” é a cara da Miranda, a rudez dela e o “excesso” de confiança é o seu típico.
    Não concordo com esta crítica feita, o sr. Bruno pode não ter gostado mas não pode dizer que é uma das piores coisas que a Netflix já produziu pois os gostos são variam de pessoa para pessoa, e talvez não percebeu o contexto e o sentido de humor por não segue o seu canal e o humor é um humor “inteligente” que nem todos conseguem perceber.
    Mas esta é a minha opinião sobre a crítica feita sobre este especialista em TV.
    Ps. É Colleen, e não Coleen! E já agora, deu apenas 1*?! Uau

  5. Vitor

    Acho que a série propôs situações inverossímeis, sim, mas há cenas e momentos que é possível se identificar com alguns personagens e problemas propostos pela série. As insinuações incestuosas estão dentro do contexto da personagem, pois em seus vídeos do YouTube a personagem vive dizendo que o tio dela é um de seus “baes”.
    A série pode até não ser a melhor ou mais engraçada da Netflix, mas é um exagero dizer que é a pior. Eu assistia série inteira e gostei bastante do que a Colleen e o irmão dela desenvolveram.

  6. Rafael Matos

    Fale o que quiser, mas Haters Back Off está sendo aclamada pelos usuarios da Netflix a nível mundial e em pouco tempo de estreia já alcançou 5 estrelas. Pode ter certeza que a Netflix sabe bem usar de seu Super/Ultra/Mega Database. O modo de se criar roteiro não é mais baseado em achismos, existe precisão com base em informações precisas em cima de todas ações dos usuarios da plataforma. Bem vindo a era das informações web digitais.

  7. Fabiana Motta Tavares

    Nossa, que pensamento mais dentro da caixinha o seu.
    A série é genial e divertidíssima, datado é o seu pensamento, rs.

  8. Simone Barbosa Coutinho

    Exatamente, Senti vergonha alheia pela produção e olha que curto muito coisas do estilo que deveria ser, mas não sei … é insuportável, fui até o 5º e honestamente nao consigo ir adiante. é ruim demais !

  9. Cristiano Silva

    Olha assisti todos os episódio hoje, rsrsrs.
    A forma que a Netflix abordou esse seriado, realmente existe pessoas que não se coloquem no seu lugar, ri muito a cada episódio, e estou muito curioso com a próxima temporada.
    Minha filha de 4 anos gostou e riu muito, eu fiquei besta por ela prestar atenção no seriado,
    perguntei se ela gostou a Miranda, (personagem principal) ela disse que não, ela é muito doida nesse filme srsrsrs.
    Assim, uma Youtuber em um seriado foi bem genial.
    Parabéns Netflix!!!!!!!!!!!!!!

  10. Paty pocc

    É uma série pra quem te muito senso de humor e sarcasmo, e uma pitada de empatia a mais do que o normal. O resto do povo realmente não vai entender nada! Existem mensagens claras e eficientes, pra quem é inteligente e tem raciocínio rápido pra captar. Realmente quem não sabe ver humor em situações que não se está literalmente contando uma piada, ou não tem empatia pra se colocar no lugar dos personagens, não deve nem ver essa série, mas a culpa não é do roteiro, do diretor ou dos atores, é apenas você que não entendeu, porque tem a capacidade limitada pra entender.

  11. Renato Seixas

    A série é um lixo! Já conhecia os vídeos da Miranda mas o que s série apresentou como série deixou muito a desejar. De uma deselegância, falta de tato, nojenta!

  12. João Carlos Ragnioble

    É engraçado como quem gostou da série responde as críticas da mesma maneira que a protagonista responderia: falando que o problema está com quem não gostou.

    A série é mal feita sim. É mal escrita, tem pouca substância e personagens ruins, que até funcionam num canal de Youtube, mas não em um episódio de 30 minutos, quiça em 8 episódios.

  13. João Carlos Ragniole

    É possível se identificar com a irmã, no máximo. Tirando ela, a série é uma comédia pastelão sem muita substância.

  14. João Carlos Ragniole

    Mas tem alguma série pior que essa? A Netflix vem acertando por quase 5 anos, com séries aclamadas tanto pela crítica quanto pelo público. Essa é a primeira bomba que eles lançam.

    Respeito quem gosta, mas é só comparar essa série com qualquer outra série da Netflix pra perceber o abismo que existe.

  15. LucasFansingsYoutube

    Sinceramente eu ri horrores. Assisti em 1 dia. Espero pela segunda temporada. Lógico que teve coisas que eu não gostei. Aquele tio dela é muito chato, tirando ele gostei de tudo. Eu não conhecia a Miranda Sings. Esse tipo de seriado não é comum nas minhas maratonas (Game of Thrones, TWD, TVD..), mas quis testar e deu certo. Recomendo ele sim.

  16. Janaina Santos

    Olha acabei de assistir a série. E concordo com algumas coisas que vcs dizem sobre ela, me irrita o tio usar Miranda, para enaltecer seu ego, como já dito as cenas de percepção de incesto. Mas acho que deveriamos olhar por outro lado a sério, tipo uma menina ingênua e mimada que acredita em tudo. O tio perdedor que usa ela para realizar coisas do passado criando 5 passos que não funacionam nem pra ele , ou sua própria mãe que usa uma doença falsa pra ter atenção e quando a doença existe ela guarda pra ela. Aí eu vi uma série pra pré adolescentes assistirem e ver como nos temos que amar proximo e ser grato a ele.

    Para não termos o final de Miranda ?

  17. Amarildo

    Que vacilo, cara. As estrelas dizem respeito ao SEU gosto, e não ao gosto geral. Bem vindo a era das informações disponiveis na web que você nunca leu…

  18. Vitor Vicente

    concordo que é ruim, mas tirando a Miranda e o Tio Jim os outros personagem foram tendo um amadurecimento durante a primeira temporada. Acho que na segunda temporada vai ter um desenvolvimento maior da trama que pode salvar o desastre que foi a primeira ou não hahaha

  19. Juliano Koki Saraiva

    Eu assisti os 8 episódios em 1 só dia e nem percebi de tão boa. Ela não me parece uma comédia, nisso vocês têm razão. é mais uma crítica à essa geração egocêntrica que encontrou a fama e os quais ninguém tem coragem de dizer que não tem talento algum (mc melody’s e genéricos). No começo eu tive um estranhamento mesmo, porque não tinha visto nada igual, depois me acostumei com a idéia e foi genial.

  20. Marcelo Oliveira

    Este site é mesmo muito ordinário (em Portugal ordinário significa vulgar, tipo pãozinho sem sal)… Pôs um like em todos os comentários negativos. Pelo amor da Santa

  21. Renato Seixas

    Se isso é humor inteligente imagino que você considere o Pânico na TV de uma enorme genialidade. A série é ruim, apenas.

  22. Marcelo Oliveira

    Eu não vivo no Brasil por tanto não conheço esse tal “Pânico na TV” e não posso dar a minha opinião.
    Mas pronto, o comentário que fiz foi apenas a minha opinião desta crítica

  23. Vitor

    Me poupe, né. Vocês são só um bando de gente chata que quer ver série “de adulto”, repleto de drama e sangue, como Game of Thrones e Downtown Abbey. A série é engraçada e dramática sim! Todos falaram mal de BoJack Horseman na primeira temporada e olha agora: BoJack Horseman é aclamada pela crítica e pelo público, uma das melhores séries que a Netflix já produziu! Amei Hater Back Off, a atuação da Colleen (Miranda) não é das melhores, mas surpreendeu.

  24. Gustavo

    Essa crítica (que nem se deu o trabalho de conferir que o piloto tem 30 minutos e não 20) só me fez lembrar porque eu amei tanto essa série

    Bruno Carvalho, querido, você não entendeu.

  25. Mariana Moura

    NOssa, é horrível. Mas apesar de um certo exagero, mostra o egoísmo,o narcisismo que a cada dia está mais comum na nossa sociedade. Inclusive entre youtubers, a maioria é péssima, tem conteúdos ridículos, são sem graça e totalmente narcisistas.

  26. Mariana Moura

    Ela não é mimada, ela tem sérios transtornos de comportamento.O grau de egoísmo e narcisismo dela é imenso, NInguém fala que ela tem talento, as pessoas mostram que ela é péssima, mas ela continua se achando melhor e injsutiçada., O tio, nada mais é quem um ser igual a ela. Essa menina não é usada pelo tio, ela é uma personalidade transtornada. Apesar de ser ruim, considero uma crítica por isso incomoda tanto.

  27. Jhaíra

    Foi exatamente o que pensei quando assisti poucos minutos da série. ODIEI com todas as minhas forças. Não conhecia Miranda, acreditei inicialmente que a personagem tivesse sido criada para fazer uma crítica às celebridades da internet.

    No entanto fui para o 2o. episódio me perguntando o porquê de fazer aquilo. No terceiro episódio veio a resposta: atores muito bons. A maioria das personagens são caricatas, e os atores poderiam cair na armadilha de critica-las, mas a fé cênica deles é impressionante.

    Ainda assim algo na série me incomodava. Até aí continuo concordando com você Bruno, não conseguimos nos identificar com essas personagens, mas conseguimos identifica-las, pois elas são tudo aquilo que vemos e odiamos nas rede sociais.

    Miranda “uma celebridade” que realmente acredita no seu talento fora do comum. Menina mimada, egoísta e totalmente fora da casinha.

    Uma mãe hipocondríaca que sustenta a família inteira trabalhando como caixa de supermercado. Ser hipocondríaca talvez seja a única maneira de chamar a atenção para si, uma vez que acredita não ter talento algum. E no episódio 5 vemos como ela é ridicularizada pela própria família quando se julga capaz de dirigir um espetáculo. Esta mãe mima a filha “famosa” e não dá a menor atenção à filha que realmente apresenta algum talento, e como você menciona “é a única sã”. A única que entendeu que talento significa: 1% de inspiração e 99% de transpiração. E que sucesso não tem relação com fama. 

Interessante esta relação: a mãe que não consegue conversar com a filha realmente talentosa. Foram distanciadas uma da outra pelo conhecimento que a filha adquiriu e do qual a mãe aparentemente foi privada. Assim como tantas mães que se tornaram “estúpidas” por abdicarem de uma carreira intelectual ou qualquer opção que fosse além do próprio sustento. A mesma mãe protege a filha que vive num mundo de sonhos, que é frágil. A filha “forte” não precisa de cuidado, conseguirá sobreviver. 


    Dentro do contexto da série a irmã sã não passa de um “post politicamente correto” que não angaria centenas de “likes”, diferentemente das triviais fotos de comida, fotos de baladas, “fotos de qualquer coisa sem importância mas que as pessoas realmente acreditam que precisam compartilhar”.

    A mãe se relaciona com um pastor de igreja que só se interessa por mulheres frágeis e debilitadas. Ele precisa de uma mulher para cuidar, para

    salvar. Qualquer semelhança com a realidade…

    A relação de Miranda com o tio é de dar embrulho no estômago realmente, especialmente porque nos faz lembrar a quantidade de pessoas do mundo real que se aproveitam do “talento dos seus pequenos gênios” para viralizar na rede e alcançarem o sucesso através deles. Pessoas que “produzem” video cassetadas para conseguirem milhares de visualizações, ainda que coloquem em risco a integridade física do prodígio em questão. O tio tenta gravar uma dessas pegadinhas com Miranda no episódio 8. Este tio, um “artista” frustrado se realiza através da sobrinha. 


    A direção de arte é incrível. Está em cada pequeno detalhe. E talvez tenha sido uma das coisas que mais me incomodou inicialmente, ela não é palatável, não é esteticamente bela: uma casa imunda, bagunçada; um sorvete gigante AZUL(????) com um chiclete na ponta; figurinos HORRÍVEIS…mas cada pequeno detalhe está a serviço da história e revela muito de cada personagem e daquele universo.

    Sem falar das inversões de valores:

    Colocam em cena o garoto dos sonhos de Miranda, o menino perfeito: lindo, talentoso, carismático. Miranda se acha digna de tê-lo como par romântico. Ele na verdade nada mais é do que a versão masculina da “chefe de torcida”, que todo cara sem graça dos filmes norte americanos acha que merecia ter como par romântico, sente-se profundamente injustiçado quando a garota mais popular da escola não nota sua presença e se apaixona pelo melhor jogador do time, também o cara mais popular da escola. Ele, o sem graça, nunca olha para a garota “normal” como ele, que está ao lado. Porque ela não é merecedora dele. Miranda se relaciona da mesma forma com Patrick, o vendedor de sorvete, que só tem olhos para ela, e guarda cada palito de sorvete que sua amada engole compulsivamente. E não guarda simplesmente, transforma em arte. Ela é literalmente sua musa. E me pergunto porque ele é apaixonado por ela. E ai temos outra inversão de valores;

    A protagonista da série é simplesmente MEDONHA. Nada tem de sexy, de inteligente, de bonita ou simpática. Não entendo a razão de Patrick, que embora seja desajeitado é um lindo, gostar tanto dessa menina. E no episódio 8 a própria Miranda pergunta à platéia : “Por que estão rindo? Por que é engraçado alguém se apaixonar por mim?”

    O que é assustador da série é que ela retrata a inverossimilhança da vida real de forma impar.

    Bruno você acha absurdo o elenco não questionar remuneração, no episódio 5 vemos aspirantes a atores, apenas um é profissional, e cada um tem uma razão particular para estar ali. Na vida real a coisa é ainda pior, atores profissionais são chamados para participarem de grandes produções em troca apenas de “oportunidade” de “currículo”. E sim, eles aceitam.

    E a melhor fala da mãe em toda a série, que define a relação da família, é justamente quando descobrem o esgoto no quintal, também no episódio 5. Quando todos estão pisando na merda e ela é acusada, por Miranda, de estragar o projeto. Ela desabafa:

    “ A culpa é do seu tio. Tinhamos merda acumulando por anos, mas tudo bem porque era entre nós. Ai ele começou o plano de 5 fases, Miranda, e trouxe essa merda…de fora…e misturou com a nossa merda…e então…é muito para um quintal. O quintal não suportou. A merda veio para a superfície e agora todos podem vê-la. Por isso preciso que as coisas voltem a ser como eram. Não aguentamos essa merda toda por anos para nada”

    woooooooww clap clap clap.

    Definitivamente os roteiristas sabem como criar personagens.

    Para acompanhar a série é preciso sair da superfície e esquecer as fórmulas. Estamos diante de uma outra proposta estética, que alguns desenhos apresentam ha muito tempo, usando o mesmo tipo de humor e de perfil de personagem.

    O nome da série dá a dica: Haters back off.

  28. Ivan Mendonça

    A um grande erro nisso tudo, ela não foi feita pela Netflix, apenas pelo simples fato de estar escrito ORIGINAL NETFLIX, não que dizer que ela que fez, e sim pelo simples fato de ser exclusivo deles, como varios exemplos: Orphan Black aqui no Brasil é a Netflix que distribui mas quem faz é a BBC e Space… Shadowhunter mesma coisa mas quem faz é a Freeform… Isso ae gente, abraço

  29. Sim, essa é uma série Original Netflix, diferente de outras que são licenciadas e apenas são distribuidas como tal. Pesquise.

    Orphan Black não é produção nem da BBC e nem do Space, e sim da BBC America.

  30. Ivan Mendonça

    Isso ae, muito obrigado pela resposta!!! Vcs entenderam né oq quis dizer do BBC… So pq nao coloquei America…
    Vivendo e aprendendo

  31. Anw Vieira

    Essa serie não é das melhores, mais acho que ela não é exatamente uma serie de comedia, mais vai muito além do que imaginamos, Miranda é uma menina problemática, que por pensar tanto em si mesma acaba acontecendo coisas desagradáveis no final, mais nem por isso é uma das piores coisas da netflix, essa serie soube passar uma bela mensagem, e ela fica até mais legal nos episódios finais.

  32. Sérgio Freire

    Miranda Sings é uma série de comédia/drama. É a estória de uma moça e sua família (exceto a irmã) que sofrem de problemas mentais e de sua relação com o mundo. Miranda cresceu isolada do contato social real e teve seus piores traços incentivados pela proteção excessiva da mãe e pelos delírios de grandeza do tio. O mote da série me fez lembrar do seriado Derek, também na Netflix, mas ao contrário da empatia de Derek, Miranda é plena de egoísmo e isolamento emocional. A comédia de Miranda Sings é daquelas que fazem você rir dos absurdos e depois lamentar pela doença mental que a família sofre. Apesar de ser incapaz de perceber que suas prioridades são superficiais, espero que em uma segunda temporada ela possa se redimir de suas falhas de caráter.

  33. Rodrigo Mautone

    Essa foi uma das piores críticas que li até hoje, não acompanho o Ligado em série (e nem pretendo depois dessa). O problema passa longe do fato de o crítico ter gostado ou não. Não li nada além do que a opinião como espectador, que obviamente deve ou pode estar presente, porém crítica vai muito alem. Interpretei suas palavras da seguinte forma : ” sentei-me para assistir a série e deparei-me com descompromisso total, onde estão a personalidade dos personagens, a beleza, a genialidade, as tiradas…. são todos escrotos e nojentos…” . Holy shit man, a série acerta sim, inegável, é escarnio, sarcasmo, mal gosto mesmo, acho que teve momentos charopes mesmo, pouco aproveitados, porém no decorrer dos 8 episódios, em especial no último, passaram sim, perfeitamente a mensagem. No mais faço minhas as palavras de Paty Pocc nos coments aí abaixo.

  34. Diego Avila

    Meu eu quero bater na Miranda não suportaria ver uma segunda temporada dessa egoísta infeliz se dando bem, prefiro que foquem na irmã dela essa sim é um personagem que você se importa o resto pode morrer.

  35. Mayckon Willian

    Comédia e Humor são muito subejtivos….
    Haters Back Off é a melhor coisa? Não!
    Agora… É a pior coisa? Também não…
    Sou fã de Miranda Sings há quase 5 anos, e mesmo achando que ela perdeu um pouco da essência, eu gostei do estilo de comédia, e até as piadas incestuosas, que servem apenas para nuances….
    Acho ótimo que a Netflix está dando oportunidade para talentos da internet, e criando conteúdo com temas que diversificam do “normal”.
    Haters Back Off pode não ter agradado todo mundo mas, ao público o qual ele se direciona (eu, por exemplo), com certeza sim!
    Nem toda produção é feita para agradar um público generalizado… Essa é uma delas.
    #HatersBackOffSeason2

  36. Ariel Paschoal

    Querido Bruninho do meu core, Miranda e todos os personagens incluídos na série são cômicos, uma coisa cômica é quando você pega uma característica e a aumenta muitas vezes pra ser uma coisa mais fictícia mesmo, uma coisa totalmente fora da realidade. Eu assisti a série em um dia, porque acompanho a Miranda e sei que de real ela não tem nada e essa é a ggraç, se você assiste esperando um retrato da realidade, você se decepciona mesmo. Achar ruim é uma opinião sua, você não pode julgar como uma das piores séries do Netflix, porque gosto é gosto, sabe? Beijos, continue tentando, boa sorte na próxima crítica

  37. Débora Silva Da Silva

    Acabei de assistir e achei meio sem sentido as partes que o tio insinua para ela entre outras,o final até “foi compreensível”a mensagem final do resto é confuso

  38. Oi, em algum lugar tá dizendo que NÃO é opinião minha? O site é e sempre foi opinativo. Essa é a minha opinião. Tá assinado lá em cima ó, então não estou entendendo qual o problema aqui…

  39. Giulliana Vendramini Pagnotta

    Hahahaha acho que todos nós sentimos ódio imenso da personagem insuportável logo no primeiro episódio . Pelo menos eu fiquei inconformada hueheueh

  40. Luana

    Achei legal a série, descordo que seja a pior da Netflix. O Bruno falou acima que não há identificação com a personagem, mas aí é que está a graça, é uma situação nova, uma personagem fora dos padrões. É preciso deixar de lado nossos achismos se formos olhar até o final.

  41. Drew Jackson

    Adoro os vídeos da Miranda, mas a série se desenvolve de uma maneira bem estranha. O roteiro poderia ser mais direto e melhor desenvolvido, sendo que para uma comédia, me fez rir pouco.

    Eu abandonei a série, mas voltei depois de repensar, e foi ótimo fazer isso. Pois apesar dos erros no desenvolvimento, o final compensa e emociona. Espero muito que ganhe uma segunda temporada. Não é nem de longe a melhor série que eu já vi, mas como eu disse, o final faz valer a pena.

  42. Adam Henrique Freire

    Sim os personagens são grotescos, mas eu acho que o crítico não prestou atenção que essa era a intenção. Seria uma cosia do gênero: Já pensou como seria a vida pessoal da galera bizarra que vira meme na internet? É tipo isso saca: privações, pobreza, desajustes familiares, busca por exposição, bullyng. Se prestar atenção é bem como Unbreakable, e o roteiro não é bem ruim, (podia ser melhor né) Acho que o que causa mesmo estranheza é o personagem principal a Miranda, deviam ter filtrado um pouco melhor ela do personagem do youtube para parecer um pouco mais humana como a Kimmy, mas não, ela é tensa o tempo todo, caricata todo o tempo o que é chato.

  43. Adam Henrique Freire

    WOW! Sua crítica foi muito melhor que a do crítico. As pessoas falam mal dos comentários da internet, mas sempre se encontra algo bom nessas listas de discussão. Concordo em número e grau como tudo que você disse.

  44. maria eduarda

    Para mim, essa é a melhor série que eu já vi até hoje!!!!!!! Nunca consegui gostar realmente de nenhuma serie, só assistia algumas, com pouco interesse. Mas Haters Back Off é muito engraçada, divertida, e reflete minha família meio doida… Eu simplesmente adorei!!!! Espero que continuem fazendo novas temporadas! Não quero perder nenhum episodio!!! A melhor!!!

  45. Samuelxc

    Sinto pena do redator e do resto que não entendeu nadinha da série.
    É genial, obvio que teria essa repercussão negativa… A série trata justamente isso kkkkkkkkk Que coisa, não? Vejam bem o episódio do teatro/pedido casamento… Talvez entendam…

  46. Pedro Lago

    Tenho certeza que você não entendeu direito a coisa toda. Te peço pra ir além e assistir “napoleon dynamite” e “gentlement broncos ” por exemplo. Essas, são duas produções cinematograficas que utilizam desse “realismo fantástico “(Garcia Marquez no campo literário) género difícil de ser digerido principalmente por quem consome outros seriados enlatados(friends) e para mim, mais inverosímeis em sua artificialidade norte-americano, ou seja bitolado. É comum que diante do novo, a gente não aceite de cara. A desconstrução e as metáforas (como o ensaio num jardim cheio de fezes que claramente faz analogia com a situação falida da familia, daí a expressão “estar na merda”) são ágeis e pontuam as cenas. De fato “haters back off!” não é pra qualquer um, tem seus defeitos que pra mim são virtudes ao nos mostrar ou melhor, nos esfregar na cara a realidade tão absurda e contemporânea que vivemos(em meio a efemeridade pós-moderna). Achei um tanto sensacionalista o teu texto e os argumentos fracos (remunerações para atores de uma comunidade em um teatro caseiro? ) espero que reconsidere a tua opinião pois essa serie é visceral.

  47. Nic Mot

    Cara, não concordo. Os primeiros episódios foram bem chatinhos, mas os personagens foram se contruindo ao passar dos outros, me envolveu e mostrou muito da realidade onde as pessoas fazem tudo por 15 minutos de fama, claro, que na série tem esse tom exagerado, mas ao meu ver, considerei os persongens bem teatrais por conta do exagero de características. Enfim, adorei a série e estou louca pela segunda temporada.

  48. Camila Teruya

    Pessoal curte mais os estereótipos: protagonista bonitinha, talentosa, de boa índole, família ok, namorado cool ou do tipo galã, roteiro mirabolante, ou pelo menos um bom romance. Não dá pra fugir muito disso, pois o público é quem dita os padrões da indústria. Desde criança sou atraída por coisas esquisitas/que fogem do convencional. Traduzindo para a linguagem dos normais, tenho verdadeiro “mal-gosto”. Isso faz de mim uma pessoa carente desse tipo de conteúdo, então pra mim a série foi um prato cheio. Haters Back Off já começa de um jeito diferente, sem noção, é claro q existe certo exagero, assim como qualquer outra produção, pois nem documentários se baseiam em puro realismo. Qnto aos personagens, tirando a Emily, nenhum ali bate bem das ideias. E pode crer que eu tive empatia pela Miranda. Ela não é uma garota perversa, que carrega o mal dentro de si, e sim alguém que foi estragada/mimada, q não foi incentivada a praticar o bem e q não entende como mundo funciona. Mas isso tem conserto. Seria interessante se explorassem o desenvolvimento da personagem em um ser humano melhor, por isso eu gostaria que dessem continuidade à série, mas sem exageros pq td q se estende demais cansa e sai do contexto (uma 2ª temporada tá de bom tamanho).

    O último episódio eu achei comovente, principalmente quando a Miranda pergunta [spoiler]porque é tão engraçado o fato de alguém amá-la, e tbm qndo a mãe revela que está doente e diz que sente como se estivesse se afogando e q ninguém na família está disposto a entrar na água para ajudá-la[spoiler].

  49. Andre Dumas

    concordo!!! é o mesmo tipo de humor do aclamadíssimo filme “OS EXCÊNTRICOS TENENBAUMS” com um elemco de primeira e um humor surreal. é o tipo de humor ame ou odeie. eu amo!!!

  50. Andre Dumas

    gente… o humor dos simpsons não agrada a todos. o humor de “family guy” tem gente que acha mais pesado que os simpsons vejam os personagens…um bebe gay que tem uma relação estranha com o cão que fala! rsrs! esse tipo de humor mal falado por muitos é que fez os simpsons no começo (hoje já passou da VIGÉSIMA QUINTA TEMPORADA) ser um susseço. não estou comparando. só estou dizendo que é diferente e muita gente não entende. NORMAL!!!!
    PS: aguardo a segunda temporada! miranda é muito louca…rsrsrsrs.

  51. Andre Dumas

    pelo visto o povo aqui esta mais preocupado com a estética…rsrsrsrs!!!
    já o humor merece criticas. então tá né. volto a repetir family guy tem o mesmo tipo de humor e só renova a cada temporada. existem humores e humores. :)

  52. ana Carolina

    Não concordo com sua crítica, porque eu vi e ate gostei. Claro tem algumas coisas que você sitou que eu concordo, tipo o relacionamento de Miranda com o tio, e outras coisas. Mas nem por isso é um erro essa série, não é a melhor, mas também não é a pior, da pra ver e passa o tempo, quero a segunda temporada logo

  53. Ian Amerco

    “Miranda é uma garota sem talento que quer ser famosa…” Descriçao de 99% dos youtubers, e isso se confirma qdo eles conseguem migrar p outras plataformas, como foi o caso da moça (nao vou chaamr de atriz pq nao é) q estrela essa produçao.O publico desses youtubers na internet na maioria sao adolescentes sequelados. Aqui no Brasil temos algo identico, a tal da Kefera….

  54. João Carlos Ragniole

    O bizarro é que os fãs pedem respeito com as opiniões, mas não respeitam a opinião de quem não gostou, chegando até a sugerir que “você não entendeu”, falam em outro comentário que quem não gostou “não entende humor inteligente”.

    Realmente a série é uma das piores da Netflix, na opinião de muita gente. A Netflix tem muitas séries boas, aclamadas tanto por público quanto crítica… qual outra série foi recebida de forma pior que essa?

    A maioria das pessoas não gosta, e vocês são a exceção disso… Não tem problema isso, mas daí pra partir pro desrespeito e falar que “não entendeu o estilo” ou “não entende humor inteligente” é algo prepotente e desrespeitoso demais.

  55. João Carlos Ragniole

    E como que o cara tem que fazer a crítica? O site tem que abrir e adivinha o que cada leitor pensa e mostrar uma coisa diferente? Que bizarro.

  56. João Carlos Ragniole

    A série trata, inclusive no título, de gente sem talento não aceita críticas negativas. E é isso que tá rolando: é uma série ruim, com fãs que não aceitam críticas negativas.

  57. Gabriel

    “O nome da série dá a dica: Haters back off.”

    Acho que você não sacou a ironia em você estar falando isso.

    O termo “haters” na internet é usado por gente como a Miranda que não aceita críticas ruins. É um termo que basicamente fala que a pessoa que está criticando não está usando a razão, e sim o ódio.

    Basicamente vocês fãs não tem argumentos pra invalidar as críticas do autor (e nunca vão ter, pois a crítica é opinião DELE), e tentam tratar tudo como se fosse uma “teoria da conspiração”.

    Até rola ataque pessoal, como tem gente falando que “ele não entendeu” ou “ele não entende humor inteligente”.

    Não é “hate”, é só um monte de gente normal que não gostou da série.

  58. Gabriel

    Onde aqui tem gente falando que só gosta de drama e sangue? Eu também gosto de humor, só não gostei dessa série, pois ela é boba ué. Meu direito de não gostar, e direito do autor também.

    E BoJack Horseman foi bem recebido pela crítica/público SIM. Tanto que continuou.

  59. Gabriel

    Mano vcs fãs são iguais a Miranda. Não gosta e fala já é chamado de “hater”.

    O cara é obrigado a gostar? Que lixo de comentário o seu…

  60. ELIZABETE DAVID NOVAES

    Eu discordo desta crítica! Acabei de ver s série e adorei !! Uma ótima crítica aos obcecados pela fama!!! Excelente comédia, com atores muito bem colocados nos papéis que desempenham!!!

  61. Lobo Solitário

    Acho que muita gente não gostou porque quer continuar vivendo num mundo de fantasia e não quer aceitar a realidade como ela é, com pessoas desprezíveis a rodo convivendo entre nós, sendo no caso de alguns que criticaram, eles próprios essas pessoas desprezíveis. Quem é que vive na bolha, de fato? Certamente é uma crítica exagerada, caricata, mas e daí? Ninguém reclama do Simpsons que é outra porcaria mas endeusam porque supostamente faz críticas ácidas ao norte-americano médio.

  62. Cleison Lima

    O “crítico” não entendeu a série … pois a personagem é exatamente isso, a proposta é exatamente essa! Ela faz uma paródia aos ‘famosos que não tem nada para acrescentar” ela é exatamente isso na série, uma jovem protegida, egoísta, sem talento e com alto excesso de confiança que busca a fama. Não é a melhor série da Netflix, mas ta muito longe de ser a pior, a série é bem divertida, dêem uma chance a ela ( HATER BACK OFF pra essa crítica)

  63. Lucas Campos Sampaio

    VOCES SE DIZEM CRITICOS? kkkkkkkkkkk eu amei a serie, voces nunca foram fãs de todo mundo odeio o panico né?! É UMA SERIE BESTEIROL ACORDEM É PRA SER ASSIM…

  64. Brenno

    Eu também gostei achei muito bom o final foi bem triste e provável que tenha uma segunda temporada eu acho enfim tem gente que só viu o primeiro episódio e já fala mal eu acho que devia ver mais para depois falar não tô querendo brigar mais essa é a minha opinião

  65. Anthonny

    Até entendo a pessoa não gostar da séria, tudo bem vai de cada um , agora falar que é uma das piores que a Netflix ja produziu acho que é exagero. No me ponto de vista é uma série ótima, não vá pelo primeiro episodio, e sim pelo que a série tenta passar. Ao longo da série os personagens vão amadurecendo muito, e no ultimo episódio da pra perceber isso, um dos melhores finais de temporada que já assisti ou se não o melhor. No começo comigo foi assim também, não gostei muito porem depois amei. Hoje em dia os críticos querem impor séries pra você, sinto que não estão mais julgando como críticos e sim como consumidores, se a série tivesse zombie ou algo do tipo aposta quanto que iriam elogiar?.

  66. Eduarda Gedor

    Pior série que eu já assisti na minha vida!
    Assisti o primeiro episódio e em poucos minutos de série, já tinha pego repulsa pela personagem principal, ainda fui além e terminei a 1 temporada, e a cada episódio, eu via a coisa piorar, é uma série de “comédia” mas não gerou risos em nenhum familiar meu que estava presente em quanto eu assistia, ouvi “Como você assiste isso?” “Que coisa chata” “Coloca outra coisa aí” várias vezes. O normal é que você se prenda a um personagem ou na história base da série, coisa que é impossível em Haters Back Off. A história é ridícula, os personagens são fracos e tediosos que não fazem nada além de gerar indignação por terem criado uma série tão ruim. Netflix pecou produzindo isso.

  67. Paulynho Oliveira

    concordo com vc ja assisti 3 eps hj e amei , não tem nada de ruim nessa serie , the big theory eu detesto e tem mto sucesso é mto sem graça aqueles nerds , Miranda é diva

  68. Thalita

    nossa, gosto é gosto mesmo, ne. Nunca achei muita graça na Miranda, mas amei a série. Quer dizer, no começo tava achando meio chato (pessoalmente não acho engraçado as músicas que ela canta e o fato de comer de jeito estranho), mas o episódio foi me cativando e, quando vi, acabei a temporada inteira em duas sentadas! rsrs
    Os atores são ótimos, achei os diálogos bem engraçados, achei que o universo nonsense ficou bem legal (eu me amarrei no episódio de Anne. Tudo foi muito aleatório haha), e o fato de os personagens serem odiosos combina perfeitamente com o humor que a ´serie quer causar. O último episódio foi bem legal tb. Qd ela diz “pq vcs acham engraçado o fato de alguém me amar?” foi a cereja do bolo.
    Enfim… estou aqui esperando a season 2, com certeza! Ainda bem que nunca me guio por aquelas estrelinhas do Netflix…

  69. Marconi Silva

    Particulamente eu achei a série ótima. Tem pessoas que gostam e pessoas não, mas eu respeito a opinião de todos só que, dizer que foi apior série produzida aí eu já acho exagero, como muitas pessoas devem achar, e na minha opinião acho que a NETFLIX deveria sim continuar com Haters Back Off pois acho que é uma série muito criativa quando se fala em comédia e um pouquinho de drama….

    Quero parabenizar a NETFLIX pela ótima série e dizer que estou ansiosamente ansioso pelo episódio 9 e pela segunda temporada, terceira, quarta enfim que seja uma série longa pois eu amei e tenho certeza que muitas pessoas devem ter amado??❤. A e outra coisa espero que a NETFLIX não leve em consideração a crítica ridícula que fizeram. Obrigado a até mais??.

  70. Wilma Silva

    Gostei da série achei muito engraçada,é muito boa pois é diferente de tudo que estamos costumados a ver..espero pela 2 temporada!..

  71. Biavi luar

    Sei que é sua opinião e tenho que respeitar isso!! Mais a série é baseada em um canal de humor do YouTube!!!! E acho que se as pessoas que assistem não tem senço de humor, é ruim mesmo!! Mais pra mim que tenho é acompanho a Miranda a um tempo adorei a série!! Os atores selecionados a produção. Sem contar que é a primeira coisa diferente que a Netflix feis em anos!

  72. Paulo

    Vcs nao tem o que fazer!!!,ja que critica tanto pq nao cria sua própria serie idiota,e vê se a netflix vai compra de vc,ja ela não fez e ainda vendeu,se torno mais famosa que já é, e vc fica ai boiando reclamando das coisas que as pessoas fazem,tipo,se fosse vc que tivesse criado estaria todo se gabando ve se aprende a fazer pra dps colocar defeito..!!!!!!

  73. Soraia Silva

    Assisti a todos os episódios desta primeira temporada e pretendo assistir aos demais. Nesta série há várias lições, tanto para os pais, de como não mimar um filho ao extremo, e para os filhos, sobre as consequências de ser egoísta, em todos os sentidos desta palavra. Mostra como uma família pode ser arruinada por conter tantos “valores errados”. Espero que a segunda temporada, haja uma mudança radical, no comportamento dessa família.

  74. Newton Almeida

    Achei bacana, diferente e hilário. Ela canta muitooooooo mal mas é persistente e espirituosa. Sofrível é essa crítica que se apega aos recursos da produção e não eleva o senso crítico a uma visão mais contextualizada. Penso no que esse cara ia dizer do Chaves, e olha o sucesso que foi? kkk Nem venha me dizer que não tem comparação porque você vai se embasar no sucesso que o Chaves fez e não como se estivesse redigindo uma crítica na época! kkk

  75. Julia Graziella

    Nossa você simplesmente descreveu tudo sobre a série, e olha que assisti apenas 2 episódios. É uma personagem muito chata, a série se torna realmente insuportável.

  76. Mábyla Tavares Batista

    Esse cara nao sabe nada, se dane se é um critico conhecido ou estudou pra isso, de critico a mendigo qualquer um sabe que pessoas sao unicas, ninguem e nem nada e igual pra todo mundo, pra mim é uma das melhores, assisti e espero a segunda temporada, a personagem é muito engraçada e o roteiro meio grotesco mas cativa, a irma vivendo no meio da loucura num cenario irreal mas similar a confusão que sao as pessoas, romance, dor, simplicidade, humor, um cenario simples e acolhedor tudo num instante, diferentemente engraçado, seria interessante se a personagem crescece em meio a serie, recomendo que assistam.

  77. João Carlos

    Pior sério que já vi na vida! A única personagem legal é a Emily, se fizessem uma serie vista pela ótica dela seria bem melhor. Na verdade tudo é melhor que isso!

  78. André Phillips

    Tem algumas coisas que realmente deixam a desejar. Mas não é a pior série.
    Mas dá pra extrair de bom! A Miranda é uma personagem que vai muito pelo impulso, muito na emoção! As vezes somos assim! Achamos que aquilo é o que vai mudar nossa vida, mas simplesmente não é o momento. Enfim. O final é deprimente hahah

  79. Michael Nefer

    Procura outra coisa para assistir e comentar, por que por mim vai ter 2° temporada. É cativante como American Dad e The Family Guy =D

  80. Alex Corrêa

    A série é ótima. Eu me diverti, me emocionei. Essa série é um surto, episódios de mania. Tudo é absurdo, mas retrata a realidade de uma forma exagerada. A série além de humor, traz questões familiares, afetivas, emocionais. Senti vergonha da Miranda em muitos momentos, depois refleti que existem pessoas que passam realmente por isso, depois me senti culpado. Essa série além de me fazer rir, me fez refletir como me comporto com as pessoas. Há grande profundidade nessas cenas, para quem sabe buscá-las. Assisti todos os capítulos e quero assistir a continuação dessa cômica e emocionante história.

  81. Wal Souza

    Engraçado que esses lesos vivem reclamando de coisas repetitivas. ai vem um negócio diferente e reclamam. Ta na cara que não é para se simpatizar, as personagens são horríveis, como pessoas, não suas construções. Vai estudar mais roteiro animal… Finalizando, tenho certeza absoluta, que se colocassem apenas a irmâ da protagonista, como tal, aí sim hem, porq vc é “normal”. cuzões…

  82. babi

    O enredo todo é um monte de lixo, a atriz é feia como um demônio e canta feito um papagaio gago, os sentimentos passados são de egoismo, pedofilia e desrespeito as religiões e a ética na tv, mas continuem assistindo assim vcs ficarão cada vez mais idiotizados e sobrará mais oportunidades para quem tem cérebro.
    kk
    Brincadeira gente, só estou sendo um Haters Back Off, fui.

  83. jessica

    Cara, na boa, acho que você não se ligou em HBO. Primeiro vem a maestria da atuação da Colleen Ballinger. Esse lance de agarra-se em um personagem só se ele for vilão ou mocinho fica para as novelas mexicanas. Se amarar-se em personagens é um critério para uma boa série, o que seria de GAME OF THRONES? Acho que é super válido conferir toda a série. Mesmo os personagens principais vivendo em um mundo paralelo, até mesmo esse mundo venha a ser irritante, tem algo por trás de casa história. Eu consegui sim gostar da Miranda e entende-la, apesar de ser uma egoísta (afinal quem não é neste mundo?) ela mostra um outro lado…Que na segunda temporada é capaz de fazer um grande ato de amor. Enfim, confiram essa série!

  84. Zicado

    Melhor serie de comédia com humor negro dos últimos tempos, ri do inicio ao fim! Não caiam no papo do gordinho homossexual sofisticado!

  85. Adriele Rodrigues

    Eu adoro HBO, mas não vou negar que é irritante o grau de narcisismo e egoísmo imenso da Miranda. Uma mãe que aguenta tudo calada e ainda se apaixona pelo cara que só a humilha, uma garota sem talento que é extremamente mau-educada e um tio tapado que é mais nojento do que legal. E sobre a Emily… Quem não gosta dela mesmo? E ah, Patrick, o garoto sofrido apaixonado pela mina mais feia do bairro.

  86. Carlos Marq

    A série é um apelo à identificação psicológica das pessoas, Miranda é o Ego em pessoa, totalmente alimentada, incentivada pelo super ego representantado pelo seu tio Jim. Sua mãe é o id, submetida as exigências da sua filha, apegada a doença que não exite. Enquanto a Emily é a consciência , a que tem o bom senso em tudo. E o Patrick, faz a paixão por isso sempre bobo, alienado.

  87. Sr. Gabriel player

    Eu assisti essa série e achei puro lixo mas continuei assistindo porque eu quero saber o que acontece com a Miranda,seu tio Jim e os personagens normais da série, mas cada vez mais sinto desgosto dos personagens principais. Mas se você está lendo os comentários por que ficou com preguiça de ler a críticas o que eu digo para você é NÃO ASSISTA.

  88. Gabriela Gasai

    Assisti a primeira e a segunda temporada e devo dizer que essa série de tão ruim é boa. Você se vê no lugar da Emilly no meio da família. Esse tipo de situação me lembra South Park onde a cidade inteira é burra e apenas as 4 crianças parecem ter alguma noção do que acontece. Porém a protagonista é realmente irritante e em nenhum momento eu desejei que ela se desse bem. E as cenas dela chupando picolé são puro gore.

  89. Melvin Douglas Siqueira

    Esses críticos chatos só falam mal pra dar audiência, senão da onde tirariam o seu sustento? A série é boa sim.

  90. Matheus Burak

    Quando for criticar algo pelo menos assista até o fim. Alias a série é muito boa sim, e ver o desenvolvimento dos personagens foi ótimo, quem não consegue perceber isso deve ser mais burro que a Miranda.

  91. Melissa

    Sinceramente, aquela série não tem graça, eles podiam colocar umas risadas no fundo só pra parecer engraçado, mas não essa é nojenta,estranha,chata… Etc
    Se eu ficar falando o que ela é vai demorar um século
    Aquela personagem principal me dava nojo ela era feia,porca,mal educada com a mãe e a irmã.
    Essa série é bizarra
    Eu sempre apreciei a impressa da Netflix e sempre achei as séries dela super legal mais essa Haters back off não é só a pior série da Netflix e sim do mundo inteiro.
    Tem algumas séries que tem uma coisa ou outra que vc odeia , isso tudo bem, mas essa série ficou horrível. Credo
    Pensei que no final ela ia

  92. Cherry Blossom

    Percebi aqui que boa parte das pessoas que criticam a série não tem senso de humor ou é burro que nem os personagens da série. A Mirando não foi feita para ter empatia por ela, mas unicamente para RIR da mesma. Concordo que algumas cenas são exageradas, mas quando você lembra que são um bando de loucos passa a compreender.

  93. Ayslan Tiago

    Eh curti . Acho que satiriza bem a realidade … E a atriz atua bem , do jeito dela . Tem que entrar na onda . Eu sigo a Miranda e nos EUA as pessoas entendem mais . Ela está na internet há mto tempo.

Deixe um comentário